Publicidade

Posts com a Tag Benedikt Howedes

sábado, 4 de janeiro de 2014 Seleção da Alemanha | 09:11

Qual foi o melhor jogador da seleção em 2013?

Compartilhe: Twitter

A DFB (Federação Alemã de Futebol) abriu votação para eleger o melhor jogador da seleção da Alemanha no ano de 2013. No total, foram 35 atletas utilizados por Joachim Löw nos 12 jogos do ano passado (contando amistosos e eliminatórias), mas somente 12 deles estão concorrendo à premiação. Os nomeados precisam ter atuado em mais de 50% das partidas – ou seja, em mais de seis duelos.

► Clique para votar no melhor jogador da seleção em 2013

Seleção da AlemanhaCom essa regra, alguns nomes de peso ficaram de fora do pleito, como Mario Götze, Marcell Schmelzer, Lars Bender, Max Kruse (seis jogos cada), Mats Hummels, Marco Reus, Lukas Podolski (cinco), Miroslav Klose, Ilkay Gündogan (quatro) e Bastian Schweinsteiger (três).

Os indicados sãoPer Mertesacker, Andre Schürrle (dez jogos cada), Philipp Lahm, Mesut Özil, Thomas Müller (nove), Manuel Neuer, Sami Khedira, Jerome Boateng, Benedikt Höwedes, Marcell Jansen (oito), Toni Kroos e Julian Draxler (sete).

Fiquei em dúvida entre Müller, Kroos e Özil, mas escolhi o atacante do Bayern de Munique. E você? Para votar, é só CLICAR AQUI. Vale lembrar que a eleição acontece só até o próximo dia 8 de janeiro, às 11h (horário de Brasília), quando a DFB encerra a votação online.

=)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 15 de novembro de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 19:13

E segue o tabu contra a Itália…

Compartilhe: Twitter
Hummels fez o gol da Alemanha e teve boa atuação contra a Itália

Hummels fez o gol da Alemanha e teve boa atuação no amistoso contra a Itália

Estreando o seu novo uniforme para Copa do Mundo de 2014, a Alemanha visitou a Itália em Milão e só empatou: 1 a 1. Já são 18 anos sem vencer os italianos, seja em amistosos ou em jogos oficiais – neste período, contando com o duelo desta sexta-feira, foram sete jogos disputados. A última vitória alemã aconteceu no longínquo mês de junho de 1995.

► Confira a agenda completa e outras informações sobre a seleção da Alemanha

Com um monte de desfalques, Joachim Löw escalou um time todo torto, todo improvisado. Não gostei. Höwedes jogou de lateral direito, Lahm foi deslocado para o meio e Götze fez a função de centroavante, revezando algumas vezes com Müller. Gripado, Özil começou no banco de reservas, com Schürrle iniciando a partida. Marco Reus também foi suplente, entrando no 2º tempo. Essa, sinceramente, eu não entendi.

O treinador também foi mal nas alterações no segundo tempo. Os irmãos Lars e Sven Bender entraram nas vagas de Khedira e Müller, deixando o meio de campo congestionado. Daria para colocar Kruse no comando de ataque, ou até mesmo testar Draxler ou Sidney Sam, soltando o time. Mas enfim.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Na etapa inicial, os donos da casa mal assustaram os visitantes. Só no primeiro lance da partida, num chute de Balotelli, e no gol anotado por Abate, após receber pelo passe de letra de Bonucci, aos 28 minutos. De resto, só deu Alemanha. O time germânico abriu o placar com Hummels, aos oito, aproveitando escanteio cobrado por Kroos, e ainda acertou duas bolas na trave, com Khedira e Schürrle.

Thiago Motta acertou um tapa no rosto de Kroos, mas só levou o cartão amarelo

Thiago Motta acertou um tapa no rosto de Kroos, mas só levou o cartão amarelo

O segundo tempo foi um pouco mais equilibrado. Jogando diante da torcida, os italianos tiveram mais presença de ataque e deram trabalho para o sistema defensivo, que, por sinal, se mostrou bastante seguro com Hummels e Boateng no miolo de zaga. Neuer fez apenas uma defesa importante.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Pela lateral direita, Höwedes fez uma boa partida defensiva, mas foi horroroso no apoio ao ataque. Mesmo assim, aos 47 minutos, o jogador do Schalke quase balançou as redes, mas o chute de esquerda da entrada da área acertou a trave. No rebote, Reus tinha tudo para recolocar a Alemanha na frente do placar, mas Sven Bender atrapalhou a finalização do meia e tirou o gol alemão.

