Publicidade

Arquivo da Categoria Seleção da Alemanha

segunda-feira, 25 de março de 2013 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 09:16

Novidade para o jogo da volta contra o Cazaquistão

Compartilhe: Twitter

Bom, se venceu fora de casa por 3 a 0, a obrigação da Alemanha é passar por cima do Cazaquistão sem dificuldades nesta terça-feira, na primeira rodada do returno das eliminatórias da Copa de 2014. A tendência é que a partida seja mais um treino de luxo para a Nationalelf, que lidera a chave C da competição com 13 pontos. A Suécia tropeçou diante da Irlanda na semana passada, só empatou em casa e tem 8. Áustria e Irlanda têm 7 pontos.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Patrick Herrmann em ação pelo time sub 21 da Alemanha. Agora a chance é na equipe principal

Quando: 26/03/2013, terça-feira
Onde: Frankenstadion, em Nuremberg-ALE
Porque: Eliminatórias Copa de 2014
Horário: 16h45 (de Brasília)
Ao vivo na TV: Sportv2, ESPN Brasil

Para este duelo, Joachim Löw terá que mexer mais uma vez no time. Schweinsteiger está suspenso e já até voltou para o Bayern de Munique, enquanto Draxler não joga por conta da pancada na cabeça que levou na outra partida. Mario Gomez ainda não se recuperou totalmente de uma lesão na coxa e também está fora, assim como Höwedes, que deixou o duelo da última sexta-feira com um incômodo muscular.

► Me segue no Twitter: @alemao_mario

Diante de tantos desfalques, o comandante convocou o meia-atacante Patrick Herrmann, do Borussia M’gladbach, uma novidade, e o experiente lateral/meia Marcell Jansen, do Hamburgo, para o jogo contra os cazaques – vale destacar que Herrmann é figurinha carimbada nas seleções de base, desde a sub 16, mas nunca tinha sido chamado para a seleção principal. A equipe ainda conta com os retornos de Marco Reus, que estava suepenso, e de Sven Bender, recuperado de uma gripe.

A provável escalação alemã é essa: Neuer, Lahm, Mertesacker, Boateng e Schmelzer; Khedira, Gündogan e Özil; Thomas Müller, Reus e Götze. Sem um centroavante fixo, Reus e Götze devem se revezar como o famoso “falso 9”.

A conferir.

Palpite? A Nationalelf sempre costuma tirar o pé depois que abre vantagem, mas ainda assim aposto num 5 a 0, gols de Reus (3), Götze e Khedira.

E você?

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 22 de março de 2013 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 16:53

Vitória fácil contra o Cazaquistão

Compartilhe: Twitter

Sem muitas dificuldades e em ritmo de treino, a Alemanha venceu o Cazaquistão por 3 a 0 nesta sexta-feira, em partida válida pelo grupo C das Eliminatórias para Copa de 2014, e garantiu a liderança isolada da chave. Schweinsteiger, Mario Götze e Thomas Müller anotaram os gols do triunfo germânico. O time jogou para o gasto, se poupou e não fez mais do que a obrigação, chegando aos 13 pontos.

► Clique e confira a agenda da Alemanha

Sem Mario Gomez, Reus e Klose, todos esperavam por Podolski ou até mesmo Schürrle no time titular, mas Joachim Löw surpreendeu e escalou o jovem Draxler entre os 11 iniciais. Porém, o atleta do Schalke deu um azar danado, levou uma pancada na cabeça e teve que sair com 19 minutos de partida. Uma pena, era a chance de mostrar um bom futebol e se firmar na equipe.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Depois da saída de Draxler, a Alemanha resolveu fazer gol. Aos 20 minutos, Özil encontrou Schweinsteiger na área, o meia do Bayern dominou bonito e mandou no canto do arqueiro cazaque. Dois minutos mais tarde, Götze aproveitou um bate-rebate na área e só teve o trabalho de finalizar para a meta vazia, já que o goleiro ficou caído no gramado no lance.

