Publicidade

Arquivo da Categoria Seleção da Alemanha

sexta-feira, 30 de agosto de 2013 Bundesliga, Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 09:15

Convocação da seleção e a 4ª rodada do Alemão

Compartilhe: Twitter

Sidney Sam

A seleção da Alemanha está convocada para os duelos contra Áustria, no próximo dia 6 de setembro, na Allianz Arena, e Ilhas Faroe, fora de casa, no dia 10 de setembro, em jogos válidos pelas eliminatórias para Copa de 2014. Aliás, a Nationalelf já pode carimbar seu passaporte para o Mundial do Brasil em uma dessas rodadas.

► Clique e veja a agenda de jogos completa da Alemanha

A lista divulgada por Joachim Löw conta com os retornos de Schweinsteiger e Götze e as ausências de Gündogan, Jansen e Podolski, todos machucados. O meia Sidney Sam, do Bayer Leverkusen, ganhou mais uma merecida chance, enquanto Kruse foi chamado para completar o setor ofensivo. Eu preferia Kiessling, mas esse aí, pelo jeito, não volta mais.

E o Weidenfeller, hein? Nem para terceiro goleiro?

Confira a lista:

Goleiros: René Adler (Hamburgo), Manuel Neuer (Bayern de Munique) e Ron-Robert Zieler (Hannover)

Defensores: Jerome Boateng (Bayern de Munique), Benedikt Höwedes (Schalke), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Philipp Lahm (Bayern de Munique), Per Mertesacker (Arsenal-ING) e Marcel Schmelzer (Borussia Dortmund)

Meio-campistas: Lars Bender (Bayer Leverkusen), Sven Bender (Borussia Dortmund), Julian Draxler (Schalke), Mario Götze (Bayern de Munique), Sami Khedira (Real Madrid-ESP), Toni Kroos (Bayern de Munique), Thomas Müller (Bayern de Munique), Mesut Özil (Real Madrid-ESP), Marco Reus (Borussia Dortmund), Sidney Sam (Bayer Leverkusen), Bastian Schweinsteiger (Bayern de Munique)

Atacantes: Mario Gomez (Fiorentina-ITA), Miroslav Klose (Lazio-ITA), Max Kruse (Borussia M’gladbach) e André Schürrle (Chelsea-ING)
____________________________________________________________________________

Na Bundesliga, a 4ª rodada será completada com seis jogos no sábado e outros dois no domingo. Na abertura, terça-feira, o Bayern de Munique só empatou com o Freiburg, perdeu os 100% de aproveitamento, mas assumiu a liderança isolada da competição. Os Bávaros, porém, podem fechar o fim de semana na 5ª colocação, caso Bayer Leverkusen, Mainz, Borussia Dortmund e Hertha Berlim vençam seus jogos.

Confira a programação e os palpites:

Terça, 27 de agosto
Freiburg 1 x 1 Bayern de Munique (Veja como foi)

Sábado, 31 de agosto
Borussia M’gladbach 2 x 0 Werder Bremen
Hannover 1 x 1 Mainz (10h30 – ESPN Brasil)
Wolfsburg 2 x 1 Hertha Berlim
Nuremberg 2 x 0 Augsburg
Hamburgo 2 x 1 Braunschweig
Schalke 1 x 1 Bayer Leverkusen

Domingo, 1º de setembro
Stuttgart 1 x 3 Hoffenheim
Eintracht Frankfurt 1 x 1 Borussia Dortmund

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 14 de agosto de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 18:09

Defesa falha, e Alemanha sofre para empatar com Paraguai

Compartilhe: Twitter

Com um primeiro tempo inseguro da defesa, mas muito bom no ataque, a Alemanha empatou com o Paraguai por 3 a 3, em Kaiserslautern, nesta quarta-feira, no primeiro amistoso da temporada europeia. Hummels e Khedira falharam nos tentos do rival, mas o setor ofensivo funcionou e salvou a equipe de uma derrota em casa.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

A Alemanha começou devagar, quase parando, e levou dois gols antes dos 15 minutos de jogo. Aos nove, o paraguaio Nuñez recebeu lançamento em profundidade, apareceu livre nas costas de Hummels e fuzilou o goleiro Neuer. Quatro minutos mais tarde, Neuer cortou mal um cruzamento, Khedira errou o passe na entrada da área e Pittoni ampliou para os visitantes.

