Publicidade

Arquivo de junho, 2012

quinta-feira, 28 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção da Alemanha | 17:39

Super Mario resolveu. O deles…

Compartilhe: Twitter

Não deu! O sonho do tetra alemão na Eurocopa acabou nos pés – e na cabeça – de Mario Balotelli. O atacante fez os dois gols da vitória da Itália por 2 a 1 na semifinal da Euro 2012, em Varsóvia, na Polônia, ambos no 1º tempo. Özil fez de pênalti já nos acréscimos, sem tempo para reação. E boa parte da culpa pela eliminação pode sim ser jogada nas costas de Joachim Löw, que mudou o esquema tático da seleção justamente num jogo tão importante como esse.

Veja a agenda de jogos completa da seleção alemã

O técnico resolveu mandar a campo a equipe no esquema 4-4-2, deixando o vitorioso 4-3-3 de lado. Com isso, Kroos foi colocado no meio de campo, com apenas Mario Gomez e Podolski avançados – aliás, os dois foram péssimos. Müller e Reus começaram no banco de reservas e entraram no decorrer da partida, assim como Klose.

Badstuber não subiu e Balotelli marcou

A Alemanha até que começou melhor, sufocando a Itália no seu campo de defesa. Tanto que logo nos primeiros movimentos, Pirlo chegou a salvar uma bola em cima da linha, com Buffon já vencido. Mas o ímpeto germânico recebeu um banho de água fria no gol de cabeça de Balotelli, aos 20 minutos. Cassano passou como quis por Hummels pela esquerda e cruzou na medida. Badstuber sequer subiu para atrapalhar.

Depois, aos 36, Lahm esqueceu de fazer a linha de impedimento e deu condições para Balotelli receber livre num contra-ataque pelo meio. O italiano recebeu a bola, avançou sozinho e soltou a bomba no ângulo de Neuer. O goleiro alemão não pôde fazer nada em ambos os tentos.

No segundo tempo, a Alemanha atacou de forma desordenada, sem qualquer tática, totalmente no desespero. A Itália só não fez mais gols porque não quis, já que chegou várias vezes em condições de marcar nos contra-ataques. Nos acréscimos, Özil marcou de pênalti, mas já era tarde para uma reação.

Agora são oito jogos oficiais entre Alemanha e Itália, com quatro vitórias da Azzurra e outros quatro empates. A Nationalelf treme quando vê a camisa azul do outro lado do campo, isso é fato. O tetra fica para Copa de 2014. Ou para Euro de 2016.

Khedira foi o jogador mais lúcido em campo pela Alemanha. O resto foi mal. Schweinsteiger, Kroos e Özil não conseguiram ajudar no meio de campo, enquanto Podolski e Mario Gomez foram nulos no ataque. Klose e Müller entraram e também não fizeram muita coisa. Dos suplentes, apenas Reus teve lampejos, mas não foi o suficiente.

Lahm e Boateng tiveram atuações regulares pelas laterais, bem abaixo da média. Já o miolo de zaga foi um desastre. Hummels, que vinha sendo o melhor jogador alemão na Euro, levou um baile de Cassano. Além de não conseguir acompanhar o italiano no primeiro gol do jogo, ainda foi vencido em muitos outros lances. Badstuber também fez uma partida terrível.

Desde a disputa do 3º lugar na Copa de 2010 – vitória sobre o Uruguai – a Alemanha tinha feito 15 jogos oficiais, tirando amistosos. E havia vencido todos. O time nacional volta a campo agora só no dia 15 de agosto, quando enfrenta a Argentina em amistoso programado para cidade de Frankfurt.

