Publicidade

Posts com a Tag Mario Götze

domingo, 5 de janeiro de 2014 Mercado | 11:40

O que eu penso sobre Lewandowski no Bayern de Munique

Compartilhe: Twitter

O que estava praticamente certo, foi confirmado neste final de semana: Robert Lewandowski é do Bayern de Munique. Na verdade, o atacante só chega ao time da Baviera no meio de 2014, após a Copa do Mundo, e ainda termina a atual temporada com a camisa do Borussia Dortmund. O contrato firmado vai até 2019.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Algumas pessoas estão me perguntando no Twitter, Facebook ou e-mail o que achei dessa transferência, por isso resolvi escrever essas linhas. Coisa rápida.

lewa1Para muitos, a decisão de Lewa foi polêmica, coisa de traidor e tal. Eu já não penso assim. O cara fez história no Dortmund, é verdade, conquistou dois títulos da Bundesliga, um da Copa da Alemanha e chegou a uma final de Champions League, mas ele tem vontade de jogar no Bayern, oras. E se o Bayern tem interesse na contratação do atleta, por que não juntar o útil ao agradável?

A ida de Götze para o Bayern foi bem mais impactante. Ou até mesmo a de Manuel Neuer.

O que eu não gosto e nunca vou gostar é desse tipo de negociação em meio de temporada. Lewandowski ainda tem mais alguns meses de BVB já sabendo que vai desembarcar em Munique. No que ele vai pensar? O jogador precisa ter uma cabeça muito boa para suportar a provável pressão dos torcedores, imprensa e, por que não, dos próprios companheiros de Borussia.

Vale lembrar que Borussia Dortmund e Bayern de Munique ainda têm pela frente um duelo na Bundesliga, na 30ª rodada (no dia 12 de abril de 2014), e ainda podem se encontrar em fases decisivas da Liga dos Campeões e também da Copa da Alemanha. Ou seja, Lewandowski pode enfrentar seu futuro clube, pelo menos, mais quatro vezes.

A situação de Götze foi parecida, mas ele não chegou a enfrentar o Bayern depois de ter sido negociado – o meia-atacante estava lesionado na decisão alemã da última Champions. Mas e se acontece com Lewa? E se ele joga uma eventual final de Liga dos Campeões contra a equipe de Munique e faz o gol do título para os aurinegros? Já vai chegar odiado? E se ele não joga nada nesses possíveis duelos contra o Bayern? Será acusado de fazer “corpo mole”?

É complicado. São perguntas que ficam no ar e que serão respondidas em breve.

Outra questão é a hegemonia que o Bayern de Munique está criando dentro do futebol alemão. O time sobrou na temporada passada, ganhou tudo o que disputou, e segue reforçando ainda mais seu elenco. Neste temporada já chegaram Götze, Thiago Alcântara e Guardiola. Na próxima chega, por enquanto, Lewandowski. O zagueiro brasileiro David Luiz, do Chelsea, também está na pauta.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

O atacante tem tudo para se encaixar como uma luva no esquema do Bayern, já que seu estilo de jogo agrada demais ao técnico espanhol. Mesmo que Mandzukic fique no clube – o que eu acho difícil -, Lewandowski chega para ser titular.

Se continuar assim, o time fica imbatível. Excelente para o Bayern, mas não muito bom para o Campeonato Alemão. O fato é que a Bundesliga cresceu demais nos últimos anos por conta da ótima saúde financeira dos principais clubes, que não podem gastar mais do que possuem, deixando sempre a disputa equilibrada. Nas últimas quatro temporadas, por exemplo, foram três campeões diferentes – Wolfsburg, Dortmund e Bayern.

A tendência agora, porém, é que o time de Munique seja soberano por mais algum tempo dentro da Alemanha. O Bayern tem bem mais dinheiro que os rivais e gasta do jeito que quiser. Nem que para isso tenha que enfraquecer seus adversários, como vem fazendo recentemente. Sorte dele, azar dos outros, que precisam se mexer para não deixar os bávaros dominarem de vez o país.

BdJNP57CEAEu3coPara finalizar, admito que estou bastante triste em ver essa geração vencedora do Borussia Dortmund se desfazendo desta forma. Götze saiu odiado, o mesmo vai acontecer com Lewandowski. Gündogan, Marco Reus e Hummels são pretendidos por gigantes europeus e duram no Westfalenstadion mais uma ou duas temporadas, no máximo. Não vai sobrar muita gente para contar história.

