Publicidade

Posts com a Tag Franck Ribéry

sexta-feira, 22 de novembro de 2013 Bundesliga, Vídeos | 07:36

‘Clássico esvaziado’ marca o reencontro de Götze com BVB

Compartilhe: Twitter

A Bundesliga está de volta. E ela retorna em grande estilo, com o jogaço entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique, sábado, no Westfalenstadion – o famoso “Der Klassiker”. O duelo entre líder e vice-líder tem tudo para ser excelente, mas poderia ser bem melhor não fossem os inúmeros desfalques de ambos os times.

Veja o vídeo com a prévia do clássico:

Os aurinegros, por exemplo, têm muitos problemas na defesa. Hummels, Subotic, Piszczek e Schmelzer estão machucados, assim como Gündogan. Já o recém-contratado zagueiro Manuel Friedrich se lesionou em um jogo-treino durante a semana, chegou a ser dúvida, mas vai para o embate mesmo sem estar 100% fisicamente.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Borussia Dortmund x Bayern de MuniquePelos lados dos Bávaros, as perdas são no setor ofensivo. A principal ausência será a do francês Franck Ribéry, que está com a costela fraturada. Além dele, também não jogam Shaqiri, Pizarro e Schweinsteiger. O defensor Boateng chegou a ter sua participação no clássico ameaçada, mas deve atuar normalmente.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Aliás, o jogo em Dortmund marca o esperado reencontro de Mario Götze com o Borussia. O meia-atacante treinou como titular e Guardiola vai escalar o atleta desde o início. Certamente os mais de 80 mil torcedores não darão um minuto de sossego ao ex-ídolo, hoje traidor.

Como de costume, sempre que tem um jogo importante na rodada, o canal da Bundesliga no Youtube prepara uma série de vídeos legais do duelo. Confira abaixo os que eles fizeram sobre Borussia Dortmund x Bayern de Munique:

Os 10 mais belos gols do Dortmund sobre o Bayern
Os 10 mais belos gols do Bayern sobre o Dortmund
Dortmund e Bayern, a ‘batalha dos truques no ônibus’
Euforia e desespero no clássico alemão
Na memória: Dortmund 4 x 4 Bayern, em 1982/82
Prévia no Fifa 14: Empate por 1 a 1

Nos outros jogos, destaque para o encontro entre Hertha Berlim e Bayer Leverkusen, na capital. Os Leões estão em terceiro e podem fechar a 13ª rodada na segunda colocação, dependendo do que acontecer na partida em Dortmund. Quem também almeja subir na tabela é o Schalke, que enfrenta o Eintracht Frankfurt, fora de casa.

Veja a programação e os palpites da rodada:

Sexta, 22 de novembro
Stuttgart 2 x 2 Borussia M’gladbach (17h30 – ESPN Brasil)

Sábado, 23 de novembro
Nuremberg 1 x 2 Wolfsburg
Hertha Berlim 2 x 1 Bayer Leverkusen (12h30 – ESPN)
Augsburg 1 x 1 Hoffenheim
Braunschweig 2 x 0 Freiburg
Eintracht Frankfurt 1 x 3 Schalke
Borussia Dortmund 1 x 1 Bayern de Munique (15h30 – ESPN)

Domingo, 24 de novembro
Hamburgo 3 x 2 Hannover
Werder Bremen 3 x 0 Mainz

 

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 23 de outubro de 2013 Liga dos Campeões | 18:04

Bayern e Leverkusen passeiam na Champions

Compartilhe: Twitter

Grande quarta-feira para o futebol alemão na Liga dos Campeões. Jogando em casa, Bayern de Munique e Bayer Leverkusen golearam Viktoria Plzen e Shakhtar Donetsk, respectivamente, e seguem bem colocados em suas chaves da Champions League. Os dois germânicos presentaram seus torcedores anotando nada menos do que 9 gols juntos.