No segundo tempo, a Nationalelf tirou o pé do acelerador e só administrou. Manuel Neuer, que tinha sido um mero espectador na etapa inicial, teve que trabalhar e fazer uma bela defesa num chute forte de Schmidtgal. Momentos antes, Konysbaev já havia acertado um petardo no travessão, para delírio da torcida que lotou o estádio em Astana.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Aos 29 minutos, Thomas Müller tratou logo de acabar com a empolgação dos anfitriões e ampliou o placar após mais uma assistência de Özil. Aliás, o meia do Real Madrid jogou bem, a exemplo do que já tinha feito no amistoso diante da França, no mês passado. Melhor em campo.

Duas considerações finais. Não gosto da seleção sem um centroavante, sem uma referência lá no ataque. Tudo bem que Klose e Gomez não puderam jogar, mas Kiessling não merecia uma chance? Sem o tradicional camisa 9, a equipe perde um pouco a objetividade e toca demais a bola na entrada da área rival. Se fosse um adversário mais forte, seria muito difícil balançar as redes.

E o Podolski? Entrou antes dos 20 minutos de jogo e não fez nada. Ficou plantado ali no lado esquerdo, tentou algumas jogadas, alguns chutes, mas nada além. Por isso que foi preterido por Löw mesmo com tantos desfalques. Já Mario Götze, atuando mais avançado, fez o básico. Anotou um gol, mas pareceu um pouco displicente em alguns momentos.

Bom, na terça-feira que vem, dia 26 de março, tem mais Alemanha em campo. E novo contra o Cazaquistão. A partida que abre o returno da chave vai acontecer na cidade de Nuremberg, na Baviera. Mais uma vitória à vista.

Notas dos alemães:

Neuer 7,0, Lahm 6,5, Mertesacker 6,5, Höwedes 6,0 e Schmelzer 6,5; Khedira 7,0 (Gündogan Sem nota), Schweinsteiger 7,5, Özil 8,0 e Draxler Sem nota (Podolski 5,5); Götze 6,0 e Müller 6,5 (Schürrle Sem nota).

Autor: Tags: , , , , , , ,

quinta-feira, 21 de março de 2013 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 08:28

Prévia de Cazaquistão x Alemanha

Compartilhe: Twitter

Para manter a ponta isolada do grupo C das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2014, a Alemanha tem dois duelos teoricamente fáceis contra o Cazaquistão pela frente. O primeiro jogo será nesta sexta-feira, fora de casa, e o segundo na terça-feira que vem, em Nuremberg. Os germânicos lideram a chave com 10 pontos, três a mais que a Suécia, 2ª colocada. Os cazaques têm só 1 ponto e estão em 5º e penúltimo na tabela.

Klose é o artilheiro alemão contra o Cazaquistão, mas não joga nestes dois duelos

► Clique e confira a agenda da Alemanha

Quando: 22/03/2013, sexta-feira
Onde: Astana Arena, em Astana-CAZ
Porque: Eliminatórias Copa de 2014
Horário: 15h (de Brasília)
Ao vivo na TV: Sportv

Joachim Löw tem alguns desfalques para esse duelo. Além de Klose e Hummels, que nem foram convocados, os meias Kroos, com dores no joelho, e Sven Bender, gripado, não atuam fora de casa e podem retornar no duelo de volta. Marco Reus, suspenso, também está fora do 1º jogo.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Nos treinamentos, o comandante da Nationalelf indicou uma escalação sem centroavante fixo e com Podolski mais avançado. Com isso, Mario Gomez começaria no banco de reservas. Será? A conferir. O time que deve ir a campo é esse: Neuer, Lahm, Boateng, Mertesacker e Schmelzer; Khedira, Schweinsteiger, Götze e Özil; Müller e Podolski (ou Mario Gomez).

A obrigação é de vencer, então aposto em 3 a 0, gols de Müller (2) e  Khedira. E você?