Lahm, atuando de volante, fez o básico. Prefiro ele na lateral, rende muito mais. Khedira e Jansen ajudaram bem no ataque e foram eficientes na marcação, diferente de Kroos, que teve uma atuação bem abaixo da média. Já Müller e Schürrle, apagados, não ajudaram na criação das jogadas, assim como Götze, perdido quando fazia a função de centroavante. Reus e Özil entraram e deram mais qualidade no passe.

O próximo jogo da Alemanha, o último do ano, será na terça-feira que vem, dia 19 de novembro, diante da Inglaterra. A partida será em Londres.

Atuações dos jogadores

Neuer 6,5, Höwedes 5,0, Boateng 7,5 , Hummels 8,0 e Jansen 7,0; Lahm 6,0, Khedira 7,0 (Sven Bender 5,0), Kroos 5,5, Schürrle 6,5 (Özil 6,5) e Müller 6,0 (Lars Bender 5,5); Götze 5,5 (Reus 6,5)

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 Bundesliga, Vídeos | 10:57

Fim de semana de expulsões e técnico demitido

Compartilhe: Twitter

Höwedes, do Schalke, foi um dos expulsos

Como de costume, a 3ª rodada foi recheada de gols na Bundesliga – foram 26 nos nove jogos, o que dá uma média de quase três por partida -, mas também foi um final de semana de muitas expulsões. Nada menos do que oito jogadores levaram o cartão vermelho, algo bastante incomum no futebol alemão.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Entre os punidos está o brasileiro Luiz Gustavo, que recebeu dois amarelos e o consequente vermelho na derrota do Wolfsburg diante do Mainz. Aliás, o 05 é um dos quatro times com campanha 100% até aqui, ao lado de Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen.

Schalke e Hoffenheim tiveram dois expulsos cada. Os Azuis-Reais perderam Höwedes logo no começo da partida contra o Hannover – ele era o último homem e cometeu a infração – e o duelo fora de casa por 2 a 1. Fuchs também foi expulso, enquanto Huszti levou o vermelho pelo lado do Hannover.

Dos expulsos na rodada, a punição mais besta talvez tenha sido a do meia Salihovic, do Hoffenheim. Ele marcou gol de pênalti aos 9 minutos do jogo contra o Freiburg, foi pegar a bola no fundo das redes, acertou um tapa na cara de Schuster sem o menor sentido e foi para o chuveiro mais cedo. No Freiburg, Mehmedi e Coquelin foram expulsos por faltas duras. E o jogo terminou em 3 a 3.

Veja o lance de Salihovic:

A última expulsão da rodada foi de Traoré, na derrota do Stuttgart por 2 a 1 diante do Augsburg, fora de casa. Ainda sem pontuar no Campeonato Alemão, os Schwaben anunciaram a demissão do técnico Bruno Labbadia após o duelo. O clube, aliás, já oficializou Thomas Schneider como novo treinador. Ele estava trabalhando no time juvenil do Stuttgart.

Bom, agora falando de bola na rede, Bayern de Munique e Borussia Dortmund sofreram para vencer em casa. Na Allianz Arena, a dupla “Robbery” roubou a cena e garantiu a vitória do Bayern no clássico da Baviera contra o Nuremberg. Ribéry abriu o placar no segundo tempo, e Robben fechou o resultado com um golaço. Já o BVB contou com um gol isolado de Lewandowski para bater o Werder Bremen.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Quem também está fazendo bonito na temporada é o Bayer Leverkusen. Mais uma vitória convincente, dessa vez sobre o Borussia M’gladbach, por 4 a 2, com dois gols do ótimo Sidney Sam e um de Kiessling. Esse faz gol toda rodada, desde a temporada passada.