Na terça-feira: Dortmund vence na Inglaterra, e Schalke apanha em Gelsenkirchen

Ribéry toca por cima do goleiro e marca um golaço para o Bayern

Ribéry toca por cima do goleiro e marca um golaço

Na Allianz Arena, o Bayern fez 5 a 0 e só não conseguiu um placar mais elástico sobre o fraco time tcheco porque não quis. O jogo todo foi ataque contra defesa. Manuel Neuer nem precisou tomar banho depois da partida. Principalmente no segundo tempo, a equipe bávara perdeu diversas oportunidades de gol, muito pelo excesso de preciosismo na hora da conclusão.

Na etapa inicial, Ribéry abriu o placar batendo pênalti, com Alaba ampliando num belo chute da entrada da área. Nos 45 minutos finais, o meia francês marcou um GOLAÇO, driblando o defensor com categoria e tocando por cima do goleiro rival. O quarto foi de Shcweinsteiger, um tento bem bonito também. Já nos acréscimos, Mario Götze fechou a conta fuzilando a meta adversária.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Com o triunfo, o Bayern de Munique segue com a campanha 100% dentro da competição, liderando sozinho a chave D com nove pontos. O Manchester City tem seis, enquanto o CSKA Moscou está com três. O Plzen segue zerado. E na próxima rodada o time de Guardiola encara novamente os tchecos, dessa vez fora de casa.

Kiessling marcou duas vezes contra o Shakhtar

Kiessling marcou duas vezes contra o Shakhtar

Goleada em Munique, goleada em Leverkusen. Os Leões não tomaram conhecimento do ‘abrasileirado’ Shakhtar Donetsk e enfiaram 4 a 0, com grande atuação do centroavante Stefan Kiessling, autor de dois gols de puro oportunismo – os tentos de abertura e fechamento do placar.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Na segunda etapa, Rolfes deixou sua marca cobrando pênalti – foi o terceiro gol dele na competição -, e Sidney Sam completou a goleada aproveitando bela assistência do sul-coreano Son. No geral, foi uma partida bastante tranquila para o Bayer Leverkusen, que praticamente não levou sustos da equipe ucraniana na BayArena.

A vitória deixa os alemães com seis pontos no grupo A, um a menos que o líder Manchester United e dois a mais que o terceiro colocado Shakhtar. Lá embaixo está a Real Sociedad, sem pontuar. O Leverkusen volta a campo na próxima rodada para encarar o time ucraniano mais uma vez, mas lá no leste europeu.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

sexta-feira, 30 de agosto de 2013 Supercopa da Europa | 19:28

Com requintes de crueldade, Bayern é campeão

Compartilhe: Twitter

Um dia é da caça, outro do caçador. Um dia é de Petr Cech, outro de Manuel Neuer. Um dia é do Chelsea, outro do Bayern. A vingança está consumada.

E o Bayern fez o clube inglês provar do seu próprio veneno na decisão da Supercopa da Europa. O enredo do jogo em Praga foi praticamente o mesmo da final da Champions de 2011/2012, disputada na Allianz Arena, com o time alemão melhor no duelo, mantendo a posse de bola, pressionando, enquanto o Chelsea se defendia de todas as maneiras e tentava alguma coisa nos contra-ataques.

Só que o final foi diferente.

Martinez marcou para o Bayern no final

No primeiro tempo, Fernando Torres abriu o placar para os ingleses após receber passe de Schürrle. Um belo gol. Durante toda etapa inicial, o Bayern tentou buscar o empate principalmente em jogadas pelo lado esquerdo, com Ribéry, mas Mourinho armou uma retranca absurda e o time de Munique não conseguiu furar a parede.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Logo no começo da etapa final, como estava difícil penetrar na defesa adversária, Ribéry resolveu arriscar de fora de área e, enfim, venceu o goleiro Petr Cech: 1 a 1. O panorama continuou o mesmo. Bayern atacando, Chelsea se defendendo. O time londrino ainda teve excelentes chances em bolas aéreas, uma com Ivanovic cabeceando no travessão e outra com David Luiz exigindo boa defesa de Neuer. Sem contar a oportunidade do brasileiro Oscar num erro bisonho de Dante, que escorregou e deixou o compatriota livre para marcar, mas o arqueiro alemão pegou.