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Alemanha 4 x 0 Cazaquistão, em 2011

Na história, a Alemanha enfrentou o Cazaquistão apenas duas vezes. E venceu ambas, com sete gols marcados e nenhum sofrido. Confira abaixo:

26 de março de 2011
Eliminatórias Euro 2012
Alemanha 4 x 0 Cazaquistão, em Kaiserslautern-ALE
Gols: Klose (2) e Thomas Müller (2)

12 de outubro de 2010
Eliminatórias Euro 2012
Cazaquistão 0 x 3 Alemanha, em Astana-CAZ
Gols: Klose, Podolski, Mario Gomez

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 14 de março de 2013 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 08:47

Que venha o Cazaquistão!

Compartilhe: Twitter

Reus e Boateng estão na lista de Löw

A seleção alemã está convocada para os dois próximos jogos diante do Cazaquistão, válidos pelo grupo C das eliminatórias para Copa do Mundo de 2014. O primeiro duelo acontece no dia 22 de março, fora de casa, em Astana, e a segunda partida será em Nuremberg, no dia 26.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

A Nationalelf lidera a chave com 10 pontos, três a mais que a Suécia, 2ª colocada. O Cazaquistão é só o 5º na tabela, com apenas um ponto.

É para garantir os seis pontos.

O técnico Joachim Löw, mais uma vez, deixou de fora o atacante Kiessling, que faz uma ótima temporada pelo Bayer Leverkusen. O centroavante Klose e os zagueiros Hummels e Badstuber também ficaram de fora, mas todos por conta de lesão. Em relação ao time que venceu o amistoso contra a França, no mês passado, as novidades são as voltas de Schweinsteiger, Götze, Schmelzer e Reus, que não jogaram em Paris porque estavam machucados.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Reus, aliás, está suspenso pelo acúmulo de cartões e só poderá jogar o duelo em Nuremberg.

Confira a lista de convocados:

Goleiros: Manuel Neuer (Bayern de Munique), René Adler (Hamburgo), Ron-Robert Zieler (Hannover)

Defensores: Jerome Boateng (Bayern de Munique), Philipp Lahm (Bayern de Munique), Benedikt Höwedes (Schalke), Per Mertesacker (Arsenal-ING), Marcel Schmelzer (Borussia Dortmund), Heiko Westermann (Hamburgo)

Meio-campistas: Lars Bender (Bayer Leverkusen), Sven Bender (Borussia Dortmund), Mario Götze (Borussia Dortmund), Ilkay Gündogan (Borussia Dortmund), Marco Reus (Borussia Dortmund), Julian Draxler (Schalke), Sami Khedira (Real Madrid-ESP), Mesut Özil (Real Madrid-ESP), Toni Kroos (Bayern de Munique), Thomas Müller (Bayern de Munique), Bastian Schweinsteiger (Bayern de Munique)

Atacantes: Mario Gomez (Bayern de Munique), Lukas Podolski (Arsenal-ING), André Schürrle (Bayer Leverkusen)

Com esses nomes, eu montaria o time assim: Neuer, Lahm, Höwedes, Mertesacker e Schmelzer; Kroos, Schweinsteiger e Özil; Thomas Müller, Reus e Mario Gomez. E você?

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 19:53

Caiu o tabu!

Compartilhe: Twitter

Khedira "cara-de-galã-mexicano" marcou o gol da vitória por 2 a 1

Com um jogo bastante sólido e contando com atuações inspiradas de Özil e Müller, a Alemanha venceu a França por 2 a 1, de virada, e derrubou um tabu que já durava quase 26 anos – desde agosto de 1987 a Nationalelf não vencia o rival, sendo que desde 1935 não triunfava no campo do adversário. O técnico Joachim Löw conseguiu armar um time competitivo em Paris mesmo com os desfalques de Schweinsteiger, Reus, Götze, Schmelzer e Klose.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Apesar de descer para o intervalo com a derrota parcial, a Alemanha fez um bom primeiro tempo. Principalmente na parte ofensiva. Os jogadores de frente se movimentaram bastante e criaram alguns problemas para a zaga francesa, com destaques positivos para Özil e Müller, que participaram de praticamente todas as jogadas de perigo. Podolski começou como titular e fez o básico pelo seu lado.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Depois de meter uma bola na trave numa cabeçada de Mertesacker, os germânicos foram castigados nos últimos minutos da etapa inicial. Benzema cobrou falta no travessão de Adler, a bola sobrou para Sissoko ajeitar de cabeça para Valbuena, também de cabeça, colocar no canto do goleiro alemão. Desatenção da defesa, que deixou o atacante livre para balançar as redes.

