Publicidade

Posts com a Tag Marcel Schmelzer

terça-feira, 26 de março de 2013 Fora dos campos, Vídeos | 13:57

Mesut, 17

Compartilhe: Twitter

O meia Mesut Özil lançou nesta terça-feira um documentário sobre a sua carreira no futebol. Na verdade, o curta-metragem que chama “Mesut, 17” tem nove minutos de duração e mostra algumas imagens do jogador com 17 anos de idade, no Schalke, ainda começando a vida nos gramados. Vale lembrar que hoje ele está com 24 anos.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

As gravações foram feitas no início de 2006 como parte das filmagens de um documentário sobre a Copa Sindelfingen, na Alemanha, disputada entre atletas juniores em um campo de dimensões reduzidas, tipo society. Além de Özil, o protagonista do filme, outros jogadores também aparecem na película, como Benedikt Höwedes e Marcel Schmelzer.

Quer ver o mini-documentário? É só dar um play aí embaixo:

O que achou? Comente!

Autor: Tags: , , , , , , ,

quarta-feira, 24 de outubro de 2012 Liga dos Campeões | 19:12

Borussia Dortmund e Schalke perfeitos e invictos

Compartilhe: Twitter

Schmelzer comemora o segundo gol do Dortmund

Que meio de semana excelente para os alemães na Champions League, hein? A rodada germânica começou na terça-feira com a vitória do Bayern de Munique fora de casa e terminou com os triunfos maiúsculos de Borussia Dortmund e Schalke.

► Vote no BLOG DO ALEMÃO como melhor blog esportivo de 2012

Jogando em casa, o Dortmund recebeu o todo poderoso Real Madrid e venceu por 2 a 1, levando os torcedores que foram ao Westfalenstadion ao delírio. No primeiro tempo, em saída errada dos espanhóis (leia-se Pepe), Khel rolou para Lewandowski, que avançou livre pela intermediária e tocou com categoria na saída de Casillas.

Mas não deu nem tempo para comemorar o tento, já que dois minutos depois o Real empatou num belo gol de Cristiano Ronaldo, encobrindo o goleiro Weidenfeller.

Na segunda etapa, aos 19, Schmelzer aproveitou rebote de Casillas e chutou de primeira no canto esquerdo para recolocar o BVB na frente. Depois do segundo gol alemão, o Real partiu com tudo para buscar o empate e pressionou até o fim, mas Hummels teve uma atuação impecável na zaga, se agigantou e foi um dos responsáveis pelo triunfo.

Os três pontos conquistados deixam o Borussia na liderança da chave D – 7 pontos – e com a vaga muito bem encaminhada. O Real está em segundo com 6, seguido pelo Ajax que soma 3 pontos e o Manchester City, na lanterna, com apenas um. No segundo turno, o Dortmund fará mais um jogo em casa e outros dois fora – contra Real e Ajax.

Huntelaar abre o placar a favor do Schalke

O Schalke também fez bonito e conseguiu uma importantíssima vitória em Londres contra o Arsenal, rival direto na luta por classificação às oitavas: 2 a 0. Atuação impecável e praticamente perfeita do sistema defensivo dos Azuis-Reais, que já chegaram para o duelo embalados pelo triunfo diante do Dortmund no clássico do fim de semana passado.

Depois de um primeiro tempo bastante equilibrado e sem gols, o Schalke abriu o placar aos 31 minutos da etapa final, com Huntelaar. O holandês aproveitou passe de cabeça do compatriota Afellay e soltou a bomba para marcar. Dez minutos mais tarde, foi a vez de Afellay marcar e completar a festa azul na Inglaterra.

Vale deixar aqui o registro da ótima atuação do peruano Farfán. Caindo pelo lado direito do ataque, ele infernizou a defesa dos Gunners e ainda deu a assistência para o segundo gol dos alemães.