O duelo foi para a prorrogação. Assim como na Champions.

Aos 3 minutos do tempo extra, o belga Hazard arrancou pela esquerda, passou com facilidade por Lahm, driblou Boateng sem dificuldades e acertou um chute seco. Neuer poderia ter defendido, mas falhou. Como Ramires havia sido expulso no final do tempo regulamentar, o duelo virou ataque contra defesa. Com um homem a menos, nem contra-ataque o Chelsea conseguia criar mais.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Neuer defende o pênalti de Lukaku

Principalmente no segundo tempo da prorrogação, o Bayern armou um verdadeiro bombardeio pra cima da defesa inglesa com Ribéry, Boateng, Mandzukic, Götze, Lahm, Shaqiri… chances não faltaram. E quase todas defendidas por Cech de forma espetacular. Entretanto, aos 15 minutos e 56 segundos do segundo tempo, faltando só 4 segundos para o apito final, Alaba levantou na área, a bola desviou em Dante e sobrou para Martinez empatar: 2 a 2.

Nas penalidades, o Bayern converteu todas as suas cinco cobranças com Alaba, Lahm, Ribéry, Kroos e Shaqiri, e a decisão ficou nos pés do atacante belga Lukaku, de apenas 20 anos de idade. De canhota, ele bateu para defesa de Neuer e delírio dos torcedores Bávaros que estavam no estádio.

Primeiro título de Guardiola pelo Bayern de Munique. Primeiro título do futebol alemão na Supercopa da Europa. E viva o futebol, que proporciona momentos emocionantes como esse. Haja coração, como diria o outro.

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 29 de agosto de 2013 Liga dos Campeões | 14:10

Alemanha x Inglaterra, e a Europa se rende a Ribéry

Compartilhe: Twitter

Saíram as chaves da Champions League 2013/2014. Pela primeira vez desde a edição 2001/2002, a Alemanha terá quatro times nesta etapa da competição. E todos os germânicos terão pela frente uma equipe inglesa na fase de grupos.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Ah, e antes dos grupos, saudações a Franck Ribéry, eleito de forma JUSTÍSSIMA o melhor jogador da Europa na temporada passada. Quero ver a votação da Fifa no final do ano. O francês do Bayern deve aparecer, pelo menos, entre os três indicados.

Grupos dos alemães:
(Clique aqui e veja todos os grupos):

Grupo A
Bayer Leverkusen-ALE, Manchester United-ING, Shakhtar Donetsk-UCR e Real Sociedad-ESP

Grupo D
Bayern de Munique-ALE, CSKA-RUS, Manchester City-ING e Viktoria Plzen-TCH

Grupo E
Schalke-ALE, Chelsea-ING, Basel-SUI e Steaua Bucareste-ROM

Grupo F
Borussia Dortmund-ALE, Arsenal-ING, Olympique de Marselha-FRA e Napoli-ITA
__________________________________________________________________________

O que acharam? Dá para todos passarem, com algumas ressalvas.

O atual campeão Bayern de Munique deverá passar sem problemas às oitavas, mesmo tendo o Manchester City pelo caminho. Já o atual vice Borussia Dortmund, se não caiu em um grupo da morte como na temporada passada, não terá vida fácil contra ingleses, franceses e italianos. Mas acredito que os Amarelos também se classifiquem, talvez até em segundo.

Se o Schalke não melhorar, não passa da primeira fase. O clube alemão deve brigar pela segunda vaga contra o Basel, da Suíça, uma vez que o Chelsea é o franco favorito para terminar na ponta da chave. Por fim, o Bayer Leverkusen. Situação complicada diante do poderoso Manchester United e do “abrasileirado” Shakhtar. E tem ainda a Real Sociedad. Time espanhol sempre é enjoado.