E o pior nessa negociação do Lewa é que ele sai de graça, sem render um tostão sequer aos cofres do BVB. Por orgulho, o clube preferiu não vender o atacante no final da temporada passada, deixando de faturar 20 milhões de euros, pelo menos.

Autor: Tags: , , , ,

segunda-feira, 25 de novembro de 2013 Bundesliga, Vídeos | 13:10

Götze marca contra BVB, e Guardiola ameaça dispensar atletas

Compartilhe: Twitter
Mario Götze não comemorou o seu gol contra o Borussia Dortmund

Mario Götze não comemorou o seu gol contra o Borussia Dortmund

O futebol tem dessas coisas, né? Mario Götze começou o duelo diante do Borussia Dortmund no banco de reservas, entrou no segundo tempo debaixo de uma vaia ensurdecedora dos mais de 80 mil torcedores que foram ao Westfalenstadion e ainda fez o gol que abriu o placar para excelente vitória do Bayern de Munique por 3 a 0. E ele nem comemorou, em respeito ao seu ex-clube.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

O resultado não traduz muito bem o que foi o jogo. Foi um duelo bastante equilibrado, principalmente no primeiro tempo, mas a força do elenco Bávaro falou mais alto. O Dortmund teve muitos desfalques na defesa, como Hummels, Schmelzer, Subotic e Piszczek, e não conseguiu segurar o líder da Bundesliga. Os outros dois gols foram de Robben e Müller.

Porém, nem tudo são flores no Bayern de Munique. Insatisfeito com alguns de seus jogadores, que divulgam detalhes táticos das suas escalações à imprensa alemã antes das partidas, o técnico Pep Guardiola soltou o verbo após o duelo em Dortmund e ameaçou até realizar dispensas no elenco. “Cabeças vão rolar, não importa quem seja o informante. Vou encontrar esse atleta e ele não voltará a jogar comigo. Aquele que continuar passando informações será despedido”, disse o espanhol ao Bild.

Confira os cinco gols mais bonitos da 13ª rodada:

Mas enfim. A derrota em casa diante do Bayern custou ao Borussia Dortmund a segunda colocação na tabela, agora ocupada pelo Bayer Leverkusen – os Leões visitaram o Hertha Berlim na capital e venceram com gol de Kiessling, ficando a quatro pontos do líder. O BVB, por sua vez, já está sete pontos atrás do rival de Munique, em terceiro.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Dois jogos ainda se destacaram no fim de semana. Em Frankfurt, o Schalke abriu 2 a 0 sobre o Eintracht, levou a virada, mas conseguiu buscar o empate por 3 a 3 no fim. E na cidade de Bremen, o Mainz fez 3 a 0 no Werder, permitiu a reação dos donos da casa, que chegaram a marcar duas vezes nos minutos finais, mas o placar ficou mesmo no 3 a 2 para os visitantes.

Veja os resultados da rodada:

Sexta, 22 de novembro
Stuttgart 0 x 2 Borussia M’gladbach

Sábado, 23 de novembro
Nuremberg 1 x 1 Wolfsburg
Hertha Berlim 0 x 1 Bayer Leverkusen
Augsburg 2 x 0 Hoffenheim
Braunschweig 0 x 1 Freiburg
Eintracht Frankfurt 3 x 3 Schalke
Borussia Dortmund 0 x 3 Bayern de Munique

Domingo, 24 de novembro
Hamburgo 3 x 1 Hannover
Werder Bremen 2 x 3 Mainz

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 22 de novembro de 2013 Bundesliga, Vídeos | 07:36

‘Clássico esvaziado’ marca o reencontro de Götze com BVB

Compartilhe: Twitter

A Bundesliga está de volta. E ela retorna em grande estilo, com o jogaço entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique, sábado, no Westfalenstadion – o famoso “Der Klassiker”. O duelo entre líder e vice-líder tem tudo para ser excelente, mas poderia ser bem melhor não fossem os inúmeros desfalques de ambos os times.

