Publicidade

Posts com a Tag Arjen Robben

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 Bundesliga, Vídeos | 11:00

Deu a lógica na rodada dos ‘dobletes’

Compartilhe: Twitter

Deu a lógica na 14ª rodada da Bundesliga, com os cinco primeiros colocados vencendo e nenhum outro resultado fora do comum. E teve muito jogador marcando dois gols, o famoso “doblete”. Na ponta da tabela, o Bayern de Munique derrotou o lanterna Braunschweig por 2 a 0, dois gols de Robben, enquanto o vice-líder Bayer Leverkusen não teve dificuldades para fazer 3 a 0 no Nuremberg, na BayArena, com dois gols do sul-coreano Son. Os Bávaros seguem com quatro pontos de vantagem sobre os Leões.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Farfán fez dois para o Schalke

Farfán fez dois para o Schalke

O terceiro colocado Borussia Dortmund teve uma parada mais difícil diante do Mainz, fora de casa, mas conseguiu uma boa vitória por 3 a 1. O atacante Lewandowski fez dois gols. Quem também anotou duas vezes foi o peruano Jefferson Farfán, no triunfo por 3 a 0 do Schalke contra o Stuttgart, na Veltins Arena, em Gelsenkirchen. Os Azuis-Reais estão em quinto.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Na quarta colocação aparece o surpreendente Borussia M’gladbach, que venceu mais uma vez no Alemão. O meia-atacante brasileiro Raffael fez o único gol da partida e foi o herói do triunfo por 1 a 0 sobre o Freiburg, no Borussia Park. Os Potros estão três pontos atrás do xará Dortmund e 1o distantes do líder Bayern de Munique.

O jogo mais espetacular da rodada aconteceu em Sinsheim, casa do Hoffenheim. Salihovic marcou dois de pênalti e abriu 2 a 0 para os donos da casa, mas o Werder Bremen buscou a igualdade ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o Hoffe marcou outros dois tentos, ficando em vantagem novamente. Porém, os Papagaios não desistiram e deixaram tudo igual mais uma vez, com direito a gol aos 46 minutos do segundo tempo. No final das contas, empate eletrizante por 4 a 4.

Confira os 5 gols mais bonitos do fim de semana:

Confira os resultados da 14ª rodada:

Sexta, 29 de novembro
Wolfsburg 1 x 1 Hamburgo

Sábado, 30 de novembro
Bayern de Munique 2 x 0 Braunschweig
Bayer Leverkusen 3 x 0 Nuremberg
Hoffenheim 4 x 4 Werder Bremen
Mainz 1 x 3 Borussia Dortmund
Hertha Berlim 0 x 0 Augsburg
Schalke 3 x 0 Stuttgart

Domingo, 1º de dezembro
Hannover 2 x 0 Eintracht Frankfurt
Borussia M’gladbach 1 x 0 Freiburg

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 17 de setembro de 2013 Liga dos Campeões | 17:37

Bayern atropela, Bayer apanha

Compartilhe: Twitter

Atual campeão da Champions League, o Bayern de Munique estreou na competição com uma vitória tranquila diante do CSKA Moscou, na Allianz Arena: 3 a 0. Guardiola preferiu deixar Schweinsteiger no banco – ele está sem ritmo de jogo -, escalando Rafinha na lateral direita e Lahm como volante. Lembrando que Martinez e Thiago Alcântara estão machucados.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

No primeiro tempo, logo aos três minutos, Alaba cobrou falta de muito longe e abriu o placar para os alemães. O goleirão russo ainda deu uma ajudinha no lance. Depois de perder algumas boas chances e priorizar a posse de bola, o Bayern ampliou aos 41. Robben cobrou falta na área e Mandzukic, impedido, cabeceou para deixar sua marca.

Mesmo adotando um ritmo bem mais cadenciado no segundo tempo, o Bayern chegou ao terceiro gol com Robben. O holandês recebeu um passe açucarado de Alaba, dominou e fuzilou a rede russa. Isso aos 23 minutos. Depois foi só cozinhar e administrar o placar, sem levar sustos.