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 26 de agosto de 2013 Bundesliga, Vídeos | 10:57

Fim de semana de expulsões e técnico demitido

Compartilhe: Twitter

Höwedes, do Schalke, foi um dos expulsos

Como de costume, a 3ª rodada foi recheada de gols na Bundesliga – foram 26 nos nove jogos, o que dá uma média de quase três por partida -, mas também foi um final de semana de muitas expulsões. Nada menos do que oito jogadores levaram o cartão vermelho, algo bastante incomum no futebol alemão.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Entre os punidos está o brasileiro Luiz Gustavo, que recebeu dois amarelos e o consequente vermelho na derrota do Wolfsburg diante do Mainz. Aliás, o 05 é um dos quatro times com campanha 100% até aqui, ao lado de Bayern de Munique, Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen.

Schalke e Hoffenheim tiveram dois expulsos cada. Os Azuis-Reais perderam Höwedes logo no começo da partida contra o Hannover – ele era o último homem e cometeu a infração – e o duelo fora de casa por 2 a 1. Fuchs também foi expulso, enquanto Huszti levou o vermelho pelo lado do Hannover.

Dos expulsos na rodada, a punição mais besta talvez tenha sido a do meia Salihovic, do Hoffenheim. Ele marcou gol de pênalti aos 9 minutos do jogo contra o Freiburg, foi pegar a bola no fundo das redes, acertou um tapa na cara de Schuster sem o menor sentido e foi para o chuveiro mais cedo. No Freiburg, Mehmedi e Coquelin foram expulsos por faltas duras. E o jogo terminou em 3 a 3.

Veja o lance de Salihovic:

A última expulsão da rodada foi de Traoré, na derrota do Stuttgart por 2 a 1 diante do Augsburg, fora de casa. Ainda sem pontuar no Campeonato Alemão, os Schwaben anunciaram a demissão do técnico Bruno Labbadia após o duelo. O clube, aliás, já oficializou Thomas Schneider como novo treinador. Ele estava trabalhando no time juvenil do Stuttgart.

Bom, agora falando de bola na rede, Bayern de Munique e Borussia Dortmund sofreram para vencer em casa. Na Allianz Arena, a dupla “Robbery” roubou a cena e garantiu a vitória do Bayern no clássico da Baviera contra o Nuremberg. Ribéry abriu o placar no segundo tempo, e Robben fechou o resultado com um golaço. Já o BVB contou com um gol isolado de Lewandowski para bater o Werder Bremen.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Quem também está fazendo bonito na temporada é o Bayer Leverkusen. Mais uma vitória convincente, dessa vez sobre o Borussia M’gladbach, por 4 a 2, com dois gols do ótimo Sidney Sam e um de Kiessling. Esse faz gol toda rodada, desde a temporada passada.

Confira os resultados da 3ª rodada:

Sexta, 23 de agosto
Borussia Dortmund 1 x 0 Werder Bremen

Sábado, 24 de agosto
Bayern de Munique 2 x 0 Nuremberg
Bayer Leverkusen 4 x 2 Borussia M’gladbach
Hannover 2 x 1 Schalke
Hoffenheim 3 x 3 Freiburg
Mainz 2 x 0 Wolfsburg
Hertha Berlim 1 x 0 Hamburgo

Domingo, 25 de agosto
Braunschweig 0 x 2 Frankfurt
Augsburg 2 x 1 Stuttgart

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 2 de maio de 2013 Liga dos Campeões, Vídeos | 11:45

Ribéry presenteia invasor com camisa do Bayern

Compartilhe: Twitter

Não bastasse ter jogado demais na grandiosa vitória por 3 a 0 diante do Barcelona, placar que classificou o Bayern de Munique à decisão da Champions League, o francês Franck Ribéry virou notícia mesmo após o apito final.

Na comemoração dos atletas, ainda no gramado do Camp Nou, um torcedor entrou no campo para celebrar junto com os jogadores alemães. Solidário ao invasor, que foi rapidamente retirado pelos seguranças espanhóis, Ribéry o presenteou com a camisa do Bayern. E depois saiu todo sorridente.