A vitória deixa o Schalke na liderança do grupo B com 7 pontos conquistados, enquanto o Arsenal estacionou nos 6, na segunda colocação. Em terceiro está o Olympiacos, com 3, seguido pelo Montpellier, que tem só 1. E o Schalke ainda fará mais dois jogos em casa na sequência da fase de grupos, contra o próprio Arsenal e o Olympiacos, enquanto encara os franceses fora de casa.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 19 de outubro de 2012 Bundesliga, Vídeos | 09:01

Rodada de superclássico e de busca de recorde

Compartilhe: Twitter

Depois dos dois jogos da seleção da Alemanha nas eliminatórias da Copa de 2014, a Bundesliga está de volta. E retorna em grande estilo, com o jogaço entre Borussia Dortmund e Schalke, no Westfalenstadion, casa dos Amarelos. Os arquirrivais vão em busca da vitória no superclássico do Vale do Ruhr para não perder o líder Bayern de Munique de vista e ainda almejar a conquista do campeonato, mesmo com a temporada no começo.

Vote no BLOG DO ALEMÃO como melhor blog esportivo de 2012

Veja abaixo um vídeo que está circulando na internet sobre o maior clássico da Alemanha. Arrepia.

Apesar da grande expectativa, as duas equipes jogam desfalcadas. O Schalke não terá Papadopoulos e Draxler, enquanto o Dortmund tem perdas mais significativas. Götze, com uma lesão na coxa, e Kuba, machucado no tornozelo, estão fora. Gündogan tem um problema nas costas e ainda é dúvida, assim como Schmelzer, que machucou o pé. Em contrapartida, Hummels volta.

A cidade de Dortmund vai estremecer. Quem vence? Acho que empata.

Lá na frente, soberano e 100%, o Bayern de Munique viaja para encarar o Fortuna Düsseldorf e tentar entrar para a história. Nunca uma equipe conseguiu vencer suas oito primeiras partidas nos 50 anos de Bundesliga, fato que pode ser alcançado pelos Bávaros neste fim de semana, já que venceram nas sete primeiras rodadas da competição. E acho que alcança essa marca, hein?

Outro grande duelo acontece no domingo, quando o Hamburgo, que vem embalado e jogando muito bem, recebe o Stuttgart, que tenta se recuperar do péssimo início de campeonato. Werder Bremen x Borussia M’gladbach também promete ser uma partida de alto nível.

Confira a programação da 8ª rodada e os palpites:

Sexta-feira, 19 de outubro
Hoffenheim 2 x 0 Greuther Fürth

Sábado, 20 de outubro
Borussia Dortmund 1 x 1 Schalke (10h30 – ESPN)
Bayer Leverkusen 1 x 1 Mainz
Wolfsburg 2 x 1 Freiburg
Frankfurt 2 x 2 Hannover
Fortuna Düsseldorf 1 x 2 Bayern de Munique (10h30 – ESPN +)
Werder Bremen 2 x 0 Borussia M’gladbach

Domingo, 21 de outubro
Nuremberg 3 x 0 Augsburg
Hamburgo 3 x 2 Stuttgart (13h30 – ESPN Brasil)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 12 de outubro de 2012 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 17:39

Baile alemão na Irlanda: 6 a 1

Compartilhe: Twitter

Marco Reus chuta de esquerda para marcar o 2º gol alemão na partida

Depois de dois jogos mais ou menos nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, contra Ilhas Faroe e Áustria, a Alemanha, enfim, conseguiu colocar em prática seu bom futebol. Nesta sexta-feira, jogando em Dublin, a Nationalelf massacrou a Irlanda, enfiou 6 a 1, manteve a campanha 100% e continua na ponta do grupo C, agora com nove pontos.

► Clique aqui e confira a agenda completa de jogos da seleção da Alemanha

Dominando praticamente todo o primeiro tempo, a Alemanha abriu 2 a 0 com dois gols de Marco Reus, o craque do jogo. Aos 32 minutos, Schweinsteiger lançou na área, Schmelzer dominou errado no peito, mas a bola sobrou para o meia-atacante do Borussia Dortmund limpar a marcação e abrir o marcador.