Neuer não conseguiu parar o Paraguai

Ninguém acreditava. Era o lanterna das eliminatórias sul-americanas ensaiando uma goleada para cima da Alemanha, dentro de Kaiserslautern.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Mas aí o time germânico colocou a bola no chão e passou a jogar do jeito que gosta. Depois de perder duas boas chances com Klose e Özil, a Nationalelf diminuiu com Gündogan, que acertou um belo chute colocado no canto do goleiro Villar. Isso aos 18 minutos. Mais tarde, aos 31, Hummels acertou um longo e perfeito lançamento para Müller, o meia-atacante dominou com estilo, ficou cara a cara com o arqueiro paraguaio e deixou tudo igual.

A Alemanha ainda perdeu dois gols com Reus, que ficou na frente do goleiro do Paraguai e não conseguiu marcar, e depois foi castigada ao levar o terceiro gol aos 46. Hummels levou outra bola nas costas – com o perdão do trocadilho -, o experiente Roque Santa Cruz recebeu na área e só rolou para Samudio, livre, marcar. Mertesacker chegou atrasado no lance.

Na segunda etapa, Joachim Löw arrumou o sistema defensivo colocando Boateng na vaga do lento Mertesacker. E melhorou  muito, tanto que o Paraguai mal chegou ao ataque e Neuer foi um mero espectador. Se a zaga ficou mais protegida, o poderio ofensivo piorou demais em relação aos primeiros 45 minutos.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Foram poucas chances (uma com Özil e outra com Mario Gomez) até o gol de empate, anotado por Lars Bender aos 30 minutos. A jogada começou com o próprio volante, que chutou de fora da área e exigiu uma boa defesa do goleiro adversário. No rebote, Podolski cruzou, Gomez errou a finalização e a bola sobrou para Bender ajeitar no peito e soltar a bomba. Um golaço. Nos últimos minutos, na base do abafa, a Alemanha desperdiçou mais algumas oportunidades com Boateng e Jansen.

Müller marcou o segundo gol alemão

Tirando a falha no segundo gol paraguaio, Khedira teve uma excelente atuação. Marcou muito no meio de campo e deu qualidade no passe. Os outros destaques alemães foram Bender, Müller e Lahm. Já o zagueiro Hummels, que não foi bem no primeiro tempo, melhorou na etapa complementar e demonstrou a costumeira segurança.

No meio de campo, Özil não tirou o pijama e errou alguns passes. Enquanto isso, Gündogan, autor do primeiro gol, estava bem no duelo até se machucar e sair do jogo ainda no primeiro tempo. E, assim como Özil, Reus não fez uma boa apresentação, perdendo dois gols na cara do goleiro. Podolski entrou e deu mais velocidade ao time pelo lado esquerdo.

Lá na frente, Klose não conseguiu marcar e perdeu mais uma chance de alcançar o recorde de Gerd Müller na artilharia da seleção. Fica para a próxima. E Mario Gomez, que entrou no seu lugar, teve apenas um bom lance de perigo, numa cabeçada. Foi só.

Próximo jogo da Alemanha será no dia 6 de setembro, na Allianz Arena, em Munique, pelas eliminatórias da Copa de 2o14. O adversário será a Áustria. Quatro dias depois, o time viaja até Ilhas Faroe para duelar contra os anfitriões.

Notas dos jogadores

Neuer 5,0, Lahm 8,0, Mertesacker 4,0 (Boateng 6,0), Hummels 5,5 e Schmelzer 6,5 (Jansen 6,5); Khedira 7,5, Gündogan 7,0 (Lars Bender 7,5), Özil 6,0, Reus 5,5 (Podolski 6,5) e Müller 7,5 (Schürrle Sem nota); Klose 6,5 (Mario Gomez 5,5)

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 13 de agosto de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 09:20

Prévia de Alemanha x Paraguai: Klose busca recorde

Compartilhe: Twitter

Nesta quarta-feira tem Alemanha em campo! O amistoso contra o Paraguai é o primeiro da atual temporada europeia e a equipe terá alguns desfalques. Schweinsteiger e Götze, ainda recuperando a forma física, Toni Kroos, que vai acompanhar o nascimento do seu filho, e Draxler, que se machucou no jogo de estreia do Schalke na Bundesliga, estão fora.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Lance de Alemanha 1 x 0 Paraguai, na Copa do Mundo de 2002

Quem está mais do que confirmado é Klose. Ele está apenas um gol atrás de Gerd Müller (68 a 67) e tem tudo para igualar ou passar a lenda alemã na artilharia de toda história da seleção. Será que agora vai?