Dá uma conferida no vídeo aí embaixo:

Autor: Tags: , , ,

quarta-feira, 1 de maio de 2013 Liga dos Campeões | 17:33

Bayern humilha o Barcelona e confirma a final alemã

Compartilhe: Twitter

A primeira final alemã na Champions League está confirmadíssima. E foi em grande estilo, com uma verdadeira humilhação bávara dentro do Camp Nou. Nesta quarta-feira, o Bayern de Munique voltou a derrotar o Barcelona, dessa vez por 3 a 0 (7 a 0 no agregado), e se garantiu na decisão do torneio contra o compatriota Borussia Dortmund, que eliminou o Real Madrid.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Antes do duelo, uma surpresa na escalação dos dois times. O técnico Jupp Heynckes preferiu deixar o defensor Dante na reserva, escalando Van Buyten ao lado de Boateng na zaga. O brasileiro, além de estar pendurado pelo acúmulo de cartões, pegou uma gripe no começo da semana e ainda não havia se recuperado totalmente. O Barcelona, por sua vez, não teve Messi entre os titulares – o argentino também começou no banco e sequer entrou na partida.

Sem o camisa 10, ficou mais fácil.

O Bayern levou alguns sustos na primeira etapa, mas fez uma primeira metade de jogo bem tranquila. A equipe não se intimidou e conseguiu segurar bem o Barcelona. O goleiro Neuer teve que trabalhar em chutes de longa distâcia de Pedro e Adriano, ambos defendidos sem dificuldades, e ainda viu Xavi mandar por cima uma finalização à queima roupa, na entrada da pequena área.

Já o ataque bávaro não funcionou como de costume. Ribéry e Manzdukic se preocuparam mais em marcar e fecharam bem o lado esquerdo defensivo da equipe. Os principais lances de perigo aconteceram com Robben, que puxou um contra-ataque rápido e foi travado na hora de fazer o drible na área, e depois com Lahm. O lateral recebeu bom passe de calcanhar de Schweinsteiger e demorou para chutar, permitindo a recuperação do adversário.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

No começo do segundo tempo, logo aos três minutos, o time alemão pregou de vez o caixão do Barça. Após lançamento primoroso de Alaba da esquerda para a direita, Robben recebeu na ponta, avançou para área, fez sua jogada característica, limpando o lance para o meio, e mandou colocado no canto de Valdés. Um golaço do holandês.

Robben chuta para marcar o primeiro do Bayern

Com o Barcelona praticamente entregue, o Bayern não quis nem saber de administrar a monstruosa vantagem e buscou mais gols. Aos 27 minutos, Luiz Gustavo, que entrou no 2º tempo, encontrou Ribéry na esquerda, o francês tentou cruzar para Mandzukic, mas o zagueiro Piqué, um dos melhores dos espanhóis em campo, jogou contra a própria meta. Quatro minutos mais tarde, Ribéry fez jogada individual pela esquerda e cruzou para Thomas Müller cabecear e anotar o terceiro gol.

Bayern é insaciável, uma máquina de fazer gols. Deu até para ouvir a torcida alemã gritando “olé” dentro da casa do adversário. Uma coisa impensável nesta temporada. Atuações destacadas de Robben, Ribéry, Martínez, Alaba, Schweinsteiger e Müller. Na verdade, o time todo esteve bem, mas esses se sobressaíram.

Então, ficamos combinado assim. Encontro marcado na Inglaterra, em 25 de maio. E quem vence? Bayern de Munique? Borussia Dortmund? Vai ser bonito demais ver o lendário estádio de Wembley colorido de vermelho e amarelo. Isso é Alemanha, amigo.

Vale lembrar que no próximo sábado os dois clubes se enfrentam pela 32ª rodada da Bundesliga, em Dortmund. Provavelmente com os reservas.