No outro jogo do grupo D, o Manchester City foi até a República Tcheca e enfiou 3 a 0 no Viktoria Plzen.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Já o Bayer Leverkusen teve uma estreia bem mais complicada na Liga dos Campeões e foi goleado. Contra o poderoso Manchester United, na Inglaterra, os Leões perderam por 4 a 2, começando mal sua caminhada no torneio. Na primeira etapa, os donos da casa foram bastante superiores e levaram para o intervalo a vantagem de um gol, tento anotado pelo atacante Rooney.

No segundo tempo, o Leverkusen voltou melhor e buscou o empate com um belo gol de Rolfes, após boa jogada do sul-coreano Son. Depois, duas bobeiras decidiram o placar a favor dos ingleses. Van Persie acertou um voleio de dentro da área, o goleiro Leno falhou e o Manchester voltou a ficar na frente do marcador. Minutos mais tarde, a zaga germânica bateu cabeça e Rooney ficou livre para anotar o terceiro.

O Bayer Leverkusen se lançou ao ataque tentando diminuir o prejuízo e levou o quarto gol num contra-ataque mortal do United. Rooney tocou para Valencia, que soltou a bomba no canto de Leno. No final da partida, aos 43 minutos, o zagueirão Toprak marcou o segundo dos Leões, decretando o placar.

O grupo A ainda teve a Real Sociedad perdendo na Espanha para o Shakhtar Donetsk, 2 a 0.

Nesta quarta-feira tem mais Alemanha em campo pela Champions. Em Gelsenkirchen, o Schalke recebe o Steaua Bucareste, enquanto o Borussia Dortmund vai até a Itália duelar com o perigoso Napoli.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 Bundesliga, Vídeos | 10:57

Fim de semana de expulsões e técnico demitido

Compartilhe: Twitter

Höwedes, do Schalke, foi um dos expulsos

Como de costume, a 3ª rodada foi recheada de gols na Bundesliga – foram 26 nos nove jogos, o que dá uma média de quase três por partida -, mas também foi um final de semana de muitas expulsões. Nada menos do que oito jogadores levaram o cartão vermelho, algo bastante incomum no futebol alemão.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Entre os punidos está o brasileiro Luiz Gustavo, que recebeu dois amarelos e o consequente vermelho na derrota do Wolfsburg diante do Mainz. Aliás, o 05 é um dos quatro times com campanha 100% até aqui, ao lado de Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen.

Schalke e Hoffenheim tiveram dois expulsos cada. Os Azuis-Reais perderam Höwedes logo no começo da partida contra o Hannover – ele era o último homem e cometeu a infração – e o duelo fora de casa por 2 a 1. Fuchs também foi expulso, enquanto Huszti levou o vermelho pelo lado do Hannover.

Dos expulsos na rodada, a punição mais besta talvez tenha sido a do meia Salihovic, do Hoffenheim. Ele marcou gol de pênalti aos 9 minutos do jogo contra o Freiburg, foi pegar a bola no fundo das redes, acertou um tapa na cara de Schuster sem o menor sentido e foi para o chuveiro mais cedo. No Freiburg, Mehmedi e Coquelin foram expulsos por faltas duras. E o jogo terminou em 3 a 3.

Veja o lance de Salihovic:

A última expulsão da rodada foi de Traoré, na derrota do Stuttgart por 2 a 1 diante do Augsburg, fora de casa. Ainda sem pontuar no Campeonato Alemão, os Schwaben anunciaram a demissão do técnico Bruno Labbadia após o duelo. O clube, aliás, já oficializou Thomas Schneider como novo treinador. Ele estava trabalhando no time juvenil do Stuttgart.

Bom, agora falando de bola na rede, Bayern de Munique e Borussia Dortmund sofreram para vencer em casa. Na Allianz Arena, a dupla “Robbery” roubou a cena e garantiu a vitória do Bayern no clássico da Baviera contra o Nuremberg. Ribéry abriu o placar no segundo tempo, e Robben fechou o resultado com um golaço. Já o BVB contou com um gol isolado de Lewandowski para bater o Werder Bremen.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Quem também está fazendo bonito na temporada é o Bayer Leverkusen. Mais uma vitória convincente, dessa vez sobre o Borussia M’gladbach, por 4 a 2, com dois gols do ótimo Sidney Sam e um de Kiessling. Esse faz gol toda rodada, desde a temporada passada.