Notas dos jogadores:

Neuer 6,5, Boateng 5,0 (Müller Sem nota), Hummels 4,0, Badstuber 4,0 e Lahm 5,5; Khedira 7,0, Kroos 5,5, Schweinsteiger 5,5 e Özil 6,0; Podolski 3,0 (Reus 6,5) e Mario Gomez 4,0 (Klose 4,5)

O Blog do Alemão deixa registrado desde já sua torcida pela Itália do meu amigo e colunista Luís Araújo (aqui o seu blog) na decisão contra a Espanha.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 27 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção da Alemanha | 12:53

Prévia de Alemanha x Itália – É hora de mudar a história!

Compartilhe: Twitter

Macarronada ou chucrute?

A Alemanha busca uma vaga na final da Euro 2012 nesta quinta-feira, em Varsóvia, na Polônia, contra a Itália. E mais do que garantir um lugar na decisão, os germânicos tentam amenizar a freguesia histórica que têm diante do rival. Isso porque nos 30 jogos disputados até hoje entre as seleções, a Nationalelf venceu apenas sete, com nove empates e 14 triunfos italianos – foram 34 gols a favor e 45 contra.

Veja a agenda de jogos da seleção alemã

E o Pior. Em partidas oficiais, são sete duelos, com três vitórias da Itália e quatro empates. Ou seja, a Alemanha jamais venceu o adversário em jogo sério, só em amistoso. Mais detalhes sobre esse retrospecto desfavorável eu coloquei nesta matéria que fiz para o iG. Foram dois jogos em Eurocopas e cinco em Copas do Mundo, incluindo a decisão de 1982 e a eletrizante semifinal em 1970.

E MAIS: Favorita na semi, Alemanha é freguesa histórica da Itália

Quando: 28/06/2012, quinta-feira
Onde: Estádio Nacional, em Varsóvia (POL)
Porque: Euro 2012 – semifinal
Horário: 15h45 (de Brasília)
Na TV: Sportv, Band e Globo (ao vivo)

A escalação da Alemanha ainda é uma incógnita, mas Joachim Löw pode promover os retornos de Lukas Podolski e Thomas Müller ao time titular nas vagas de Schürrle e Reus. No comando de ataque, Klose deve ser mantido, com Mario Gomez começando mais uma vez na reserva. O time deve ter Neuer, Boateng, Hummels, Badstuber e Lahm; Khedira, Schweinsteiger e Özil; Podolski (Schürrle), Müller (Reus) e Klose.

Vai ser um jogo duríssimo, por isso meu palpite é um apertado 2 a 1, com um gol de Klose e outro de Hummels. Zagueirão do Dortmund vem merecendo. E o seu?

Badstuber disputa a bola com Thiago Motta no jogo de 2011

Tirando os jogos oficiais que já estão na matéria, confira outros duelos marcantes entre Alemanha e Itália ao longo dos anos, todos amistosos:

Último jogo
09/20/2011 – Em Dortmund (ALE)
Alemanha 1 x 1 Itália

Primeiro jogo
01/01/1923 – Em Milão (ITA)
Itália 3 x 1 Alemanha

Maior vitória alemã
26/11/1939 – Em Berlim (ALE)
Alemanha 5 x 2 Itália

Maior derrota alemã
01/03/2006 – Em Florença (ITA)
Itália 4 x 1 Alemanha

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 26 de junho de 2012 Bundesliga | 11:51

Saiu a tabela da Bundesliga

Compartilhe: Twitter

Foi divulgada nesta terça-feira a tabela de jogos da Bundesliga. O atual campeão Borussia Dortmund abre a temporada contra o Werder Bremen, em casa, enquanto o vice Bayern de Munique faz o clássico da Bavária contra o recém-promovido Greuther Fürth. Sem mais delongas, veja abaixo os jogos da primeira rodada e faça o download com as tabelas completas das 1ª e 2ª divisões (arquivos em PDF).

