Publicidade

segunda-feira, 28 de julho de 2008 Seleção da Alemanha | 11:18

Olho neles

Compartilhe: Twitter


O irreverente Pasu, camisa 9, dança na final da Euro sub-19

A seleção sub-19 da Alemanha sagrou-se campeã européia ao bater a Itália por 3 a 1 no último sábado. A impecável campanha germânica mostrou ao mundo os jovens que podem -e vão- substituir a geração do “quase”, que ficou com o vice da Eurocopa deste ano. Foi o primeiro título alemão nas categorias de base em 16 anos.

Para a Itália, do meu amigo Gian Oddi, fica para próxima. Quem sabe na Olimpíada, já que a Alemanha não vai participar. Aliás, como o mesmo Gian me contou, a boa geração da Itália é essa de Pequim, não a da Euro sub-19.

De todo elenco da Alemanha campeão, quero falar de um destaque: Richard Sukuta-Pasu. No auge de seus 18 anos, com 1,88m de altura e 88 quilos, o forte atacante do Bayer Leverkusen é a esperança para o futuro. Filho de imigrantes congoleses, Pasu foi um dos grandes nomes da seleção no torneio, mesmo não sendo titular absoluto. Dos cinco jogos da Alemanha na competição, em dois começou no banco de reservas, e fez três gols no total.

Em entrevista ao diário Bild desta segunda, o atacante disse que se espelha em Didier Drogba, e considera seu estilo bem parecido com o do atacante do Chelsea. Também disse que se assemelha a Podolski. E ele ainda brincou com isso: “Divergimos somente na cor da pele”.

Acredito que ainda seja cedo para lançar o atacante na seleção principal. Mas o Leverkusen já garantiu que utilizará Pasu em sua equipe principal nesta temporada. É a necessidade para que os bons resultados apareçam…

Autor: Tags:

2 comentários | Comentar

  1. 22 Lucas 28/07/2008 17:21

    Realmente trata-se de um promissor jogador como pode ser conferido no mundial sub-17 do ano passado. E a Alemanha ganhou dando-se ao luxo de disputar a competição sem o Kroos.

  2. 21 Allan Brito 28/07/2008 13:00

    Henrique na zaga, Renato Augusto no meia e Pasu no ataque… o Leverkusen vai longe! ou não…

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.