Confira os resultados da 3ª rodada:

Sexta, 23 de agosto
Borussia Dortmund 1 x 0 Werder Bremen

Sábado, 24 de agosto
Bayern de Munique 2 x 0 Nuremberg
Bayer Leverkusen 4 x 2 Borussia M’gladbach
Hannover 2 x 1 Schalke
Hoffenheim 3 x 3 Freiburg
Mainz 2 x 0 Wolfsburg
Hertha Berlim 1 x 0 Hamburgo

Domingo, 25 de agosto
Braunschweig 0 x 2 Frankfurt
Augsburg 2 x 1 Stuttgart

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 29 de julho de 2013 Eurocopa, Futebol feminino, Supercopa da Alemanha | 09:15

Os campeões do final de semana

Compartilhe: Twitter

Há alguns dias perguntei aqui no blog qual time poderia parar o Bayern de Munique nesta temporada. E a pergunta já está respondida. Neste sábado, o Borussia Dortmund não tomou conhecimento do atual campeão alemão e da Champions League e enfiou 4 a 2 na decisão da Supercopa da Alemanha, no Westfalenstadion.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Os Amarelos entraram em campo com praticamente a mesma equipe da final da Liga dos Campeões, tendo apenas uma alteração. Piszczek, machucado, deu lugar a Sahin – com isso, Grosskreutz atuou como lateral direito. Já os Bávaros não tiveram Ribéry e Neuer, ambos com lesão muscular, Martínez, ainda sem ritmo de jogo, enquanto Dante e Schweinsteiger começaram no banco de reservas.

Com muito mais vontade, o Borussia Dortmund abriu o placar logo no começo do duelo. Marco Reus aproveitou uma falha incrível do goleiro Tom Starke e anotou de cabeça. Minutos mais tarde, o arqueiro fez uma linda defesa num chute à queima-roupa de Lewandowski, se redimindo do erro.

No segundo tempo, o Bayern voltou um pouco melhor e buscou o empate com Robben, também de cabeça.Mas não deu nem tempo para os Bávaros comemorarem a igualdade e os donos da casa voltaram a ficar na frente do placar. Gündogan avançou pela intermediária, cruzou na área e Van Buyten marcou contra. Na sequência, o mesmo Gündogan fez linda jogada e marcou um golaço, deixando o BVB bem próximo do título.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Para colocar fogo na partida, Robben apareceu de novo e, num passe de Lahm, girou dentro da grande área e anotou seu segundo gol no duelo, confirmando a fama de carrasco do Dortmund. Só que dessa vez, o título não ficou com o Bayern, que ainda levou o quarto gol no final. Lewandowski encontrou Aubameyang livre, o atacante avançou e só rolou para Reus decretar o resultado final.

Obviamente que Guardiola ainda está tentando deixar o Bayern de Munique com a sua cara, mas o time fica muito desprotegido com Thiago Alcântara atuando na frente da zaga. No Barcelona, o filho do Mazinho sempre jogou como meia de criação, mais avançado, chegando forte no ataque. Pep tem que ver isso aí.

Dante começou no banco e entrou aos 40 do 2º tempo, na vaga de Kroos. E o brasileiro entrou com a função de atacar, jogando lá na frente, ao lado de Pizarro, que havia entrado na vaga de Manduzkic. Não deu muito certo.

A título foi ótimo para o Borussia Dortmund, claro, mas foi bom também para o futebol alemão. O triunfo dos Amarelos mostra que a temporada da Bundesliga não será necessariamente um passeio do Bayern, como muitos imaginam. Os Bávaros iniciam a temporada como favoritos, não poderia ser diferente, mas o próprio BVB mostrou que segue forte e outras equipes também querem atrapalhar o reinado do time de Munique.
_____________________________________________________________________________

Não foi só o Borussia Dortmund que levantou taça neste final de semana. As meninas da seleção alemã também comemoraram após a suada vitória por 1 a 0 diante da Noruega na grande decisão da Euro feminina de 2013. O gol do título foi anotado pela atacante Mittag, no começo do 2º tempo.