Aos 40, Özil puxou rápido contra-ataque e tocou na direita para Boateng, que atravessou a bola para o lado esquerdo e encontrou Reus livre. Ele dominou e, da entrada da área, soltou a bomba de perna esquerda para ampliar.

Como vocês perceberam, Schmelzer e Boateng participaram ativamente dos dois gols. A dupla deixou de lado as críticas e foi muito bem na partida. O lateral do Dortmund, inclusive, fez seu melhor jogo pela seleção alemã, indo muito bem na defesa e apoiando o ataque com eficiência. Talvez essa seja a sequência que ele precise para se firmar de vez como titular.

Na segunda etapa, logo aos 10 minutos, Klose foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Özil deslocou o goleiro e marcou o terceiro, sacramentando a vitória alemã. Aliás, o meio-campista foi o maestro do time na partida, excelente atuação.

Mesmo com a vitória já garantida, a Alemanha não tirou o pé do acelerador e massacrou os irlandeses. Após lançamento espetacular de Schweinsteiger, Klose driblou o goleiro e marcou o quarto. Depois, num lindo chute de primeira de fora da área, de perna esquerda, Toni Kroos anotou o quinto. Para fechar a conta, Kroos mandou a bomba de fora da área e fez o sexto.

Kroos entrou no 2º tempo e foi bem melhor que Khedira, sumido na primeira etapa. Já Schweinsteiger manteve a boa performance da temporada, comandando o time e tomando conta do meio de campo. Lá atrás, Badstuber e Mertesacker foram pouco exigidos, assim como o goleiro Neuer, que só trabalhou aos 46 minutos do segundo tempo fazendo uma ótima defesa. Porém, na cobrança do escanteio, a Irlanda diminuiu com Keogh, que cabeceou sem chances para o goleiro do Bayern.

O próximo jogo da Alemanha nas eliminatórias será na próxima terça-feira, dia 16 de outubro, contra a Suécia. A partida acontece no estádio Olímpico de Berlim, casa do Hertha.

Notas dos jogadores:

Neuer 6,5, Boateng 7,5, Mertesacker 6,5, Badstuber 6,5 e Schmelzer 7,5; Khedira 6,0 (Kroos 8,0), Schweinsteiger 7,5, Özil 8,0 e Reus 8,5 (Podolski 6,5); Müller 6,5 e Klose 7,0 (Schürrle 6,0)

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 11 de setembro de 2012 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 17:51

Que sufoco! Mas valeu pelos três pontos

Compartilhe: Twitter

Nos 90 minutos da partida contra a Áustria, a Alemanha conseguiu jogar apenas 12 de bom futebol. Justamente os 12 primeiros minutos da segunda etapa. No restante do tempo, o que se viu foi um time apático, sem criatividade, sem velocidade, sem vibração. Porém, o que vale é o futebol eficiente e os três pontos na conta – 2 a 1, gols de Reus e Özil.

► Clique e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

O primeiro tempo inteiro foi amplamente dominado pelos austríacos, que rondaram a área alemã com muito perigo. Muito em função das atuações ruins dos volantes Kroos e Khedira, que deixaram muito espaço para o time adversário criar no meio de campo. Isso mostra a importância de Schweinsteiger na equipe.

Mesmo jogando mal, a Alemanha abriu o placar aos 44 minutos. Klose ganhou a bola na intermediária e deu um belo lançamento em profundidade para Reus. O meia do Dortmund dominou pela esquerda da área, tirou a marcação, levou a bola para a perna direita e chutou no canto.

Reus que nem voltaria para o 2º tempo – talvez machucado, pois levou uma pancada no pé no lance do seu gol. Joachim Löw, então, voltou com Götze na etapa complementar. E a equipe germânica melhorou bastante. Tanto que conseguiu ampliar aos sete minutos. Müller foi derrubado na área e Özil cobrou o pênalti para marcar.

