Publicidade

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 Fora dos campos | 18:10

Ex-volante embarca para estágio no Bayern de Munique

Compartilhe: Twitter

Mozart

Lembram daquele volante Mozart? Revelado no Paraná Clube, nos anos 90, e com passagens por Coritiba, Flamengo e Palmeiras? Pois então, atualmente com 34 anos de idade, ele largou os gramados em 2012 para se arriscar na carreira de treinador. E para dar uma alavancada na nova função, o jovem técnico fará um estágio na Alemanha, “só” no Bayern de Munique.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Mozart

A ideia de Mozart é conviver com os jogadores da equipe bávara e aprender com o técnico Pep Guardiola. “É uma excelente oportunidade, pois o Guardiola é uma referência na profissão. Quero aproveitar para entender a metodologia de trabalho dele, e me aperfeiçoar para quando surgir uma nova oportunidade eu estar melhor do que da última vez”, disse o treinador, que comandou o Jaraguá-SC na temporada de 2013.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Mozart embarca para terras alemãs no próximo dia 27 de janeiro e ficará uma semana ao lado de Guardiola realizando o estágio no atual campeão do mundo. “Em uma oportunidade como essa você tira lições de tudo. Quero aproveitar bastante este período para aprender o máximo possível”, completou o ex-volante, que já atuou contra o espanhol quando era jogador profissional.

“Joguei contra o Pep quando atuava na Itália, ele estava no Brescia e eu no Reggina. O jogo não acabou muito bem para nós, lembro que perdemos”, finalizou Mozart.

Impossível um lugar melhor para aprender, não?

Autor: Tags: , , , , ,

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014 Fora dos campos, Seleção da Alemanha | 11:00

Ex-jogador da seleção alemã assume que é gay

Compartilhe: Twitter

Lembram quem em 2011 eu fiz um post aqui no blog sobre quem seria o jogador homossexual da seleção alemã? Naquela época, o atacante Mario Gomez e o goleiro Manuel Neuer disseram que os atletas gays deveriam assumir sua opção para que pudessem jogar libertos, sem peso na consciência, dando a entender de que havia algum homossexual na equipe nacional.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Thomas Hitzlsperger

Thomas Hitzlsperger

Pois bem, e parece que tinha mesmo. Nesta quarta-feira, o ex-meio-campista Thomas Hitzlsperger resolveu sair do armário e admitir que é gay em entrevista ao diário alemão “Welt”. Ele jogou na seleção da Alemanha entre 2004 e 2010, com 54 partidas disputadas e seis gols anotados, e participou da Copa do Mundo de 2006, quando o time comandado por Klinsmann ficou na 3ª colocação.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Atualmente com 31 anos de idade, Hitzlsperger encerrou sua carreira de jogador profissional precocemente na metade de 2013, quando estava no Everton-ING, por conta das várias lesões. Canhoto, o ex-atleta brilhou com a camisa do Stuttgart entre 2005 e 2010, sendo um dos principais nomes da conquista da Bundesliga de 2006/2007. O meia também atuou no Wolfsburg, Aston Villa-ING, WestHam-ING e Lazio-ITA.

Na entrevista, Hitzlsperger revelou que a consciência de ser homossexual era um processo longo e difícil na sua vida. “Só nos últimos anos me dei conta de que eu preferiria viver com um homem. Falo de minha homossexualidade porque quero impulsionar a discussão sobre o homossexualismo no esporte profissional”, disse o jogador, revelando que contou sua opção sexual para o técnico Joachim Löw já há algum tempo, quando ainda era chamado para seleção alemã.

Enfim, parece que esse mistério foi desfeito. E parabéns ao Hitzlsperger, mesmo revelando que é homossexual já depois de ter se aposentado dos campos. Que a atitude do ex-meia sirva de exemplo para que outros jogadores possam assumir sua preferência sexual sem se preocupar com o que os outros vão falar. O preconceito tem que acabar.