O título europeu foi o 8º da Alemanha e o 6º de maneira consecutiva, confirmando a hegemonia germânica no continente entre as mulheres. A campanha alemã na competição teve seis jogos, com quatro vitórias, um empate e uma derrota – revés sofrida justamente diante das norueguesas, na fase de grupos.

Autor: Tags: , , , , , ,

quarta-feira, 1 de maio de 2013 Liga dos Campeões | 17:33

Bayern humilha o Barcelona e confirma a final alemã

Compartilhe: Twitter

A primeira final alemã na Champions League está confirmadíssima. E foi em grande estilo, com uma verdadeira humilhação bávara dentro do Camp Nou. Nesta quarta-feira, o Bayern de Munique voltou a derrotar o Barcelona, dessa vez por 3 a 0 (7 a 0 no agregado), e se garantiu na decisão do torneio contra o compatriota Borussia Dortmund, que eliminou o Real Madrid.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Antes do duelo, uma surpresa na escalação dos dois times. O técnico Jupp Heynckes preferiu deixar o defensor Dante na reserva, escalando Van Buyten ao lado de Boateng na zaga. O brasileiro, além de estar pendurado pelo acúmulo de cartões, pegou uma gripe no começo da semana e ainda não havia se recuperado totalmente. O Barcelona, por sua vez, não teve Messi entre os titulares – o argentino também começou no banco e sequer entrou na partida.

Sem o camisa 10, ficou mais fácil.

O Bayern levou alguns sustos na primeira etapa, mas fez uma primeira metade de jogo bem tranquila. A equipe não se intimidou e conseguiu segurar bem o Barcelona. O goleiro Neuer teve que trabalhar em chutes de longa distâcia de Pedro e Adriano, ambos defendidos sem dificuldades, e ainda viu Xavi mandar por cima uma finalização à queima roupa, na entrada da pequena área.

Já o ataque bávaro não funcionou como de costume. Ribéry e Manzdukic se preocuparam mais em marcar e fecharam bem o lado esquerdo defensivo da equipe. Os principais lances de perigo aconteceram com Robben, que puxou um contra-ataque rápido e foi travado na hora de fazer o drible na área, e depois com Lahm. O lateral recebeu bom passe de calcanhar de Schweinsteiger e demorou para chutar, permitindo a recuperação do adversário.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

No começo do segundo tempo, logo aos três minutos, o time alemão pregou de vez o caixão do Barça. Após lançamento primoroso de Alaba da esquerda para a direita, Robben recebeu na ponta, avançou para área, fez sua jogada característica, limpando o lance para o meio, e mandou colocado no canto de Valdés. Um golaço do holandês.

Robben chuta para marcar o primeiro do Bayern

Com o Barcelona praticamente entregue, o Bayern não quis nem saber de administrar a monstruosa vantagem e buscou mais gols. Aos 27 minutos, Luiz Gustavo, que entrou no 2º tempo, encontrou Ribéry na esquerda, o francês tentou cruzar para Mandzukic, mas o zagueiro Piqué, um dos melhores dos espanhóis em campo, jogou contra a própria meta. Quatro minutos mais tarde, Ribéry fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Thomas Müller cabecear e anotar o terceiro gol.

Bayern é insaciável, uma máquina de fazer gols. Deu até para ouvir a torcida alemã gritando “olé” dentro da casa do adversário. Uma coisa impensável nesta temporada. Atuações destacadas de Robben, Ribéry, Martínez, Alaba, Schweinsteiger e Müller. Na verdade, o time todo esteve bem, mas esses se sobressaíram.

Então, ficamos combinado assim. Encontro marcado na Inglaterra, em 25 de maio. E quem vence? Bayern de Munique? Borussia Dortmund? Vai ser bonito demais ver o lendário estádio de Wembley colorido de vermelho e amarelo. Isso é Alemanha, amigo.

