Publicidade

Arquivo de fevereiro, 2009

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009 Fora dos campos, Mercado | 12:16

Luca Toni em dose dupla

Compartilhe: Twitter

O artilheiro do Bayern de Munique participou nesta sexta-feira de um partida de pebolim na maior mesa do mundo, em Munique. Veja as fotos abaixo e responda: qual é o verdadeiro Luca Toni e qual é seu sósia, o comediante alemão Matze Knop? São incrivelmente idênticos.

Mas a notícia que abalou mesmo as estruturas no Allianz Arena foi a do acerto do Barcelona com o Bayern pelo meia-atacante Franck Ribéry. De acordo com um jornal espanhol, o francês desembarcaria no Barça já no meio deste ano. É esperar e ver no que vai dar.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

Copa da Uefa | 10:52

Sobraram dois

Compartilhe: Twitter

Werder Bremen comemora
Festa aliverde em território rubro-negro. O Werder tirou o poderoso Milan (AP)

Stuttgart e Wolfsburg ficaram pelo caminho. As equipes perderam os dois jogos contra Zenit e Paris Saint-Germain, respectivamente, e agora se concentram somente na disputa da Bundesliga. Nesta quinta, os dois times deram vexame diante de seus próprios torcedores.

Já o Hamburgo caminha a passos largos rumo ao título. Sem muito esforço, fez 1 a 0 no NEC, da Holanda, e seguiu adiante. Lembrando que havia feito 3 a 0 no jogo de ida, na casa do adversário. Agora, é o principal candidato para conquista do torneio e ainda por cima lidera o Alemão. Dois títulos para os hanseáticos na temporada? Pode ser que sim, por que não?

Nas oitavas, o Hamburgo enfrenta o Galatasaray, da Turquia, que conta com o brasileiro Lincoln, ídolo da torcida do Schalke 04.

O grande jogo da rodada – e mais surpreendente também – aconteceu no San Siro, em Milão. O Milan abriu 2 a 0 com Pirlo e Pato, mas o Werder Bremen, que parecia não ter mais forças para reagir, buscou o empate por 2 a 2 e se classificou para as oitavas. Pizarro foi o heroi da partida, anotando os tentos do alviverde.

Vida nova para o time de Naldo e Diego, que não faz uma boa campanha na Bundesliga – é apenas o 11º colocado. Para conquistar uma vaga nas quartas, o Werder terá que passar pelos franceses do Saint Etienne na próxima fase.

A Copa da Uefa segue no próximo dia 12 de março.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009 Liga dos Campeões | 09:46

Tripé do Bayern

Compartilhe: Twitter

Enquanto todos só falavam em Real Madrid, Manchester United, Inter de Milão, Barcelona, Chelsea e Liverpool no início da fase de oitavas-de-finais da Liga dos Campeões, o Bayern de Munique, comendo pelas beiradas, fez sua parte. É o único já classificado para as quartas.

Toni, Ribéry e Klose - O tripé do BayernO placar de 5 a 0 sobre o Sporting de Lisboa, na casa do adversário, já garante o time bávaro entre os oito melhores da Europa. Toni, duas vezes, Ribéry, outras duas, e Klose, marcaram para o time alemão, que pode até perder por 4 gols de diferença no Allianz Arena daqui duas semanas que se classifica. Cá entre nós, impossível de acontecer. Nem que entre com o sub-15.

Apesar do resultado surpreendente e dilatado, o jogo não foi lá essas coisas. O Bayern mostrou suas tradicionais falhas defensivas, principalmente com Demichelis e Oddo, que mesmo quando uma partida está fácil, como a desta quarta, não conseguem render. O argentino é muito inseguro e falha demais no miolo de zaga. Lúcio tem que jogar por si próprio e por Demichelis junto. E Oddo é fraco no apoio. Vez ou outra acerta um cruzamento.

E, para variar, quem comeu a bola? Ele, claro, Ribéry. Dos cinco gols, o francês participou de quatro. Fez dois – um de pênalti – e deu passe para mais dois. Quando juntam ele, o italiano Toni e o alemão Klose, o Bayern tem um ataque poderoso e dificilmente perde uma partida. Quando um dos três não joga, o time cai de produção. É o trio de ferro ofensivo.