Veja o vídeo com a prévia do clássico:

Os aurinegros, por exemplo, têm muitos problemas na defesa. Hummels, Subotic, Piszczek e Schmelzer estão machucados, assim como Gündogan. Já o recém-contratado zagueiro Manuel Friedrich se lesionou em um jogo-treino durante a semana, chegou a ser dúvida, mas vai para o embate mesmo sem estar 100% fisicamente.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Borussia Dortmund x Bayern de MuniquePelos lados dos Bávaros, as perdas são no setor ofensivo. A principal ausência será a do francês Franck Ribéry, que está com a costela fraturada. Além dele, também não jogam Shaqiri, Pizarro e Schweinsteiger. O defensor Boateng chegou a ter sua participação no clássico ameaçada, mas deve atuar normalmente.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Aliás, o jogo em Dortmund marca o esperado reencontro de Mario Götze com o Borussia. O meia-atacante treinou como titular e Guardiola vai escalar o atleta desde o início. Certamente os mais de 80 mil torcedores não darão um minuto de sossego ao ex-ídolo, hoje traidor.

Como de costume, sempre que tem um jogo importante na rodada, o canal da Bundesliga no Youtube prepara uma série de vídeos legais do duelo. Confira abaixo os que eles fizeram sobre Borussia Dortmund x Bayern de Munique:

Os 10 mais belos gols do Dortmund sobre o Bayern
Os 10 mais belos gols do Bayern sobre o Dortmund
Dortmund e Bayern, a ‘batalha dos truques no ônibus’
Euforia e desespero no clássico alemão
Na memória: Dortmund 4 x 4 Bayern, em 1982/82
Prévia no Fifa 14: Empate por 1 a 1

Nos outros jogos, destaque para o encontro entre Hertha Berlim e Bayer Leverkusen, na capital. Os Leões estão em terceiro e podem fechar a 13ª rodada na segunda colocação, dependendo do que acontecer na partida em Dortmund. Quem também almeja subir na tabela é o Schalke, que enfrenta o Eintracht Frankfurt, fora de casa.

Veja a programação e os palpites da rodada:

Sexta, 22 de novembro
Stuttgart 2 x 2 Borussia M’gladbach (17h30 – ESPN Brasil)

Sábado, 23 de novembro
Nuremberg 1 x 2 Wolfsburg
Hertha Berlim 2 x 1 Bayer Leverkusen (12h30 – ESPN)
Augsburg 1 x 1 Hoffenheim
Braunschweig 2 x 0 Freiburg
Eintracht Frankfurt 1 x 3 Schalke
Borussia Dortmund 1 x 1 Bayern de Munique (15h30 – ESPN)

Domingo, 24 de novembro
Hamburgo 3 x 2 Hannover
Werder Bremen 3 x 0 Mainz

 

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 19 de novembro de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 19:17

Alemanha arma ‘muro de Berlim’ em Wembley e bate Inglaterra

Compartilhe: Twitter
Capitão Mertesacker marcou o gol da vitória alemã

Capitão Mertesacker marcou o gol da vitória alemã

Um paredão alemão em Wembley. A Inglaterra poderia jogar mais 5 horas que não ia conseguir passar pela defesa germânica no amistoso desta sexta-feira. Excelente atuação dos zagueiros Mertesacker, Boateng, Hummels e Höwedes, que tiraram todas as bolas ali de trás, tanto por cima quanto por baixo. Mertesacker, aliás, ainda foi para o ataque e marcou o único gol da vitória da Nationalelf por 1 a 0, dentro de Londres.

► Confira a agenda completa e outras informações sobre a seleção da Alemanha

Os jogos contra Itália e Inglaterra foram um alento e mostraram que o sistema defensivo vai se ajustando aos poucos, chegando perto do ideal. Se arrumar a cozinha, a Alemanha é favoritíssima para vencer a Copa, já que o poderio ofensivo dispensa comentários, só jogador de alto nível.

Diante de um time alemão desfigurado e cheio de reservas, a Inglaterra, com seus titulares, tomou conta do primeiro tempo. A superioridade e o maior volume de jogo, entretanto, não foram transformados em chances de gol, tanto que Weidenfeller, estreante do dia, praticamente não foi testado nos primeiros 45 minutos e não fez uma defesa difícil sequer.

Aos 39 minutos, a Alemanha apareceu pela primeira vez no ataque. E foi fatal. Kroos cobrou o escanteio, Mertesacker cabeceou firme e Hart fez a defesa. Kruse pegou o rebote e o goleiro inglês fez outra intervenção, espalmando para fora. No novo tiro de canto, outra cobrança de Kroos, mais uma cabeçada do zagueirão do Arsenal, mas dessa vez a bola entrou.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Na etapa final, Hummels entrou na vaga de Boateng e manteve o bom desempenho no miolo de zaga, ganhando todas as jogadas. O defensor, porém, se machucou e deu lugar a Höwedes. Resta saber se Hummels terá condições de jogar o clássico de sábado pela Bundesliga, quando o Borussia Dortmund recebe o Bayern de Munique. Só isso.