Vale lembrar que no próximo sábado os dois clubes se enfrentam pela 32ª rodada da Bundesliga, em Dortmund. Provavelmente com os reservas.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 23 de abril de 2013 Liga dos Campeões | 17:52

Dia perfeito para o Bayern: Götze e goleada histórica

Compartilhe: Twitter

Que dia para o torcedor do Bayern de Munique, hein? Antes de falar sobre a goleada acachapante por 4 a 0 diante do Barcelona, no jogo de ida da semifinal da Champions League, um rápido pitaco sobre a bombástica contratação de Mario Götze, confirmada na manhã desta terça-feira pelo próprio clube bávaro e pelo Borussia Dortmund.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Loucura, não? Nunca se falou da ida do meio-campista para Munique e, de repente, ele está contratado. Aliás, Götze se transformou no jogador alemão mais caro da história – 37 milhões de euros -, superando o valor que o Bayern pagou para tirar Mario Gomez do Stuttgart, em 2009, que foi de 30 milhões de euros.

Duas considerações – ou questionamentos. A primeira é onde encaixar Götze no time, que já está redondo? Robben pode sair? Pode. Ribéry é especulado no PSG? É. Mas e se ambos ficarem? Guardiola vai ter que se virar para montar a equipe.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

A segunda: Por que anunciar agora, um dia antes de um jogo decisivo para o BVB? Eu vejo duas explicações. Ou é para tirar o foco sobre o presidente Uli Hoeness, que vem sendo investigado na Alemanha por sonegação fiscal, ou para desestabilizar o rival na outra semi contra o Real Madrid. Ou as duas coisas juntas.

Mas enfim.

Agora, o jogo contra o Barcelona. Que baile de bola que o Bayern deu no “melhor time do mundo” na Allianz Arena. Uma partida espetacular, impecável, praticamente perfeita de todos os jogadores. E 4 a 0 ficou pouco, cabia mais um ou dois gols ali. A vaga na final está bastante encaminhada, mas não dá pra vacilar no jogo de volta, quarta-feira que vem.

Jogando em casa, os alemães partiram para cima e logo nos primeiros minutos, Robben já havia desperdiçado uma chance cara a cara com Valdes. O primeiro gol, porém, não demorou muito para sair. Aos 25, Robben cruzou na área, Dante desviou de cabeça e Thomas Müller, na segunda trave, tocou para o fundo das redes.

No segundo tempo, no comecinho, Mario Gomez ampliou após assistência de cabeça de Müller. Vale destacar que o atacante estava levemente impedido, mas não dá para condenar o assistente e nem reclamar, até porque o Bayern teve dois pênaltis a seu favor não marcados pela arbitragem.

Aos 28 minutos, com o jogo totalmente controlado, Robben recebeu na direita, pedalou para cima de Alba e colocou no canto para marcar um lindo gol. No lance, Müller obstruiu a passagem do defensor do Barcelona e, na minha visão, fez falta. Como o juiz não marcou, segue o jogo. Aos 37, Alaba chegou até a linha de funda e tocou para Müller completar a goleada.

Como eu disse lá em cima, atuação impecável de todo time, mas dá para destacar alguns jogadores individualmente. Schweinsteiger, por exemplo, foi o senhor da partida. Tomou conta do meio de campo, marcou, desarmou, armou. Müller e Robben infernizaram a zaga espanhola, Martínez não deixou Xavi e Iniesta jogarem, assim como Lahm. Na zaga, Dante e Boateng foram seguros demais.

Talvez Ribéry tenha sido o único que jogou um pouco abaixo da expectativa. Apareceu algumas vezes no ataque, participou do quarto gol dando o passe para Alaba, mas claramente se preocupou mais em marcar. Recuou demais e conseguiu desarmar Daniel Alves muitas vezes pelo lado esquerdo. Taticamente foi bem, mas sempre esperamos mais do francês.

