Publicidade

Arquivo de fevereiro, 2011

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011 Bundesliga, Vídeos | 13:57

Amarelou tudo na Allianz Arena

Compartilhe: Twitter

Agora acabou, né? Mesmo faltando dez rodadas para o fim da Bundesliga, já dá pra cravar o Borussia Dortmund como campeão da temporada. Se não dá pra falar com 100% de certeza, pelo menos 95%. Nada vai tirar a moral que o time ganhou com a vitória sobre o Bayern de Munique, dentro da Allianz Arena. Um triunfo de campeão.

Três fatores foram fundamentais para que os Amarelos saíssem de Munique com os três pontos na conta. Primeiro, a excelente atuação do zagueiro Hummels, um gigante no setor e que ainda foi para o ataque marcar um gol de cabeça. Tem que ser titular da seleção alemã. Segundo,  a eficiência defensiva do lateral Schmelzer, pela esquerda. O jovem simplesmente anulou Robben e Müller por aquele lado. Os dois do Bayern não conseguiram jogar.

Por último, a péssima performance de Bastian Schweinsteiger. Falhou feio no primeiro gol, anotado por Barrios, e não subiu com Hummels no terceiro gol do Dortmund. Sem contar no nervosismo do meio-campista durante toda partida, os erros bizarros de passe, as faltas duras que cometeu. Nunca vi uma atuação tão ruim assim de Schweini. Talvez o pior jogo da sua carreira.

Além da grande vitória na Allianz Arena, o Dortmund teve mais um motivo para comemorar no fim de semana. Em Bremen, o segundo colocado Bayer Leverkusen vencia o Werder por 2 a 0 – gols de Derdiyok e Rolfes -, mas vacilou nos últimos dez minutos e cedeu o empate para os Papagaios. Um jogo emocionante, mas que foi ruim para os Leões, agora 12 pontos atrás dos Amarelos. Entretanto, a igualdade foi pior ainda para o Werder, que não vence há seis jogos e está no limite da tabela, quase entrando na zona de rebaixamento.

Eu não ia comentar a vitória do Colônia sobre o Freiburg, mas vale registrar aqui pelo golaço que Lukas Podolski marcou aos 44 minutos do segundo tempo. A faixa de capitão fez bem para ele, que desde então vem jogando bem e decidindo os jogos a favor dos Bodes, já praticamente salvos da degola.

Dá só uma olhada nos cinco golaços da rodada. O do Poldi é o número 1:

http://www.youtube.com/watch?v=u3EH-14gzx8

Por falar da parte de baixo da classificação, o Stuttgart contou com uma bela atuação do atacante Harnik para surpreender o Frankfurt, na casa do rival. Um respiro providencial para os Schwaben, que seguem na vice-lanterna, mas já sonham em sair dessa situação difícil.

A rodada começou na sexta-feira com a vitória suada do Wolfsburg sobre o último colocado Borussia M’gladbach. O brasileiro Diego foi o protagonista do duelo, com dois gols anotados e mais um pênalti desperdiçado.

Por falar nisso, um dado curioso na Bundesliga. Dos 57 pênaltis assinalados pelos árbitros até agora, 20 foram desperdiçados. Só o meio-campista brasileiro dos Lobos perdeu 4 dessas oportunidades. Hora de deixar outro jogador bater, hein?!

Seleção da rodada

Ulreich (Stuttgart), Riether (Wolfsburg), Hummels (Borussia Dortmund), Wollscheid (Nuremberg) e Schmelzer (Borussia Dortmund); Sahin (Borussia Dortmund), Grosskreutz (Borussia Dortmund) e Diego (Wolfsburg); Podolski (Colônia), Harnik (Stuttgart) e Lucas Barrios (Borssia Dortmund)

*Schäfer, goleiro do Nuremberg, também merecia entrar nessa seleção. Ele fechou sua meta contra o Schalke, mas ainda levou um gol. Já Ulreich garantiu o Sttutgart com alguns milagres diante do Frankfurt.