Rooney pouco fez contra o paredão germânico

Rooney pouco fez contra o paredão germânico

Com uma postura bastante diferente, a Alemanha passou a atacar mais e assustar a Inglaterra, principalmente nos contra-ataques. Sumidos no primeiro tempo, Reus e Götze melhoraram demais e quase deixaram suas marcas, parando nas mãos do goleiro rival. No meio defensivo, os irmãos Bender atuaram os 90 minutos e conseguiram substituir à altura a dupla titular Schweinsteiger-Khedira. Claro que sem a mesma qualidade, mas mostraram segurança.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Assim como na primeira etapa, Weidenfeller não fez defesas na segunda, apesar de ter levado uma bola na trave. Pelas laterais, Schmelzer e Westermann completaram a boa atuação defensiva da equipe.

E, justiça seja feita, Jansen fez um ótimo jogo contra os italianos, na semana passada, e entrou melhor ainda na etapa complementar diante dos ingleses. Arrisco dizer que o ala do Hamburgo carimbou seu passaporte para o Mundial. Se bobear, ganha até a vaga de titular. Vive uma excelente fase com a camisa tricampeã, surpreendentemente. Depois da Copa de 2010, não apostava em Jansen defendendo a seleção no Brasil.

Alemanha agora só em 2014. A equipe tem um amistoso agendado contra o Chile, no dia 5 de março, na cidade de Stuttgart. Semanas antes do Mundial, o time ainda deverá fazer outros amistosos e jogos-treino, inclusive em solo brasileiro.

Notas dos jogadores:

Weidenfeller 6,5, Westermann 6,5 (Draxler Sem nota), Boateng 8,5 (Hummels 8,5, depois Höwedes 8,0), Mertesacker 9,5 e Schmelzer 7,0 (Jansen 8,5); Lars Bender 7,0, Sven Bender 7,0, Kroos 6,5, Götze 7,5 e Reus 7,0 (Schürrle 6,5); Kruse 5,5 (Sidney Sam 7,5)

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 14 de novembro de 2013 Amistosos, Seleção da Alemanha | 09:36

Desfalcada, Alemanha encara a Itália em Milão

Compartilhe: Twitter

Sexta-feira é feriado no Brasil e dia de seleção da Alemanha em campo. No penúltimo duelo do ano, diante da Itália, Joachim Löw terá alguns desfalques importantes. Além de Schweinsteiger, que operou o tornozelo direito, e dos lesionados Podolski, Mario Gomez e Gündogan, o treinador também perdeu Klose, que se apresentou com uma lesão no ombro e foi cortado, e Mertesacker, gripado.

Alemanha perdeu da Itália na Euro 2012

Alemanha perdeu da Itália na Euro 2012

► Confira a agenda completa e outras informações sobre a seleção da Alemanha

Quando: 15/11/2013, sexta-feira
Onde: Giuseppe Meazza, em Milão-ITA
Porque: Amistoso
Horário: 17h45 (de Brasília)
Na TV: A confirmar

Diante das ausências – que, aliás, vêm assombrando o time nos últimos jogos -, Löw tem uma dúvida no ataque para escalar a equipe: Kruse ou Götze. Se o meia do Bayern de Munique atuar, ele revezará com Thomas Müller e Marco Reus como “falso 9”. Assim, o time deve ter Neuer, Lahm, Boateng, Hummels e Schmelzer; Khedira, Kroos, Özil, Marco Reus e Mario Götze (ou Kruse); Thomas Müller.

E o palpite? Acho que empata, 1 a 1.

Retrospecto
Ao longo da história, foram 31 jogos disputados, com 15 vitórias italianas, nove empates e sete vitórias alemãs – a Itália fez 47 gols e sofreu 35. Quando o assunto é partidas oficiais, a supremacia do rival fica maior ainda, já que nos oito duelos realizados por Copas do Mundo ou Eurocopas, a Itália venceu quatro vezes e aconteceram outros quatro empates. Ou seja, todos os triunfos alemães foram em amistosos.

