Publicidade

Arquivo de outubro, 2008

quarta-feira, 29 de outubro de 2008 Bundesliga, Vídeos | 19:51

A rodada, e o "esquentadinho" volta a atacar

Compartilhe: Twitter

E, mais uma vez, o assunto na Bundesliga é o Hoffenheim. Nesta quarta-feira, o time do brasileiro Carlos Eduardo venceu o Bochum fora de casa e voltou à primeira colocação do torneio. A equipe havia perdido a liderança ontem, quando o Bayer Leverkusen venceu o Werder Bremen por 2 a 0, na casa do alviverde.

Demba Ba comemora seu golPor falar em Carlos Eduardo, o meia-atacante ex-Grêmio marcou o terceiro gol da equipe. O artilheiro do campeonato, Ibisevic, e o senegalês Demba Ba (na foto) fizeram os outros gols da partida, que terminou 3 a 1 para o Hoffenheim, de virada.

Já o Hamburgo se recuperou da surra que levou no final de semana e se reabilitou com um bom triunfo por 2 a 0 sobre o Stuttgart, que faz uma campanha mediana. Quem já ameaça incomodar, e como era esperado, é o Bayern de Munique. O time bávaro perdia do Frankfurt fora de casa, quando Klose e Ribéry, em lances de puro oportunismo, viraram a partida e decretaram a reação do Bayern na Alemanha.

Outros brasileiros que balançaram as redes nesta 10ª rodada. Grafite fez mais um e o Wolfburg venceu o Borussia M’Gladbach; e pelo Schalke, Bordon e Kuranyi anotaram um cada, no trinfo por 3 a 0 sobre o Karlsruhe.

Nesta partida dos azuis-reais, aliás, aconteceu um fato estranho. O capitão do Karlsruhe, Maik Franz, que já é esquentadinho por natureza, deu uma entrada forte no peruano Farfán, que revidou num lance seguinte. Pela jogada Farfán levou o cartão amarelo, e então Franz virou para sua torcida e comemorou a punição ao atacante do Schalke. O juizão viu a reação do jogador e resolveu expulsá-lo. Extremamente nervoso na saída para o vestiário, Franz saiu chutando tudo que tinha pela frente.

Clique aqui e assista ao vídeo deste lance inusitado no site do diário Bild.

Para quem não lembra, Franz foi o mesmo que trocou socos e pontapés com o goleiro reserva do Karlsruhe durante a pré-temporada da equipe. Relembre este dia e veja a foto da briga.


Franz faz gestos para sua torcida, leva o cartão vermelho, e sai chutando tudo que vê pela frente

Autor: Tags: , , ,

terça-feira, 28 de outubro de 2008 Bundesliga, Jogadores brasileiros | 11:04

Brasileiro faz sucesso no líder

Compartilhe: Twitter

O brasileiro Carlos Eduardo, do surpreendente líder Hoffenheim, já começa a colher os frutos do sucesso na Bundesliga. O meia-atacante teve seu futebol reconhecido pela imprensa espanhola e concedeu nesta terça-feira uma entrevista bem bacana ao diário Marca.

A publicação da Espanha inicia o texto dizendo que o meia-atacante é o principal “culpado” pela boa campanha do caçula no Campeonato Alemão. Lembrando que Carlos Eduardo participou do acesso da equipe à primeira divisão, fato inédito na história do clube.

Entre outros assuntos, o jogador disse que a escolha pelo Hoffenheim foi arriscada, mas ele soube das intenções do dono do clube em montar uma equipe forte e resolveu sair do Grêmio para assinar com os alemães. “Foi muito difícil escolher este clube, já que o Porto (POR) e Paris Saint-German (FRA) também queriam me contratar, mas o projeto ajudou a me decidir. Me chamou atenção também o valor que pagaram por mim -8 milhões de euros- um recorde de um time alemão na segunda divisão”, completou.