Confira os resultados da 3ª rodada:

Sexta, 23 de agosto
Borussia Dortmund 1 x 0 Werder Bremen

Sábado, 24 de agosto
Bayern de Munique 2 x 0 Nuremberg
Bayer Leverkusen 4 x 2 Borussia M’gladbach
Hannover 2 x 1 Schalke
Hoffenheim 3 x 3 Freiburg
Mainz 2 x 0 Wolfsburg
Hertha Berlim 1 x 0 Hamburgo

Domingo, 25 de agosto
Braunschweig 0 x 2 Frankfurt
Augsburg 2 x 1 Stuttgart

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 26 de março de 2013 Fora dos campos, Vídeos | 13:57

Mesut, 17

Compartilhe: Twitter

O meia Mesut Özil lançou nesta terça-feira um documentário sobre a sua carreira no futebol. Na verdade, o curta-metragem que chama “Mesut, 17” tem nove minutos de duração e mostra algumas imagens do jogador com 17 anos de idade, no Schalke, ainda começando a vida nos gramados. Vale lembrar que hoje ele está com 24 anos.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

As gravações foram feitas no início de 2006 como parte das filmagens de um documentário sobre a Copa Sindelfingen, na Alemanha, disputada entre atletas juniores em um campo de dimensões reduzidas, tipo society. Além de Özil, o protagonista do filme, outros jogadores também aparecem na película, como Benedikt Höwedes e Marcel Schmelzer.

Quer ver o mini-documentário? É só dar um play aí embaixo:

O que achou? Comente!

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 12 de março de 2013 Liga dos Campeões | 19:34

Sonho do Schalke na Champions termina em Gelsenkirchen

Compartilhe: Twitter

Schalke ficou pelo caminho na Champions League

É. Bem que o Schalke tentou, mas vacilou diante do Galatasaray jogando em casa, na Veltins Arena, em Gelsenkirchen, e acabou ficando pelo caminho logo nas oitavas de final da Champions League: vitória dos turcos por 3 a 2 e fim do sonho azul-real.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

O jogo até que começou bom para os alemães, que abriram o placar com o volante Neustädter, aos 17 minutos. No lance do gol, o zagueiro Höwedes fez falta em Drogba, mas o árbitro não viu e validou o tento do Schalke. Aos 37, o meia Altintop, que jogou no time germânico por quatro temporadas, acertou uma bomba de fora da área e deixou tudo igual. Antes do intervalo, Yilmaz foi lançado em profundidade, ganhou de Höwedes na corrida e deu um toque por cima de Hildebrand para virar o marcador.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Michel Bastos deixou sua marca no duelo

Na segunda etapa, precisando de dois gols para se classificar, o Schalke pressionou o Galatasaray, que se arriscava apenas nos perigosos contra-ataques. E de tanto martelar, o S04 conseguiu empatar com gol de Michel Bastos, aos 18 minutos. Ainda havia tempo, mas os alemães pararam na excelente atuação do goleiro uruguaio Muslera, que fechou o gol turco. Só Draxler teve três boas chances para marcar.

Já nos acréscimos, aos 50 minutos do 2º tempo, com o time todo no ataque, o Schalke sofreu um contra-golpe mortal e Bulut saiu na cara de Hildebrand para decretar a vitória dos visitantes e a classificação à próxima fase.

O fato é que Huntelaar fez muita falta. Uma pena. O finlandês Pukki, que substituiu o artilheiro holandês, não fez um bom jogo.

Nesta quarta-feira, na Allianz Arena, é a vez do Bayern de Munique decidir sua classificação diante do Arsenal. Como venceu na Inglaterra por 3 a 1, as chances de uma tragédia na Alemanha são bem menores. A conferir.

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 4 de dezembro de 2012 Liga dos Campeões | 22:46

Schalke avança em primeiro, e Dortmund vence o City

Compartilhe: Twitter

As duas equipes alemãs que entraram em campo nesta terça-feira pela última rodada da fase de grupos da Champions League se deram bem. Jogando com uma equipe mista diante do Montpellier, fora de casa, o Schalke empatou por 1 a 1 e avançou às oitavas de final como líder do grupo B, já que o Arsenal perdeu do Olympiacos no outro jogo da chave.