Confira alguns dessas partidas:

Último jogo
28/06/2012 – Em Varsóvia (POL)
Alemanha 1 x 2 Itália, semi da Eurocopa

Primeiro jogo
01/01/1923 – Em Milão (ITA)
Itália 3 x 1 Alemanha, amistoso

Maior vitória alemã
26/11/1939 – Em Berlim (ALE)
Alemanha 5 x 2 Itália, amistoso

Maior derrota alemã
01/03/2006 – Em Florença (ITA)
Itália 4 x 1 Alemanha, amistoso

Autor: Tags: , , , , , ,

segunda-feira, 21 de outubro de 2013 Bundesliga, Vídeos | 08:02

Gol fantasma e grande atuação de Götze marcam a rodada

Compartilhe: Twitter

'Gol fantasma' de Kiessling sobre o Hoffenheim

Rodada bastante polêmica na Alemanha, hein? O assunto do final de semana e que vai render por mais um bom tempo é o “gol fantasma” de Stefan Kiessling na vitória do Bayer Leverkusen diante do Hoffenheim, por 2 a 1, jogando fora de casa. No segundo tempo, quando os Leões já venciam os anfitriões por 1 a 0, o juiz Felix Brych validou um tento inexistente do centroavante.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Após cobrança de escanteio, Kiessling cabeceou para fora, a bola furou a rede e entrou na meta. O atacante viu que a bola foi por fora, lamentou a chance desperdiçada e nem comemorou, mas o árbitro confirmou o tento. Na hora, os próprios jogadores do Hoffe não perceberam que a bola havia furado a rede pelo lado de fora e nem reclamaram.

Confira o lance de Kiessling no vídeo:

No primeiro tempo, Brych já havia anulado um gol legítimo dos donos da casa, anotado por Volland, alegando um impedimento que não existiu. Depois do “gol fantasma”, o juizão ainda deu um pênalti inexistente para o Hoffenheim – a infração foi fora da área -, mas o brasileiro Roberto Firmino desperdiçou a oportunidade. O goleiro Leno defendeu.

O fato é que o Hoffenheim já entrou com um protesto formal na Federação Alemã (DFL) pedindo a anulação da partida. Lembrando que, em 1994, um episódio parecido aconteceu na vitória do Bayern de Munique e Nuremberg. Thomas Helmer, do Bayern, perdeu uma chance clara em cima da linha, mas o árbitro Hans-Joachim Osmers não viu que a bola foi para fora e deu o gol de forma absurda.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

O jogo acabou em 2 a 1 para a equipe de Munique, mas DFL acatou o protesto do Nuremberg, cancelou o jogo e remarcou o duelo, que terminou com outro triunfo do Bayern, dessa vez por 5 a 0. Naquela ocasião, a Fifa ficou irritada demais com o “replay” e ameaçou punir a Alemanha. Agora, porém, a Federação Alemã já avisou que deixa o caso de Hoffenheim x Bayer Leverkusen nas mãos da entidade máxima do futebol mundial.

Confira o gol fantasma de Helmer em 1994:

Por falar em Bayern, a equipe recuperou a liderança da Bundesliga após a goleada aplicada sobre o Mainz, por 4 a 1, dentro da Allianz Arena. E foram os visitantes que saíram na frente, levando a vitória parcial para o intervalo. Entretanto, com a entrada de Mario Götze no segundo tempo, o time de Munique resolveu jogar bola e virou o marcador. O meia fez sua melhor partida com a camisa vermelha, deu duas assistências – para Robben e Mandzukic – e ainda participou do tento de Müller.

O Borussia Dortmund também venceu e segue na segunda colocação: 1 a 0 diante do Hannover, gol de pênalti de Marco Reus. Na sequência, depois de Bayern, Dortmund e Leverkusen, aparecem Hertha Berlim e Schalke. O time da capital fez 1 a 0 sobre o Borussia M’gladbach, enquanto os Azuis-Reais suaram a camisa para vencer o Braunschweig por 3 a 2, com gol anotado aos 46 minutos do 2º tempo.

Luiz Gustavo marcou na vitória do Wolfsburg

No domingo, jogaço entre Hamburgo e Stuttgart, que terminou empatado por 3 a 3. E o Wolfsburg, com um gol do volante brasileiro Luiz Gustavo, bateu o Augsburg e conquistou sua primeira vitória como visitante. Vale destacar também que Werder Bremen e Freiburg protagonizaram o primeiro jogo sem gols da temporada.