► CLIQUE AQUI e faça o download da tabela completa da 1ª divisão da Bundesliga
► CLIQUE AQUI e faça o download da tabela completa da 2ª divisão da Bundesliga

A bola da Bundesliga 2012/2013 com o logotipo de 50 anos do torneio

Sexta, 24 de agosto
Borussia Dortmund x Werder Bremen

Sábado/domingo, 25 e 26 de agosto
Borussia M’gladbach x Hoffenheim
Stuttgart x Wolfsburg
Hannover x Schalke
Freiburg x Mainz
Augsburg x Fortuna Düsseldorf
Hamburgo x Nuremberg
Greuther Fürth x Bayern de Munique
Frankfurt x Bayer Leverkusen

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 25 de junho de 2012 Eurocopa, Fora dos campos, Seleção da Alemanha | 10:40

A pronúncia correta dos nomes dos jogadores alemães

Compartilhe: Twitter

Ózil, Ôzil ou Ozíl?

No Brasil, a Euro 2012 está sendo transmitida por Sportv, Band e TV Globo. Nos jogos da Alemanha, é comum os narradores “inventarem” pronúncias nos nomes de alguns jogadores, quase nunca corretas. Já ouvimos, por exemplo, Özil sendo chamado de Ózil, Ôzil e Ozíl. Schweinsteiger virou Schuazeintáiguer em algumas transmissões, enquanto Schürrle se transformou em Shirley em determinado momento.

Pensando nisso, um site espanhol chamado Fundéu BBVA resolveu terminar de vez com a polêmica das pronúncias e colocou a maneira certa de se falar os nomes de todos os atletas da competição (clique aqui e confira o site). Abaixo, o jeito correto de se falar os nomes dos jogadores da Nationalelf, com direito a áudio e tudo mais.

Jogador Pronúncia Áudio
Tec. Joachim Löw Yoahím Lef
1. Manuel Neuer Manuél Nóia
2. İlkay Gündoğan ílkai Gundogán
3. Marcel Schmelzer Marsél Sméltsa
4. Benedikt Höwedes Bénedik Hévedes
5. Mats Hummels Mats Rúmels
6. Sami Khedira Sámi Réd-derá
7. Bastian Schweinsteiger Bástian Sváin-stáiga
8. Mesut Özil Mésut Otsíl
9. André Schürrle André Shúrle
10. Lukas Podolski Lúkas Podólski
11. Miroslav Klose Míroslav Klóse
12. Tim Wiese Tim Víse
13. Thomas Müller Tómas Múla
14. Holger Badstuber Rólga Bádstuba
15. Lars Bender Lars Bénda
16. Philipp Lahm Fílip Lám
17. Per Mertesacker Pía Mégtesaka
18. Toni Kroos Tóni Kroos
19. Mario Götze Máguio Guétse
20. Jerome Boateng Jeróm Boaténg
21. Marco Reus Márko Róis
22. Ron-Robert Zieler Ron Róber Tsíla
23. Mario Gómez García Mário Gómez García


Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sábado, 23 de junho de 2012 Copa da Alemanha | 14:11

Saiu a tabela da Copa da Alemanha 2012/2013

Compartilhe: Twitter

Neste sábado aconteceu o sorteio da primeira fase da Copa da Alemanha. Como sempre, são 64 times na disputa e as equipes posicionadas em divisões inferiores fazem o jogo único em casa. Aliás, todas as fases da DFB Pokal acontecem em apenas uma partida. Perdeu, está fora. Empate leva para prorrogação e depois, pênaltis.

Calendário:
1ª fase – 17 a 20 de agosto de 2012
2ª fase – 30 e 31 de outubro de 2012
Oitavas –  18 e 19 de dezembro de 2012
Quartas – 26 e 27 de fevereiro de 2013
Semis –  16 e 17 de abril de 2013
Final –  1º de junho de 2013, em Berlim

Veja todos os jogos da 1ª fase da Copa da Alemanha:
(Os times da esquerda da tabela jogam em casa)

