Publicidade

Posts com a Tag Klaas-Jan Huntelaar

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 Bundesliga | 09:12

Bayern e Schalke agradecem tropeços de rivais

Compartilhe: Twitter
Huntelaar cabeceia para marcar o gol do Schalke

Huntelaar cabeceia para marcar o gol do Schalke

Dois times saíram como grandes vencedores no recomeço da Bundesliga. O Bayern de Munique, que abriu ainda mais vantagem na liderança, e o Schalke, que encostou de vez na briga por uma vaga na Liga dos Campeões. E ambos venceram duelos difíceis fora de casa.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Na sexta-feira, o Bayern de Munique visitou o até então terceiro colocado Borussia M’gladbach e venceu por 2 a 0, gols de Götze e Müller. Enquanto isso, o Schalke foi até Hamburgo e enfiou 3 a 0 nos donos da casa, com direito a gol de Huntelaar, que não jogava desde agosto de 2013. Aliás, o último tento marcado pelo holandês havia sido justamente contra o Hamburgo, no primeiro turno.

Com a derrota do segundo colocado Bayer Leverkusen diante do Freiburg e o empate do Borussia Dortmund contra o Augsburg, no Westfalenstadion, os Bávaros agora estão com 10 pontos de vantagem na ponta – e ainda com um jogo a menos.

Já pode entregar a salva de prata lá na Allianz Arena?

Os Azuis-Reais, por sua vez, encostaram na zona de classificação para Champions League. O Schalke é o 5º colocado com 31 pontos, contra 33 de Borussia M’gladbach e Borussia Dortmund e 37 do Leverkusen. Wolfsburg e Hertha Berlim poderiam embolar essa disputa por vaga, mas ambos perderam no sábado e ficaram um pouco para trás.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

E o Nuremberg, hein? Depois de passar o primeiro turno inteiro sem uma vitória sequer, lavou a alma na abertura do returno e enfiou 4 a 0 no Hoffenheim, conquistando sua única vitória até aqui na temporada. O time da Baviera é o penúltimo colocado, na frente apenas do lanterna Braunschweig, que arrancou um bom empate fora de casa contra o Werder Bremen.

Confira os resultados da 18ª rodada:

Sexta, 24 de janeiro
Borussia M’gladbach 0 x 2 Bayern de Munique

Sábado, 25 de janeiro
Freiburg 3 x 2 Bayer Leverkusen
Wolfsburg 1 x 3 Hannover
Nuremberg 4 x 0 Hoffenheim
Stuttgart 1 x 2 Mainz
Borussia Dortmund 2 x 2 Augsburg
Frankfurt 1 x 0 Hertha Berlim

Domingo, 26 de janeiro
Werder Bremen 0 x 0 Braunschweig
Hamburgo 0 x 3 Schalke

Autor: Tags: , , , , ,

segunda-feira, 12 de agosto de 2013 Bundesliga | 09:02

Atacantes brilham em 1ª rodada recheada de gols

Compartilhe: Twitter

Que belo começo de Bundesliga, hein? Foram 37 gols nas nove partidas da primeira rodada, uma excelente média de mais de 4 tentos por duelo. E foi uma farra dos atacantes, que resolveram mostrar suas credenciais logo de cara.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Na goleada do Borussia Dortmund por 4 a 0 diante do Augsburg, fora de casa, por exemplo, o gabonês Aubameyang brilhou com um ‘hat-trick’ – ele foi apenas o 6º jogador da história do Campeonato Alemão que anotou três gols em sua estreia. Lewandowski não jogou muito bem, mas também deixou sua marca e ainda deu uma bela assistência.

Abrindo o torneio, na sexta-feira, o campeão Bayern de Munique estreou com vitória. Robben e Ribéry jogaram demais nos 3 a 1 contra o Borussia M’gladbach, mostrando que a dupla “Robbery” promete dar o que falar na temporada. Robben anotou o primeiro, Mandzukic deixou sua marca, Dante fez gol-contra, mas o gol de Alaba foi o mais inusitado do duelo.