Confira os resultados da 9ª rodada:

Sexta, 18 de outubro
Hoffenheim 1 x 2 Bayer Leverkusen 

Sábado, 19 de outubro
Borussia Dortmund 1 x 0 Hannover
Bayern de Munique 4 x 1 Mainz
Werder Bremen 0 x 0 Freiburg
Braunschweig 2 x 3 Schalke
Eintracht Frankfurt 1 x 1 Nuremberg
Hertha Berlim 1 x 0 Borussia M’gladbach

Domingo, 20 de outubro
Hamburgo 3 x 3 Stuttgart
Augsburg 1 x 2 Wolfsburg

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de outubro de 2013 Fora dos campos, Seleção da Alemanha | 09:09

Nike x Adidas: Götze continua brincando com fogo

Compartilhe: Twitter
Mario Götze usa meião da Nike na seleção alemã

Mario Götze usa meião da Nike na seleção alemã (clique para ampliar a imagem)

Lembram da apresentação de Mario Götze no Bayern de Munique, quando o meio-campista usou uma camiseta com um logotipo enorme da Nike? O fato pegou muito mal no clube, que é patrocinado pela Adidas, e o jogador levou uma multa de 20 mil euros. Vale lembrar que, além de ser fornecedora de material esportivo do Bayern há cinco décadas, a Adidas também é acionista do clube desde 2002, controlando 9,4% do time atualmente.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Pois bem. Nesta semana, Götze resolveu polemizar de novo. Dessa vez, na seleção da Alemanha. Ao chegar para uma sessão de treinamentos com a delegação, o jogador desceu do ônibus usando um meião da Nike, com o logo da empresa norte-americana bem à mostra – assim como o Bayern, a Alemanha também é patrocinada pela compatriota Adidas.

O atleta até se explicou: “Estas são meias de compressão que eu uso por causa da minha lesão”. Mas as palavras de Götze não convenceram o ex-atacante Oliver Bierhoff, atual gerente da seleção, que condenou a atitude do jogador.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

“Existe apenas a escolha livre na marca das chuteiras. O resto do uniforme na seleção tem que ser Adidas, estamos comprometidos com nosso parceiro. Apesar da empresa não ter contrato com todos os jogadores, nós sugerimos algumas diretrizes. Isso não deveria ter acontecido”, avaliou Bierhoff.

Götze que se cuide, senão vai acabar ganhando a antipatia de muitas pessoas por lá.

Götze se apresentou no Bayern usando camisa da Nike

Götze se apresentou no Bayern usando camisa da Nike

 

Autor: Tags: , , , , , ,

terça-feira, 15 de outubro de 2013 Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 17:44

Schürrle brilha em outro Alemanha x Suécia maluco

Compartilhe: Twitter

Schürrle fez três gols contra a Suécia

Alemanha e Suécia gostam de fazer duelos malucos, hein? Depois daquele 4 a 4 no primeiro turno, em Berlim, dessa vez foi a cidade de Estocolmo que viu mais uma partida recheada de gols. 5 a 3 para os alemães, que saíram perdendo por 2 a 0 e conseguiram a virada no segundo tempo com um show do meia-atacante Andre Schürrle, autor de três tentos. A Alemanha terminou as eliminatórias na liderança do grupo C com 28 pontos dos 30 possíveis – 10 jogos, nove vitórias e um empate.

► Confira a agenda de jogos da seleção da Alemanha e outras informações

A Alemanha começou a partida devagar, em ritmo lento, quase parando. Tanto que logo aos sete minutos, Hysén aproveitou falha do miolo de zaga para abrir o placar a favor da Suécia. Aos poucos, depois de levar o gol, os comandados de Joachim Löw começaram a tomar conta da partida. A equipe tinha bem mais volume de jogo, mais posse de bola, mas não conseguia criar chances claras de gol. Só em chutes de fora a área.

Aos 43 minutos, no segundo ataque da Suécia no primeiro tempo, saiu o segundo gol dos donos da casa. Em outra desatenção da defesa, Kacaniklic recebeu cara a cara com Neuer e ampliou. Antes do intervalo, porém, Özil diminuiu o prejuízo germânico aproveitando passe de Kruse e finalizando de perna direita. 2 a 1 para os anfitriões.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

No segundo tempo, com a entrada de Götze no lugar de Müller, a Alemanha continuou melhor no duelo, mas transformou a superioridade em gols. Aos oito minutos, Schürrle fez uma linda jogada pela esquerda e a bola chegou em Özil, que rolou com açúcar para Götze colocar no ângulo e deixar tudo igual no marcador.