Os Azuis-Reais pouparam Huntelaar, Jones, Matip e Fuchs, além de Afellay, Papadopoulos e Farfán, que estão se recuperando de lesão. Mesmo com muitos desfalques, o time germânico abriu o placar no 2º tempo com gol de Höwedes, aos 11 minutos. Mas não deu nem para comemorar, já que aos 14 os franceses empataram e decretaram o placar final.

Também recheado de reservas, o Borussia Dortmund recebeu o Manchester City no Westfalenstadion e venceu por 1 a 0. Os Amarelos já estavam garantidos na liderança da chave D e se deram ao luxo de poupar algumas de suas principais estrelas, como Piszczek, Mario Götze, Lewandowski, Kehl e Kuba, além de Subotic, que, machucado, só deve voltar a jogar no ano que vem, e Bender, se recuperando de lesão.

O único gol do duelo foi anotado pelo atacante Schieber, aos 12 minutos da etapa complementar, aproveitando belo cruzamento de Kuba, que entrou no início do segundo tempo da vaga de Reus. Por falar em Reus, o jovem meia-atacante fez um excelente primeiro tempo. Destaque também para a zaga do BVB, muito segura com Hummels e Felipe Santana.

Nesta quarta-feira é a vez do Bayern de Munique entrar em campo contra o BATE Borisov, de Belarus, na Allianz Arena. Uma vitória simples já garante a equipe bávara como líder da sua chave, superando o Valencia, atual segundo colocado, que pega o Lille, na França.

E depois é só esperar por um sorteio generoso para os alemães nas oitavas.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

quarta-feira, 15 de agosto de 2012 Amistosos, Seleção da Alemanha | 17:47

Se fosse 11 contra 11…

Compartilhe: Twitter

Para analisar a derrota da Alemanha diante da Argentina por 3 a 1 (os gols no vídeo lá no fim do post), é preciso levar em consideração muitos aspectos. O primeiro é o grande número de desfalques que a Nationalelf teve – Neuer, Schweinsteiger, Lahm, Mario Gomez, Sven Bender, Podolski e Mertesacker. Até aí tudo bem, a seleção tem peças de reposição que dão conta do recado.

Veja a agenda de jogos da Alemanha

Dentro da partida em Frankfurt, o zagueiro Hummels, que fez uma ótima Euro 2012 e que vinha bem no amistoso, teve que sair logo com 25 minutos de jogo, lesionado. E pior! Com 30 minutos do 1º tempo, o árbitro marcou pênalti de Zieler em Sosa e expulsou o goleiro alemão. Ter Stegen entrou no lugar de Müller e o time germânico ficou com um homem a menos no setor ofensivo.

Vale ressaltar que Zieler vai ficar marcado por ter sido o primeiro goleiro a ser expulso em toda história da seleção alemã. O primeiro! Impressionante.

Com um jogador a menos, ficou difícil. Stegen defendeu o pênalti batido por Messi, mas não evitou o gol contra de Khedira nos acréscimos da primeira etapa. O volante furou o chute de perna direita após cobrança de escanteio, a bola pegou na sua perna esquerda e entrou contra a pátria.

Mesmo com 10 em campo, a Alemanha conseguiu assustar a Argentina em alguns lances. No começo da etapa final, Marco Reus acertou um chutaço de fora da área e a bola explodiu na trave. No rebote, Özil marcou, mas o bandeirinha assinalou impedimento de Khedira, que participou do lance.

Khedira faz gol contra

Messi ampliou aos sete minutos do 2º tempo e praticamente selou a vitória argentina. A Alemanha tentou diminuir o prejuízo e ainda viu Di Maria anotar um golaço, soltando a bomba de fora da área. Faltando dez minutos, linda tabela de Schürrle com Götze e conclusão de peixinho de Höwedes, um belo tento.

No geral, a equipe alemã até que não jogou mal. Com um a menos e com Messi do outro lado, era complicado vencer. Destaques para as boas atuações de Reus e Lars Bender. Khedira também teve boa performance, apesar do gol contra bizarro. Klose saiu muito da área e não jogou bem, tanto que deixou o campo para entrada de Schürrle, o melhor do time. Entrou e infernizou a zaga rival.