Carlos Eduardo ainda afirmou que demorou para se adaptar ao futebol alemão, foi muito criticado no começo, já que seu jogo não se encaixava com o ritmo do futebol germânico, mas que hoje já está acostumado. A única barreira é a língua. “Não falo uma palavra em alemão. Na equipe, só converso com os jogadores brasileiros Luiz Gustavo e Wellington, e com o treinador de goleiros, que também é brasileiro. Com os outros jogadores só me comunico por sinais”.

Quando questinoado sobre seu momento no Hoffenheim, Cadu disse que é o ideal para um jogador, com muita concentração e dediação dentro de campo. “O melhor de tudo é o nível do meu futebol, superior ao que eu tinha no Grêmio, meu clube anterior. Estou totalmente adaptado ao futebol europeu”, completou.

E, claro, por se tratar de um diário espanhol, a pergunta que não poderia faltar ao jogador é se ele sonha em atuar em outro país. “Tenho contrato com o clube até 2012, mas não descarto jogar fora da Alemanha caso hajam condições. Espero que um dia possa jogar na Espanha, Inglaterra ou Itália”, disse o burocrático Carlos Eduardo ao Marca.

Só para se ter ideia de como o clube ainda está longe das grandes potências do futebol alemão, o Hoffenheim, que significa “lugar de esperança”, foi fundado numa vila que tem pouco mais de 3.200 habitantes. Como não possui um estádio próprio, a equipe manda seus jogos na cidade de Mannheim, no Carl-Benz Stadion, e sempre recebe apoio de torcedores e simpatizantes. Mas os planos para o futuro recente são ousados. “O presidente, Dietmar Hopp, está construindo o novo estádio Rhein-Neckar Arena para 30.000 espectadores e esperamos já jogar na casa nova no início da próxima temporada”, disse Carlos Eduardo.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 27 de outubro de 2008 Bundesliga | 15:14

Até quando?

Compartilhe: Twitter


Hoffenheim: mais uma vitória, melhor ataque e liderança

Quem imaginava que passadas nove rodadas no Campeonato Alemão, o Hoffenheim estaria na liderança? E que o Bayern estaria fora da zona de classificação para Liga dos Campeões? O futebol em terras germânicas vem surpeendendo nesta temporada. Não bastasse a boa média de gols e placares incomuns, como 6×3, 5×4, e por aí vai…

O Bayern até que está se recuperando. Depois de passar por alguns vexames, inclusive diante de sua torcida, colocou a casa em ordem e venceu mais uma. Mas antes veio o susto. O Wolfsburg abriu 2 a 0, no Allianz Arena -um gol de Grafite-, mas os bávaros conseguiram virar para 4 a 2. E se não fosse pelo gol de Ribéry no último minuto da etapa inicial, o primeiro do time de Munique, não sei se viraria.

Ótima campanha é do Bayer Leverkusen, que venceu o clássico regional contra o Colônia, na sexta-feira, e ocupa a vice-liderança.

Já o Hamburgo, que era o primeiro colocado até a última rodada, perdeu por 3 a 0 e agora é 3º na tabela. O revés aconteceu para o novo líder Hoffenheim, que surpreende. Se não a todos, pelo menos a mim. Além disso, o time azul tem o melhor ataque com 24 gols.

Confesso que achava o bom começo da equipe do brasileiro Carlos Eduardo, ex-Grêmio, “fogo de palha”, mas já não sei mais se é. E nem até quando dura. Imaginem o Hoffenheim campeão? É pagar para ver.

As campanhas irregulares de Werder e Dortmund são as grandes decepções. E precisam acordar logo se quiserem brigar por título ou Liga.

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 24 de outubro de 2008 Copa da Uefa | 10:32

Copa da Uefa em um parágrafo

Compartilhe: Twitter

SCHALKE 3 x 1 PARIS SAINT-GERMAN
Nada como um dia após o outro. Depois de criar um clima ruim na seleção alemã, quando abandonou a equipe por não ser aproveitado como quer -e como devia-, Kuranyi foi o melhor em campo no triunfo do Schalke sobre o PSG, na estreia da fase de grupos. O germânico-brasileiro marcou um dos gols e deu passe para outro. Além dele, o peruano Farfán teve ótima atuação.