Quando: 14/08/2013, quarta-feira
Onde: Fritz Walter Stadion, Kaiserslautern
Porque: Amistoso
Horário: 15h45 (de Brasília)
Ao vivo na TV: ESPN +

Joachim Löw teve pouco tempo para trabalhar o time, mas as prévias na imprensa alemã indicam essa escalação: Neuer, Lahm, Boateng, Hummels e Schmelzer; Khedira, Lars Bender, Özil, Reus e Thomas Müller; Klose.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Se for esse time mesmo, me agrada bastante. Está bem perto do ideal. E na ausência de Schweinsteiger, eu colocaria Gündogan na vaga de Lars Bender.

Palpite? Alemanha deve vencer bem, uns 3 a 0. Klose, Müller e Hummels.

Único duelo

Em toda história, a Alemanha enfrentou o Paraguai apenas uma vez. Foi nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2002, que terminou com vitória germânica por 1 a 0, gol de Oliver Neuville, já no final do jogo. Lembram? O duelo aconteceu em 13 de junho de 2002, em Jeju, na Coreia do Sul.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Do time atual, apenas Klose ainda serve a seleção. Naquele dia, a equipe comandada pelo então técnico Rudi Völler jogou com Kahn, Frings, Rehmer (Kehl), Linke e Metzelder (Baumann); Schneider, Ballack, Jeremies e Bode; Klose e Neuville (Asamoah).

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 8 de agosto de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 08:53

Seleção é convocada para enfrentar o Paraguai

Compartilhe: Twitter

Joachim Löw, técnico da Alemanha

A seleção da Alemanha está convocada para o amistoso diante do Paraguai, na quarta-feira que vem, dia 14 de agosto, em Kaiserslautern. Sem surpresas, o técnico Joachim Löw chamou a base de Bayern de Munique e Borussia Dortmund para o duelo – são 4 atletas dos Bávaros e 5 dos Amarelos. Talvez Jansen, do Hamburgo, seja o nome que mais tenha surpreendido.

► Clique e confira a agenda de jogos da Alemanha

O Bayern poderia ter mais três jogadores na lista, mas eles não foram chamados. Mario Götze segue em fase final de recuperação de uma lesão muscular, Bastian Schweinsteiger ainda não está no auge da sua forma física, e Toni Kroos foi liberado para acompanhar o nascimento do seu filho.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

E como era esperado, alguns nomes que mandaram muito bem na última temporada foram novamente preteridos pelo treinador, como Stefan Kiessling, atacante do Bayer Leverkusen, e Roman Weidenfeller, goleiro do Borussia Dortmund. Eles mereciam uma chance, hein?

Confira os convocados:

Goleiros: Manuel Neuer (Bayern de Munique) e Rene Adler (Hamburgo)

Defensores: Jerome Boateng (Bayern de Munique), Benedikt Höwedes (Schalke), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Marcell Jansen (Hamburgo), Philipp Lahm (Bayern de Munique), Per Mertesacker (Arsenal-ING) e Marcel Schmelzer (Borussia Dortmund)

Meio-campistas: Lars Bender (Bayer Leverkusen), Sven Bender (Borussia Dortmund), Julian Draxler (Schalke), Ilkay Gündogan (Borussia Dortmund), Sami Khedira (Real Madrid-ESP), Mesut Özil (Real Madrid-ESP) e Marco Reus (Borussia Dortmund)

Atacantes: Thomas Müller (Bayern de Munique), Mario Gomez (Fiorentina-ITA), Miroslav Klose (Lazio-ITA), Lukas Podolski (Arsenal-ING) e Andre Schürrle (Chelsea-ING)

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

domingo, 2 de junho de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha, Vídeos | 17:46