Resultados

(14º) Wolfsburg 2 x 1 Borussia M’gladbach (18º) (4×1) – Show de Diego
(10º) Schalke 1 x 1 Nuremberg (8º) (1×0) – Raúl deixou sua marca
(9º) Hoffenheim 1 x 2 Mainz (5º) (3×3) – Garotada voltou a jogar bola
(11º) Colônia 1 x 0 Freiburg (7º) (2×1) – Podolski genial, golaço!
(16º) Kaiserslautern 1 x 1 Hamburgo (6º) (2×0) – Empate ruim para ambos
(12º) St. Pauli 0 x 1 Hannover (3º) (1×1) – Rumo à Champions League?
(4º) Bayern de Munique 1 x 3 Borussia Dortmund (1º) (3×2) – Campeão!!
(13º) Frankfurt 0 x 2 Stuttgart (17º) (1×1) – Ótima vitória e respiro na tabela
(15º) Werder Bremen 2 x 2 Bayer Leverkusen (2º) (1×3) – Jogo emocionante

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011 Bundesliga | 09:04

Allianz Arena vai tremer neste sábado

Compartilhe: Twitter

As estruturas da Allianz Arena que estejam preparadas, porque neste sábado tem o embalado Bayern de Munique contra o líder disparado Borussia Dortmund, pela 24ª rodada da Bundesliga. Jogaço! Os Bávaros contam com a boa fase de Robben, Kraft, Müller e Gomez para diminuir a distância dos Amarelos, que é de 13 pontos.

Em jogo, um longo tabu. Desde 11 de outrubro de 1991, o Dortmund não vence o rival dentro de Munique pelo Alemão. E aposto que não será dessa vez. O Bayern vai levar a melhor. No sufoco, mas vai. Façam suas apostas!

O fato curioso da rodada fica por conta do sempre diferente St. Pauli. Sem defensores disponíveis no elenco – alguns machucados, outros suspensos -, o técnico Holger Stanislawski não pensou duas vezes e relacionou para o duelo diante do Hannover ninguém menos que o assessor de imprensa do clube. Parace mentira, mas não é.

Hauke Brückner tem 30 anos e já chegou a atuar pela equipe em alguns jogos da temporada 2002/2003. O jornalista/jogador ficará no banco de reservas e só entrará na partida se precisar muito.

Veja a programação e os palpites da rodada:

Sexta, 25 de fevereiro
(15º) Wolfsburg 4 x 1 Borussia M’gladbach (18º)

Sábado, 26 de fevereiro
(10º) Schalke 1 x 0 Nuremberg (8º) (11h30 – ESPN e Esporte Interativo)
(9º) Hoffenheim 3 x 3 Mainz (5º)
(13º) Colônia 2 x 1 Freiburg (6º)
(16º) Kaiserslautern 2 x 0 Hamburgo (7º)
(11º) St. Pauli 1 x 1 Hannover (4º)
(3º) Bayern de Munique 3 x 2 Borussia Dortmund (1º) (14h30 – ESPN Brasil)

Domingo, 27 de fevereiro
(12º) Frankfurt 1 x 1 Stuttgart (17º)
(14º) Werder Bremen 1 x 3 Bayer Leverkusen (2º) (13h30 – ESPN e Esporte Interativo)

And the Oscar goes to…

Além do futebol bombando na Alemanha, vale ficar ligado em outro grande evento neste fim de semana, mais precisamente no domingo à noite. Em Los Angeles, acontece a 83ª edição do Oscar. Um prato cheio pra quem gosta de cinema, assim como eu.

Recomendo ainda a leitura do especial do Oscar no blog Lucas Filmes. Super completo. Clique aqui

Palpite aqui também? Melhor filme, “O Discurso do Rei”.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 Liga Europa | 19:42

Sobrou o Bayer Leverkusen

Compartilhe: Twitter

No jogo-treino contra o Metalist, da Ucrânia, o Bayer Leverkusen venceu mais uma vez o rival e se classificou para as oitavas de final da Liga Europa. Como o duelo de ida tinha sido 4 a 0 para os alemães, lá na casa do adversário, o de volta foi só pra cumprir tabela: 2 a 0 na BayArena, ficando o agregado em 6 a 0 para os Leões.

Até Michael Ballack fez gol nesta quinta-feira. O meio-campista recebeu bom passe do lateral-direito Da Costa e fuzilou para as redes. A título de curiosidade, o Da Costa aí da foto do lado, cumprimentando o Ballack, se chama Danny Vieira da Costa, tem só 17 anos e é alemão, nascido na cidade de Neuss, ao norte do país.