Com o time melhor em campo, a vitória parecia que viria sem muitos problemas. Parecia, porque aos 12, Schmelzer falhou pela esquerda e levou um lindo drible de Arnautovic, do Werder Bremen, que cruzou na medida para Junuzovic diminuir. A partir daí, a Alemanha parou de jogar e só passou a se defender.

Neuer foi bastante exigido e mostrou segurança em todos os lances. Assim como Hummels, que fez um belo jogo no 2º tempo. Lahm foi bem na parte defensiva, mas pouco apareceu no ataque. E o lateral Schmelzer, que vacilou no gol austríaco, mais uma vez não conseguiu jogar bem com a camisa da seleção.

No fim do jogo, aos 43 minutos, Arnautovic perdeu um gol inacreditável. Era a chance do empate. O atacante recebeu cruzamento da esquerda e já dentro da pequena área, com Neuer caído, chutou espanado para fora. Ou seja, a vitória ficou de muito bom tamanho para a Nationalelf, que segue 100% nas eliminatórias, rumo ao Mundial de 2014, no Brasil.

E o Klose? Que decepção! Pouco participativo e mais uma vez passou em branco.

O próximo jogo da Alemanha será no dia 12 de outubro, também pelas eliminatórias, contra a Irlanda, fora de casa. Quatro dias depois, em 16 de outubro, o desafio é contra a Suécia, no estádio Olímpico de Berlim.

Veja as notas dos jogadores na partida:

Neuer 7,0, Lahm 6,0, Hummels 6,5, Badstuber 6,0 e Schmelzer 5,0; Khedira 6,0, Kroos 5,5, Özil 7,0 e Reus 7,0 (Götze 6,5); Müller 7,0 e Klose 5,5 (Podolski 6,0)

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

segunda-feira, 10 de setembro de 2012 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 12:52

Prévia de Alemanha x Áustria – "Estreia" de verdade

Compartilhe: Twitter

Todo mundo ligadão e babando no jogo da Alemanha

Depois da tranquila vitória diante de Ilhas Faroe na estreia das eliminatórias para Copa de 2014, a Alemanha volta a campo nesta terça-feira para um desafio bem mais complicado. Até porque o ataque da Áustria conta com dois jogadores que conhecem muito bem o estilo de jogo germânico: Harnik, do Stuttgart, e Arnautovic, do Werder Bremen.

► Clique e confira a agenda de jogos completa da Alemanha

Quando: 11/09/2012, terça-feira
Onde: Ernst Happel Stadion, em Viena-AUT
Porque: Eliminatórias da Copa 2014
Horário: 15h30 (de Brasília)
Na TV: Nenhum canal

Na Nationalelf, o técnico Joachim Löw deve contar com os retornos de Kroos e Schmelzer, que estão se recuperando de lesão e foram poupados na sexta-feira passada. Com isso, Mertesacker pode voltar ao banco de reservas e Badstuber retorna à zaga para ser o companheiro de Hummels. Na frente, Götze, Reus ou Müller podem ser sacados – acredito que saia o Götze.

O time que vai a campo é uma incógnita, mas deve ser esse: Neuer, Lahm, Hummels, Badstuber e Schmelzer; Kroos, Khedira, Özil e Reus; Müller e Klose. Ah, claro, tem o palpite. Aposto em 2 a 1 para Alemanha, Klose e Özil.

História

Ao longo de toda história foram 37 confrontos entre as duas seleções, com 23 vitórias alemãs, 8 austríacas e 6 empates. Os germânicos marcaram 84 gols e sofreram 54.