Stegen falha feio, e time reserva apanha dos EUA

Compartilhe: Twitter

No segundo amistoso com o time reserva, a Alemanha até que não jogou tão mal contra os Estados Unidos, em Washington, mas foi derrotada por 4 a 3. O jogo foi marcado pelos muitos erros de marcação do sistema defensivo e pela falha bisonha do goleiro ter Stegen. E, claro, teve a zica da camisa verde, que não dá sorte nunca. É linda, mas já dá para aposentar.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

O time germânico começou bem e quase abriu o placar com Mertesacker. Porém, foram os norte-americanos que saíram na frente. Aos 13 minutos, após cruzamento da direita, o atacante Jozy Altidore, sozinho no meio da área, acertou um belo chute de primeira para vencer o goleiro ter Stegen. Falha no miolo de zaga da Nationalelf.

Por falar em falha, o segundo gol dos EUA saiu num erro grotesco do arqueiro alemão. Aos 17, Höwedes recuou a bola para Stegen, que se enrolou todo no domínio e deixou ela entrar no gol. Deu dó. O camisa 1 do Borussia M’gladbach é jovem e um excelente goleiro, mas na seleção ele dá um azar danado.

Confere o lance no vídeo:

Mesmo levando dois gols em menos de cinco minutos, a Alemanha seguiu jogando melhor, mantendo mais a posse de bola, mas sem conseguir ameaçar o gol de Howard. Klose até chegou a balançar as redes, mas o árbitro marcou impedimento. E acertou.

Na segunda etapa, Löw mexeu no time e colocou Westermann, Wollscheid, Aogo e Kruse. A seleção continuou melhor que os EUA e conseguiu diminuir aos sete minutos, justamente em jogada de dois atletas que haviam acabado de entrar. Kruse cobrou escanteio e Westermann cabeceou firme para marcar o gol.

Quando o empate parecia próximo, os donos da casa ampliaram. Altidore cruzou da esquerda, mais uma vez a defesa ficou parada e Dempsey apareceu livre no meio da área para fuzilar. Quatro minutos mais tarde, o mesmo Dempsey arriscou de fora da área e marcou um belo gol. Stegen estava adiantado, na risca da pequena área, e não alcançou a bola.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

A goleada estava feia, então a equipe tratou de deixar o placar menos vexatório. Aos 34, Kruse arriscou de fora e acertou o canto, diminuindo o prejuízo. Dois minutos depois, Sidney Sam finalizou cruzado, o goleiro dos EUA espalmou e Draxler marcou o terceiro gol alemão no rebote.  Os minutos finais foram de pressão germânica, mas ficou nisso.

E o saldo destes dois amistosos que a Alemanha fez com o time reserva? Três jogadores agradaram bastante e podem até figurar nas próximas convocações, mesmo com a volta dos atletas de Bayern, Dortmund e Real Madrid: Jansen, Kruse e Sam. No duelo contra os EUA, os dois últimos entraram no segundo tempo e deram mais movimentação à equipe.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Por outro lado, ter Stegen ainda vai ter que ralar muito no seu clube para tentar voltar. Podolski foi bem no primeiro jogo, contra o Equador, mas não tão bem neste domingo. Schürrle também não aproveitou muito bem a chance de se firmar de vez na equipe.

Próximo jogo da seleção alemã é só em agosto, no dia 14, em amistoso contra o Paraguai, na cidade de Kaiserslautern.

Notas dos jogadores:

ter Stegen 3,0, Lars Bender 4,5 (Westermann 6,0), Mertesacker 6,5 (Wollscheid 5,0), Höwedes 5,5 e Jansen 6,5 (Aogo 5,0); Sven Bender 6,0 (Kruse 7,5), Reinartz 6,0 e Draxler 6,5; Schürrle 6,5 (Sidney Sam 7,0), Podolski 6,0 e Klose 5,0 (Nicolai Müller Sem nota)

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 1 de junho de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 21:03

Seleção joga e Klose busca recorde de Gerd Müller

Compartilhe: Twitter

A seleção alemã volta a campo neste domingo e faz seu último amistoso da temporada européia. Depois, a Nationalelf só entra em campo no mês de agosto. E para encarar os Estados Unidos, o técnico Joachim Löw terá os reforços de Klose e Sven Bender, que não atuaram na vitória do meio da semana passada diante do Equador. O meia Grosskreutz também era esperado, mas se machucou na final da Champions e virou desfalque.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Alemanha x EUA na Copa de 2002