A Nationalelf voltou bem para o segundo tempo e buscou o empate logo no começo. Gündogan deu ótima assistência para Müller, que recebeu na área e só tocou por cima do goleiro Lloris. Um belo gol que coroou a ótima atuação do meia-atacante do Bayern de Munique.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Depois da igualdade, a partida voltou a ficar equilibrada, com a França um pouco mais perigosa e tendo as melhores chances para marcar. Mas quem comemorou mais uma vez foi a Alemanha, aos 29 minutos. Com um passe espetacular de Özil, Khedira saiu na cara do gol e chutou por baixo do goleiro adversário para virar o jogo. Uma jogada de atletas do Real Madrid. E, apesar do tento, o volante não fez um bom jogo, lento em alguns momentos do amistoso.

A França sentiu o segundo gol e não ameaçou mais os alemães até os 43 minutos, quando Ribéry arrancou pela esquerda e chutou forte para boa defesa de Adler. O goleirão fez, pelo menos, três intervenções difíceis no duelo. Neuer deve esquentar o banco por mais um tempo.

Hummels e Mertesacker foram seguros na zaga, assim como Lahm, bem no apoio e melhor ainda na marcação. O destaque negativo na parte defensiva foi Höwedes, que atuou improvisado na lateral esquerda e foi apenas regular. No meio, Gündogan fez um primeiro tempo fraco e um segundo muito bom. Schürrle, Lars Bender e Kroos entraram na etapa final e mal apareceram.

Próximo jogo da Alemanha será pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, fora de casa, contra o Cazaquistão. O duelo acontece em 22 de março. Quatro dias depois, em 26 de março, a equipe de Joachim Löw recebe o mesmo Cazaquistão na cidade de Nuremberg.

Notas dos jogadores:

Adler 6,0, Lahm 6,5, Mertesacker 6,5, Hummels 7,0 e Höwedes 5,5; Khedira 6,5, Gündogan 6,5 e Özil 8,5; Thomas Müller 8,5 (Lars Bender Sem nota), Podolski 6,0 (Schürrle 6,0) e Mario Gomez 5,0 (Kroos 5,0)

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013 Amistosos, Bundesliga, Jogadores brasileiros, Mercado, Seleção da Alemanha | 13:42

Voltamos!

Compartilhe: Twitter

Depois de duas semanas de férias, o Blog do Alemão está de volta. E olha que muitas coisas aconteceram nesses 15 dias de recesso, hein? Apesar de não ter escrito por aqui, consegui acompanhar as coisas da Alemanha. Tem brasileiro novo na Bundesliga, convocação da seleção para o amistoso contra a França, grandes jogos no campeonato e muitos boatos no mercado da bola.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Michel Bastos fez gol na sua estreia pelo Schalke, mas a equipe perdeu do lanterna em casa

Se eu esquecer de alguma coisa, é só falar lá embaixo, nos comentários.

O goleiro Gomes chegou ao Hoffenheim e fica no clube alemão até a metade do ano, por empréstimo do Tottenham. E na sua estreia, levou um gol, mas teve boa atuação na vitória da equipe sobre o Freiburg. Quem também chegou e já estreou foi o meia Michel Bastos, que estava no Lyon e agora é do Schalke – também até o fim da temporada. Ele fez um gol no seu primeiro jogo pelos Azuis-Reais, mas o time perdeu dentro de casa para o lanterna Greuther Fürth, de virada.

Aliás, o problema do Schalke não é meio e nem ataque, é defesa. A equipe não contratou ninguém de qualidade para cuidar da zaga e corre sérios riscos de cair na Champions já nas oitavas de final, até porque o seu rival, o Galatasaray, se reforçou muito bem e agora tem Drogba e Sneijder no elenco.

O outro brasileiro que chegou à Bundesliga é o volante França, que saiu do Criciúma e foi para o Hannover.