Curiosidades:
– Foram 7 jogos em mês de setembro, com 3 vitórias alemãs, 3 da Áustria e um empate
– A cidade de Viena é a que mais recebeu o duelo: 17 vezes
– Foram 4 jogos em eliminatórias de Copa, todos com vitória da Alemanha
– Dos 6 empates registrados, 3 deles foram sem gols

Confira alguns duelos marcantes:

Podolski fez no último jogo, em 2011

Último jogo
02/09/2011 – Eliminatórias Euro 2012
Alemanha 6 x 2 Áustria, em Gelsenkirchen-ALE

Primeiro jogo
07/06/1908 – Amistoso
Áustria 3 x 2 Alemanha, em Viena-AUT

Último empate
18/11/1992  – Amistoso
Alemanha 0 x 0 Áustria, na Nuremberg-ALE

Última vitória austríaca
29/10/1986  – Amistoso
Áustria 4 x 1 Alemanha, em Viena-AUT

Maior vitória alemã
30/06/1954  – Semifinal da Copa de 1954
Alemanha 6 x 1 Áustria, na Basiléia-SUI

Maior derrota alemã
24/05/1931  – Amistoso
Alemanha 0 x 6 Áustria, em Berlim-ALE

Prévia virtual

Um dos importantes desfalques da seleção austríaca é o meia-lateral Alaba, do Bayern de Munique, que está machucado. Porém, o atleta desafiou Badstuber numa partida virtual de futebol entre Alemanha e Áustria e, se depender do que rolou no vídeo-game, o jogo vai terminar empatado e cheio de gols.

Confere no vídeo:

Autor: Tags: , , , , , , , ,

sexta-feira, 7 de setembro de 2012 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 17:35

Vitória em ritmo de treino

Compartilhe: Twitter

A estreia da Alemanha nas eliminatórias para Copa de 2014 foi razoável. É claro que contra a inexpressiva seleção de Ilhas Faroe o torcedor sempre espera goleada, um jogo recheado de gols. Os gols até aconteceram, mas o triunfo por 3 a 0 em Hannover, gols de Götze e Özil (2), sem forçar muito, foi praticamente em ritmo de treino.

► Clique e confira a agenda de jogos completa da seleção da Alemanha

Joachim Löw surpreendeu e escalou um time super ofensivo, com apenas um volante de contenção – Khedira, no caso – e cinco jogadores com características ofensivas: Götze, Özil, Reus, Müller e Klose. Schmelzer, que seria titular na lateral esquerda, sentiu uma lesão no pé antes da partida e não jogou. Com isso, Badstuber foi deslocado para a ala, com Hummels e Mertesacker formando o miolo.

Na direita jogou Philipp Lahm, do mesmo jeito que atua no Bayern de Munique. Mas o capitão alemão deixou a desejar. Não foi bem ofensivamente e falhou algumas vezes na defesa. Um dia ruim para ele, bem atípico.

Götze chuta para abrir o placar

Se bem que a defesa alemã foi pouco exigida. Ilhas Faroe chegou raramente ao ataque.

O primeiro gol aconteceu aos 28 minutos do 1º tempo. Mario Götze pegou a bola na intermediária, fez boa jogada individual passando por vários marcadores e chutou no canto. No 2º tempo, aos nove, Özil ampliou num rápido contra-ataque puxado por ele próprio e Müller. O atacante do Bayern cruzou na medida e o meia do Real Madrid acertou uma bela finalização de primeira.

Aos 27 minutos, Özil, o melhor em campo, marcou mais um. Reus encontrou o camisa 8 na área e ele só teve o trabalho de dominar e tocar por baixo do goleiro adversário.

Por falar no arqueiro faroês, o placar só não foi maior por causa dele. Gunnar Nielsen fez pelo menos umas 6 ou 7 defesas difíceis, impedindo o vexame da sua equipe. Na outra meta, Neuer encostou na bola umas três vezes durante toda partida, chutando alto.

Reus teve a chance de se firmar como titular, mas não aproveitou como deveria. Não foi nem sobra do mesmo jogador que brilhou no M’gladbach e que faz um bom começo de temporada no Dortmund. Götze fez o gol, porém, também ficou devendo uma atuação mais convincente. E o Klose? Não marcou nem um golzinho contra Ilhas Faroe.

Próximo jogo da Alemanha é na terça-feira que vem, dia 11 de setembro, contra a Áustria, em Viena.