Sim, um típico alemão, filho de um pai congolês e uma mãe nigeriana.

O segundo gol do Leverkusen foi anotado por Rolfes, após assistência do brasileiro Renato Augusto. E ficou barato, porque era para ser uns 6 ou 7 a 0. Incrível como o Bayer perdeu gols, principalmente com Kiessling. Na próxima fase, o time encara o Villarreal. Os jogos acontecem em 10 e 17 de março.

O outro germânico em campo decepcionou sua torcida e foi eliminado. O Stuttgart precisava vencer o Benfica, já que havia perdido em Portugal por 2 a 1, mas foi derrotado por 2 a 0, dando adeus à Europa League.

Como tragédia pouca é bobagem, além da eliminação em casa, o Stuttgart levou um susto com a lesão do seu goleiro Marc Ziegler, que levou uma joelhada do atacante Cardozo no rosto e deixou o campo desacordado, na maca. Depois, já nos vestiários, ele recobrou a consciência.

O jovem Sven Ulreich, que já havia jogado muito no duelo de ida, em Lisboa, entrou no seu lugar e fez outras ótimas defesas, evitando um vexame maior.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011 Liga dos Campeões | 19:42

Deus perdoa. Mario Gomez, não!

Compartilhe: Twitter

Como diria o falecido Don Ramón Valdés – que Deus o tenha: “A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena”. Mas o Bayern de Munique não quis nem saber das sábias palavras do poeta e tratou de vencer a Inter de Milão por 1 a 0, na Itália, na reedição da última final da Liga dos Campeões. É claro que a vingança ainda não está completa, já que teremos o jogo de volta em Munique, mas a vaga para as quartas de final está bem encaminhada.

Mesmo jogando fora de casa, os Bávaros fizeram uma partida de boa para excelente. O primeiro tempo foi bem equilibrado, mas com a saída do lesionado Pranjic, aos 37 minutos, a equipe se acertou. Breno entrou no seu lugar e Badstuber, que estava perdido na zaga ao lado de Tymoschuk, foi deslocado para lateral esquerda.

O zagueiro brasileiro foi um leão em campo. Ele entrou e anulou o camaronês Eto’o. O seu compatriota Luiz Gustavo também fez uma partida impecável, tomando conta do meio de campo. Destaques também para Robben, Lahm e Kraft. O jovem goleiro foi exigido poucas vezes, mas quando precisou, salvou o Bayern com difíceis defesas – pelo menos três ótimas intervenções.

No segundo tempo, o time alemão esteve quase perfeito dentro das quatro linhas. Apenas nos minutos finais é que a equipe italiana assustou – onde justamente apareceu Thomas Kraft -, mas no restante da etapa final o Bayern dominou as ações. O prêmio veio aos 44 minutos, quando Robben chutou de fora da área, Júlio César espalmou para o meio da área e, no rebote, Mario Gomez marcou o único gol do jogo.

Aliás, o que foi aquela dancinha do Super Mario (veja aqui) depois do tento? E esse cabelinho?

O treinador Louis Van Gaal gostou da atuação da equipe, tanto que nem fez alterações – só mesmo a entrada de Breno, mas por conta da lesão de Pranjic. Porém, Ribéry destoou da boa performance de todos companheiros. O meia-atacante francês estava lento, sem criatividade e perdia a bola com facilidade. Ao contrário de Robben, o melhor em campo.

A partida da volta será em 15 de março, na Allianz Arena. E dá Bayern!

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011 Fora dos campos | 08:30

A visão feminina da Bundesliga

Compartilhe: Twitter

Antes de mais nada, quero deixar beeeem claro que a ideia desse post partiu de algumas leitoras do blog, que sempre cobraram algo assim. Como o Blog do Alemão tem um enorme público feminino, não pude deixar de atender ao pedido e fazer essa seção “Babado”. Enfim, cinco jogadores considerados “bonitos” foram selecionados, e cinco leitoras fizeram um mini-perfil deles, com o que fazem quando não estão jogando, seus hobbies, se são casados, namoram e coisas desse tipo.