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 2 de abril de 2013 Liga dos Campeões | 17:37

Com gol relâmpago, Bayern abre boa vantagem

Compartilhe: Twitter

Na abertura das quartas de final da Champions League, o Bayern de Munique deu um importante passo rumo à semifinal da competição. Jogando em casa, os Bávaros fizeram 2 a 0 na Juventus – gols de Alaba e Müller – e levam uma ótima vantagem para o duelo decisivo da semana que vem, em Turim. E foi pouco, já que o time germânico perdeu muitos gols, especialmente no primeiro tempo.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Os torcedores ainda se acomodavam na Allianz Arena quando Alaba arriscou um chute de muito longe e acertou o canto esquerdo de Buffon para abrir o placar. Isso com 23 segundos de jogo. Foi o segundo tento mais rápido na história dos mata-matas da competição – o atacante Roy Makaay, também do Bayern, balançou as redes do Real Madrid aos 10 segundos, no ano de 2007.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Voltando ao jogo de 2013, o time alemão tomou conta da primeira etapa. A Juventus ficou acuada em seu campo de defesa, enquanto o Bayern perdia chance atrás de chance. Muitas delas com Robben, que começou o duelo no banco de reservas e entrou no lugar do lesionado Kroos, aos 16 minutos. Apesar das oportunidades perdidas, o holandês infernizou a zaga italiana.

Pelo lado esquerdo, Ribéry também teve uma atuação inspirada nos primeiros 45 minutos. E para não falar que a Juve foi totalmente nula na etapa inicial, os visitantes até que tentaram alguma coisa nas bolas paradas de Pirlo, mas sem assustar Neuer.

Na volta do intervalo, os anfitriões continuaram com o domínio da partida, mas sem pressionar tanto quanto no primeiro tempo. Mesmo assim, saiu o segundo gol. Aos 18 minutos, o brasileiro Luiz Gustavo arriscou de fora da área, Buffon espalmou para o lado, Mandzukic pegou o rebote e rolou para Müller só cumprimentar para o gol vazio. Vale destacar que Mandzukic estava impedido no lance. Mas como o árbitro não marcou, segue o jogo.

Depois que levou o segundo gol, a equipe italiana se soltou na partida e passou a ocupar mais o campo de ataque. Aos 24, Neuer teve que trabalhar em chute perigoso de Vidal, ex-Bayer Leverkusen, mas fez a defesa com segurança. Após o susto, o Bayern seguiu soberano e com mais volume de jogo. Mandzukic e Müller perderam ótimas oportunidades para ampliar o marcador, mas falharam nas finalizações.

E ficou nisso.

O time inteiro do Bayern jogou bem, mas, além de Ribéry e Robben, vale destacar também a segurança de Dante e Van Buyten na defesa. Os atacantes da Juventus não conseguiram passar da dupla de zaga, que fez uma partida perfeita.

Nesta quarta-feira é a vez do Borussia Dortmund entrar em campo, contra o Málaga, na Espanha. O jogo também é às 15h45 (de Brasília). Fica a nossa torcida.

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 Fora dos campos | 08:25

Ribéry se assusta com intruso no treino: "E se tem uma faca?"

Compartilhe: Twitter

O meia-atacante Franck Ribéry levou um baita susto no treino desta quarta-feira no Bayern de Munique. Logo após os trabalhos em campo, o francês foi até o vestiário do CT da equipe e se deparou com uma pessoa desconhecida bem no seu lugar. O jogador perguntou o que o intruso estava fazendo lá e ambos começaram uma breve discussão, sem ameaças ou agressões.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Imediatamente, os seguranças do clube foram acionados e retiraram o homem do local. De acordo com as autoridades, o rapaz desconhecido chegou em um carro com uma bandeira francesa, falava francês e se passou por um amigo de Ribéry para entrar – o atleta havia dito que seu irmão e primo iriam assistir aos treinos, o que facilitou a entrada do estranho.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

“E se ele tem uma uma faca na mão?”, questionou o assustado Ribéry ao diário alemão Bild logo após o episódio. “Eu me senti ameaçado. É claro que eu estava com medo, de repente eu vi um homem estranho sentado no meu lugar”, completou o camisa 7 bávaro.