Notas dos jogadores alemães:
Neuer 6,0, Lahm 5,0, Mertesacker 6,0, Hummels 6,0 e Badstuber 6,5; Khedira 6,5, Götze 6,5 (Draxler sem nota), Özil 7,5 e Reus 6,0; Müller 6,5 (Schürrle 6,0) e Klose 5,5 (Podolski 6,0)

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quinta-feira, 6 de setembro de 2012 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 09:45

Prévia de Alemanha x Ilhas Faroe: Jogo fácil?

Compartilhe: Twitter

Quanto vai ser Alemanha x Ilhas Faroe no primeiro jogo da Nationalelf pelas eliminatórias da Copa de 2014? Em conversa com alguns amigos, fiz essa pergunta e os palpites foram 5 a 0, 7 a 0, 12 a 1, 6 a 0… mas não é bem assim. Pelo menos na teoria.

Clique e confira a agenda de jogos completa da seleção da Alemanha

Friedrich comemora o gol de Klose no jogo de 2003

Na história, as duas seleções se enfrentaram apenas duas vezes. E foram duas partidas duríssimas. Na primeira, vitória apertada da Alemanha por 2 a 1; depois, mais um triunfo sofrido dos germânicos, dessa vez por 2 a 0, mas com os dois gols anotados só no final. (Veja mais abaixo as informações desses jogos)

Quando: 07/09/2012, sexta-feira
Onde: AWD Arena, em Hannover-ALE
Porque: Eliminatórias da Copa 2014
Horário: 15h45 (de Brasília)
Na TV: ESPN Brasil e Esporte Interativo (ao vivo)

Nesses únicos confrontos entre as equipes, o atacante Klose estava presente – inclusive, fez gol em ambos. E o experiente centroavante é o único remanescente dos duelos de 2002 e 2003 e deverá ser titular nesta sexta-feira.

Por falar no time titular, o técnico Joachim Löw já adiantou que Schmelzer e Reus começarão jogando o duelo em Hannover, deixando Boateng e provavelmente Podolski no banco de reservas. A única dúvida do comandante é no meio. Kroos sentiu um desconforto muscular no treino e pode ser poupado.

Com isso, os 11 iniciais devem ser: Neuer; Lahm, Hummels, Badstuber e Schmelzer; Lars Bender (Kroos), Khedira, Özil e Reus; Thomas Müller e Klose.

Ah, quer saber? Não tem essa de jogo complicado dessa vez. Alemanha 5 a 0 é meu palpite, com três de Klose, um de Reus e um de Hummels. E o seu pitaco?

Veja abaixo as informações dos únicos jogos entre as seleções:

ALEMANHA 2 x 1 ILHAS FAROE
16/10/2002 – Em Hannover (ALE) – Eliminatórias da Euro 2004

Escalação da Alemanha: Kahn, Arne Friedrich, Ramelow (Freier), Wörns e Jeremies; Schneider (Kehl), Hamann, Frings e Ballack; Jancker (Neuville) e Klose. Técnico: Rudi Völler

Gols:
ALEMANHA: Ballack aos 2′ do 1º tempo e Klose aos 14′ do 2º tempo
ILHAS FAROE: Arne Friedrich, contra, aos 45′ do 1º tempo

ILHAS FAROE 0 x 2 ALEMANHA
11/06/2003 – Em Torshavn (FAR) – Eliminatórias da Euro 2004

Escalação da Alemanha: Kahn (Rost), Arne Friedrich, Ramelow, Wörns e Jeremies (Klose); Kehl, Freier, Schneider e Rau (Hartmann); Bobic e Neuville. Técnico: Rudi Völler

Gols:
ALEMANHA: Klose aos 44′ do 2º tempo; Bobic aos 45′ do 2º tempo

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 15 de agosto de 2012 Amistosos, Seleção da Alemanha | 17:47

Se fosse 11 contra 11…

Compartilhe: Twitter

Para analisar a derrota da Alemanha diante da Argentina por 3 a 1 (os gols no vídeo lá no fim do post), é preciso levar em consideração muitos aspectos. O primeiro é o grande número de desfalques que a Nationalelf teve – Neuer, Schweinsteiger, Lahm, Mario Gomez, Sven Bender, Podolski e Mertesacker. Até aí tudo bem, a seleção tem peças de reposição que dão conta do recado.