Tanto o texto abaixo quanto a escolha das fotos ficou por conta das próprias garotas. Para nós, homens, vale atentar apenas às informações relacionadas ao futebol. Prometo ainda um post com algumas mulheres de biquini. Em breve. Sugestões sempre são bem-vindas :)

Por enquanto, vamos conhecer os destaques da Bundesliga na visão das leitoras. Depois de ver, não esqueça de comentar. Faltou alguém nessa lista?

Por Carolina Lima

Nome: Mats Julian Hummels
Idade: 22 anos (16/12/1988)
Local de nascimento: Bergisch Gladbach
Clube onde começou: Bayern de Munique
Clube atual: Borussia Dortmund
Posição: Zagueiro
Altura: 1,92 m
Estado civil: Namorando uma menina muito sortuda

Esse príncipe alemão está arrasando nessa temporada com o Borussia Dortmund. Ao lado de Subotic e Schmelzer, Mats faz parte da melhor defesa da Bundesliga. O belo atleta começou a jogar bola na escolhinha do time bávaro da Arroganz…cof cof, digo…Allianz Arena. Seu pai é treinador das categorias de base do mesmo time, sua mãe é jornalista esportiva e seu irmão caçula, Jonas, também joga futebol. Tá na cara que esporte corre no sangue da família Hummels.

Além de mandar muito bem dentro de campo, Mats também adora ler romances policiais, jogar pôquer e videogame com os amigos, ver filmes e viajar. Atualmente ele é um dos garotos propaganda da Nutella, ao lado de Manuel Neuer, Mesut Özil e Benedikt Höwedes.

Por Maria Luiza Iubel

Nome: Arne Friedrich
Idade: 32 anos (29/05/1979)
Local de nascimento: Bad Oeynhausen
Clube onde começou: Arminia Bielefeld
Clube atual: Wolfsburg
Posição: Zagueiro
Altura: 1,86 m
Estado civil: Namorando

Ele atuou por muito tempo como lateral direito, e já foi até meio campista. Mas Arne Friedrich encontrou seu jogo mesmo como zagueiro, posição que atua tanto no Wolfs quanto na seleção alemã. Falando em seleção, o jogador com cara de príncipe zagueirão fez sua estreia em agosto de 2002, mas foi marcar seu primeiro gol com a camisa alemã apenas oito anos depois, na Copa da África do Sul, contra a Argentina – ajudando a afundar o time de Maradona ainda mais (motivo mais que suficiente para gostarmos dele, não é mesmo?!).

Fora de campo, ele é “gente comum”: Arne é formado em Vendas Industriais na Freiherr-vom-Stein-Berufskolleg, gosta de jogar tênis e golfe (como ele conta no site oficial da seleção alemã), de viajar, e curte ouvir desde os alternativos do Biffy Clyro até o rap de Paper Trail. O bonitão também já mostrou o seu lado cômico nas propagandas da Nutella. É uma pena que não o veremos jogar aqui, em 2014: Friedrich já anunciou que vai se aposentar depois da Euro 2012 – para a tristeza das meninas e dos fãs de futebol.

Por Débora Durães

Nome: Bastian Schweinsteiger
Idade: 26 anos (01/08/1984)
Local de nascimento: Kolbemoor, Baviera
Clube onde começou: Bayern de Munique
Clube atual: Bayern de Munique
Posição: Volante
Altura: 1,83 m
Estado civil: Noivo da deslumbrante modelo alemã Sarah Brandner

Bastian Schweinsteiger – Schweini para os mais íntimos – é atualmente o mais importante nome do futebol alemão, inclusive sendo eleito “Homem do Ano” de 2010 pela revista Kicker. Além de seu talento natural para o futebol, é também conhecido pelo seu incrível carisma e grande liderança. Mesmo não ostentando a braçadeira de capitão, é um líder natural do Bayern e da seleção alemã. Schweini adora estar com os amigos, viajando ou apenas para simples conversa.

Dono de um charme irresistível, é muito fácil se encantar por ele, seu amor e dedicação ao futebol e à camisa que veste são admiráveis . Schweinsteiger é o nome mais legal que eu já vi, quando tiver um gato darei esse nome a ele (risos) e como tem cara de homem hein?! Simplesmente apaixonante Bastian.