Foram dois pênaltis seguidos em menos de um minuto, com toques de mão do mesmo jogador, o zagueiro espanhol Dominguez. No primeiro lance, ele dividiu a bola e acabou cometendo a penalidade, desperdiçada por Müller e defendida pelo goleiro Stegen. Robben pegou o rebote, tentou driblar Dominguez e a bola bateu novamente no braço do defensor. O juiz marcou outro pênalti e Alaba converteu.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Götze estreou pelo Bayern de Munique

Por falar em Bayern, Mario Götze, enfim, fez sua estreia com a camisa bávara. Não foi na Bundesliga, mas sim num amistoso realizado contra o atual campeão húngaro Gyori ETO, no domingo. O meia entrou no 2º tempo e ainda fez dois gols na goleada por 4 a 1. Schweinsteiger e Ribéry também entraram no decorrer do duelo, mas Müller, Martínez, Rafinha e Thiago Alcântara foram titulares.

Voltando ao Campeonato Alemão, o artilheiro da última temporada também resolveu dar as caras – Kiessling marcou um dos gols do Bayer Leverkusen no triunfo por 3 a 1 diante do Freiburg. Já na surpreendente goleada do Hertha Berlim contra o Frankfurt por 6 a 1, os atacantes Adrian Ramos e Sami Allagui marcaram dois gols cada. O brasileiro Ronny também fez um.

Outros dois jogadores marcaram duas vezes na rodada inaugural. O holandês Huntelaar bem que tentou ajudar o Schalke, fez dois gols, mas os Azuis-Reais não passaram pelo Hamburgo na Veltins Arena: 3 a 3, um jogaço. O Mainz, por sua vez, contou com dois tentos de Nicolai Müller para fazer 3 a 2 sobre o Stuttgart, que marcou com Ibisevic e Harnik.

Confira os resultados da 1ª rodada da Bundesliga:

Sexta, 9 de agosto
Bayern de Munique 3 x 1 Borussia M’gladbach

Sábado, 10 de agosto
Bayer Leverkusen 3 x 1 Freiburg
Hannover 2 x 0 Wolfsburg
Hoffenheim 2 x 2 Nuremberg
Augsburg 0 x 4 Borussia Dortmund
Hertha Berlim 6 x 1 Eintracht Frankfurt
Braunschweig 0 x 1 Werder Bremen

Domingo, 11 de agosto
Mainz 3 x 2 Stuttgart
Schalke 3 x 3 Hamburgo

Autor: Tags: , , , , , , , ,

domingo, 10 de março de 2013 Bundesliga | 15:19

Schalke supera o Dortmund, e Bayern abre 20 pontos

Compartilhe: Twitter

Clássicos regionais na Europa geralmente são truncados, tensos, muitas vezes com poucas chances de gols. Mas não foi isso que se viu no Schalke x Borussia Dortmund de sábado, pela Bundesliga. Os arquirrivais fizeram um jogaço na Veltins Arena, cheio de lances de perigo, alternativas e com tês gols anotados. Dois dos Azuis-Reais e um dos Amarelos: 2 a 1 para o Schalke, repetindo o placar do primeiro turno, no Westfalenstadion.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

A primeira etapa foi amplamente dominada pelo S04, que abriu 2 a 0 com gols de Draxler e Huntelaar. E os anfitriões poderiam ampliar essa vantagem se não desperdiçassem muitas oportunidades. Inclusive, no começo do segundo tempo, Farfán perdeu uma ótima chance para matar o jogo.