O técnico Klinsmann acredita que Ribéry fica para próxima temporada. Eu acho difícil. Já é bom o Bayern correr atrás de um substituto. E na zaga, não sei o que precisa para Breno ser efetivado. Até mesmo como lateral-direito o brasileiro serviria no time.

Nesta quinta-feira as atenções se voltam para o mata-mata da Copa da Uefa. Hamburgo, Stuttgart, Werder Bremen e Wolfsburg entram em campo. Nesta sexta, aqui no blog, um balanço de como foram os alemães no torneio.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009 Bundesliga | 09:21

Novo líder, novas emoções

Compartilhe: Twitter

E mais uma vez a liderança da Bundesliga muda de dono. Depois de passar nas mãos de Bayern de Munique, Hoffenheim e Hertha Berlim, agora é a vez do Hamburgo sentir o gosto de não ver qualquer time à sua frente no Alemão. o time de Alex Silva venceu o Bayer Leverkusen, 5º colocado, na casa do adversário, por 2 a 1.

Demba Ba marcou três para o HoffenheimO Hertha Berlim, que terminou a última rodada na liderança, foi derrotado pelo Wolfsburg de virada e caiu para terceira colocação. O vice-líder, mas com o mesmo número de pontos que o Hertha, é o caçula Hoffenheim, que buscou um empate heroico por 3 a 3 contra o Stuttgart, no Mercedes Benz Arena.

E o Bayern de Munique, hein? Recebeu o modesto Colônia no Allianz Arena e foi derrotado por 2 a 1. Podolski, que já foi negociado com o próprio Colônia, mas que só muda de ares no final da temporada, jogou como titular e pouco fez. Não quero ser maldoso, mas ele não deve ter se esforçado muito, né?

Agora, a diferença do líder para o sexto colocado é de apenas seis pontos. No próximo final de semana, mais surpresas. Veja a classificação da Bundesliga.

Personagens da rodada
O senegalês Demba Ba, que fez os três gols do Hoffe contra o Stuttgart; Jansen, que marcou duas vezes e levou o Hamburgo para liderança; e Dzeko, que fez os dois do Wolfsburg no até então líder Hertha.

Decepção
Além do Bayern de Munique, claro, o Werder Bremen, que foi derrotado pelo Energie Cottbus com gol no último minuto e não vai nem para Copa da Uefa na próxima temporada.

Brasileiros
Cícero, ex-Flu, marcou o único gol da derrota Hertha para o Wolfsburg, enquanto Caio, ex-Palmeiras, fez o da vitória do Frankfurt sobre o Karlshure, fora de casa.

Olho neles
Ainda sem Grafite, machucado, o Wolfsburg sobe a cada rodada. Sem alarde, a equipe já está em 6º na tabela e a seis pontos do líder Hamburgo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sábado, 21 de fevereiro de 2009 Bundesliga | 10:48

Ruim para todos

Compartilhe: Twitter

Era o que ninguém precisava. O empate por 1 a 1 no superclássico Schalke 04 x Borussia Dortmund, disputado em Gelsenkirchen, foi péssimo para as duas equipes, que além de já praticamente ficarem de fora da disputa do título, já vão ficando longe de uma vaga na Liga dos Campeões. E se não abrirem os olhos, ficam de fora também da Copa da Uefa.

O duelo que reuniu as duas maiores torcidas e os mais tradicionais times do futebol alemão foi movimentado. Kevin Kuranyi fez um golaço para o time da casa, e Zidan, com outro belo gol, descontou para o Dortmund.  Veja algumas fotos:

O fim-de-semana ainda reserva mais duas partidas interessantes. Neste sábado, o Bayern de Munique recebe o Colônia no Allianz Arena. Até aí um jogo normal de grande contra pequeno. Mas Podolski, declaradamente insatisfeito nos bávaros e já negociado com o próprio Colônia – ele vai para o clube em junho – pode começar jogando. Será que vai fazer corpo mole?

O outro jogaço acontece no domingo. O Bayer Leverkusen, 5º colocado, recebe o Hamburgo, 3º colocado. O Hertha Berlim lidera sozinho a Bundesliga, mas outros três times podem terminar a rodada na ponta. Além de Hamburgo e Bayern de Munique, o Hoffenheim pode voltar a ocupar o primeiro posto, dependendo dos resultados.