Veja a agenda de jogos da Alemanha

Dentro da partida em Frankfurt, o zagueiro Hummels, que fez uma ótima Euro 2012 e que vinha bem no amistoso, teve que sair logo com 25 minutos de jogo, lesionado. E pior! Com 30 minutos do 1º tempo, o árbitro marcou pênalti de Zieler em Sosa e expulsou o goleiro alemão. Ter Stegen entrou no lugar de Müller e o time germânico ficou com um homem a menos no setor ofensivo.

Vale ressaltar que Zieler vai ficar marcado por ter sido o primeiro goleiro a ser expulso em toda história da seleção alemã. O primeiro! Impressionante.

Com um jogador a menos, ficou difícil. Stegen defendeu o pênalti batido por Messi, mas não evitou o gol contra de Khedira nos acréscimos da primeira etapa. O volante furou o chute de perna direita após cobrança de escanteio, a bola pegou na sua perna esquerda e entrou contra a pátria.

Mesmo com 10 em campo, a Alemanha conseguiu assustar a Argentina em alguns lances. No começo da etapa final, Marco Reus acertou um chutaço de fora da área e a bola explodiu na trave. No rebote, Özil marcou, mas o bandeirinha assinalou impedimento de Khedira, que participou do lance.

Khedira faz gol contra

Messi ampliou aos sete minutos do 2º tempo e praticamente selou a vitória argentina. A Alemanha tentou diminuir o prejuízo e ainda viu Di Maria anotar um golaço, soltando a bomba de fora da área. Faltando dez minutos, linda tabela de Schürrle com Götze e conclusão de peixinho de Höwedes, um belo tento.

No geral, a equipe alemã até que não jogou mal. Com um a menos e com Messi do outro lado, era complicado vencer. Destaques para as boas atuações de Reus e Lars Bender. Khedira também teve boa performance, apesar do gol contra bizarro. Klose saiu muito da área e não jogou bem, tanto que deixou o campo para entrada de Schürrle, o melhor do time. Entrou e infernizou a zaga rival.

Schmelzer foi titular pela lateral esquerda e mais uma vez não aproveitou a chance para se firmar, jogou muito mal. E o goleirão Stegen, que não teve culpa nos gols que levou, tem duas partidas pela seleção e já levou 8 gols. Que fase!

Se fosse 11 contra 11, seria diferente. Mas como o “se” não joga bola…

Veja as notas dos jogadores da Alemanha:

Zieler (5,0), Boateng (5,5) , Hummels (6,0), Badstuber (5,5) e Schmelzer (4,0); Lars Bender (7,0), Khedira (6,5), Özil (6,0) e Reus (7,0); Müller (6,0) e Klose (5,0). Entraram: Höwedes (6,5), ter Stegen (6,5), Schürrle (7,5), Gündogan (5,5), Kroos (6,0) e Götze (6,5)

A Alemanha volta a campo no dia 7 de setembro, contra a fraquíssima seleção de Ilhas Faroe, na primeira partida das eliminatórias da Copa do Mundo de 2014. O duelo acontece na cidade de Hannover. Quatro dias depois, em 11 de setembro, o rival será a Áustria, em Viena.

Veja os gols da partida:

http://www.youtube.com/watch?v=vGbR5Bjub3o

Autor: Tags: , , , , , , ,

sábado, 26 de maio de 2012 Amistosos, Seleção da Alemanha | 14:54

"Pelada" de 1908 repetida em 2012

Compartilhe: Twitter

É difícil imaginar um duelo entre Alemanha e Suíça recheado de gols, até pela fama de defesas sólidas que as duas seleções têm. Mas, neste sábado, o protocolo foi quebrado e o amistoso na Basiléia terminou 5 a 3 para o time vermelho, uma verdadeira pelada.  A Nationalelf jogou de verde pela segunda vez e perdeu de novo – o outro revés foi diante da França.