Por falar em etapa final, quem tomou conta do jogo na segunda metade foi o Dortmund. Marco Reus começou no banco de reservas – não sei o motivo -, entrou no intervalo e deu outra cara para os visitantes, que diminuíram com Lewandowski e só não empataram porque também perderam algumas chances. Em uma delas, Lewa chutou para o gol e a bola pegou nas partes baixas de Götze. Confesso que senti a dor daqui. Veja no vídeo:

Com o triunfo no superclássico, o Schalke entrou de vez na briga por uma vaga na Champions League, agora ocupando a 4ª colocação, mesma pontuação que o Eintracht Frankfurt, 5º colocado, e que empatou com o Hannover no domingo. O BVB segue na segunda posição, já que o terceiro colocado Bayer Leverkusen foi até Mainz e perdeu dos donos da casa por 1 a 0.

***Só para a informação não passar batida, no clássico, o atacante Huntelaar trombou com o goleiro Hildebrand, lesionou os ligamentos do joelho e não vai jogar a partida decisiva do Schalke contra o Galatasaray, nas oitavas da Champions. Aliás, se houver necessidade de cirurgia, o holandês está fora da temporada. Já o zagueiro Hummels, do Dortmund, teve ruptura parcial dos ligamentos do tornozelo e vira desfalque por, pelo menos, 4 semanas. Que fase!

Boateng foi surfar na bandeirinha de escanteio após marcar o gol da vitória do Bayern

Diante de todos esses resultados, quem comemora é o Bayern de Munique. Na Allianz Arena, o líder sofreu contra o Fortuna Düsseldorf e só conseguiu a virada por 3 a 2 nos últimos minutos. O placar deixa a equipe com 20 pontos de vantagem sobre o Dortmund, faltando nove rodadas para o final da competição. Ou seja, os Bávaros podem ser campeões com incríveis sete rodadas de antecipação, dependendo dos outros resultados.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Bolly marcou para o Düsseldorf aos 15 minutos e Thomas Müller empatou ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o F95 voltou a ficar na frente com gol de Lambertz, mas os donos da casa buscaram o triunfo com tentos de Ribéry e Boateng. Vale lembrar que Jupp Heynckes decidiu poupar o zagueiro brasileiro Dante, que havia jogado todos os jogos do Bayern até aqui na Bundesliga e ficou de fora apenas desse duelo em todo campeonato.

O fim de semana ficou marcado também por dois resultados surpreendentes. O Wolfsburg visitou o Freiburg, nem se importou com a boa temporada que o rival faz e enfiou 5 a 2, com direito a gol do meia Diego. Outro brasileiro que balançou as redes foi o atacante Roberto Firmino, na vitória maiúscula do Hoffenheim fora de casa diante do Greuther Fürth, 3 a 0.

Fechando a rodada, o Hamburgo visitou o Stuttgart e venceu por 1 a 0 dentro da Mercedes Benz Arena, chegando à 6ª colocação na tabela, só um ponto atrás de Schalke e Frankfurt. Olha o HSV aí, hein? Comendo pelas beiradas e sem muito alarde, o time do norte alemão vem chegando e quer ficar com uma das vagas na Champions.

Confira os resultados da rodada:

Sexta, 8 de março
Augsburg 1 x 2 Nuremberg

Sábado, 9 de março
Mainz 1 x 0 Bayer Leverkusen
Freiburg 2 x 5 Wolfsburg
Greuther Fürth 0 x 3 Hoffenheim
Schalke 2 x 1 Borussia Dortmund
Bayern de Munique 3 x 2 Fortuna Düsseldorf
Borussia M’gladbach 1 x 1 Werder Bremen

Domingo, 10 de março
Hannover 0 x 0 Eintracht Frankfurt
Stuttgart 0 x 1 Hamburgo

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 7 de novembro de 2012 Liga dos Campeões | 20:20

Alemães lideram seus grupos na Champions

Compartilhe: Twitter

Pizarro chuta para marcar um de seus três gols no jogo

Os três times alemães que entraram em campo neste meio de semana pela Liga dos Campeões não perderam. O que é bom, mas poderia ter sido melhor. O único que venceu foi o Bayern de Munique, que atropelou o pobre Lille na Allianz Arena com impiedosos 6 a 1.