Por Aldrin Zimmermann

Nome: Lukas Josef Podolski
Idade: 25 anos (04/06/1985)
Local de nascimento:  Gliwice, Polônia
Clube onde começou: Colônia
Clube atual: Colônia
Posição: Meia-atacante
Altura: 1,82 m
Estado civil: Namorando

Filho de pai jogador de futebol e mãe profissional do handebol, desde criança sempre esteve envolvido com esporte. Mudou-se ainda bem pequeno para Bergheim, e começou a jogar no 1. FC Köln nas categorias de base. Desde então, apesar de sua rápida e discutida passagem pelo Bayern de Munique (onde praticamente não jogou futebol e não pode mostrar a qualidade de seu canhão canhoto), vem demonstrando carinho e dedicação ao time.

Ídolo na cidade, hoje ele mora em Köln com sua namorada (e eterna noiva, já que o casamento nunca se concretiza!) Monika Puchalski, também de origem polonesa, e seu filhinho Louis Gabriel Podolski.

Ganhador do Prêmio FIFA Melhor Jogador Jovem da Copa em 2006, Poldi é titular absoluto na seleção de Joachim Löw, está sempre de bom humor, apesar do temperamento explosivo, e seu carisma contagia todos colegas de time e até dos adversários como Bastian Schweinsteiger, seu amigo desde os tempos de Bayern de Munique.

Por Aryane Rolim

Nome: Thomas Müller
Idade: 21 anos (13/09/1989)
Local de nascimento: Weilheim
Clube onde começou: Bayern de Munique
Clube atual: Bayern de Munique
Posição: Atacante
Altura: 1,86 m
Estado civil: Casado

Müller entrou para o Bayern de Munique aos 10 anos de idade, onde jogava nos juniores. Em 2008, teve a chance de jogar no time profissional, onde joga atualmente como atacante… apesar de já ter jogado em outras posições (até goleiro) como declarou sua mãe. Foi com todo esse talento e habilidade que ele conseguiu ir para a Copa do Mundo de 2010 e impressionar a todos, sendo líder em assistências. Ele recebeu também o Prêmio de Melhor Jogador Jovem do torneio, além Chuteira de Ouro e a Revelação da Copa!

Klaudia e Gehard, seus pais, são seus maiores fãs, e do irmão, Simon, que também joga futebol. Quando não está em campo, Thomas gosta de cinema, navegar na internet, andar nas ruas sem ser reconhecido (um pouco difícil, não?!) e tem paixão por cavalos. Ele e Lisa, sua esposa, têm um cachorro chamado Micky, com quem adoram viajar para lugares como Áustria, Itália e Suíça.

Faltou alguém? Comente clicando aqui

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011 Bundesliga | 13:57

Líderes vencem, e o drama do Werder Bremen

Compartilhe: Twitter

Como era previsto, os líderes vencerem sem grandes problemas na 23ª rodada da Bundesliga. O Bayern de Munique talvez tenha tido mais dificuldades, já que o Mainz teve algumas boas chances para marcar no duelo entre ambos, mas com Robben, Ribéry e Müller inspirados, e Schweinsteiger tomando conta do meio de campo, não deu para o time de Holtby vencer em casa.

Nesta partida, destaque para os defesas do veterano goleiro Butt, que entrou no intervalo devido à lesão do jovem titular Kraft e garantiu o triunfo. Além de Kraft, o atacante Mario Gomez – com dores no tornozelo – também é dúvida para o jogo de quarta-feira pela Liga dos Campeões, contra a Inter de Milão, na Itália. Em todo caso, Butt e Klose já estão de sobreaviso.

Em casa, Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen também venceram. Os Amarelos bombardearam o St. Pauli no Westfalenstadion, perderam muitos gols, mas fizeram 2 a 0. Lucas Barrios foi o nome do jogo. Já na BayArena, o Bayer Leverkusen goleou o vice-lanterna Stuttgart com dois gols de Kiessling. A diferença entre líder e vice-líder segue em 10 pontos – 55 a 45.