ZILINA 1 x 2 HAMBURGO
Para confirmar a boa fase que vive, o Hamburgo venceu fora de casa com gols croatas. Petric e Olic marcaram para o líder da Bundesliga. Dos brasileiros da equipe, Alex Silva ficou no banco de reservas, enquanto Thiago Neves nem foi relacionado, já que se recupera de lesão.

HERTHA 1 x 1 BENFICA
Num torneio onde se joga duas em casa e duas fora, empatar ou perder diante de sua torcida é desastroso. E o Hertha quase perdeu. Pantelic fez o gol de empate contra o Benfica aos 30 do segundo tempo e, pelo menos, garantiu um ponto para os alemães. O detalhe é que os portugueses nunca venceram em território alemão em competições europeias. O tabu esteve próximo de cair.

SEVILLA 2 x 0 STUTTGART
Jogo complicado contra os espanhois fora de casa. A derrota não pode ser considerada desastrosa. Entretanto, os gols sofridos logo no começo da partida acabaram com qualquer chance e ânimo do Stuttgart para tentar vencer fora de casa. A esperança agora é vencer as partidas em casa.


O brasileiro Renato marcou o segundo gol do Sevilla, e quando foi levantar para comemorar, levou um chute no rosto do goleiro Lehmann e saiu sangrando

O outro clube alemão no torneio é o Wolfsburg, que folgou. Os “lobos” estreiam na Copa da Uefa no dia 6 de novembro contra o Heerenveen, em casa. Os holandeses, aliás, que perderam para o poderoso Milan na primeira partida.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 23 de outubro de 2008 Liga dos Campeões | 09:33

Empate bom, "pero no mucho"

Compartilhe: Twitter

Consquistar um ponto fora de casa em Liga dos Campeões não é de se desprezar. Ainda mais se for contra uma das principais equipes da Grécia. Entretanto, o 2 a 2 que o Werder Bremen arrancou do Panathinaikos não foi lá muito bom. Isso porque a equipe alviverde permanece na 3ª colocação da chave B, com três empates em três partidas realizadas, e estaria fora das oitavas-de-finais.

Nesta quarta, com Diego e Naldo em campo, o Werder suou a camisa para buscar a igualdade no placar contra os gregos. Os donos da casa mandavam na partida quando Mertesacker fez o primeiro gol do jogo aos 29 minutos. O Panathinaikos não se abalou e se impôs novamente. Tanto que aos 36 do primeiro tempo empatou com Mantzios. O próprio jogador fez o gol da virada aos 23 da etapa final. O time de Bremen ainda escapou de levar o 3º, mas o português Hugo Almeida, que pouco fizera na partida inteira, deixou tudo igual faltando 7 minutos para o término.

De alento para os alemães, se é que serve, é que a equipe ainda terá mais duas partidas em seu estádio. Na próxima rodada, o time encara novamente os gregos, mas dessa vez diante de sua torcida, no Weserstadion, dia 4 de novembro. Porém, a partida-chave para os germânicos deve acontecer em 26 de novembro contra a supresa do Chipre, o Anorthosis Famagusta, na casa do adversário. A Inter de Milão deverá terminar na liderança do grupo.

Atenções do Bremen voltadas agora para a Bundesliga. No sábado, a equipe joga contra o Hannover, fora de casa. Uma vitória é fundamental para não deixar os líderes do Alemão dispararem.

*Na foto, Hugo Almeida comemorando o gol de empate. Detalhe na camisa do Werder Bremen. Linda demais!