Classificação garantida? Quase. Não se pode menosprezar o Barça, até porque Lionel Messi estará em melhores condições na semana que vem. Neste duelo de ida, o argentino simplesmente andou em campo, totalmente sem capacidade física.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 16 de abril de 2013 Copa da Alemanha | 17:23

E segue a busca pela tríplice coroa

Compartilhe: Twitter

O Bayern de Munique já deixou bem claro que a sua prioridade é buscar a tríplice coroa. O time conquistou a Bundesliga de forma antecipada, está na semifinal da Champions League e, nesta terça-feira, garantiu uma vaga na grande final da Copa da Alemanha. Na Allianz Arena, os Bávaros receberam o Wolfsburg no jogo único da semi da DFB Pokal e atropelaram: 6 a 1.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

O técnico Jupp Heynckes mandou a campo força máxima. Apenas Ribéry, suspenso, e Alaba, com uma indisposição, não atuaram – lembrando que Kroos está machucado e não joga mais nesta temporada. Apesar do placar elástico, o duelo não foi tãããão fácil assim. O Wolfsburg até que teve uma boa atuação e incomodou bastante a defesa do Bayern e o goleiro Neuer, principalmente com Diego, Olic e Vieirinha, mas desandou nos minutos finais de jogo e levou três gols.

No primeiro tempo, Mandzukic e Robben marcaram e deixaram os anfitriões em boa vantagem no placar. Antes do intervalo, o brasileiro Diego acertou um lindo chute de fora da área e diminuiu para os visitantes. Na etapa final, Shaqiri deixou sua marca nos primeiros minutos e o Bayern só administrou a vantagem até fim, quando Mario Gomez entrou na vaga de Mandzukic e marcou mais três gols num intervalo de apenas seis minutos (aos 35, 38 e 41) para decretar a goleada.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Mario Gomez fez 3 gols em 6 minutos

Shaqiri foi o melhor em campo disparado. Além de marcar um gol, o meia-atacante suíço ainda começou a jogada do tento de Mandzukic e deu os passes para os gols de Robben e o primeiro de Mario Gomez. Por falar em Robben, o holandês também jogou demais. Fez um gol e deu assistência para outros dois.

Vale destacar também o maestro Schweinsteiger, que acertou dois belos passes para os dois últimos gols de Gomez, matador nato.

O rival do Bayern de Munique na final sai nesta quarta-feira, quando o Stuttgart recebe o Freiburg na Mercedes Benz Arena. A decisão acontece em 1º de junho, no estádio Olímpico de Berlim.

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 10 de abril de 2013 Liga dos Campeões | 17:42

Tranquilo, Bayern vence em Turim e confirma vaga

Compartilhe: Twitter

O torcedor que gosta do futebol alemão e que quase infartou na classificação milagrosa do Borussia Dortmund, na terça-feira, teve um dia calmo, bem mais calmo com o Bayern de Munique nesta quarta. O atual campeão alemão viajou até a Itália, voltou a vencer a Juventus por 2 a 0 e confirmou passagem à semifinal da Champions League. No agregado, 4 a 0.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Com a boa vantagem conquistada no duelo da semana passada, na Allianz Arena, o Bayern de Munique jogou tranquilo o primeiro tempo em Turim. Sem Kroos, o técnico Jupp Heynckes escalou Robben, deixando a equipe teoricamente mais ofensiva. Na prática, porém, o time criou pouco e as melhores chances foram um chute de fora de Alaba e um bom cruzamento para Mandzukic, que foi interceptado pela zaga italiana.

Por falar em Mandzukic, o croata levou cartão amarelo e desfalca os alemães no jogo de ida da semifinal. Vale destacar que a punição ao atacante foi completamente injusta. Chiellini acertou um chute na canela de Mandzukic e era o zagueiro quem deveria levar o cartão. Arbitragem muito fraca.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Lá atrás, Neuer não teve tanto trabalho assim nos primeiros 45 minutos. No principal lance de perigo da Juve, o meia Pirlo soltou a bomba em cobrança de falta próxima à risca da grande área e o goleirão espalmou para escanteio.