Quando: 02/06/2013, domingo
Onde: RFK Memorial Stadium, Washington (EUA)
Porque: Amistoso
Horário: 15h30 (de Brasília)
Ao vivo na TV: Sportv 2

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

E o time deverá ser diferente daquele que bateu os equatorianos, levando em consideração os treinamentos realizados antes do duelo contra os norte-americanos. O goleirão ter Stegen deve ter uma oportunidade no lugar de Adler, assim como Aogo, Reinartz e Schürrle. Lars Bender assume a lateral direita, e o zagueiro Höwedes vai jogar na sua posição de origem. E, claro, Klose lá no ataque, com Kruse ficando como opção na reserva.

O time deve ser esse: ter Stegen, Lars Bender, Mertesacker, Höwedes e Aogo; Sven Bender, Reinartz e Draxler; Schürrle, Podolski e Klose.

Palpite? Jogo difícil, ainda mais com a Alemanha toda desfigurada. Um empate fora de casa está bom demais: 2 a 2, dois gols de Klose. Aliás, Miro está apenas um tento atrás de Gerd Müller (68 a 67) e tem tudo para igualar ou passar a lenda alemã na artilharia de toda história da seleção.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

A história do confronto Alemanha x Estados Unidos é curta e recente, já que as seleções começaram a se enfrentar somente a partir da década de 90. Até hoje, foram oito partidas, com seis vitórias alemãs e duas norte-americanas – a Nationalelf marcou 18 gols e sofreu 11.

Confira abaixo todos os jogos da história:

22 de março de 2006
Amistoso em Dortmund (ALE)
Alemanha 4 x 1 Estados Unidos

21 de junho de 2002
Quartas da Copa do Mundo, em Ulsan (COR)
Alemanha 1 x 0 Estados Unidos

27 de março de 2002
Amistoso em Rostock (ALE)
Alemanha 4 x 2 Estados Unidos

30 de julho de 1999
Fase de grupos da Copa das Confederações, em Guadalajara (MEX)
Estados Unidos 2 x 0 Alemanha

06 de fevereiro de 1999
Amistoso em Jacksonville (EUA)
Estados Unidos 3 x 0 Alemanha

15 de junho de 1998
Fase de grupos da Copa do Mundo, em Paris (FRA)
Alemanha 2 x 0 Estados Unidos

18 de dezembro de 1993
Amistoso em San Francisco (EUA)
Estados Unidos 0 x 3 Alemanha

16 de junho de 1993
US Cup, em Chicago (EUA)
Estados Unidos 3 x 4 Alemanha

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 29 de maio de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 17:27

Ótimo primeiro tempo, péssimo segundo

Compartilhe: Twitter

Sem os jogadores de Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Real Madrid (Özil e Khedira), além de Klose, a Alemanha conseguiu uma boa vitória por 4 a 2 diante do Equador, em amistoso realizado nos Estados Unidos. Todos os gols da seleção reserva foram anotados no primeiro tempo – Podolski e Lars Bender marcaram duas vezes cada. E o goleirão Adler brilhou lá atrás. Mas o time não foi bem, em especial na etapa final.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Os alemães começaram com tudo e deram uma ótima impressão. Logos aos 9 segundos (sim, SEGUNDOS), Podolski roubou a bola do zagueiro equatoriano e chutou por baixo do goleiro Banguera, abrindo o placar. E olha que quem deu a saída de bola foi o time sul-americano. Na sequência, aos quatro minutos de jogo, Sidney Sam deu um belo passe para Lars Bender ampliar.

O início fulminante não parou por aí. Aos 17 minutos, ótima trama de ataque pela esquerda e passe de Kruse para Podolski fuzilar e anotar o terceiro gol germânico. Aos 24, Lars Bender arriscou de fora da área e anotou o 4º gol da Nationalelf, seu segundo no duelo. Era um baile até então.

Adler faz uma de suas defesas

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Depois dos 30 minutos, o Equador conseguiu igualar as ações e passou a atacar mais, exigindo boas defesas de Adler e enfiando, inclusive, uma bola no travessão. A mini-pressão surtiu efeito e quando o cronômetro marcava 44 minutos, Valencia recebeu livre na área e diminuiu.