Quatro minutos mais tarde, Schürrle roubou a bola no meio de campo, arrancou em velocidade, se livrou do pênalti e virou o jogo com um belo tento. Aos 21, outra roubada de bola da Alemanha na intermediária de ataque, linda assistência de Götze para Schürrle, que colocou no canto e anotou pela segunda vez na partida.

Jogando em casa, a Suécia mudou a postura e passou a ocupar mais o campo de ataque. E numa cobrança de falta rápida, Hysén pegou de primeira e fez um tremendo golaço para os donos da casa. Golaço lá, golaço cá. Em contra-ataque mortal, Kroos tocou para Schürrle, que dominou na meia esquerda, ajeitou para o meio e colocou a bola no ângulo do goleiro Wiland.

► Curta página do Blog do Alemão no Facebook

Chuteira especial do 100º jogo de Schweinsteiger (clique para ampliar)

Chuteira especial do 100º jogo de Schweinsteiger (clique para ampliar)

A partida marcou o 100º jogo de Schweinsteiger com a camisa da Nationalelf, mas o meio-campista teve uma atuação bastante discreta. Kroos foi mais efetivo. Já Özil fez um gol, deu uma assistência, mas abusou nos erros de passe. Atuação de razoável para boa. Na zaga, Hummels foi titular e mostrou uma certa insegurança, enquanto Boateng esteve mais seguro em campo.

Nas laterais, Lahm apareceu mais no ataque do que Jansen. O setor ofensivo teve um Thomas Müller pouco inspirado, Kruse brigador e com vontade, e Andre Schürrle espetacular. Grandes jogadas, dribles e três gols. Sem esquecer de Mario Götze, que entrou no intervalo e teve sua melhor atuação desde que se transferiu para o Bayern de Munique. Bom para ele, ótimo para os Bávaros e excelente para seleção.

Próximo jogo da Alemanha é daqui exatamente um mês, no dia 15 de novembro, no amistoso diante da Itália, em Milão.

Notas dos jogadores

Neuer 6,0, Lahm 6,5, Boateng 6,5, Hummels 5,5 e Jansen 6,0; Kroos 7,0, Schweinsteiger 6,5, Özil 7,0 (Draxler Sem nota), Müller 5,0 (Götze 7,5) e Schürrle 9,0; Kruse 6,5 (Höwedes 5,5)

Autor: Tags: , , , , , , ,

segunda-feira, 14 de outubro de 2013 Eliminatórias da Copa, Fora dos campos, Seleção da Alemanha | 11:23

Prévia da nova camisa e o amistoso de luxo na Suécia

Compartilhe: Twitter
Nova camisa

Prévia da nova camisa da seleção alemã para Copa de 2014

Já classificada para a Copa do Mundo de 2014, a Alemanha faz um amistoso de luxo contra a Suécia no último jogo das eliminatórias europeias, nesta terça-feira. E para esquentar a participação germânica no Mundial, já está circulando na internet a imagem de uma prévia do novo uniforme da seleção – vale lembrar que o lançamento oficial está marcado para a primeira quinzena de novembro.

Quando: 15/10/2013, terça-feira
Onde: Friends Arena, em Estocolmo-SUE
Porque: Eliminatórias da Copa 2014
Horário: 15h45 (de Brasília)
Na TV: ESPN (ao vivo)

Confira a agenda de jogos da seleção da Alemanha e outras informações


Para a partida fora de casa, Joachim Löw não poderá contar com Khedira, suspenso após levar o amarelo na vitória diante da Irlanda. O meia Mario Götze deve ocupar a vaga do volante, enquanto o centroavante Kruse pode ganhar uma chance no comando de ataque. A provável escalação tem Neuer; Lahm, Mertesacker, Boateng e Jansen; Kroos, Schweinsteiger, Özil, Götze e Müller; Kruse.

Depois daquele 4 a 4 estranho no primeiro turno, dessa vez aposto em vitória magra da seleção: 2 a 1, gols de Kroos e Kruse.

Ao longo dos anos

Alemanha e Suécia já duelaram 35 vezes em toda história, com pequena vantagem para a Nationalelf, que venceu 14 jogos e perdeu outros 12. Ainda aconteceram 9 empates. Os germânicos anotaram 65 gols e sofreram 57.