► Vote no BLOG DO ALEMÃO como melhor blog esportivo de 2012

O primeiro tempo bávaro foi simplesmente perfeito. Em menos de 30 minutos, a equipe já vencia o duelo por 5 a 0, com direito a três gols do peruano Pizarro, um de Schweinsteiger e outro de Robben – esses dois últimos marcaram em cobranças de falta. Na etapa final, Kroos completou o massacre, que só não foi maior porque o Bayern perdeu muitos gols e tirou o pé. Daria para fazer uns 10 ou 11 gols, sem exagerar.

Além dos três gols de Pizarro, “hat-trick” também para o lateral Philipp Lahm. Ele deu assistências para dois gols do peruano e para o tento de Kroos. Espetacular a atuação ofensiva do capitão da equipe e da Nationalelf. E “hat-trick” também para Robben, mas esse de gols perdidos. Na verdade, o holandês perdeu uns quatro gols.

Com o resultado, o Bayern assume a ponta do grupo F com 9 pontos conquistados, mesma pontuação do Valencia, que bateu o BATE Borisov no outro jogo da rodada. O time de Belarus está em 3º com seis pontos, enquanto o Lille segue com zero.

Mario Götze no lance do 2º gol do BVB

Por falar em atuação impecável, que jogaço o Borussia Dortmund fez na Espanha, hein? Não se intimidou com o Santiago Bernabéu lotado e jogou de igual para igual contra o poderoso Real Madrid no empate por 2 a 2. E só não ganhou porque Weidenfeller, na minha opinião, falhou no gol de falta de Özil nos minutos finais. O goleirão foi andando para a bola e viu ela bater na trave e entrar.

Antes disso, Marco Reus e Mario Götze infernizaram a zaga merengue. Mas vale destacar a importância de Lewandowski nos dois gols dos Amarelos. No primeiro, ele escorou de cabeça para Reus, que ajeitou e soltou a bomba. No fim da 1ª etapa, o atacante polonês tocou mais uma vez de cabeça, Grosskreutz dominou e encontrou Götze entrando na área. O camisa 10 passou pela marcação e tocou por cima de Casillas.

Özil fez o segundo gol do Real e ainda deu a assistência para o primeiro, anotado por Pepe.

O empate deixa o Dortmund na liderança da chave D com oito pontos, seguido pelo Real Madrid, que tem sete. Na terceira posição aparece o Ajax, que tem quatro, com o Manchester City segurando a lanterna, dois pontos.

Farfán fez o gol de empate do Schalke

Por fim, o Schalke. Os Azuis-Reais jogaram em casa e saíram perdendo por 2 a 0 do Arsenal, mas buscaram o empate por 2 a 2, somando um ponto precioso na chave. E se apertasse um pouco mais, conseguiria a vitória. O time lidera o grupo B com oito pontos, seguido de perto pelo Arsenal, sete, e pelo Olympiacos, que tem seis. O Montpellier tem apenas um.

No primeiro tempo, Walcott abriu o placar após falha do bom volante Neustädter, que cabeceou para trás no lance que terminou no gol adversário. Depois, o atacante Giroud ampliou para os ingleses – assistência de Podolski – e a vaca parecia que estava indo para o brejo. Parecia, porque antes do intervalo Huntelaar diminuiu, dando ânimo para o Schalke.

Na segunda etapa, a pressão azul foi imensa e culminou no empate. Farfán recebeu pela direita da área e soltou a bomba. A bola ainda desviou na zaga antes de entrar. A partir daí, o jogo ficou morno. Tanto Schalke quanto Arsenal pareciam que estavam satisfeitos com o resultado e pouco se arriscaram.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de outubro de 2012 Liga dos Campeões | 19:12

Borussia Dortmund e Schalke perfeitos e invictos

Compartilhe: Twitter

Schmelzer comemora o segundo gol do Dortmund

Que meio de semana excelente para os alemães na Champions League, hein? A rodada germânica começou na terça-feira com a vitória do Bayern de Munique fora de casa e terminou com os triunfos maiúsculos de Borussia Dortmund e Schalke.