Autor: Tags: ,

domingo, 5 de janeiro de 2014 Mercado | 11:40

O que eu penso sobre Lewandowski no Bayern de Munique

Compartilhe: Twitter

O que estava praticamente certo, foi confirmado neste final de semana: Robert Lewandowski é do Bayern de Munique. Na verdade, o atacante só chega ao time da Baviera no meio de 2014, após a Copa do Mundo, e ainda termina a atual temporada com a camisa do Borussia Dortmund. O contrato firmado vai até 2019.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Algumas pessoas estão me perguntando no Twitter, Facebook ou e-mail o que achei dessa transferência, por isso resolvi escrever essas linhas. Coisa rápida.

lewa1Para muitos, a decisão de Lewa foi polêmica, coisa de traidor e tal. Eu já não penso assim. O cara fez história no Dortmund, é verdade, conquistou dois títulos da Bundesliga, um da Copa da Alemanha e chegou a uma final de Champions League, mas ele tem vontade de jogar no Bayern, oras. E se o Bayern tem interesse na contratação do atleta, por que não juntar o útil ao agradável?

A ida de Götze para o Bayern foi bem mais impactante. Ou até mesmo a de Manuel Neuer.

O que eu não gosto e nunca vou gostar é desse tipo de negociação em meio de temporada. Lewandowski ainda tem mais alguns meses de BVB já sabendo que vai desembarcar em Munique. No que ele vai pensar? O jogador precisa ter uma cabeça muito boa para suportar a provável pressão dos torcedores, imprensa e, por que não, dos próprios companheiros de Borussia.

Vale lembrar que Borussia Dortmund e Bayern de Munique ainda têm pela frente um duelo na Bundesliga, na 30ª rodada (no dia 12 de abril de 2014), e ainda podem se encontrar em fases decisivas da Liga dos Campeões e também da Copa da Alemanha. Ou seja, Lewandowski pode enfrentar seu futuro clube, pelo menos, mais quatro vezes.

A situação de Götze foi parecida, mas ele não chegou a enfrentar o Bayern depois de ter sido negociado – o meia-atacante estava lesionado na decisão alemã da última Champions. Mas e se acontece com Lewa? E se ele joga uma eventual final de Liga dos Campeões contra a equipe de Munique e faz o gol do título para os aurinegros? Já vai chegar odiado? E se ele não joga nada nesses possíveis duelos contra o Bayern? Será acusado de fazer “corpo mole”?

É complicado. São perguntas que ficam no ar e que serão respondidas em breve.

Outra questão é a hegemonia que o Bayern de Munique está criando dentro do futebol alemão. O time sobrou na temporada passada, ganhou tudo o que disputou, e segue reforçando ainda mais seu elenco. Neste temporada já chegaram Götze, Thiago Alcântara e Guardiola. Na próxima chega, por enquanto, Lewandowski. O zagueiro brasileiro David Luiz, do Chelsea, também está na pauta.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

O atacante tem tudo para se encaixar como uma luva no esquema do Bayern, já que seu estilo de jogo agrada demais ao técnico espanhol. Mesmo que Mandzukic fique no clube – o que eu acho difícil -, Lewandowski chega para ser titular.

Se continuar assim, o time fica imbatível. Excelente para o Bayern, mas não muito bom para o Campeonato Alemão. O fato é que a Bundesliga cresceu demais nos últimos anos por conta da ótima saúde financeira dos principais clubes, que não podem gastar mais do que possuem, deixando sempre a disputa equilibrada. Nas últimas quatro temporadas, por exemplo, foram três campeões diferentes – Wolfsburg, Dortmund e Bayern.

A tendência agora, porém, é que o time de Munique seja soberano por mais algum tempo dentro da Alemanha. O Bayern tem bem mais dinheiro que os rivais e gasta do jeito que quiser. Nem que para isso tenha que enfraquecer seus adversários, como vem fazendo recentemente. Sorte dele, azar dos outros, que precisam se mexer para não deixar os bávaros dominarem de vez o país.

BdJNP57CEAEu3coPara finalizar, admito que estou bastante triste em ver essa geração vencedora do Borussia Dortmund se desfazendo desta forma. Götze saiu odiado, o mesmo vai acontecer com Lewandowski. Gündogan, Marco Reus e Hummels são pretendidos por gigantes europeus e duram no Westfalenstadion mais uma ou duas temporadas, no máximo. Não vai sobrar muita gente para contar história.

E o pior nessa negociação do Lewa é que ele sai de graça, sem render um tostão sequer aos cofres do BVB. Por orgulho, o clube preferiu não vender o atacante no final da temporada passada, deixando de faturar 20 milhões de euros, pelo menos.

Autor: Tags: , , , ,

sábado, 4 de janeiro de 2014 Seleção da Alemanha | 09:11

Qual foi o melhor jogador da seleção em 2013?