Dentro do Alemão, o Bayern de Munique segue soberano e mais líder do que nunca. Nenhuma novidade, o título dessa temporada já é Bávaro. O vice-líder agora é o Borussia Dortmund, que venceu o Bayer Leverkusen na última rodada em um jogão na BayArena, que terminou 3 a 2 para os Amarelos. Não assisti ao vivo, mas vi os melhores lances e foi uma partidaça, uma das melhores da temporada.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

O Bayern tem 51 pontos, contra 39 do Dortmund e 37 do Leverkusen. Já era, né?

Por falar em Bayern e Dortmund, a imprensa da Itália já cravou o acerto do atacante Lewandowski com o time de Munique para a próxima temporada. Seria um pedido de Guardiola, que também quer Falcao Garcia, do Atlético de Madrid, e Luis Suarez, do Liverpool. A tendência é que o técnico espanhol faça uma renovação na equipe.

Nationalelf

A seleção alemã entra em campo nesta quarta-feira, dia 6 de fevereiro, no seu primeiro jogo do ano. E para o duelo contra a França, em Paris, Joachim Löw terá muitos problemas. Dos convocados, o treinador não poderá contar com Marco Reus, Mario Götze, Schmelzer, Schweinsteiger e Klose, todos lesionados. Achei injustiça a não convocação de Kiessling, que faz uma ótima temporada pelo Bayer Leverkusen. Mas enfim.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Quando: 06/02/2013, quarta-feira
Onde: Stade de France, em Paris-FRA
Porque: Amistoso
Horário: 18h00 (de Brasília)
Na TV: Esporte Interativo e Sportv 3

Löw já adiantou que Adler será o titular no gol, deixando Neuer no banco de reservas. Com isso, o time que deve entrar jogando é esse: Adler, Lahm, Mertesacker, Hummels e Lars Bender (Westermann); Khedira, Gündogan, Kroos e Özil; Thomas Müller e Mario Gomez.

Palpite? Vai ser difícil, mas aposto em um empate por 1 a 1, gol de Gomez.

Alemanha perdeu o último jogo contra a França

No retrospecto, a Alemanha leva desvantagem contra os franceses. São 24 partidas na história, com sete vitórias germânicas, seis empates e 11 triunfos da França – já se passam 26 anos da última vitória alemã no duelo, que aconteceu em 1987. Foram 40 gols contra e 40 gols a favor.

Confira abaixo alguns desses jogos:

Primeiro jogo
15/03/1931 – Amistoso em Paris-FRA
França 1 x 0 Alemanha

Último jogo
29/02/2012 – Amistoso em Bremen-ALE
Alemanha 1 x 2 França

Última vitória alemã
12/08/1987 – Amistoso em Berlim-ALE
Alemanha 2 x 1 França

Maior vitória alemã
27/09/1967 – Amistoso em Berlim-ALE
Alemanha 5 x 1 França

Jogo com mais gols
28/06/1958 – Decisão do 3º lugar da Copa de 58
França 6 x 3 Alemanha

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 4 de dezembro de 2012 Fora dos campos, Seleção da Alemanha | 14:21

Adivinhe os jogadores da seleção da Alemanha

Compartilhe: Twitter

Vocês conhecem o “Sporcle”? É um site com diversos games de adivinhações, onde o internauta tem que responder algumas perguntas no tempo determinado por eles. Mas enfim. O fato é que lá tem um joguinho bem legal sobre a seleção alemã e queria compartilhar essa brincadeira com os leitores.

Em 15 minutos, tente adivinhar todos os jogadores que atuaram na Nationalelf entre as Copas do Mundo de 1982 e 2010.  Dos 179 convocados, adivinhei 130. Alguns, sinceramente, não lembrei… é só clicar em “play game” e escrever os nomes dos atletas no campo “enter player”.

CLIQUE AQUI e jogue o game da seleção alemã

E aí, conseguiu acertar quantos?