► Vote no BLOG DO ALEMÃO como melhor blog esportivo de 2012

Jogando em casa, o Dortmund recebeu o todo poderoso Real Madrid e venceu por 2 a 1, levando os torcedores que foram ao Westfalenstadion ao delírio. No primeiro tempo, em saída errada dos espanhóis (leia-se Pepe), Khel rolou para Lewandowski, que avançou livre pela intermediária e tocou com categoria na saída de Casillas.

Mas não deu nem tempo para comemorar o tento, já que dois minutos depois o Real empatou num belo gol de Cristiano Ronaldo, encobrindo o goleiro Weidenfeller.

Na segunda etapa, aos 19, Schmelzer aproveitou rebote de Casillas e chutou de primeira no canto esquerdo para recolocar o BVB na frente. Depois do segundo gol alemão, o Real partiu com tudo para buscar o empate e pressionou até o fim, mas Hummels teve uma atuação impecável na zaga, se agigantou e foi um dos responsáveis pelo triunfo.

Os três pontos conquistados deixam o Borussia na liderança da chave D – 7 pontos – e com a vaga muito bem encaminhada. O Real está em segundo com 6, seguido pelo Ajax que soma 3 pontos e o Manchester City, na lanterna, com apenas um. No segundo turno, o Dortmund fará mais um jogo em casa e outros dois fora – contra Real e Ajax.

Huntelaar abre o placar a favor do Schalke

O Schalke também fez bonito e conseguiu uma importantíssima vitória em Londres contra o Arsenal, rival direto na luta por classificação às oitavas: 2 a 0. Atuação impecável e praticamente perfeita do sistema defensivo dos Azuis-Reais, que já chegaram para o duelo embalados pelo triunfo diante do Dortmund no clássico do fim de semana passado.

Depois de um primeiro tempo bastante equilibrado e sem gols, o Schalke abriu o placar aos 31 minutos da etapa final, com Huntelaar. O holandês aproveitou passe de cabeça do compatriota Afellay e soltou a bomba para marcar. Dez minutos mais tarde, foi a vez de Afellay marcar e completar a festa azul na Inglaterra.

Vale deixar aqui o registro da ótima atuação do peruano Farfán. Caindo pelo lado direito do ataque, ele infernizou a defesa dos Gunners e ainda deu a assistência para o segundo gol dos alemães.

A vitória deixa o Schalke na liderança do grupo B com 7 pontos conquistados, enquanto o Arsenal estacionou nos 6, na segunda colocação. Em terceiro está o Olympiacos, com 3, seguido pelo Montpellier, que tem só 1. E o Schalke ainda fará mais dois jogos em casa na sequência da fase de grupos, contra o próprio Arsenal e o Olympiacos, enquanto encara os franceses fora de casa.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 18 de setembro de 2012 Liga dos Campeões | 17:56

Dortmund e Schalke estreiam com vitória na Champions

Compartilhe: Twitter

Os grandes arquirrivais do futebol alemão estrearam nesta terça-feira na fase de grupos da Liga dos Campeões e venceram. Com alguns momentos de dramaticidade, é verdade, mas o que vale são os três pontos na conta. Isso porque tanto Borussia Dortmund quanto Schalke desperdiçaram pênaltis nos seus jogos e quase se complicaram.

No Westfalenstadion, contra o Ajax, o Dortmund mandou em quase toda a partida. O primeiro tempo foi bastante equilibrado, mas na etapa final os Amarelos partiram para cima e pressionaram os holandeses. Aos 12 minutos do 2º tempo, Hummels perdeu um pênalti e o duelo parecia que terminaria empatado sem gols, quando, aos 42, Lewandowski recebeu na área, ganhou do zagueiro na força e soltou a bomba para decretar o triunfo por 1 a 0.

No outro jogo do grupo D, o Real Madrid conseguiu uma virada heróica contra o Manchester City, na Espanha, e lidera ao lado do Dortmund com três pontos.