Oberneuland (4ª divisão) x Borussia Dortmund (1ª divisão)
Jahn Regensburg (2ª divisão) x Bayern de Munique (1ª divisão)
Karlsruher (3ª divisão) x Hamburgo (1ª divisão)
Saarbrücken (3ª divisão) x Schalke (1ª divisão)
Carl Zeiss Jena (4ª divisão) x Bayer Leverkusen (1ª divisão)
Erzgebirge Aue (2ª divisão) x Eintracht Frankfurt (1ª divisão)
Victoria Hamburg (4ª divisão) x Freiburg (1ª divisão)
Wilhelmshaven (4ª divisão) x Augsburg (1ª divisão)
Berliner (4ª divisão) x Hoffenheim (1ª divisão)
Schönberg (6ª divisão) x Wolfsburg (1ª divisão)
Preussen Münster (3ª divisão) x Werder Bremen (1ª divisão)
Falkensee-Finkenkrug (6ª divisão) x Stuttgart (1ª divisão)
Rossbach/Verscheid (5ª divisão) x Mainz (1ª divisão)
Nöttingen (5ª divisão) x Hannover (1ª divisão)
Havelse (4ª divisão) x  Nuremberg (1ª divisão)
Kickers Offenbach (3ª divisão) x Greuther Fürth (1ª divisão)
Wacker Burghausen (3ª divisão) x Fortuna Düsseldorf (1ª divisão)
Alemannia Aachen (3ª divisão) x Borussia Mönchengladbach (1ª divisão)
Sonnenhof Grossaspach (4ª divisão) x FSV Frankfurt (2ª divisão)
Offenburger (5ª divisão) x St. Pauli (2ª divisão)
Hallescher (3ª divisão) x Duisburg (2ª divisão)
Arminia Bielefeld (3ª divisão) x Paderborn (2ª divisão)
Hansa Rostock (3ª divisão) x Kaiserslautern (2ª divisão)
Chemnitzer (3ª divisão) x Dynamo Dresden (2ª divisão)
Wormatia Worms (4ª divisão) x Hertha Berlim (2ª divisão)
Hennef (5ª divisão) x Munique 1860 (2ª divisão)
Heidenheim (3ª divisão) x Bochum (2ª divisão)
Lübeck (4ª divisão) x Eintracht Braunschweig (2ª divisão)
Sandhausen (2ª divisão) x Energie Cottbus (2ª divisão)
Unterhaching (3ª divisão) x Colônia (2ª divisão)
Rot-Weiss Essen (4ª divisão) x Union Berlin (2ª divisão)
VfR Aalen (2ª divisão) x Ingolstadt (2ª divisão)

Autor: Tags:

Bundesliga, Eurocopa, Seleção da Alemanha | 10:28

A inspiração de Khedira

Compartilhe: Twitter

Está explicado de onde Khedira buscou inspiração para marcar o golaço contra a Grécia, segundo da Alemanha na vitória por 4 a 2 nas quartas de final da Euro 2012. Poderia até ser na sua bela namorada Lena Gercke, mas a resposta está na imagem abaixo:

Clique para ampliar a imagem

Igualzinho o movimento, hein?

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 22 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção da Alemanha | 17:37

Retranca grega?

Compartilhe: Twitter

A tão falada e temida defesa grega não conseguiu segurar o poderoso ataque alemão e caiu de quatro. Lahm, Khedira, Klose e Reus fizeram os gols da vitória da Alemanha por 4 a 2, na cidade polonesa de Gdansk, pelas quartas de final da Euro 2012 e agora a Nationalelf aguarda pelo seu adversário na semifinal do torneio: Inglaterra ou Itália, que jogam no domingo.

Veja a agenda de jogos completa da seleção alemã

Joachim Löw surpreendeu e fez três mudanças na equipe considerada titular. O técnico sacou Mario Gomez, Podolski e Müller para colocar Klose, Schürrle e Reus. E deu muito certo. Os três deram mais movimentação ao ataque e foram fundamentais para furar o bloqueio do rival. Principalmente Reus, o melhor entre as novidades.