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 22 de outubro de 2008 Liga dos Campeões | 07:59

Mesmo sem convencer…

Compartilhe: Twitter


Toni, bolana no queixo não dá, hein?! Italiano pouco fez contra sua ex-equipe

O esperado reencontro de Luca Toni com a Fiorentina, clube pelo qual foi revelado para o futebol mundial, foi morno. O atacante do Bayern de Munique fez pouco para ajudar sua equipe na vitória por 3 a 0 sobre os italianos, na 3ª rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Apesar do placar elástico e da vaga para próxima fase muito perto, os bávaros não tiveram uma boa atuação. O gol de Klose logo aos 4 minutos era um presságio de um bom triunfo dos alemães. O que não foi confirmado. Lógico que os três pontos são mais importantes na atual fase da equipe, mas a Fiorentina mandou na partida, principalmente no primeiro tempo, quando o Bayern praticamente só se defendeu diante de sua torcida.

E quando os italianos eram muito melhores, o zagueiro peruano Vargas falhou e Schweinsteiger, num belo lance, limpou a marcação de dois marcadores e finalizou com estilo de perna esquerda, jogando um balde de água fria nas pretensões dos visitantes.

Na segunda etapa o Bayern só administrou a vitória. Mas ainda havia tempo para Zé Roberto fazer lindo lance no final da partida e decretar os 3 a 0. De bom para os alemães, além da vitória que desafoga a equipe que estava quase entrando numa crise, ficam as atuações de Schweinsteiger e Lahm.

A diretoria do clube exigiu de Klinsmann quatro vitórias seguidas. 25% da meta foi atingida. No sábado, contra o Wolfsburg, no Allianz Arena, o Bayern pode concluir 50% e deixar Uli Hoeness mais feliz.

Nesta quarta-feira é a vez do Werder Bremen entrar em campo pela Liga. O alviverde encara o Panathinaikos, na Grécia, e precisa vencer para seguir com boas chances. Após a partida o Blog do Alemão, claro, coloca os comentários e considerações do jogo.

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 20 de outubro de 2008 Bundesliga | 12:07

Chuva de gols

Compartilhe: Twitter


Barzagli marca para o Wolfsburg

Quem sempre acompanhou a Bundesliga de perto está se surpreendendo nesta temporada. O frio, calculista e duro futebol alemão deu lugar ao futebol alegre, emocionante e com muitos gols. Até agora, em 72 partidas disputadas, foram anotados 224 gols – uma média superior a três gols por jogo.

O Werder Bremen é a equipe com melhor ataque, com 22 gols marcados em 8 partidas – média de 2,75 por jogo. faz muitos, mas leva outros tantos. O alviverde comandado por Diego já sofreu 19 gols. Na sequência da artilharia pesada do alemão vem o surpreendente Hoffenfeim, com 21 gols.

Entretanto, apesar da boa média deste ano, existem aqueles times que destoam de forma negativa no campeonato. O Frankfurt, além de segurar a lanterna, fez somente 5 gols. Muito pouco para a tradicional equipe alemã. Já o pior ataque do torneio é o do Energie Cottbus, com apenas 3 gols marcados.

Sobre a rodada do último final de semana, destaque para o duelo Werder Bremen x Borussia Dortmund. Lembram-se quando eu disse que o Werder iria proporcionar muitas emoções aos seus torcedores? Pois então… esse jogo foi mais um exemplo da minha teoria que é confirmada na prática a cada jogo. O Dortmund vencia por 2 a 1 até o final do jogo. Mas aí o peruano Pizarro marcou dois gols -um aos 42 e outro aos 45 minutos do segundo tempo- e virou para o Bremen, que jogava em casa. Mas aos 47, Zidan empatou novamente para o Borussia e o placar ficou no 3 a 3. Jogaço!