Compartilhe: Twitter

A DFB (Federação Alemã de Futebol) abriu votação para eleger o melhor jogador da seleção da Alemanha no ano de 2013. No total, foram 35 atletas utilizados por Joachim Löw nos 12 jogos do ano passado (contando amistosos e eliminatórias), mas somente 12 deles estão concorrendo à premiação. Os nomeados precisam ter atuado em mais de 50% das partidas – ou seja, em mais de seis duelos.

► Clique para votar no melhor jogador da seleção em 2013

Seleção da AlemanhaCom essa regra, alguns nomes de peso ficaram de fora do pleito, como Mario Götze, Marcell Schmelzer, Lars Bender, Max Kruse (seis jogos cada), Mats Hummels, Marco Reus, Lukas Podolski (cinco), Miroslav Klose, Ilkay Gündogan (quatro) e Bastian Schweinsteiger (três).

Os indicados sãoPer Mertesacker, Andre Schürrle (dez jogos cada), Philipp Lahm, Mesut Özil, Thomas Müller (nove), Manuel Neuer, Sami Khedira, Jerome Boateng, Benedikt Höwedes, Marcell Jansen (oito), Toni Kroos e Julian Draxler (sete).

Fiquei em dúvida entre Müller, Kroos e Özil, mas escolhi o atacante do Bayern de Munique. E você? Para votar, é só CLICAR AQUI. Vale lembrar que a eleição acontece só até o próximo dia 8 de janeiro, às 11h (horário de Brasília), quando a DFB encerra a votação online.

=)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014 Bundesliga | 11:10

Números e estatísticas do 1º turno da Bundesliga

Compartilhe: Twitter

Logo da Bundesliga

Antes de mais nada, um feliz ano novo e excelente começo de 2014 para todos os leitores do Blog do Alemão. Como todo mundo sabe, a Bundesliga volta só no dia 24 de janeiro. E já que falta bastante tempo, acho que ainda dá para falar um pouquinho sobre o primeiro turno do campeonato, né? Alguns números e estatísticas interessantes que marcaram a primeira metade do torneio.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Foram 152 jogos (ainda falta Stuttgart x Bayern, que acontece no fim do mês), com 486 gols marcados – o equivalente a uma média de 3,2 gols por partida. Essa é a melhor marca desde a temporada 1986/1987, quando a Bundesliga registrou uma média de 3,23 gols por jogo.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

46,7% dos times que atuaram em casa venceram – ou seja, 71 vitórias de mandantes -, enquanto os visitantes conquistaram 30,3% dos triunfos no primeiro turno – 46 vitórias. Outros 35 duelos terminaram empatados, o que significa 23% do total de partidas.

Confira outros números da primeira metade do Alemão:

Gols

Vedad Ibisevic– Resultado mais comum: 1 a 1  (15 vezes)

– 4 jogos tiveram 8 gols: Stuttgart 6 x 2 Hoffenheim, Borussia Dortmund 6 x 2 Hamburgo, Bayer Leverkusen 5 x 3 Hamburgo e Hoffenheim 4 x 4 Werder Bremen

– Dois times ainda não fizeram gol de pênalti: Nuremberg e Freiburg

– Os times que mais fizeram gols de pênalti foram Hoffenheim e Borussia Dortmund: 6 cada um

– Werder Bremen, Schalke, Borussia M’gladbach e Frankfurt foram os que mais fizeram gols-contra: 2 cada um

– Braunschweig é o único time que ainda não fez gols nos 15 minutos iniciais

– Já o Stuttgart é a equipe que mais faz gols nos 15 primeiros minutos: foram 8

– Bayern de Munique e Schalke são os times que mais fizeram gols nos 15 minutos finais: 9 cada um

– No quesito gols sofridos, o Bayer Leverkusen é o único time que não foi vazado nos primeiros 15 minutos dos jogos

– Enquanto isso, Hoffenheim, Frankfurt, Werder e Freiburg já levaram 5 gols nos 15 minutos iniciais

– Todas as equipes levaram gols nos 15 minutos finais, mas Nuremberg, Braunschweig e Mainz lideram essa estatística: 9 gols levados cada

– Cinco jogadores fizeram um “hat-trick” no primeiro turno: Lewandowski e Aubameyang (Dortmund), Son (Leverkusen), Lasogga (Hertha Berlim) e Ibisevic (Stuttgart)

– O jogador que mais fez gols entrando no decorrer dos jogos foi Choupo-Moting, do Mainz: 4 gols