O segundo tempo foi totalmente diferente do primeiro. A Alemanha simplesmente não jogou. Mais entrosado, o Equador partiu para cima e acuou o time de Joachim Löw no campo de defesa. Era um ou outro contra-ataque bem encaixado, mas sem oferecer perigo ao rival.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

A segunda metade da partida foi um verdadeiro bombardeio para cima de Adler, que se virou do jeito que pôde e fez milagre com defesas espetaculares. Neuer que abra o olho, hein? Joachim Löw deve ter saído bem satisfeito com o goleiro do Hamburgo. Nos minutos finais, Ayovi cobrou falta da direita e marcou o 2º dos equatorianos, decretando o placar final.

Além do arqueiro, outros três jogadores aproveitaram bem a chance – analisando o primeiro tempo, claro, porque no segundo o time todo não atuou bem. Um deles é Podolski, que foi bem pela esquerda, voluntarioso e autor de dois gols. Lars Bender também anotou duas vezes e agradou. Já Sidney Sam, que fez sua estreia com a camisa tricampeã mundial, deu conta do recado e tomou conta do meio de campo ofensivo. Grande partida do jogador do Leverkusen.

Mertesacker também fez um bom jogo, assim como Jansen pela esquerda. Já Höwedes, atuando como lateral direito, ficou devendo. Ele não rende nunca nessa posição e só o treinador não consegue ver. Westermann esteve numa tarde desastrosa, perdeu quase todos os lances. Draxler e Kruse também ficaram abaixo da média.

Próximo jogo da Alemanha é no domingo, dia 2 de junho, contra os Estados Unidos.

Notas dos jogadores:

Adler 9,0, Höwedes 4,0, Mertesacker 7,0, Westermann 5,0 e Jansen 6,5; Neustädter 5,5 (Reinartz 5,0), Lars Bender 8,0 (Wollscheid Sem nota), Sidney Sam 8,0 (Schürrle 6,0) e Draxler 5,5 (Hunt 5,5); Podolski 8,5 (Nicolai Müller Sem nota) e Kruse 6,0 (Aogo Sem nota)

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 28 de maio de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 10:23

Com apenas um titular, Alemanha pega o Equador

Compartilhe: Twitter

A seleção alemã volta a campo nesta quarta-feira para um amistoso contra o Equador, nos Estados Unidos. Sem os jogadores de Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Real Madrid (Özil e Khedira), o time de Joachim Löw estará totalmente modificado. Klose, Sven Bender e Grosskreutz, que também foram convocados, só vão atuar contra a seleção norte-americana, no domingo que vem.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Alemanha 3 x 0 Equador, em 2006

Quando: 29/05/2013, quarta-feira
Onde: GEO Group Stadium, Boca Raton-EUA
Porque: Amistoso
Horário: 15h30 (de Brasília)
Ao vivo na TV: ESPN

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Com algumas caras novas e atletas que não costumam ser convocados, é difícil prever qual time o técnico vai mandar a campo, mas ele treinou com a tradicional formação 4-2-3-1, com dois volantes, três meias ofensivos e um homem de referência na área. A provável equipe terá Adler, Höwedes, Mertesacker, Westermann e Jansen; Lars Bender, Reinartz, Draxler, Podolski e Schürrle; Kruse.

Desses, só Mertesacker pode ser considerado titular absoluto. Podolski já perdeu a vaga para Reus (ou até mesmo Götze) e, no gol, Neuer ainda é o preferido de Löw.

Palpite? Aposto em uma vitória alemã apertada, 2 a 1, com dois de Schürrle.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Na história, a Alemanha enfrentou o Equador apenas uma vez. Foi na fase de grupos da Copa do Mundo 2006, em Berlim, no estádio Olímpico, e a Nationalelf venceu por 3 a 0, dois gols de Klose e um de Podolski. Naquele jogo do dia 20 de junho, o time que entrou em campo foi esse: Lehmann, Arne Friedrich, Mertesacker, Huth e Lahm; Schneider (Asamoah), Frings (Borowski), Ballack  e Schweinsteiger; Podolski e Klose (Neuville).