Schmelzer foi titular pela lateral esquerda e mais uma vez não aproveitou a chance para se firmar, jogou muito mal. E o goleirão Stegen, que não teve culpa nos gols que levou, tem duas partidas pela seleção e já levou 8 gols. Que fase!

Se fosse 11 contra 11, seria diferente. Mas como o “se” não joga bola…

Veja as notas dos jogadores da Alemanha:

Zieler (5,0), Boateng (5,5) , Hummels (6,0), Badstuber (5,5) e Schmelzer (4,0); Lars Bender (7,0), Khedira (6,5), Özil (6,0) e Reus (7,0); Müller (6,0) e Klose (5,0). Entraram: Höwedes (6,5), ter Stegen (6,5), Schürrle (7,5), Gündogan (5,5), Kroos (6,0) e Götze (6,5)

A Alemanha volta a campo no dia 7 de setembro, contra a fraquíssima seleção de Ilhas Faroe, na primeira partida das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. O duelo acontece na cidade de Hannover. Quatro dias depois, em 11 de setembro, o rival será a Áustria, em Viena.

Veja os gols da partida:

http://www.youtube.com/watch?v=vGbR5Bjub3o

Autor: Tags: , , , , , , ,

sábado, 26 de maio de 2012 Amistosos, Seleção da Alemanha | 14:54

"Pelada" de 1908 repetida em 2012

Compartilhe: Twitter

É difícil imaginar um duelo entre Alemanha e Suíça recheado de gols, até pela fama de defesas sólidas que as duas seleções têm. Mas, neste sábado, o protocolo foi quebrado e o amistoso na Basiléia terminou 5 a 3 para o time vermelho, uma verdadeira pelada.  A Nationalelf jogou de verde pela segunda vez e perdeu de novo – o outro revés foi diante da França.

Veja a agenda de jogos da seleção da Alemanha

O placar é o mesmo da primeira partida da seleção alemã na sua história. No ano de 1908, na Basiléia, a Suíça também venceu 5 a 3. Muita coincidência, não?

Klose foi o capitão e não fez gol

Voltando ao jogo de 2012, o técnico Joachim Löw pagou o preço de mandar a campo um time bastante ofensivo, com apenas Khedira como volante de contenção. A surpresa na escalação foi Ter Stegen na meta, mas o jovem goleiro do Borussia M’gladbach falhou em três tentos do adversário e, provavelmente, terá que assistir a Euro 2012 pela televisão.

A Alemanha começou o jogo totalmente perdida. Tanto que com 23 minutos já estava perdendo por 2 a 0, dois gols de Derdiyok, que vai jogar a próxima temporada da Bundesliga pelo Hoffenheim. No primeiro tento, o centroavante recebeu livre na área e tocou no canto. Mertesacker, sem ritmo de jogo, e Schmelzer, mal na cobertura, não conseguiram chegar para evitar.

No segundo gol, cruzamento da esquerda e gol de cabeça de Derdiyok. O goleiro Ter Stegen pensou em sair para cortar, mas ficou no meio do caminho. E Mertesacker, de novo mal posicionado, deixou o atacante suíço livre. A partir dos 30 minutos, os alemães conseguiram igualar as ações e passaram a dominar o jogo. Antes do intervalo, Özil cobrou falta na área e Hummels diminuiu, dando esperanças aos torcedores.

Na etapa final, Derdiyok voltou a balançar as redes, de novo de cabeça. Ele subiu mais que toda zaga alemã e testou no canto. Ter Stegen chegou a tocar na bola, mas espalmou para dentro. Dava para defender.

Hummels fez o primeiro gol alemão

E aí começou a pelada.

A Alemanha diminuiu com Schürrle num chute forte de fora da área e que ainda teve falha do goleiro Benaglio, mas a Suíça voltou a abrir vantagem com Liechsteiner. Reus marcou o terceiro tento alemão e, quando todo mundo acreditava que o time poderia buscar o empate, Ter Stegen falhou de novo e os anfitriões fizeram o quinto, com Mehmedi. O goleiro se precipitou na saída do gol e chegou atrasado, levando por cobertura.