Já o Schalke viajou até a Grécia e conseguiu um bom triunfo diante do Olympiacos. No 1º tempo, Höwedes colocou os Azuis-Reais na frente, mas numa bobeira da zaga na segunda etapa, os donos da casa empataram com Abdoun, aos 8 minutos. No lance seguinte, Huntelaar marcou e recolocou o Schalke em vantagem .

Na sequência, o atacante holandês teve a chance de ampliar o placar e deixar a equipe alemã mais tranquila no jogo, mas desperdiçou um pênalti. Não fez falta, porque a partida ficou mesmo em 2 a 1.

Ainda pela chave B, o Arsenal visitou o Montpellier na França e venceu também por 2 a 1, de virada, com direito a gol de Lukas Podolski. O time inglês lidera o grupo ao lado do Schalke, ambos com três pontos.

Lembrando que nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), o Bayern de Munique estreia na Champions contra o Valencia, na Allianz Arena.

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 22 de maio de 2012 Amistosos, Vídeos | 23:33

Vaias para Robben, vaias para a torcida do Bayern

Compartilhe: Twitter

No amistoso da ressaca, o Bayern de Munique derrotou a Holanda por 3 a 2, na Allianz Arena – gols de Kroos, Petersen e Mario Gomez para os alemães, com Huntelaar e Narsingh descontando para os visitantes. Para quem não sabe, o jogo já estava agendado desde fevereiro de 2011 como forma de compensar as lesões que Robben teve na seleção em 2010, fato que havia deixado a diretoria bávara bastante irritada.

Enfim. Calhou de acontecer justamente três dias depois da derrota mais sofrida da história do Bayern. Mas os times tinham que jogar. E Robben, por contrato, tinha que atuar. E ele jogou, com a camisa da Holanda.

Robben começou no banco de reservas da seleção e entrou aos 31 minutos do segundo tempo. E a reação de grande parte dos torcedores que foram ao estádio foi lamentável, vaiando constantemente o camisa 10 da sua equipe sempre que encostava na bola.

Ele errou dois pênaltis decisivos na temporada, é verdade, mas ele fez de propósito? E o gol de pênalti na semifinal contra o Real Madrid? É óbvio que a perda do título da Champions pode ser colocada na conta do holandês, mas não se pode condenar Robben, que é um patrimônio do clube. Ainda mais depois de ter renovado o contrato até 2015.

Veja os cinco gols do amistoso:

http://www.youtube.com/watch?v=fJfMmsdtbis

Toni Kroos, autor de um dos gols, disse que as “vaias foram desnecessárias, um verdadeiro lixo“. Já Van der Vaart corroborou o discurso do meia alemão e falou que “o Bayern de Munique deveria se envergonhar da atitude da sua torcida”. Concordo com ambos.

Mas, justiça seja feita, alguns torcedores que foram ao amistoso levaram faixas de incentivo aos jogadores do Bayern e, principalmente, a Robben. “Cabeça erguida”, dizia uma delas.

Uma cena depois do duelo chamou bastante atenção. Schweinsteiger, que assistiu todo jogo do banco de reservas por conta de um desconforto na panturrilha, foi até Robben e os dois se cumprimentaram. Um gesto bem sincero deles, muito legal. Os dois personagens da final da Liga dos Campeões contra o Chelsea saíram abraçados de campo.

A Allianz Arena recebeu 33 mil pessoas. Um público até que razoável, levando em consideração os últimos acontecimentos com a equipe.

O Bayern jogou assim: Butt, Rafinha, Tymoshchuk (Boateng), Badstuber e Alaba (Contento); Luiz Gustavo, Pranjic, Kroos (Lahm) e Thomas Müller (Usami); Olic (Ribéry) e Petersen (Mario Gomez).