Curiosidades

– Em meses de outubro, a Alemanha venceu 2 jogos, a Suécia 2 e aconteceram 2 empates
– Dos 34 jogos, em apenas dois não aconteceram gols
– A cidade que mais recebeu jogos foi Estocolmo, na Suécia: 14 duelos
– Seis jogos foram por eliminatórias de Copa do Mundo
– Quatro partidas foram em Copas do Mundo

Pôster do jogo de 1937

Pôster do jogo de 1937

Último jogo
16/10/2012 – Eliminatórias Copa 2014
Alemanha 4 x 4 Suécia, em Berlim-ALE

Primeiro jogo
18/06/1911 – Amistoso
Suécia 2 x 4 Alemanha, em Estocolmo-SUE

Maior vitória alemã
21/11/1937 – Eliminatórias Copa de 38
Alemanha 5 x 0 Suécia, em Hamburgo-ALE

Maior derrota alemã
31/08/1924 – Amistoso
Alemanha 1 x 4 Suécia, em Berlim-ALE

Jogo mais importante
24/06/1958 – Semi da Copa de 58
Suécia 3 x 1 Alemanha, em Gotemburgo-SUE

Autor: Tags: , , , , , , ,

sexta-feira, 30 de agosto de 2013 Bundesliga, Eliminatórias da Copa, Seleção da Alemanha | 09:15

Convocação da seleção e a 4ª rodada do Alemão

Compartilhe: Twitter

Sidney Sam

A seleção da Alemanha está convocada para os duelos contra Áustria, no próximo dia 6 de setembro, na Allianz Arena, e Ilhas Faroe, fora de casa, no dia 10 de setembro, em jogos válidos pelas eliminatórias para Copa de 2014. Aliás, a Nationalelf já pode carimbar seu passaporte para o Mundial do Brasil em uma dessas rodadas.

► Clique e veja a agenda de jogos completa da Alemanha

A lista divulgada por Joachim Löw conta com os retornos de Schweinsteiger e Götze e as ausências de Gündogan, Jansen e Podolski, todos machucados. O meia Sidney Sam, do Bayer Leverkusen, ganhou mais uma merecida chance, enquanto Kruse foi chamado para completar o setor ofensivo. Eu preferia Kiessling, mas esse aí, pelo jeito, não volta mais.

E o Weidenfeller, hein? Nem para terceiro goleiro?

Confira a lista:

Goleiros: René Adler (Hamburgo), Manuel Neuer (Bayern de Munique) e Ron-Robert Zieler (Hannover)

Defensores: Jerome Boateng (Bayern de Munique), Benedikt Höwedes (Schalke), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Philipp Lahm (Bayern de Munique), Per Mertesacker (Arsenal-ING) e Marcel Schmelzer (Borussia Dortmund)

Meio-campistas: Lars Bender (Bayer Leverkusen), Sven Bender (Borussia Dortmund), Julian Draxler (Schalke), Mario Götze (Bayern de Munique), Sami Khedira (Real Madrid-ESP), Toni Kroos (Bayern de Munique), Thomas Müller (Bayern de Munique), Mesut Özil (Real Madrid-ESP), Marco Reus (Borussia Dortmund), Sidney Sam (Bayer Leverkusen), Bastian Schweinsteiger (Bayern de Munique)

Atacantes: Mario Gomez (Fiorentina-ITA), Miroslav Klose (Lazio-ITA), Max Kruse (Borussia M’gladbach) e André Schürrle (Chelsea-ING)
____________________________________________________________________________

Na Bundesliga, a 4ª rodada será completada com seis jogos no sábado e outros dois no domingo. Na abertura, terça-feira, o Bayern de Munique só empatou com o Freiburg, perdeu os 100% de aproveitamento, mas assumiu a liderança isolada da competição. Os Bávaros, porém, podem fechar o fim de semana na 5ª colocação, caso Bayer Leverkusen, Mainz, Borussia Dortmund e Hertha Berlim vençam seus jogos.

Confira a programação e os palpites:

Terça, 27 de agosto
Freiburg 1 x 1 Bayern de Munique (Veja como foi)

Sábado, 31 de agosto
Borussia M’gladbach 2 x 0 Werder Bremen
Hannover 1 x 1 Mainz (10h30 – ESPN Brasil)
Wolfsburg 2 x 1 Hertha Berlim
Nuremberg 2 x 0 Augsburg
Hamburgo 2 x 1 Braunschweig
Schalke 1 x 1 Bayer Leverkusen

Domingo, 1º de setembro
Stuttgart 1 x 3 Hoffenheim
Eintracht Frankfurt 1 x 1 Borussia Dortmund

Autor: Tags: , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. 4
  6. 5
  7. Última