Khedira fez o 2º gol alemão

Como era de se esperar, a Alemanha teve mais posse de bola, dominou toda partida e até conseguia criar boas oportunidades de gol. O placar, porém, só foi aberto aos 39 minutos, com um pombo sem asa de Lahm. O lateral deixou dois marcadores para trás e acertou um chutaço de fora da área, cheio de efeito.

Badstuber e Schweinsteiger erraram muitos passes na primeira metade do jogo e proporcionaram dois contra-ataques perigosos para os gregos. E foi num lance de velocidade que veio o empate, já no segundo tempo. Salpingidis avançou pela direita e cruzou para Samaras deixar tudo igual.

A Alemanha era bem melhor no jogo e não se desesperou na busca pelo segundo gol, que veio com naturalidade. Boateng cruzou da direita e Khedira acertou um lindo sem-pulo, golaço. Depois, Klose mostrou todo seu oportunismo, se antecipou à zaga e ao goleiro adversário para ampliar de cabeça. Por fim, Reus aproveitou rebote do goleiro em chute de Klose e soltou a bomba, marcando o quarto.

Reus e Boateng comemoram o 4º gol

A Grécia ainda diminuiu com Salpingidis, já aos 44 minutos. Boateng colocou a mão na bola dentro da área e o atacante só deslocou Neuer na cobrança de pênalti.

Khedira foi o melhor jogador da partida. Ele não aparece muito para o torcedor, mas é importantíssimo para o esquema tático da seleção. Defende bem e chega sempre no ataque como elemento surpresa. Foi coroado com um belo gol. Reus ganhou a vaga de titular e não sai mais, assim como Hummels. Mais uma partida perfeita do zagueiro.

Schürrle deu muito trabalho pela esquerda, muito bem no duelo. Klose deu um toque de qualidade no comando de ataque, mas pecou pelo preciosismo. Fez um gol, é verdade, mas teve outras chances para marcar e preferiu passar a bola para os companheiros ao invés de finalizar. Özil fez seu melhor jogo na Euro. Lahm também. Já Schweinsteiger, Boateng e Badstuber fizeram o básico, sem comprometer.

Notas dos jogadores

Neuer 6,5, Boateng 6,0, Hummels 8,0, Badstuber 6,5 e Lahm 7,5; Khedira 8,5, Schweinsteiger 6,5 e Özil 8,0; Schürrle 7,5 (Müller 6,5), Reus 8,0 (Götze Sem nota) e Klose 7,0 (Mario Gomez Sem nota).

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 21 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção da Alemanha | 09:53

Prévia de Alemanha x Grécia. Começa o mata-mata!

Compartilhe: Twitter

Daqui pra frente, todo jogo é decisão. Perdeu, já era. E a Alemanha tem uma parada duríssima nas quartas de final da Euro 2012. Não que a Grécia seja uma seleção extraordinária e com vários craques. Longe disso. Mas é muito perigosa, principalmente nas bolas aéreas no ataque, e ainda sabe se defender como nenhuma outra equipe. Ganhou assim a competição de 2004, mas a ideia é que fique pelo caminho na atual edição.

Veja a agenda de jogos da seleção alemã

Quando: 22/06/2012, sexta-feira
Onde: Arena Gdansk, em Gdansk (POL)
Porque: Euro 2012 – quartas de final
Horário: 15h45 (de Brasília)
Na TV: Sportv e Band (ao vivo)

Dizem lá na Alemanha que o técnico Joachim Löw pensa seriamente em trocar seu centroavante para este duelo, colocando Klose no lugar de Mario Gomez. Isso porque o experiente atacante se movimenta mais no setor ofensivo e seria uma opção mais interessante contra o ferrolho grego. Gomez joga mais plantado na área e não tem tanta qualidade quando sai para buscar jogo.

Será?