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 15 de maio de 2012 Fora dos campos, Vídeos | 10:17

Podolski no Arsenal e o Schalke em NY

Compartilhe: Twitter

Post de hoje só com imagens. A primeira é uma foto de Lukas Podolski com a camisa do Arsenal. Combinou com ele, não? Até parece o uniforme do Colônia.

Tem também o vídeo com o making of do “ensaio” de Poldi:

http://www.youtube.com/watch?v=ruBndv0GfOQ

E agora a aventura do Schalke nos Estados Unidos. Os jogadores estão aproveitando bem a excursão da equipe por Nova York e passeando pela cidade. E é claro que isso rende bastante fotos dos pontos turísticos. Confere algumas aí embaixo:

Klaas-Jan Huntelaar, o engraçadão

Huntelaar comendo um dogão na barraquinha de pretzels

Mais Huntelaar nos EUA

Zagueiro Metzelder na Estátua da Liberdade

Matip, Uchida e Unnerstall no Empire State

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de maio de 2012 Bundesliga | 14:17

Dados, números e curiosidades da Bundesliga que acabou

Compartilhe: Twitter

A Bundesliga acabou no último fim de semana, mas ainda dá tempo de colocar aqui alguns números e dados interessantes sobre a competição, né? Claro que dá. Mas antes, queria compartilhar uma ilustração que o leitor Eduardo Alves me mandou por e-mail. É sobre o campeão Borussia Dortmund. Ficou bem bacana, dá até para usar como papel de parede.

Clique e amplie no tamanho completo

Agora sim, vamos aos números e curiosidades:

DADOS GERAIS

Bayern deu a maior goleada

Foram 306 jogos disputados e 875 gols anotados – média de 2,86 por partida. Os mandantes venceram 139 vezes (45,4%), enquanto os visitantes triunfaram em 88 jogos (28,8%). Ainda aconteceram 79 empates (25,8%).

O resultado mais comum foi o 1 x 1, que aconteceu em 36 jogos.

Os jogos que tiveram mais gols na temporada foram três: Werder Bremen 5 x 3 Freiburg, Bayern de Munique 7 x 1 Hoffenheim e Borussia Dortmund 4 x 4 Stuttgart. Oito gols em cada duelo. E o Bayern de Munique é o dono das duas maiores goleadas em casa e fora de casa: 7 a 0 sobre Freiburg, na Allianz Arena, e 6 a 0 sobre o Hertha, em Berlim.

Mais da metade dos jogadores da Bundesliga foram alemães, claro – 264 atletas, o equivalente a 51,4%. O restante é procedente de 62 países diferentes. Áustria e Brasil aparecem logo na sequência com 17 jogadores (3,3%), seguidos por República Tcheca e Croácia, com 13 atletas cada (2,5%).

Florian Meyer, Felix Brych e Wolfgang Stark foram os árbitros que mais apitaram jogos na competição: 19 cada um. Já Manuel Gräfe foi o juiz que mais distribuiu cartões amarelos, num total de 85 e média de 5 por jogo. O árbitro Peter Sippel foi o que mais expulsou atletas: 7 vermelhos.

EQUIPES

Hertha foi o time mais indisciplinado

A equipe mais indisciplinada foi o Hertha Berlim, que levou 74 cartões amarelos e 8 vermelhos. Kaiserslautern e Hoffenheim aparecem logo depois, com 72 amarelos cada. O Kaiserslautern, porém, teve uma expulsão a mais que Hoffe: 4 a 3.

O Bayern de Munique liderou as estatísticas de gols marcados nos primeiros 15 minutos. Foram 14 tentos neste espaço de tempo. Depois vem o Mainz, que fez 12. Já dos 30 aos 45 minutos do segundo tempo, o Stuttgart foi quem mais marcou: 19 gols nesse período dos jogos. Depois vem o Borussia Dortmund, com 18.

Schalke e Werder Bremen conseguiram virar cinco jogos que saíram atrás do marcador, liderando este quesito.

Dos 18 times do torneio, apenas cinco fizeram gols já nos acréscimos: Bayern de Munique (2), Augsburg, Freiburg, Bayer Leverkusen e Hertha Berlim.