No único jogo de domingo, o Hamburgo conseguiu manter a liderança da Bundesliga ao empatar com O Schalke, em casa. Trochowski, em grande fase, fez o gol para o líder, que é seguido de perto pelo caçula Hoffenfeim. No sábado, jogando fora de casa, fez 5 a 2 no Hannover, em mais uma das partidas com muitos gols neste ano. Quem aplicou outra goleada foi o Wolfsburg, que fez 4 a 1 no Arminia Bielefeld. Grafite fez um. O Bayern de Munique suou a camisa, mas conseguiu evitar mais uma rodada sem vitória. Fora de casa venceu o Karlsruher por 1 a 0, gol de Klose.

Para ilustrar melhor como está recheada de gols a temporada na Bundesliga, veja abaixo os maiores placares até o momento:

3ª rodada
Bayer Leverkusen 5 x 2 Hoffenheim
Arminia Bielefeld 2 x 4 Hamburgo
Bayern de Munique 4 x 1 Hertha

4ª rodada
Borussia Dortmund 3 x 3 Schalke 04
Hannover 5 x 1 Borussia M´gladbach

5ª rodada
Bayern de Munique 2 x 5 Werder Bremen
Hoffenheim 4 x 1 Borussia Dortmund

6ª rodada
Werder Bremen 5 x 4 Hoffenheim

7ª rodada
Stuttgart 4 x 1 Werder Bremen
Bayern de Munique 3 x 3 Bochum

8ª rodada
Hannover 2 x 5 Hoffenheim
Werder Bremen 3 x 3 Borussia Dortmund
Wolfsburg 4 x 1 Arminia Bielefeld

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 16 de outubro de 2008 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha, Vídeos | 09:47

Voa, Trochowski

Compartilhe: Twitter

Ufa! O pedido de desculpas de Kuranyi amenizou um pouco o clima na seleção alemã, que ficou pesado após o abandono do atacante na última partida contra a Rússia. Um empate sem gols contra País de Gales, em casa, seria desastroso.

O jogo contra os galeses foi complicado. Com Ballack e Schweinsteiger pouco inspirados, parecia que o tropeço em casa era iminente. O primeiro tempo foi dominado pelos alemães, que não conseguiram marcar. Os atacantes Klose e Podolski receberam poucas bolas em condições de finalizar.

O adversário começou um pouco melhor a segunda etapa e assustou o gol de Adler em alguns lances. Mas a partir dos 15 minutos a Alemanha se impôs e pressionou. E pressionou bastante. As jogadas principais eram os cruzamentos na área. Tanto por cima quanto por baixo a zaga de País de Gales conseguia se sobressair.

Até que aos 28 minutos, Trochowski, que perdera um gol numa furada espetacular alguns minutos antes, acertou um pombo sem asas de fora da área e decretou o magro, mas providencial, placar de 1 a 0. Se você não viu o gol, assista ao vídeo no final do post.

O meio-campista do Hamburgo foi o melhor jogador da partida e aos poucos vai se firmando no time titular da Alemanha. Quem acompanha o blog sabe que desde antes da Euro venho pedindo Trochowski entre os 11 da Nationalelf. Aos 24 anos, o polonês naturalizado alemão fez seu 17º jogo com a camisa da seleção principal e anotou seu único gol até aqui.

Ao que parece, Ballack arranjou um parceiro de nivel no meio-campo da seleção. Se Joachim Löw der a regularidade necessária para o jogador na Alemanha, e com seu crescimento e ótima produção na sua equipe, que lidera a Bundesliga, Trochowski será ídolo em pouco tempo.

Nas Eliminatórias, os alemães mantiveram-se na liderança do grupo 4, agora com 10 pontos. A Rússia é a vice-líder com 6, mesma pontuação de País de Gales, 3º colocado. Próximo jogo acontece somente dia 28 de março de 2009, contra Liechtenstein, de novo em casa. Aposto num placar de, no mínimo, uns 7 a 0. Mas tem chão até lá…

Autor: Tags: , ,

domingo, 12 de outubro de 2008 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 15:34

Vitória ofuscada

Compartilhe: Twitter

Boa vitória em casa contra a forte seleção da Rússia, liderança do grupo 4 das Eliminatórias para Copa, Ballack de volta e marcando gol, Podolski funcionando no ataque… o sábado poderia terminar alegre para os alemães, mas o triunfo foi ofuscado por Kuranyi.