Eu não acho que o comandante vá alterar a equipe justamente no mata-mata, mas vamos aguardar. Se fosse eu, manteria o Gomez, até porque está com moral e lidera a artilharia da Eurocopa. Depois, dependendo, já dá para colocar Klose no intervalo. Na lateral direita, a dúvida é entre Bender e Boateng. O time deve ter Neuer, Boateng (Bender), Hummels, Badstuber e Lahm; Khedira, Schweinsteiger e Özil; Müller, Podolski e Gomez (Klose).

Só lembrando que Klose é o único remanescente alemão do último jogo entre as duas seleções, há mais de 11 anos. Em 2001, ele entrou no segundo tempo da partida e, inclusive, marcou um dos gols da vitória por 4 a 2, fora de casa, pelas eliminatórias para Copa de 2002.

Palpite de 2 a 0 sofrido para Alemanha, gols de Podolski e o atacante que for titular – Gomez ou Klose.

Retrospecto favorável

Alemanha e Grécia já se enfrentaram oito vezes na história, com cinco vitórias alemãs e três empates. Curiosamente, apenas um desses jogos foi amistoso – os outros sete duelos foram por competições oficiais, seja Eurocopa ou eliminatórias de Copa do Mundo. A Nationalelf fez 17 gols e sofreu apenas sete.

Veja abaixo todos os duelos entre as seleções:

Klose fez um gol no último jogo, em 2001

Eliminatórias para Copa do Mundo
28/03/2001 – Em Atenas (GRE)
Grécia 2 x 4 Alemanha

Eliminatórias para Copa do Mundo
02/09/2000 – Em Hamburgo (ALE)
Alemanha 2 x 0 Grécia

Fase de grupos da Eurocopa
17/06/1980 – Em Turim (ITA)
Alemanha 0 x 0 Grécia

Eliminatórias para Eurocopa
11/10/1975 – Em Düsseldorf (ALE)
Alemanha 1 x 1 Grécia

Eliminatórias para Eurocopa
20/11/1974 – Em Piraeus (GRE)
Grécia 2 x 2 Alemanha

Amistoso
22/11/1970 – Em Atenas (GRE)
Grécia 1 x 3 Alemanha

Eliminatórias para Copa do Mundo
22/10/1961 – Em Augsburg (ALE)
Alemanha 2 x 1 Grécia

Eliminatórias para Copa do Mundo
20/11/1960 – Em Atenas (GRE)
Grécia 0 x 3 Alemanha

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 19 de junho de 2012 Bundesliga, Fora dos campos, Jogadores brasileiros | 11:15

Aílton "Queixada" deve jogar na 6ª divisão alemã

Compartilhe: Twitter

Aílton, um pouco fora de forma

A família já deu o aval, só falta assinar contrato. O centroavante Aílton, ex-Guarani, Werder Bremen e Schalke, está prestes a se mudar para a pequena cidade de Bingen, de apenas 25 mil habitantes, e defender as cores do modesto time local, o Hassia Bingen. O município está localizado no estado de Rheinland-Pfalz, às margens do rio Reno, bem próximo a Mainz e Frankfurt.

Prestes a completar 39 de idade em julho, o jogador brasileiro deve disputar a semi-amadora 6ª divisão do futebol alemão. Lembrando que depois da sua ótima passagem pela 1ª divisão do país, Aílton defendeu ainda o Duisburg (2ª divisão, em 2007/08), o KFC Uerdingen (6ª divisão, em 2010), o Oberneuland (5ª divisão, em 2011) e o VfB Peine (7ª divisão, em 2012).

Sem contar sua recente participação num reality show na Alemanha, onde, inclusive, chegou a ter um affair com a linda modelo alemã Micaela Schäfer, e sua performance no time de showbol do Werder Bremen.

Pela foto aí de cima, a dúvida é se ele vai para ser jogador ou a bola do jogo.
Precisa emagrecer, hein? Está meio cheinho.