E da-lhe emoção!

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009 Copa da Uefa, Jogadores brasileiros, Liga dos Campeões, Mercado, Vídeos | 12:03

Copa da Uefa e a Liga de 2012

Compartilhe: Twitter

Alex Silva marca pelo HamburgoA fase eliminatória da Copa da Uefa não começou muito bem para as equipes alemãs. Das quatro ainda remanescentes no torneio, só uma venceu. O Hamburgo visitou o NEC, da Holanda, e fez 3 a 0, praticamente carimbando o passaporte para próxima fase.

O brasileiro Alex Silva fez um dos gols do triunfo, seu primeiro pelo time. E ele comemorou depois do jogo. “Estou muito feliz. A Copa da Uefa não é qualquer campeonato. Um gol tão importante como este deixa qualquer jogador orgulhoso. Vai ser muito bom pra minha carreira ter essa marca”, disse o zagueiro ex-São Paulo.

Ainda sem Grafite, que se recupera de uma cirurgia no joelho, o Wolfsburg foi derrotado fora de casa pelo Paris Saint-Germain: 2 a 0. Também longe de sua torcida, o Stuttgart perdeu por 2 a 1 para o Zenit, atual campeão da Copa da Uefa, na Rússia.

No principal jogo da rodada, o Werder Bremen recebeu o Milan e empatou. Após sair perdendo no primeiro tempo, a segunda etapa foi toda da equipe germânica, que martelou até o fim e foi presentada com o belo gol de Diego – sempre ele. Nos últimos minutos, o Werder ainda acertou uma bola na trave de Dida, mas o jogo ficou mesmo no 1 a 1.

É impressionante a queda de rendimento do alviverde nos últimos meses. E mais impressionante ainda como a equipe depende de Diego para jogar. Se ele estiver mal, o time vai mal. E mesmo que ele esteja bem, poucos ajudam. Contra o Milan foi assim. E as coisas podem piorar para o time de Bremen, já que o brasileiro dificilmente permanece no clube para a próxima temporada.

Após a partida desta quarta, Diego elogiou o Campeonato Italiano, aumentando as especulações de uma possível transferência para a Juventus. “Eu gosto do futebol italiano e a Série A é a melhor liga do mundo. Existe grande pressão sobre a minha transferência, mas no momento estou apenas concentrado no meu time, o Werder Bremen”.

E o meia ex-Santos ainda disse que o Milan é favorito para se classificar na Copa da Uefa. Veja no vídeo:

Liga dos Campeões
O Comitê Executivo da UEFA escolheu nesta quinta-feira o Allianz Arena, estádio do Bayern de Munique, como palco da final da Liga dos Campeões de 2012. O Secretário Executivo da Federação Alemã de Futebol, Wolfgang Niersbach, ficou entusiasmado: “Mais uma vez seremos os anfitriões de uma grande competição internacional. Isso nos traz muita alegria.”

É o segundo estádio alemão que vai abrigar uma final de competição europeia. A decisão da Copa da UEFA de 2010 será realizada no campo do Hamburgo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009 Bundesliga | 11:00

Emoção, surpresas e decepções

Compartilhe: Twitter

Quem diria que com o segundo turno do Bundesliga em andamento, o Hertha Berlim seria o líder isolado e o Bayern de Munique estaria fora da zona classificatória para a Liga dos Campeões? Pois é! Volto de férias (e merecidas, diga-se de passagem) e encontro uma situação emocionante no Campeonato Alemão.

E não só pelas surpresas, mas também pela disputa acirrada entre os times. A diferença entre o primeiro colocado Hertha e o quinto Bayer Leverkusen é de apenas 4 pontos.

Acompanhei um pouco da última rodada e constatei que estava errado sobre Voronin. O atacante foi sim um grande negócio feito pelo Hertha. Não imaginava que o ucraniano, vindo do Liverpool, pudesse brilhar a favor da “Alte Dame” e levar o time à liderança da Bundesliga. Ele fez os dois gols da vitória da equipe da capital sobre o Bayern de Munique. Os bávaros, por sua vez, perderam duas das três partidas do returno e estão em 4º.