Adrian Ramos (Hertha) foi o jogador que mais fez gols que garantiram vitórias: 3 gols

Disciplina

hannover– Foram 34 jogadores expulsos no primeiro turno

– Os árbitros mostraram o cartão amarelo 561 vezes

– Hannover é o time que mais levou cartões amarelos: 43 no total

– Bayern de Munique e Borussia Dortmund são os que menos levaram amarelos: 21 cada um

– Hannover, Wolfsburg e Freiburg lideram a estatística de cartões vermelhos: 4 para cada time

– O meia Granit Xhaka, do Borussia M’gladbach, é o jogador mais indisciplinado: 8 cartões amarelos

– Três jogadores levaram 2 cartões vermelhos: Luiz Gustavo (Wolfsburg), Höwedes (Schalke) e Perthel (Braunschweig)

– O árbitro que mais deu cartões amarelos foi Marco Fritz: 36 vezes

– Já os juízes Bastian Dankert e Tobias Stieler foram os que mais deram cartões vermelhos: 5 cada um

Desempenho

stegen– Dez jogadores atuaram em todos os 1530 minutos de todos os jogos do primeiro turno: Oliver Baumann e Matthias Ginter (Freiburg), Callsen-Bracker e Daniel Baier (Augsburg), Tony Jantschke e Marc-André Ter Stegen (Borussia M’gladbach), Ron-Robert Zieler (Hannover), Raphael Schäfer (Nuremberg), Bernd Leno (Bayer Leverkusen), Fabian Lustenberger (Hertha Berlim)

– O atleta reserva mais vezes utilizado foi Branimir Hrgota, do Borussia M’gladbach, que entrou 15 vezes no decorrer dos jogos

– Borussia Dortmund e Bayern de Munique são os únicos times que ainda não empataram em casa

– Bayer Leverkusen e Hannover são os únicos times que ainda não empataram fora de casa

– Frankfurt e Nuremberg ainda não venceram em casa

– Hannover e Nuremberg ainda não venceram fora de casa

– Hannover é o único time que perdeu todos os seus jogos fora de casa: foram 8

– A equipe que mais perdeu em casa foi o Braunschweig, com 6 derrotas

– Borussia M’gladbach e o invicto Bayern de Munique são os únicos que ainda não perderam em casa

Autor: Tags:

sábado, 21 de dezembro de 2013 Bundesliga, Mundial de Clubes | 19:19

Bayern é campeão mundial! E campeão alemão também

Compartilhe: Twitter

bayern

Como era de se esperar, o Bayern de Munique é o campeão mundial de 2013. Neste sábado, o time alemão não teve a menor dificuldade para fazer 2 a 0 no Raja Casablanca e levantar a sua 5ª taça no ano, fechando a temporada mais vencedora da história do clube – além da conquista no Marrocos, os Bávaros levaram também a Champions League, a Bundesliga, a Copa da Alemanha e a Supercopa da Europa. Só tropeçou mesmo na Supercopa da Alemanha, perdendo a final contra Borussia Dortmund.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

E o Bayern abriu o placar logo no começo da partida em Marrakech. Aos sete minutos, após cobrança de escanteio, Boateng cacebeou para o meio da área e encontrou o brasileiro Dante livre, sem marcação. Em posição legal, o zagueirão dominou e soltou a bomba para estufar as redes do adversário. Aos 22, boa jogada de Alaba, que só rolou para Thiago Alcântara colocar no canto esquerdo do goleirão marroquino.

mullerO único lance de perigo dos anfitriões aconteceu numa bobeira do goleiro Neuer, que deu um chutão errado para o ataque e quase permitiu o tento do Raja.

A etapa final foi um pouco diferente, já que o Bayern tirou o pé do acelerador, mostrou até um certo desinteresse na partida e ainda viu o Raja frequentar mais o seu campo de defesa. Mesmo assim, a partida continuou bastante tranquila para os germânicos. Na melhor oportunidade, Shaqiri perdeu uma chance incrível para ampliar, finalizando no travessão já dentro da pequena área.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Nos minutos finais, os marroquinos quase diminuíram em mais uma lambança da defesa bávara. Dante saiu jogando errado e Mabide saiu cara a cara com Neuer, mas o atacante chutou em cima do arqueiro alemão. No rebote, Moutaouali, livre, desperdiçou a excelente chance finalizando por cima do gol. Depois, Neuer fez outra boa intervenção em contra-ataque rápido puxado pelos donos da casa. Enfim. O “Super Bayern” levou mais uma.