Estádios cheios

Em tempo, vale deixar registrado que a DFL (Liga Alemã de Futebol) divulgou a média de público na temporada 2011/2012 da Bundesliga. A média nos estádios foi de 44.293 torcedores por partida, um aumento de 5,2% com relação à 2010/2011. Aliás, um número recorde no torneio. Na segunda divisão, o aumento foi de significativos 18% – média de 17.196 pessoas por jogo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

domingo, 17 de junho de 2012 Eurocopa, Seleção da Alemanha | 23:02

Escalação histórica garante a campanha 100%

Compartilhe: Twitter

Mais uma grande vitória da seleção da Alemanha na Euro 2012, campanha 100% na fase de grupos e classificação garantida à próxima fase do torneio. O triunfo por 2 a 1 diante da Dinamarca, em Lviv, na Ucrânia, deixou a Nationalelf em primeiro no grupo B e agora o adversário nas quartas de final será a Grécia, segunda colocada da chave A, na próxima sexta-feira, dia 22 de junho.

Veja a agenda de jogos completa da seleção da Alemanha

Sem Boateng, suspenso, Joachim Löw escalou Lars Bender pela direita, fato que entrou para história do futebol alemão. A média de idade dos atletas que começaram jogando foi de 25 anos e 107 dias, número que corresponde à escalação mais jovem da seleção germânica em toda história da Eurocopa. Isso mostra a renovação constante pela qual a equipe vem passando recentemente.

Por falar em Bender, o jogador do Bayer Leverkusen foi muito bem na partida. Não sei se Boateng retorna ao time titular, hein?

O jogo começou bom para a Alemanha, que pressionou a Dinamarca e abriu o placar logo aos 19 minutos, com Podolski. Müller fez jogada pela esquerda, cruzou para área, a bola passou por Mario Gomez e sobrou para o camisa 10 fuzilar de perna direita. Contestado pelas atuações abaixo do esperado, Poldi completou 100 partidas com a camisa da Alemanha e marcou seu 44º gol. Uma marca bastante expressiva, diga-se de passagem.

Cinco minutos depois, a zaga alemã bobeou e a Dinamarca empatou com Krohn-Dehli. Com apenas 1,70m de altura, o baixinho subiu mais que todos os defensores e marcou de cabeça.

No segundo tempo, a Alemanha caiu de produção e quase levou a virada em duas oportunidades. Aliás, se levasse o segundo gol, os germânicos estariam eliminados da competição, já que perderiam de Dinamarca e Portugal nos critérios de desempate dentro do empate triplo.

Time alemão mais jovem em Euros

Mas, faltando dez minutos para o fim do duelo, Bender coroou sua boa atuação com um gol de oportunismo e selou a classificação. Özil puxou contra-ataque e tentou passar para Klose, mas atacante não alcançou. A  bola então sobrou para Bender, que apareceu como elemento surpresa por trás da zaga dinamarquesa para finalizar.

Além de Bender, destaques também para as performances de Hummels, mais uma vez seguro e ganhando de vez a posição na defesa, Özil, comandando o meio de campo com muita criatividade e lucidez, o que havia faltado contra a Holanda, e Khedira, muito bem na contenção e sempre aparecendo com perigo no ataque. Quase deixou sua marca.

Podolski e Müller tiveram boas atuações, assim como Lahm e Badstuber. Já Schweinsteiger não foi nem sombra daquele que brilhou contra a Holanda, bem abaixo da média. Mario Gomez também. O atacante não teve muitas oportunidades para marcar e muitas vezes saiu da área para buscar jogo, mas a bola queimava nos seus pés. Klose e Schürrle entraram no segundo tempo e foram de regular para bom.

Notas dos jogadores:

Neuer 6,5, Bender 7,0, Hummels 8,0, Badstuber 6,5 e Lahm 7,0; Khedira 7,5, Schweinsteiger 6,0 e Özil 7,5; Müller 7,0 (Kroos Sem nota), Podolski 7,0 (Schürrle 6,5) e Mario Gomez 6,0 (Klose 6,5).

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última