*A dica é do meu grande amigo Bruno de Almeida, o famoso Barça

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 22 de novembro de 2012 Copa do Mundo, Liga dos Campeões, Seleção da Alemanha, Vídeos | 14:29

Götze faz embaixadinhas com chiclete

Compartilhe: Twitter

Nesta quarta-feira, antes da goleada do Borussia Dortmund diante do Ajax, pela Champions League, o meia Mario Götze mostrou toda sua habilidade no aquecimento da equipe no gramado. O curioso é que ele não usou uma bola, mas sim o chiclete que estava mascando. O camisa 10 amarelo fez embaixadinhas e colocou a goma de volta na boca.

Confere no vídeo aí embaixo:
(A partir dos 16 segundos)

O “lance” de Götze lembrou muito o de Özil. Nos minutos que antecederam a disputa do terceiro lugar na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, contra o Uruguai, o meia do Real Madrid também fez embaixadas com o chiclete e o colocou de volta na boca.

Relembre abaixo:

*Dica da leitora Michelle Ribeiro

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 14 de novembro de 2012 Amistosos, Seleção da Alemanha | 19:27

Jogo ruim para fechar o ano

Compartilhe: Twitter

Mario Götze mostrou todo seu conhecimento em ginástica artística no duelo contra a Holanda

No último jogo do ano de 2012, nesta quarta-feira, a remendada Alemanha só empatou com a Holanda em amistoso realizado na cidade de Amsterdã: 0 a 0. Sem um homem de referência na área, o time germânico teve pouco poder ofensivo, apesar das boas chances criadas no primeiro tempo. A segunda etapa foi sofrível.

Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Joachim Löw surpreendeu e escalou Holtby entre os titulares, deixando Podolski no banco de reservas. Müller caiu pela direita, Götze pela esquerda, e Reus, que deveria fazer a função de centroavante, saiu muito da área e teve boa movimentação no ataque. Mas, obviamente, deixando a equipe sem a referência que Klose ou Gomez costumam ter.

Se por um lado o ataque o time não produziu como se esperava, por outro, a Alemanha teve uma boa performance defensiva, com Mertesacker e Hummels indo muito bem no miolo de zaga, e Höwedes dando proteção pela lateral direita. Lahm foi bem na marcação pela esquerda e a dupla de volantes formada por Lars Bender e Gündogan protegeu bem a entrada da área.

Vote no BLOG DO ALEMÃO como melhor blog esportivo de 2012

No primeiro tempo, a Nationalelf foi levemente superior. Reus chamou a responsabilidade e participou de quase todos os lances de ataque com, inclusive, uma boa chance para marcar. Seu chute, porém, saiu pelo lado direito. A melhor oportunidade aconteceu já aos 45 minutos, quando Gündogan pegou rebote na entrada da área, chutou no canto e o zagueiro Heitinga salvou em cima da linha.

Müller puxado pela camisa, hein? E aí, juizão?

Na primeira etapa, a melhor chance holandesa aconteceu com Robben, que recebeu na frente de Neuer, driblou o companheiro de Bayern de Munique e, sem ângulo, se enrolou na hora de concluir.

O segundo tempo foi horrível. Nenhuma seleção criava e a melhor oportunidade apareceu somente aos 32 minutos, e foi da Holanda. Janmaat acertou um belo chute colocado e Neuer se esticou todo para mandar a bola para escanteio, garantindo o empate. Nos acréscimos, Reus recebeu na área e quase marcou o gol da vitória alemã. O único chute do time nos 45 minutos finais saiu por cima.

Dá para dizer que foi um bom resultado? Dá sim. Empatar com a Holanda fora de casa não é ruim. Muito pelo contrário. Ainda mais com os muitos desfalques que o time teve: Schweinsteiger, Klose, Özil, Kroos, Schmelzer e Boateng, que foram chamados e depois cortados, além de Khedira e Mario Gomez, que se recuperam de lesão.