E por que o “campeão alemão” lá no título do post?

bvbNeste sábado aconteceu também a 17ª rodada da Bundesliga, a última do primeiro turno. E os dois principais concorrentes do Bayern de Munique foram derrotados. Jogando fora de casa, o segundo colocado Bayer Leverkusen perdeu do Werder Bremen, enquanto o Borussia Dortmund levou uma virada incrível do Hertha Berlim, em pleno Westfalenstadion.

Com um jogo a menos e invictos, os Bávaros continuam com sete pontos de vantagem na liderança – 44 a 37, do Leverkusen. Considero quase impossível o título escapar do Bayern.

E o Borussia Dortmund, com 32 pontos, perdeu a terceira colocação para o xará de M’gladbach, que empatou em casa com o Wolfsburg e ultrapassou os aurinegros em um ponto. Lembrando que o duelo desta rodada do Bayern contra o Stuttgart foi adiado para 29 de janeiro de 2014.

O fim de semana marcou também um recorde negativo do Nuremberg, que empatou sem gols com o Schalke, em casa, e se transformou na primeira equipe de toda história do futebol alemão que fecha o primeiro turno sem uma única vitória. Foram 11 empates e seis derrotas. Que fase!

Bundesliga agora só no dia 24 de janeiro de 2014, uma sexta-feira. Vamos para a pausa de inverno.

Confira os resultados da 17ª rodada da Bundesliga:

Sexta, 20 de dezembro
Eintracht Frankfurt 1 x 1 Augsburg

Sábado, 21 de dezembro
Borussia Dortmund 1 x 2 Hertha Berlim
Braunschweig 1 x 0 Hoffenheim
Freiburg 2 x 1 Hannover
Hamburgo 2 x 3 Mainz
Werder Bremen 1 x 0 Bayer Leverkusen
Nuremberg 0 x 0 Schalke

Domingo, 22 de dezembro
Borussia M’gladbach 2 x 2 Wolfsburg

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013 Bundesliga | 11:40

Prognósticos da última rodada do 1º turno

Compartilhe: Twitter

Nesta sexta-feira começa a 17ª e última rodada do primeiro turno do Campeonato Alemão. Depois dos jogos deste final de semana, a Bundesliga só volta no dia 24 de janeiro do ano que vem, após a tradicional pausa de inverno. E como o líder Bayern de Munique joga a final do Mundial de Clubes no sábado, contra o Raja Casablanca, obviamente que não entra em campo pelo torneio nacional – o duelo desta rodada contra o Stuttgart foi adiado para 29 de janeiro de 2014.

Confira a programação e os palpites da rodada:

Sexta, 20 de dezembro
Eintracht Frankfurt 1 x 0 Augsburg (17h30 – ESPN)

Sábado, 21 de dezembro
Borussia Dortmund 2 x 1 Hertha Berlim (12h30 – ESPN)
Braunschweig 1 x 1 Hoffenheim
Freiburg 2 x 2 Hannover
Hamburgo 3 x 1 Mainz
Werder Bremen 2 x 3 Bayer Leverkusen
Nuremberg 2 x 4 Schalke (15h30 – ESPN)

Domingo, 22 de dezembro
Borussia M’gladbach 2 x 2 Wolfsburg (12h30 – ESPN +)

Logo da Bundesliga

Autor: Tags: , ,

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013 Liga dos Campeões, Mundial de Clubes | 11:52

Bayern busca título mundial com recorde de Pizarro

Compartilhe: Twitter

Depois de alguns dias de recesso, o Blog do Alemão está de volta. E volta com o Bayern de Munique classificado para a grande final do Mundial de Clubes da Fifa depois da tranquila vitória por 3 a 0 diante do Guangzhou Evergrande, da China, na semifinal da competição – gols de Ribéry, Mandzukic e Götze. Foi em ritmo de treino.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

bayern1Aliás, já dá para cravar o time alemão como campeão mundial lá no Marrocos, hein? Claro que dá. Isso porque o adversário dos Bávaros na decisão de sábado será o surpreendente Raja Casablanca, que eliminou o Atlético-MG vencendo por 3 a 1, nesta quarta-feira. Mesmo jogando em casa, um triunfo do time marroquino na final seria uma das maiores zebras da história do futebol.