Veja a agenda de jogos da seleção da Alemanha

O placar é o mesmo da primeira partida da seleção alemã na sua história. No ano de 1908, na Basiléia, a Suíça também venceu 5 a 3. Muita coincidência, não?

Klose foi o capitão e não fez gol

Voltando ao jogo de 2012, o técnico Joachim Löw pagou o preço de mandar a campo um time bastante ofensivo, com apenas Khedira como volante de contenção. A surpresa na escalação foi Ter Stegen na meta, mas o jovem goleiro do Borussia M’gladbach falhou em três tentos do adversário e, provavelmente, terá que assistir a Euro 2012 pela televisão.

A Alemanha começou o jogo totalmente perdida. Tanto que com 23 minutos já estava perdendo por 2 a 0, dois gols de Derdiyok, que vai jogar a próxima temporada da Bundesliga pelo Hoffenheim. No primeiro tento, o centroavante recebeu livre na área e tocou no canto. Mertesacker, sem ritmo de jogo, e Schmelzer, mal na cobertura, não conseguiram chegar para evitar.

No segundo gol, cruzamento da esquerda e gol de cabeça de Derdiyok. O goleiro Ter Stegen pensou em sair para cortar, mas ficou no meio do caminho. E Mertesacker, de novo mal posicionado, deixou o atacante suíço livre. A partir dos 30 minutos, os alemães conseguiram igualar as ações e passaram a dominar o jogo. Antes do intervalo, Özil cobrou falta na área e Hummels diminuiu, dando esperanças aos torcedores.

Na etapa final, Derdiyok voltou a balançar as redes, de novo de cabeça. Ele subiu mais que toda zaga alemã e testou no canto. Ter Stegen chegou a tocar na bola, mas espalmou para dentro. Dava para defender.

Hummels fez o primeiro gol alemão

E aí começou a pelada.

A Alemanha diminuiu com Schürrle num chute forte de fora da área e que ainda teve falha do goleiro Benaglio, mas a Suíça voltou a abrir vantagem com Liechsteiner. Reus marcou o terceiro tento alemão e, quando todo mundo acreditava que o time poderia buscar o empate, Ter Stegen falhou de novo e os anfitriões fizeram o quinto, com Mehmedi. O goleiro se precipitou na saída do gol e chegou atrasado, levando por cobertura.

Nos minutos finais, a Suíça chegou a fazer o 6º gol, mas o juiz anulou. E ainda mandou uma bola no travessão. Talvez tenha ficado barato.

Tudo bem, o time jogou sem os oito jogadores do Bayern (Lahm, Schweinsteiger, Kroos, Mario Gomez, Thomas Müller, Boateng, Badstuber e Neuer), mas não pode levar de cinco. Além das partidas ruins de Mertesacker, Schmelzer e Ter Stegen, destaque negativo também para Höwedes. O zagueiro foi improvisado na lateral direita e levou um baile por ali.

O time alemão jogou assim:
Ao lado, a nota de cada um

Ter Stegen 3,0 , Höwedes 4,0 (Sven Bender 5,0), Mertesacker 4,0, Hummels 6,5 e Schmelzer 3,5; Khedira 5,5 (Gündogan 5,0), Götze 6,5 (Lars Bender 5,0), Özil 6,0 (Reus 6,0), Schürrle 5,5 e Podolski 5,0 (Draxler 5,5); Klose 5,5 (Cacau 5,0).

O time volta a campo na próxima quinta-feira, dia 31 de maio, contra Israel, em Leipzig. Será o último amistoso antes da disputa da Eurocopa, já com a presença dos jogadores do Bayern. Antes do duelo, Löw deve anunciar os quatro jogadores cortados e a lista final com 23 convocados.

Ter Stegen e mais três?

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. Última