Precisando de gols, os donos da casa partiram para cima e assustaram nos primeiros minutos do segundo tempo. Depois do mini-sufoco que sofreu, o Bayern passou a segurar mais a bola e a controlar a partida de forma inteligente, chegando com perigo num lindo chute de Robben, que explodiu na trave de Buffon.

Aos 19 minutos, os gemânicos selaram de vez a classificação. Schweinsteiger cobrou falta na área, Martínez desviou com o bico da chuteira para bela defesa de Buffon, mas Mandzukic pegou o rebote e só empurrou para as redes de cabeça. No lance seguinte, os Bávaros tiveram uma ótima chance para ampliar num rápido contra-ataque armado por Robben e concluído por cima do gol por Thomas Müller.

Da metade da etapa final em diante, a partida ficou morna. A Juventus já não tinha mais ânimo e forças para buscar quatro gols, enquanto o Bayern seguiu cozinhando o jogo no toque de bola. Nos acréscimos, aos 46 minutos, Schweinsteiger avançou pela intermediária e encontrou Pizarro livre na área. O atacante peruano chutou fora do alcance do goleiro adversário para fazer 2 a 0 e pregar o caixão dos italianos.

O sorteio das semifinais será na sexta-feira que vem, dia 12 de abril, às 7h da manhã (de Brasília). O que é melhor, leitor? Um duelo entre alemães já agora ou os germânicos duelando contra os espanhóis Real Madrid e Barcelona? Acho que vai dar Dortmund x Real e Bayern x Barça. A conferir.

Autor: Tags: , , , , ,

terça-feira, 2 de abril de 2013 Liga dos Campeões | 17:37

Com gol relâmpago, Bayern abre boa vantagem

Compartilhe: Twitter

Na abertura das quartas de final da Champions League, o Bayern de Munique deu um importante passo rumo à semifinal da competição. Jogando em casa, os Bávaros fizeram 2 a 0 na Juventus – gols de Alaba e Müller – e levam uma ótima vantagem para o duelo decisivo da semana que vem, em Turim. E foi pouco, já que o time germânico perdeu muitos gols, especialmente no primeiro tempo.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Os torcedores ainda se acomodavam na Allianz Arena quando Alaba arriscou um chute de muito longe e acertou o canto esquerdo de Buffon para abrir o placar. Isso com 23 segundos de jogo. Foi o segundo tento mais rápido na história dos mata-matas da competição – o atacante Roy Makaay, também do Bayern, balançou as redes do Real Madrid aos 10 segundos, no ano de 2007.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Voltando ao jogo de 2013, o time alemão tomou conta da primeira etapa. A Juventus ficou acuada em seu campo de defesa, enquanto o Bayern perdia chance atrás de chance. Muitas delas com Robben, que começou o duelo no banco de reservas e entrou no lugar do lesionado Kroos, aos 16 minutos. Apesar das oportunidades perdidas, o holandês infernizou a zaga italiana.

Pelo lado esquerdo, Ribéry também teve uma atuação inspirada nos primeiros 45 minutos. E para não falar que a Juve foi totalmente nula na etapa inicial, os visitantes até que tentaram alguma coisa nas bolas paradas de Pirlo, mas sem assustar Neuer.

Na volta do intervalo, os anfitriões continuaram com o domínio da partida, mas sem pressionar tanto quanto no primeiro tempo. Mesmo assim, saiu o segundo gol. Aos 18 minutos, o brasileiro Luiz Gustavo arriscou de fora da área, Buffon espalmou para o lado, Mandzukic pegou o rebote e rolou para Müller só cumprimentar para o gol vazio. Vale destacar que Mandzukic estava impedido no lance. Mas como o árbitro não marcou, segue o jogo.

Depois que levou o segundo gol, a equipe italiana se soltou na partida e passou a ocupar mais o campo de ataque. Aos 24, Neuer teve que trabalhar em chute perigoso de Vidal, ex-Bayer Leverkusen, mas fez a defesa com segurança. Após o susto, o Bayern seguiu soberano e com mais volume de jogo. Mandzukic e Müller perderam ótimas oportunidades para ampliar o marcador, mas falharam nas finalizações.