Se o título do Bayern de Munique for confirmado, o atacante Claudio Pizarro entrará para um seleto grupo de jogadores que já venceram a Copa Intercontinental, quando apenas equipes sul-americanas e europeias disputavam um jogo único no Japão, e o atual Mundial de Clubes organizado pela Fifa, formato que existe desde 2005. Lembrando que o peruano era titular do Bayern campeão mundial de 2001, sobre o Boca Juniors.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Antes dele, o argentino Tevez foi campeão com o Boca Juniors em 2003 e com o Manchester United em 2008, o compatriota Cambiasso triunfou como Real Madrid em 2002 e com a Inter de Milão em 2010, o ex-lateral brasileiro Cafu venceu com o São Paulo em 1992 e 1993 e depois com o Milan em 2007, o goleiro Rogério Ceni também foi campeão pelo São Paulo em 1993 e voltou a levantar a taça em 2005, além do holandês Seedorf, que levou os títulos pelo Real Madrid, em 1998, e pelo Milan, em 2007.

O que mais aconteceu quando o blog esteve de férias?

gorsskreutzAh sim, os quatro times alemães se classificaram para as oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, mostrando a força da Bundesliga. O Bayern perdeu no Manchester City em casa na rodada final, mas garantiu a primeira colocação do grupo.

Bayer Leverkusen e Schalke venceram Real Sociedad e Basel e também avançaram, mas como vice-líderes. Já o Borussia Dortmund estava sendo eliminado atá os 42 minutos do segundo tempo do jogo contra o Olympique de Marselha, mas um gol de Grosskreutz selou o triunfo aurinegro fora de casa e a vaga garantida como líder da chave.

O mata-mata ficou assim para os germânicos:

18/02/2014 e 12/03/2014
Bayer Leverkusen-ALE x PSG-FRA

19/02/2014 e 11/03/2014
Bayern de Munique-ALE x Arsenal-ING

25/02/2014 e 19/03/2014
Borussia Dortmund-ALE x Zenit-RUS

26/02/2014 e 18/03/2014
Schalke-ALE x Real Madrid-ESP

O Borussia Dortmund se deu muito bem, deve avançar com certa facilidade. O Bayern de Munique também tem grandes chances de seguir às quartas de final, mas vale lembrar que na temporada passada o Arsenal quase eliminou os Bávaros dentro da Allianz Arena vencendo por 2 a 0. Apesar do favoritismo, o time de Munique não terá vida fácil contra os ingleses.

Contra os franceses do PSG, vejo o Bayer Leverkusen com alguma possibilidade – talvez 65% a 35% a favor dos franceses. Se os Leões vencerem o primeiro jogo em casa, independente do placar, acredito que possam avançar para a próxima fase. Já o Schalke, contra o Real Madrid, é zebra total. Os Azuis-Reais devem até perder os dois jogos, tanto em Gelsenkirchen como na Espanha.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

sábado, 7 de dezembro de 2013 Copa do Mundo, Seleção da Alemanha | 20:09

Seleção alemã com sotaque nordestino

Compartilhe: Twitter

Como muitos devem saber, este blogueiro que vos escreve está viajando de férias. Mesmo assim, consegui um tempinho para escrever algumas linhas sobre a seleção da Alemanha, que conheceu seus adversários na fase de grupos da Copa do Mundo de 2014: Gana, Estados Unidos e Portugal.

Grupo G

16 de junho, às 13h (de Brasília): Alemanha x Portugal – Fonte Nova, em Salvador
21 de junho, às 16h (de Brasília): Alemanha x Gana – Castelão, em Fortaleza
26 de junho, às 13h (de Brasília): Alemanha x EUA – Arena Pernambuco, em Recife

sorteioAchei um grupo chato demais, complicado de se passar. Obviamente que confio na classificação, mas serão partidas duríssimas. Contra Gana, por exemplo, na Copa de 2010, a Nationalelf penou para vencer por 1 a 0, gol de Özil. Os irmãos Boateng – Jerome, do Bayern, e Kevin-Prince, do Schalke – vão se reencontrar mais uma vez em Mundiais. Aliás, diante dos africanos, a Alemanha tem dois jogos e duas vitórias conquistadas na história.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Já contra os portugueses, rivais da estreia, são 17 partidas ao longo dos anos, com nove vitórias alemãs, cinco empates e outros três triunfos lusos. Se por um lado Portugal não tem um time considerado muito forte, possui em seu elenco “só” o astro Cristiano Ronaldo, o melhor jogador do mundo na minha visão. Não pode vacilar.