Farfán dá uma dedada em SestakO Hoffenheim, que levou uma surra em casa do Bayer Leverkusen – 4 a 1 – e o Hamburgo, que derrotou o fraco Arminia Bielefeld, estão nas 2ª e 3ª colocações, respectivamente, cada um com 39 pontos, um a menos que o Hertha.

Acabou a pausa de inverno e as decepções continuam. O Schalke 04 perdeu para o Bochum e se distancia cada vez mais das chances de título. Neste duelo, um episódio envolvendo o brasileiro Rafinha, que entrevistei no início deste mês. O brasileiro acertou sem querer o rosto do polonês Sestak, que partiu para cima do lateral-direito, mas foi contido por Farfán, que deu-lhe uma dedada no olho (foto). Deve ter ardido.

Ainda falando dos grandes que vão mal, o Werder Bremen empatou em casa com o lanterna Borussia Mönchengladbach, o Stuttgart empatou com o Hannover, o Borussia Dortmund, em casa, ficou no 1 a 1 com o Energie Cottbus, enquanto o Frankfurt, com sérios riscos de ser rebaixado, perdeu em casa para o Wolfsburg, em franca ascenção.

>> Veja a classificação da Bundesliga

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009 Bundesliga, Copa da Alemanha, Entrevistas exclusivas, Jogadores brasileiros | 13:22

Rafinha e o retorno da Bundesliga

Compartilhe: Twitter

Como muitos perceberam, o Blog do Alemão não tem sido atualizado com tanta frequência. Mas é porque este blogueiro que vos fala goza de férias. Entretanto, mesmo no período de descanso, deu para acompanhar a volta da Bundesliga.

E quem se deu mal no retorno do Alemão foi o Bayern, que perdeu para o Hamburgo na sexta-feira e caiu para quarta colocação no campeonato. O algoz dos bávaros agora é o terceiro, atrás de Hertha Berlim e Hoffenheim. O líder, que não pode mais contar com o artilheiro Ibisevic, venceu o Cottbus e lidera sozinho o Alemão.

Além de dar uma pasada geral na rodada, deu tempo também para conversar com o lateral-direito Rafinha, do Schalke 04. No bate-papo, que aconteceu antes do retorno da Bundesliga, o brasileiro disse que sua equipe busca o título. Mas com a derrota para o Hannover, não sei não… veja abaixo a íntegra da entrevista com o Rafinha.

Quais as pretensões do Schalke neste segundo turno da Bundesliga? Vocês acreditam no título ou uma vaga na Liga dos Campeões já estará de bom tamanho?
Nosso objetivo é o título, claramente. Infelizmente, não conseguimos ficar entre os líderes no primeiro turno. Ainda temos chance e a gente vai brigar até o final. Tenho certeza de que vamos fazer um ótimo segundo turno e lutar pelo campeonato.

Apesar da eliminação precoce na Olimpíada, você fez um ótimo torneio, sendo um dos destaques da seleção brasileira. Pretende voltar a vestir a camisa amarela este ano?
Esse é o meu maior desejo, meu maior sonho. Sei que os meus concorrentes estão em excelente fase e jogam em grandes clubes do futebol mundial. Estou certo de que a comissão técnica da seleção está me observando e, se eu fizer um bom trabalho aqui no Schalke, vou ser novamente lembrado pelos professores Dunga e Jorginho.

Por que o Zé Roberto, hoje no Flamengo, não deu certo no Schalke?
É difícil falar, ele tem muita qualidade, é muito habilidoso. Foi uma decepção para todos, tanto para nós brasileiros, quanto para os alemães, que esperavam ver eles mais vezes com a camisa do Schalke. Acho que ele poderia ter ganhado mais oportunidades. Os jogadores que atuam com regularidade já sofrem muito para se adaptar, quando se joga pouco, fica mais difícil ainda.

Você já está há algum tempo na Alemanha. Pretende se mudar para outros centros grandes da Europa, como Inglaterra, Espanha ou Itália?
Já tenho quatro anos no Schalke e acho que isso é apenas o início da minha carreira na Europa. Tenho mantido uma regularidade, fazendo um bom papel. Nesta temporada, fiquei só quatro partidas no banco, por causa de lesões. Mas tenho vontade de conhecer outros lugares, respirar novos ares.