O atacante germânico-brasileiro não foi relacionado nem para o banco de reservas pelo técnico Joachim Löw para o duelo contra os russos, o que irritou profundamente o jogador do Schalke.

Kevin Kuranyi até assistiu ao primeiro tempo da partida nas tribunas do Westfalenstadion, em Dortmund, ao lado do volante Jermaine Jones e de integrantes da Federação Alemã de Futebol, mas se levantou durante o intervalo da partida e não voltou mais.

Diante do fato, Löw garantiu que o atacante não veste mais a camisa da Nationalelf enquanto estiver no comando: “Não posso aceitar a maneira como Kevin reagiu e por isso não irei mais convocá-lo para a seleção”.

É a segunda polêmica envolvendo o atacante na seleção alemã. Em 2006, o jogador, que era titular da equipe, não foi convocado para disputar a Copa do Mundo. Na época, Kuranyi disse que ficou “profundamente decepcionado” com a decisão de Klinsmann, treinador na ocasião.

Dessa vez a indignação de Kuranyi é compreensível. Ele não é pior do que Mario Gomez, por exemplo. Joachim Löw deve ter alguma birra com o atacante, apesar de sempre convocá-lo. O jogador esteve no grupo que ficou com o vice-campeonato da Euro 2008, mas teve pouquíssimas oportunidades na competição.

É lógico que Kuranyi sai prejudicado com a decisão de Löw. Mas a seleção alemã é quem mais perde nessa história toda.

Próximo jogo
A Alemanha volta a campo nesta quarta-feira, 15 de outubro, às 16h45, contra País de Gales. O jogo acontece na cidade de Moenchengladbach. Já sem Kevin.


Vai demorar para vermos Kuranyi de novo com esta camisa. Isso se ele vestir ela mais uma vez…

Autor: Tags: , , ,

sexta-feira, 10 de outubro de 2008 Fora dos campos, Jogadores brasileiros | 10:09

Brasil x Argentina

Compartilhe: Twitter

Nesta quinta-feira, aproveitando que não tem rodada da Bundesliga no final de semana por conta das Eliminatórias para Copa, o Schalke fez um amistoso contra o Heracles, da Holanda. O meio-campista brasileiro Zé Roberto, pouco utilizado no Alemão, teve a chance de mostrar seu valor e atuou a partida toda. Mas foi mal. Não fez nada.

A péssima atuação do ex-botafoguense no amistoso motivou o diário alemão Bild a afirmar que Zé Roberto foi uma das piores contratações dos azuis reais nos últimos tempos. 3,5 milhões de euros jogados no lixo.

A publicação ainda relembra o episódio em que o atleta foi flagrado totalmente bêbado, travado, saindo de uma festa na casa de Rafinha, seu companheiro de clube, às 9h30 da manhã (Veja na foto aí do lado). O lateral também foi fotografado embriagado. O problema é que Rafinha tem moral por lá e não foi crucificado na ocasião.

O Bild reproduz uma entrevista de Zé Roberto a um site brasileiro em que o meia diz que sairá do Schalke no final deste ano. Segundo ele, dois clubes do Brasil já fizeram propostas pelo seu futebol. Lembrando que o meia tem contrato com os alemães até 2011.

ENQUANTO ISSO…
Se por um lado o brasileiro Zé Roberto é criticado na Alemanha, o argentino Demichelis, do Bayern de Munique, ganha destaque positivo por lá. O zagueiro será papai. Não que essa informação mudará nossas vidas. Mas dá só uma olhada na namorada dele, a bela Evangelina Anderson. Com essa aí até eu teria uns 15 filhos…

Para ver mais fotos de Angelina, clique aqui.

Autor: Tags: , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última