Nos minutos finais, a Suíça chegou a fazer o 6º gol, mas o juiz anulou. E ainda mandou uma bola no travessão. Talvez tenha ficado barato.

Tudo bem, o time jogou sem os oito jogadores do Bayern (Lahm, Schweinsteiger, Kroos, Mario Gomez, Thomas Müller, Boateng, Badstuber e Neuer), mas não pode levar de cinco. Além das partidas ruins de Mertesacker, Schmelzer e Ter Stegen, destaque negativo também para Höwedes. O zagueiro foi improvisado na lateral direita e levou um baile por ali.

O time alemão jogou assim:
Ao lado, a nota de cada um

Ter Stegen 3,0 , Höwedes 4,0 (Sven Bender 5,0), Mertesacker 4,0, Hummels 6,5 e Schmelzer 3,5; Khedira 5,5 (Gündogan 5,0), Götze 6,5 (Lars Bender 5,0), Özil 6,0 (Reus 6,0), Schürrle 5,5 e Podolski 5,0 (Draxler 5,5); Klose 5,5 (Cacau 5,0).

O time volta a campo na próxima quinta-feira, dia 31 de maio, contra Israel, em Leipzig. Será o último amistoso antes da disputa da Eurocopa, já com a presença dos jogadores do Bayern. Antes do duelo, Löw deve anunciar os quatro jogadores cortados e a lista final com 23 convocados.

Ter Stegen e mais três?

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 26 de abril de 2012 Fora dos campos | 09:50

A nova camisa do Schalke para próxima temporada

Compartilhe: Twitter

Ignorem a beleza de Huntelaar e confiram o novo uniforme do Schalke. Está legal, mas ainda prefiro o modelo atual, com as golas estilo camisa polo. (Clique nas imagens para ampliá-las)

O que acharam? Veja o vídeo das novas camisas, estrelando Benedikt Höwedes e Julian Draxler.

E esse também:

Autor: Tags: , , , , ,

sexta-feira, 25 de novembro de 2011 Bundesliga | 00:30

Dortmund vai tremer pela 14ª rodada da Bundesliga

Compartilhe: Twitter

Anota aí na sua agenda. Sábado, 12h30 (de Brasília), não dá para perder o clássico de maior rivalidade do futebol alemão. O Borussia Dortmund, vice-líder, recebe o Schalke, 4º colocado, no Westfalenstadion, e a partida promete ser bastante quente, quase saindo fumaça.

Os Amarelos chegam embalados pela vitória sobre o Bayern, na Allianz Arena (apesar do revés na Champions), enquanto os Azuis-Reais vêm de goleada sobre o Nuremberg.

Uma pena que as equipes estarão desfalcadas de alguns dos seus principais nomes. No Dortmund, Sven Bender fraturou o maxilar e não joga. Já Mario Götze, que tem um problema no joelho, deve ficar de fora do duelo. Do lado do Schalke, as ausências ficam por conta de Höwedes e Farfán. Ambos devem voltar na última rodada do 1º turno.

Vai dar azul ou amarelo no clássico do Vale do Ruhr? Aposto em empate.

É claro que este é o principal duelo da 14ª rodada, mas ainda teremos outros bons jogos. Também no sábado, o Bayer Leverkusen vai até a capital enfrentar o Hertha. No domingo, partida interessante entre Werder Bremen e Stuttgart, em Bremen. Sem contar o líder Bayern de Munique, que vai tentar se recuperar contra o Mainz, fora de casa.

Sexta, 25 de novembro
Colônia 1 x 2 Borussia M’gladbach (17h30 – ESPN HD, Bandsports e Esporte Interativo)

Sábado, 26 de novembro
Augsburg 2 x 2 Wolfsburg
Borussia Dortmund 1 x 1 Schalke (12h30 – ESPN Brasil)
Hertha Berlim 1 x 3 Bayer Leverkusen
Hoffenheim 2 x 0 Freiburg
Nuremberg 1 x 0 Kaiserslautern
Hannover 2 x 3 Hamburgo

Domingo, 27 de novembro
Werder Bremen 2 x 1 Stuttgart (12h30 – Bandsports)
Mainz 1 x 4 Bayern de Munique (14h30 – ESPN e Esporte Interativo)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última