Que loucura, não? Vai ver o cara só quis perguntar a Ribéry qual era o segredo da sua beleza =)

Ainda bem que não aconteceu nada.

Autor: Tags: ,

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 19:53

Caiu o tabu!

Compartilhe: Twitter

Khedira "cara-de-galã-mexicano" marcou o gol da vitória por 2 a 1

Com um jogo bastante sólido e contando com atuações inspiradas de Özil e Müller, a Alemanha venceu a França por 2 a 1, de virada, e derrubou um tabu que já durava quase 26 anos – desde agosto de 1987 a Nationalelf não vencia o rival, sendo que desde 1935 não triunfava no campo do adversário. O técnico Joachim Löw conseguiu armar um time competitivo em Paris mesmo com os desfalques de Schweinsteiger, Reus, Götze, Schmelzer e Klose.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Apesar de descer para o intervalo com a derrota parcial, a Alemanha fez um bom primeiro tempo. Principalmente na parte ofensiva. Os jogadores de frente se movimentaram bastante e criaram alguns problemas para a zaga francesa, com destaques positivos para Özil e Müller, que participaram de praticamente todas as jogadas de perigo. Podolski começou como titular e fez o básico pelo seu lado.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Depois de meter uma bola na trave numa cabeçada de Mertesacker, os germânicos foram castigados nos últimos minutos da etapa inicial. Benzema cobrou falta no travessão de Adler, a bola sobrou para Sissoko ajeitar de cabeça para Valbuena, também de cabeça, colocar no canto do goleiro alemão. Desatenção da defesa, que deixou o atacante livre para balançar as redes.

A Nationalelf voltou bem para o segundo tempo e buscou o empate logo no começo. Gündogan deu ótima assistência para Müller, que recebeu na área e só tocou por cima do goleiro Lloris. Um belo gol que coroou a ótima atuação do meia-atacante do Bayern de Munique.

► Clique aqui e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Depois da igualdade, a partida voltou a ficar equilibrada, com a França um pouco mais perigosa e tendo as melhores chances para marcar. Mas quem comemorou mais uma vez foi a Alemanha, aos 29 minutos. Com um passe espetacular de Özil, Khedira saiu na cara do gol e chutou por baixo do goleiro adversário para virar o jogo. Uma jogada de atletas do Real Madrid. E, apesar do tento, o volante não fez um bom jogo, lento em alguns momentos do amistoso.

A França sentiu o segundo gol e não ameaçou mais os alemães até os 43 minutos, quando Ribéry arrancou pela esquerda e chutou forte para boa defesa de Adler. O goleirão fez, pelo menos, três intervenções difíceis no duelo. Neuer deve esquentar o banco por mais um tempo.

Hummels e Mertesacker foram seguros na zaga, assim como Lahm, bem no apoio e melhor ainda na marcação. O destaque negativo na parte defensiva foi Höwedes, que atuou improvisado na lateral esquerda e foi apenas regular. No meio, Gündogan fez um primeiro tempo fraco e um segundo muito bom. Schürrle, Lars Bender e Kroos entraram na etapa final e mal apareceram.

Próximo jogo da Alemanha será pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, fora de casa, contra o Cazaquistão. O duelo acontece em 22 de março. Quatro dias depois, em 26 de março, a equipe de Joachim Löw recebe o mesmo Cazaquistão na cidade de Nuremberg.

Notas dos jogadores:

Adler 6,0, Lahm 6,5, Mertesacker 6,5, Hummels 7,0 e Höwedes 5,5; Khedira 6,5, Gündogan 6,5 e Özil 8,5; Thomas Müller 8,5 (Lars Bender Sem nota), Podolski 6,0 (Schürrle 6,0) e Mario Gomez 5,0 (Kroos 5,0)

Autor: Tags: , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última