Autor: Tags: , , , ,

terça-feira, 9 de abril de 2013 Eurocopa, Futebol feminino, Seleção da Alemanha | 14:25

Uniforme da mulherada para Euro 2013

Compartilhe: Twitter

A seleção alemã feminina de futebol estreia na Euro 2013 no próximo dia 11 de julho, contra a Holanda, tentando manter a hegemonia no continente – de 10 edições, a Alemanha venceu sete. No grupo B da competição ainda estão Islândia e Noruega. Para o torneio deste ano, a DFB pediu para a Adidas desenvolver novos uniformes, um titular e um reserva.

E ficaram bem bonitos, viu? Ah, custam 65 euros cada – cerca de R$ 170.

Clique para ampliar a imagem

Vale lembrar que as meninas da Alemanha são as atuais campeãs da competição e venceram as últimas cinco edições, totalizando sete conquistas (2009, 2005, 2001, 1997, 1995, 1991 e 1989). Será que pinta o octacampeonato?

*Dica do leitor Ronaldo Lopes

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 26 de março de 2013 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 18:51

Borussia Dortm… quer dizer, Alemanha vence outra

Compartilhe: Twitter

Não tem nem como tirar esse jogo contra o Cazaquistão como parâmetro de alguma coisa. A Alemanha não deu a menor chance para o adversário, venceu por 4 a 1 na cidade de Nuremberg e segue firme rumo à Copa do Mundo de 2014. Foi um jogo de ataque contra defesa, praticamente, tirando a falha bisonha de Neuer. A Nationalelf lidera a chave C com 16 pontos, oito a mais que Irlanda, Áustria e Suécia, que estão com oito.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Apesar de dominar todo duelo, o primeiro gol saiu apenas aos 23 minutos. Depois que Gündogan e Götze acertaram a trave cazaque uma vez cada, Marco Reus deu um drible desconcertante no defensor rival, mandou a bola no meio das suas pernas e finalizou para abrir o placar. Quatro minutos depois, Götze aproveitou linda jogada individual de Lahm e só desviou para o gol, fazendo 2 a 0.

Aos 27 minutos, Özil encontrou Gündogan na área e o meia do Borussia Dortmund ampliou. Aliás, só gols do BVB na primeira metade de jogo. Antes do intervalo, Gündogan ainda acertou outra bola na trave do Cazaquistão.

No começo do segundo tempo, Manuel Neuer quis aparecer um pouco. Como não encostou na bola na primeira etapa, o goleirão do Bayern de Munique recebeu um recuo de Mertesacker, resolveu driblar um adversário dentro da sua área e o atacante Schmidtgal, que joga no Greuther Fürth, aproveitou a besteira do arqueiro e chutou para o gol vazio.

A partir daí, sempre que encostava na bola, Neuer era vaiado pela torcida que lotou o Frankenstadion.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Depois que levou o gol, a Alemanha continuou pressionando em busca de mais gols, mas parou no goleirão Sildenikov, que fez pelo menos umas cinco ou seis defesas difíceis. Sem contar as bolas na trave de Özil, Khedira e Müller. No total, os germânicos enfiaram seis bolas na trave. Os visitantes também acertaram o poste uma vez na segunda etapa. Nos últimos minutos, Reus recebeu passe de Gündogan e decretou a goleada.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Özil mais uma vez foi o maestro alemão no duelo, jogando muito bem e totalmente lúcido. Entretanto, o melhor em campo foi Philipp Lahm. O lateral atuou como um verdadeiro ponta direita e infernizou a defesa cazaque. Pelo outro lado, Schmelzer também teve uma atuação destacada no apoio ao ataque. Götze deu conta do recado jogando como “falso centroavante”, enquanto Thomas Müller ficou devendo. Uma atuação bastante apática do meia-atacante.

O curioso é que Joachim Löw fez só uma alteração na partida, colocando Jansen na vaga de Reus. Isso aos 45 minutos do segundo tempo já.

O próximo jogo da seleção alemã será apenas no dia 29 de maio, contra o Equador, em amistoso que será realizado nos Estados Unidos. Depois, em 2 de junho, a Nationalelf encara os norte-americanos em Washington.

Notas dos jogadores:

Neuer 3,0, Lahm 8,5, Boateng 7,0, Mertesacker 6,5 e Schmelzer 7,5; Khedira 6,5, Gündogan 7,0 e Özil 8,0; Müller 5,0, Reus 7,0 (Jansen sem nota) e Götze 7,0

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
  6. 6
  7. 10
  8. 20
  9. Última