Agora, falando de gols sofridos, o Kaiserslautern foi o time mais vazado nos primeiros 15 minutos: 13 gols. E nos 15 minutos finais, a equipe que mais levou gols foi o Colônia, com 16 tentos contra sua meta. Cinco times levaram gols nos acréscimos, sendo que o Werder Bremen tomou dois depois do tempo regulamentar. Os outros são o Hoffenheim, Colônia, Wolfsburg e Stuttgart.

JOGADORES

Arango atuou em todos os jogos

Oito jogadores atuaram em todas as 34 rodadas do campeonato: Lewandowski (Dortmund), Kraft (Hertha), Schäfer (Wolfsburg), Arango e ter Stegen (Borussia M’gladbach), Simons (Nuremberg), Ulreich (Stuttgart) e Zieler (Hannover). Desses, os goleiros Ulreich, ter Stegen e Zieler jogaram todos os minutos dos seus times e não foram substituídos.

O volante Jermaine Jones foi o mais indisciplinado da Bundesliga, levando 13 amarelos. Sokratis Papastathopoulos, do Werder, e Andreas Beck, do Hoffenheim, também levaram 13 advertências no total. E apenas um jogador levou mais de um cartão vermelho na competição. Miso Brecko, do Colônia, foi expulso duas vezes.

Huntelaar, do Schalke, foi o jogador que liderou o quesito “dois gols por jogo”. Em sete jogos ele balançou as redes duas vezes. Já no quesito “três gols por jogo”, Mario Gomez, do Bayern de Munique, foi o único atleta que conseguiu dois “hat-tricks”. E foi o único também que fez 4 gols na mesma partida.

Perisic, do Dortmund, e Reisinger, do Freiburg, foram os atletas que mais entraram no decorrer das partidas quando começaram como reservas. Ambos participaram de 20 jogos nessas condições.

Ainda falando de jogadores que começaram os jogos como suplentes, Arnautovic, do Werder, Robben, do Bayern, Perisic, do Dortmund, e Choupo-Moting, do Mainz, são os artilheiros dos reservas. Eles fizeram três gols cada depois que saíram do banco.

Unnerstall, gigante e pesado

Lukas Podolski bem que tentou salvar o Colônia do rebaixamento. Ele é o jogador que tem a melhor porcentagem de gols dentro do próprio time, com 46% – quase metade dos tentos do Köln. Huntelaar, artilheiro da Bundesliga, fez 39% dos gols do Schalke e é o segundo colocado neste dado.

Unnerstall, goleiro do Schalke, foi o jogador mais alto e mais pesado do campeonato. Ele tem 1,98m e pesa 100 kg. A altura dele é a mesma de Naldo, zagueiro do Werder, mas o brasileiro pesa menos. Por falar nisso, Orozco, do Wolfsburg, foi o jogador mais leve de todos, com apenas 55 kg. O colombiano também foi o  mais baixinho, 1,64m.

O atleta mais novo que entrou em campo na temporada foi Pascal Itter, do Nuremberg. Ele tem apenas 16 anos de idade. Em contrapartida, Lenz, do Wolfsburg, e Butt, do Bayern, foram os mais velhos a jogar. Ambos têm 37 anos nas costas.

E o mais feio? Ribéry? Huntelaar? Owomoyela? Mario Gomez?

Lembrou de algum outro dado legal?
Coloque aí nos comentários.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 26 de abril de 2012 Fora dos campos | 09:50

A nova camisa do Schalke para próxima temporada

Compartilhe: Twitter

Ignorem a beleza de Huntelaar e confiram o novo uniforme do Schalke. Está legal, mas ainda prefiro o modelo atual, com as golas estilo camisa polo. (Clique nas imagens para ampliá-las)

O que acharam? Veja o vídeo das novas camisas, estrelando Benedikt Höwedes e Julian Draxler.

E esse também:

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última