Fechando a participação na chave G, o duelo será contra os Estados Unidos. A seleção norte-americana é comandada por Jürgen Klinsmann, técnico que dirigiu a Alemanha na Copa de 2006, e vem crescendo de produção com o passar do tempo. Talvez seja o país que mais esteja em evolução nas últimas décadas, desde quando sediou o evento em 1994. No histórico, são nove jogos, com seis vitórias alemãs e três dos EUA.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

E os jogos no Nordeste? A princípio achei que poderia ser um fator negativo para a Alemanha. E até é, já que os atletas não estão acostumados a atuar com tanto calor assim. Mas é ruim para alemães, portugueses, norte-americanos e ganeses. Mesmo o país africano sendo de clima tropical, assim como no Brasil, todos os seus atletas atuam na Europa. Está igual para todo mundo.

Acompanhei o sorteio dos grupos aqui da Europa e os jornais alemães também consideram a chave G bastante forte. E todas as publicações aqui de Munique, pelo menos, comemoraram o fato de os jogos acontecerem às 18h (contra Portugal e EUA) e às 21h (contra Gana) no horário daqui. Por falar em seleção alemã, parece que a camisa número 2 para o Mundial será mesmo naquele modelo rubro-negro, parecido com o uniforme do Flamengo. A imagem já está circulando pela internet.

alemanha

aaaaaaa

Autor: Tags: , , ,

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 Bundesliga, Vídeos | 11:00

Deu a lógica na rodada dos ‘dobletes’

Compartilhe: Twitter

Deu a lógica na 14ª rodada da Bundesliga, com os cinco primeiros colocados vencendo e nenhum outro resultado fora do comum. E teve muito jogador marcando dois gols, o famoso “doblete”. Na ponta da tabela, o Bayern de Munique derrotou o lanterna Braunschweig por 2 a 0, dois gols de Robben, enquanto o vice-líder Bayer Leverkusen não teve dificuldades para fazer 3 a 0 no Nuremberg, na BayArena, com dois gols do sul-coreano Son. Os Bávaros seguem com quatro pontos de vantagem sobre os Leões.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Farfán fez dois para o Schalke

Farfán fez dois para o Schalke

O terceiro colocado Borussia Dortmund teve uma parada mais difícil diante do Mainz, fora de casa, mas conseguiu uma boa vitória por 3 a 1. O atacante Lewandowski fez dois gols. Quem também anotou duas vezes foi o peruano Jefferson Farfán, no triunfo por 3 a 0 do Schalke contra o Stuttgart, na Veltins Arena, em Gelsenkirchen. Os Azuis-Reais estão em quinto.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Na quarta colocação aparece o surpreendente Borussia M’gladbach, que venceu mais uma vez no Alemão. O meia-atacante brasileiro Raffael fez o único gol da partida e foi o herói do triunfo por 1 a 0 sobre o Freiburg, no Borussia Park. Os Potros estão três pontos atrás do xará Dortmund e 1o distantes do líder Bayern de Munique.

O jogo mais espetacular da rodada aconteceu em Sinsheim, casa do Hoffenheim. Salihovic marcou dois de pênalti e abriu 2 a 0 para os donos da casa, mas o Werder Bremen buscou a igualdade ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o Hoffe marcou outros dois tentos, ficando em vantagem novamente. Porém, os Papagaios não desistiram e deixaram tudo igual mais uma vez, com direito a gol aos 46 minutos do segundo tempo. No final das contas, empate eletrizante por 4 a 4.

Confira os 5 gols mais bonitos do fim de semana:

Confira os resultados da 14ª rodada:

Sexta, 29 de novembro
Wolfsburg 1 x 1 Hamburgo

Sábado, 30 de novembro
Bayern de Munique 2 x 0 Braunschweig
Bayer Leverkusen 3 x 0 Nuremberg
Hoffenheim 4 x 4 Werder Bremen
Mainz 1 x 3 Borussia Dortmund
Hertha Berlim 0 x 0 Augsburg
Schalke 3 x 0 Stuttgart

Domingo, 1º de dezembro
Hannover 2 x 0 Eintracht Frankfurt
Borussia M’gladbach 1 x 0 Freiburg

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. 10
  8. 20
  9. 30
  10. Última