Próximo jogo da Alemanha é só em 2013, no dia 6 de fevereiro, contra a França. O amistoso está marcado para a cidade de Paris

Notas dos jogadores
Neuer 7,5, Höwedes 6,0, Mertesacker 6,5, Hummels 6,5 e Lahm 6,0; Lars Bender 6,5 (Sven Bender Sem nota), Gündogan 7,0, Holtby 5,0 (Neustädter Sem nota) e Götze 5,5 (Podolski 6,0); Müller 6,5 (Schürrle Sem nota) e Reus 7,0 (Draxler Sem nota)

Autor: Tags: , ,

terça-feira, 13 de novembro de 2012 Amistosos, Seleção da Alemanha | 09:58

Prévia de Holanda x Alemanha – Löw com problemas

Compartilhe: Twitter

No último jogo da seleção alemã em 2012, muitos problemas para o técnico Joachim Löw. Nada menos do que seis convocados foram cortados e não poderão atuar diante da Holanda, nesta quarta-feira: Klose e Schweinsteiger estão gripados, Boateng e Özil têm lesões musculares, Schmelzer está com um problema no pé direito e Kroos pegou uma forte infecção intestinal.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

No último jogo entre as seleções, pela Euro 2012, vitória da Alemanha por 2 a 1 na Ucrânia

Todos, provavelmente, seriam titulares no duelo em Amsterdã. Eles se juntam a Sami Khedira, que está machucado e nem foi chamado, assim como Holger Badstuber e Mario Gomez.

Quando: 14/11/2012, quarta-feira
Onde: Amsterdam Arena, em Amsterdã-HOL
Porque: Amistoso
Horário: 17h30 (de Brasília)
Na TV: Bandsports

Diante de todos esses desfalques, o comandante convocou às pressas três jogadores para o duelo. Sebastian Jung, jovem lateral direito do Eintracht Frankfurt, de apenas 22 anos e figurinha carimbada nas seleções de base, o meia Lewis Holtby, um dos destaques do Schalke na temporada, e o volante Sven Bender, do Borussia Dortmund.

Provável escalação: Neuer; Höwedes, Mertesacker, Hummels e Lahm; Lars Bender, Gündogan, Götze, Podolski e Thomas Müller; Reus.

Nessa formação, Podolski cairá pela esquerda, Müller pela direita e Reus faz a função de centroavante. Götze será o responsável pela armação ao lado de Gündogan, o segundo volante. Sem contar que o zagueiro Höwedes deve ocupar a lateral direita, deslocando Lahm para o lado esquerdo.

Pelo lado da Holanda, o atacante Robin Van Persie foi cortado, e Huntelaar será o titular. Afellay, também do Schalke, Robben, do Bayern de Munique, e Van der Vaart, do Hamburgo, também devem começar jogando contra a Alemanha.

Palpite? Aposto em uma vitória difícil da Alemanha, 2 a 1. Dois do Reus.

Números e curiosidades do duelo

– Total de jogos: 39;
– 15 vitórias da Alemanha, 10 vitórias da Holanda e 14 empates;
– A Nationalelf marcou 77 gols e sofreu 64;
– Dos 14 empates, apenas dois foram sem gols;
– Cinco jogos aconteceram em Copas do Mundo;
– Cinco partidas foram por Eurocopas;
– O primeiro jogo sem ser amistoso foi a final da Copa de 74;
– 15 jogos aconteceram na Holanda e 18 foram na Alemanha;
– Amsterdã já recebeu 8 partidas; Düsseldorf já foi palco de 5;
– Em meses de novembro foram 5 jogos, com uma vitória alemã e duas holandesas

Primeiro jogo
24/04/1910 – Amistoso em Arnheim (HOL)
Holanda 4 x 2 Alemanha

Última partida
13/06/2012 – Euro 2012, em Kharkiv (UCR)
Alemanha 2 x 1 Holanda

Jogo com maior número de gols
24/03/1912 – Amistoso em Zwolle (HOL)
Holanda 5 x 5 Alemanha

Primeira vitória alemã
21/04/1924 – Amistoso em Amsterdã (HOL)
Holanda 0 x 1 Alemanha

Maior vitória alemã
21/10/1959 – Amistoso em Colônia (ALE)
Alemanha 7 x 0 Holanda

Jogo mais importante
07/07/1974 – Final da Copa de 74, em Munique (ALE)
Alemanha 2 x 1 Holanda

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 3
  3. 4
  4. 5
  5. 6
  6. 7
  7. 10
  8. 20
  9. Última