Lá embaixo seguem Wolfsburg e Werder Bremen, que perderam outra. Os Lobos foram derrotados pelo Freiburg, fora de casa, mas apesar da situação delicada, o time tem elenco para fugir do rebaixamento. Quando Patrick Helmes começar a fazer mais gols – ele fez um no fim de semana – e Diego mostrar o que sabe, o time embala. Com Arne Friedrich, Grafite, Riether e Schäfer não tem como cair.

Os Papagaios, por sua vez, não têm jogadores capazes de chamar a responsabilidade e o risco de cair para 2ª divisão é altíssimo. Ainda mais depois de um vexame de 4 a 0 diante do rival do norte Hamburgo. Sem querer secar o Werder, mas precisa melhorar muito, mas muito mesmo para sair dessa situação. O saldo de gols da equipe é de -20, melhor apenas do que o saldo do lanterna M’gladbach, e o próximo rival é “só” o Bayer Leverkusen.

Seleção da rodada

Baumann (Freiburg), Piszczek (Borussia Dortmund), Wollscheid (Nuremberg), Mohamad (Colônia) e Schmelzer (Borussia Dortmund); Schweinsteiger (Bayern de Munique), Reus (Borussia M’gladbach) e Guerrero (Hamburgo); Schlaudraff (Hannover), Lucas Barrios (Borussia Dortmund) e Kiessling (Bayer Leverkusen)

Resultados

(8º) Nuremberg 3 x 0 Frankfurt (12º) (2×1) Acertei a vitória
(1º) Borussia Dortmund 2 x 0 St. Pauli (11º) (2×0) Na mosca!
(7º) Hamburgo 4 x 0 Werder Bremen (14º) (1×1) Papagaios rumo à Segundona? Sei não…
(9º) Hoffenheim 1 x 1 Colônia (13º) (3×2) Bodes se recuperaram bem
(6º) Freiburg 2 x 1 Wolfsburg (15º) (0x0) O que acontece com os Lobos?
(4º) Hannover 3 x 0 Kaiserslautern  (16º) (1×2) Hannover na luta pela Champions
(5º) Mainz 1 x 3 Bayern de Munique (3º) (0x1) Acertei a vitória
(2º) Bayer Leverkusen 4 x 2 Stuttgart (17º) (2×0) Acertei a vitória
(18º) Borussia M’gladbach 2 x 1 Schalke (10º) (1×1) Potros venceram, mas seguem lanterna

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011 Bundesliga | 11:20

Os líderes devem vencer na 23ª rodada da Bundesliga

Compartilhe: Twitter

Líder e vice-líder têm partidas relativamente fáceis no final de semana, pelo Campeonato Alemão. O Borussia Dortmund recebe o St. Pauli, no Westfalenstadion, enquanto o Bayer Leverkusen joga em casa contra o penúltimo colocado Stuttgart.

Apesar de estarem embalados pelas duas vitórias seguidas – a última no clássico regional contra o Hamburgo -, os Piratas não devem suportar a pressão dos 80 mil torcedores empurrando os Amarelos.

Correndo por fora, o Bayern de Munique terá um duelo complicado com o Mainz, na casa do rival. No primeiro turno, o 05 bateu os Bávaros dentro da Allianz Arena, mas agora a situação é bem diferente. O time de Munique se acertou e pode devolver a derrota em casa.

Veja a programação da rodada e os palpites:

Sexta-feira, 18 de fevereiro
Nuremberg 2 x 1 Frankfurt 

Sábado, 19 de fevereiro
Borussia Dortmund 2 x 0 St. Pauli (12h30 – ESPN Brasil)
Hamburgo 1 x 1 Werder Bremen 
Hoffenheim 3 x 2 Colônia
Freiburg 0 x 0 Wolfsburg
Hannover 1 x 2 Kaiserslautern 
Mainz 0 x 1 Bayern de Munique (15h30 – ESPN HD)

Domingo, 20 de fevereiro
Bayer Leverkusen 2 x 0 Stuttgart (11h30 – Esporte Interativo)
Borussia M’gladbach 1 x 1 Schalke

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 Fora dos campos | 19:48

Imagem do dia: Neuer no dentista (?)