6) Se surgisse algum clube brasileiro interessado no seu futebol, com uma proposta tão boa quanto as europeias, você voltaria para o Brasil? Por que?
Todo jogador sonha em jogar na Europa, por causa do nível do futebol e também pelo lado financeiro, que pesa bastante. Este foi o principal motivo de eu ter saído do Brasil. Se recebesse uma grande proposta, igual à de um clube europeu, voltaria de imediato. Eu amo o Brasil, é o meu país. Voltaria sem pensar. É muito difícil ficar longe dos nossos familiares.

Quando não joga, o que você faz para matar o tempo?
Aqui na Alemanha, eu sou mais caseiro. O clima não ajuda, então não tem essa possibilidade de passear sempre. Quando minha família está aqui, eu viajo bastante, vamos para os países vizinhos. Fico em casa, ouvindo meus sambas. Aqui os treinos são muito fortes, então eu chego em casa, na maioria das vezes, só pensando em descansar.

Do que você mais sente falta do Brasil?
Do calor humano, do clima, do contato no dia-a-dia. Ter um amigo, um vizinho, um parente, alguém para conversar. Seja na padaria, no bar, no restaurante. Aqui na Alemanha não tem isso, o pessoal não gosta de contato. Tem alguns alemães simpáticos, mas são poucos. No Brasil, as pessoas não têm tantas condição financeira, mas são felizes do mesmo jeito.

Você teve que mudar sua forma de jogo quando chegou no futebol alemão? Ou suas características são as mesmas da época do Coritiba?
A minha mudança foi muito grande, foi notável. No Coritiba, eu jogava mais adiantado, como um ala, quase como um meia. Eu tinha muita liberdade. Aqui na Aleamanha, todos os treinadores que eu trabalhei pediram também que eu marcasse e também atacasse. O futebol alemão é de muito contato, muita jogada forte. Tive que melhorar meu poder defensivo. Tenho que segurar, não chegar sempre ao ataque. Hoje eu sinto que estou muito mais recuado, mas isso é por causa do esquema do treinador. Mas não perdi minhas características ofensivas, tenho dado muitas assistências e feito alguns gols.

Você assemelha seu futebol ao de qual jogador?
Na minha posição, eu gostava muito de ver o Cafu jogar. Ele tinha muita força para atacar e um poder de recuperação enorme. Ele descia para o ataque com muita força e voltava com força dobrada. Sempre procuro me espelhar nele, pelo fato de ser lateral-direito também. Foi um jogador que sempre manteve sua regularidade. É um jogador que eu admiro tanto dentro como fora de campo.

Você acha que as recentes publicações na imprensa alemã, sobre o que faz fora de campo, prejudica sua imagem no clube?
Acredito que não tem problema nenhum. Minha relação com a imprensa aqui é muito boa. O problema é um vizinho meu. Toda vez que eu recebo alguns amigos para fazer um churrasco em casa, ele implica com o barulho. Aí, é sempre ele quem chama a polícia e os jornais. Todo mundo aqui já sabe disso. Então, isso não prejudica a minha imagem com o Schalke.

O título da Copa da Alemanha é um dos objeivos. Como foi a volta da temporada, após a pausa para o inverno? Vocês venceram o Carl Zeiss Jena sem dificuldades pelo torneio…
Foi uma vitória que a gente precisava, foi o primeiro jogo oficial neste ano. Foi importantíssima, tenho certeza de que vamos ficar mais motivados, que a gente possa voltar bem também na Bundesliga, no sábado. Temos o objetivo de chegar à final da Copa da Alemanha, em Berlim. Faltam só dois jogos e espero que a gente consiga.

Alguma consideração final aos leitores do Blog do Alemão?
Quero dar boa sorte a todo mundo do Coritiba neste ano de centenário. Foi o clube onde eu apareci no futebol profissional, onde eu deixei muitos amigos. Mesmo aqui na Alemanha, estou sempre acompanhando e torcendo para o clube. Um abraços para todos!

Autor: Tags: , , , , , , , ,