E ficou nisso.

O time inteiro do Bayern jogou bem, mas, além de Ribéry e Robben, vale destacar também a segurança de Dante e Van Buyten na defesa. Os atacantes da Juventus não conseguiram passar da dupla de zaga, que fez uma partida perfeita.

Nesta quarta-feira é a vez do Borussia Dortmund entrar em campo, contra o Málaga, na Espanha. O jogo também é às 15h45 (de Brasília). Fica a nossa torcida.

Autor: Tags: , , , , ,

sábado, 30 de março de 2013 Bundesliga | 16:24

Páscoa do Bayern não tem título, mas tem chocolate

Compartilhe: Twitter

O sábado na Bundesliga começou com a vitória do Borussia Dortmund por 2 a 1 sobre o Stuttgart, na Mercedes Benz Arena, placar que impediu o título antecipado do Bayern de Munique nesta rodada. Mesmo sem a conquista matemática, o fim de semana de Páscoa foi de muita festa na Allianz Arena, com direito a chocolate e tudo mais.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Visando o duelo de terça-feira diante da Juventus pela Champions, Jupp Heynckes resolveu poupar alguns jogadores importantes no Bayern, como Ribéry, Mandzukic e Thomas Müller. E quem disse que o time ficou fraco? Muito pelo contrário. Com uma fome insaciável de gols, os Bávaros enfiaram impiedosos 9 a 2 no clássico norte-sul. Foi a pior derrota da história do Hamburgo na Bundesliga.

O destaque do jogo ficou por conta do peruano Pizarro, que marcou quatro gols – um deles de letra – e deu passe para outros dois anotados por Robben, que também voou na partida. Shaqiri, Schweinsteiger e Ribéry também balançaram as redes do pobre HSV. Bruma e Westermann fizeram os gols dos visitantes.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Com o resultado, o Bayern de Munique segue com 20 pontos de vantagem sobre o BVB e, na próxima rodada, precisa de uma vitória simples contra o Eintracht Frankfurt para, enfim, comemorar a conquista do Alemão. Se não foi neste sábado, será no próximo.

Só para não passar batido, no jogo do Dortmund, o lateral esquerdo Schmelzer quebrou o nariz e pode desfalcar o time no jogo de quarta-feira, contra o Málaga, pelas quartas da Liga dos Campeões. Grosskreutz e Bender também saíram machucados e ainda vão passar por avaliação. Hummels dificilmente volta.

No restante dos jogos, muita luta por vaga nas competições européias. O Bayer Leverkusen goleou o Fortuna Düsseldorf por 4 a 1 e se consolidou na terceira colocação, enquanto o Schalke atropelou o Hoffenheim e aparece em 4º. O Frankfurt venceu o Greuther Fürth fora e tem a mesma pontuação do Schalke, mas perde nos gols pró e ocupa a 5ª posição.

O Mainz perdeu uma ótima oportunidade de colar no S04 e no Eintracht e só empatou com o irregular Werder Bremen, em casa. Já o Freiburg fez 2 a 0 no confronto direto contra o Borussia M’gladbach e segue sonhando com um lugar na Champions, por que não? Assim como Hannover, que bateu o Augsburg fora de casa e ainda tem chances.

Foram 37 gols nos nove jogos do fim de semana, uma excelente média de 4,1 gols por partida. É claro que o Bayern ajudou bastante para esse número, mas mesmo assim foi uma rodada recheada de bola na rede.

Confira os resultados da 27ª rodada:

Sábado, 30 de março
Stuttgart 1 x 2 Borussia Dortmund
Freiburg 2 x 0 Borussia M’gladbach
Fortuna Düsseldorf 1 x 4 Bayer Leverkusen
Augsburg 0 x 2 Hannover
Mainz 1 x 1 Werder Bremen
Schalke 3 x 0 Hoffenheim
Bayern de Munique 9 x 2 Hamburgo

Domingo, 31 de março
Wolfsburg x 2 Nuremberg
Greuther Fürth x 3 Eintracht Frankfurt

Autor: Tags: , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última