Compartilhe: Twitter

Não, não é o que parece. O goleiro Manuel Neuer, do Schalke 04, não está no dentista. A imagem acima é do jogador colocando uma espécie de aparelho na boca, que, supostamente, aumenta o desempenho dos jogadores dentro de campo. Isso segundo publicação do Bild. Vai saber…

O DPS-Schiene, sigla de Dental Power Splint, nome da parafernalha, é implantada nos dentes e, reza a lenda, dá mais força ao atleta, melhora o equilibrio do corpo e endireita a postura. A invenção é do médico alemão Dr. Steffen Tschackert, de Frankfurt. Ele garante que o negócio funciona mesmo.

Será?

Autor: Tags: , , , , , ,

Liga Europa | 17:55

Leverkusen segue na Liga Europa. Já o Stuttgart…

Compartilhe: Twitter

O Bayer Leverkusen está classificado para próxima fase da Liga Europa. Só uma tragédia tira a vaga dos Leões, mas uma tragédia daquelas enormes, de cair estádio e tal. Já o Stuttgart perdeu fora de casa, mas ainda há esperanças para os Schwaben, apesar da péssima fase que o time de Cacau atravessa na temporada.

Na Ucrânia, o Leverkusen enfrentou o Metalist, dos brasileiros Taison, Cleiton Xavier e Fininho, e deixou a gelada cidade de Carcóvia com uma ótima goleada por 4 a 0. O atacante suíço Derdiyok fez o primeiro dos alemães no primeiro tempo, e Gonzalo Castro ampliou aos 27 da etapa final.

Os 2 a 0 já estavam de bom tamanho, mas ai Sidney Sam resolveu decretar a classificação ds Leões com mais dois gols, um aos 45 e outro aos 47. Na BayArena, na partida de volta, o Bayer pode perder por até tres de diferença que segue adiante. Ou seja, impossível!

Em um duelo bem mais complicado, o Stuttgart, vice-lanterna da Bundesliga, saiu na frente do Benfica, em Portugal, mas não suportou a pressão do adversárioe levou a virada. Harnik fez um golaço na primeira metade do jogo, abrindo o placar para os germânicos, que vacilaram na etapa complementar e levaram dois gols do paraguaio Cardozo: 2 a 1 para o time lisboeta.

A derrota só não foi por uma margem maior de gols graças à grande atuação do jovem goleiro Sven Ulreich, de apenas 22 anos. O arqueiro do Stuttgart fez lindas defesas e permitiu que o Stuttgart perdesse de menos. Agora, a equipe precisa vencer por 1 a 0, em casa, na Mercedes Benz Arena, para se classificar. Eu acho que dá.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011 Bundesliga | 18:29

A pirataria ataca em Hamburgo

Compartilhe: Twitter

A metade marrom de Hamburgo está em festa. No jogo adiado da 21ª rodada, o St. Pauli derrotou o arquirrival Hamburgo, na NordBank Arena, e se afastou ainda mais da perigosa zona de rebaixamento. O único gol do dérbi foi anotado pelo veterano atacante Gerald Asamoah, no segundo tempo. Na comemoração, ele mostrou o símbolo da equipe, a caveira de pirata.

> Saiba mais sobre o St. Pauli e veja a camisa dupla-face da equipe

Destaque para Asamoah pelo tento do triunfo por 1 a 0, mas o grande nome do duelo foi o goleiro Benedikt Pliquett, do St. Pauli. Ele fechou sua meta e garantiu os três pontos para os Piratas, que agora estão na 11ª colocação da Bundesliga. O Hamburgo, 7º na tabela, pressionou o jogo todo, chegava com perigo, mas sempre parava nas mãos do grandalhão de 1,99 m de altura.

Só o holandês Van Nistelrooy perdeu três chances claras para marcar. Em uma delas, o atacante finalizou para fora, e nas outras duas Pliquett brilhou com difíceis defesas.

A moral do St. Pauli está elevada para a sequência do Alemão – empatou o primeiro clássico regional e venceu o outro -, enquanto o Hamburgo perde um pouco o ânimo e a chance de se aproximar das zonas de classificação para Liga Europa e Liga dos Campeões.

Jogadores do St. Pauli fizeram até "trenzinho" após vitória no clássico

Jogadores do St. Pauli fizeram até "trenzinho" após vitória no clássico

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última