Publicidade

Posts com a Tag Mercedes Benz Arena

quinta-feira, 18 de abril de 2013 Copa da Alemanha | 09:27

Stuttgart vai à final e se garante na Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Em um jogo muito bom e cheio de alternativas, o Stuttgart bateu o Freiburg por 2 a 1, na Mercedes Benz Arena, e avançou à decisão da Copa da Alemanha. Além de buscar o título contra o poderoso Bayern de Munique, os Schwaben conquistaram também uma vaga na próxima edição da Liga Europa, já que os Bávaros estão garantidos na Champions e não podem jogar a UEL.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

O placar da semifinal foi definido antes mesmo dos 30 minutos do primeiro tempo. Aos nove, Boka colocou os donos da casa em vantagem, mas Rosenthal empatou cinco minutos depois. Aos 28, o austríaco Harnik marcou de cabeça e decretou o resultado final. Mesmo com as muitas chances criadas por ambas as equipes no segundo tempo, o jogo ficou nisso.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Depois do apito final, os jogadores do Stuttgart fizeram uma tremenda festa com os torcedores que lotaram o estádio – o clube já venceu a DFB Pokal em três oportunidades (1954, 1958 e 1997) e vai em busca do tetra. Mas, convenhamos, é difícil imaginar que a conquista dessa temporada não seja do Bayern de Munique, que está voando e goleando todo mundo que aparece pela frente.

A final será em 1º de junho, no estádio Olímpico de Berlim. Façam suas apostas!

Autor: Tags: , , , ,

quinta-feira, 7 de março de 2013 Liga Europa | 17:35

Só um milagre salva o Stuttgart

Compartilhe: Twitter

É. Parece que não vai sobrar time alemão para contar história na Liga Europa.

Nesta quinta-feira, o Stuttgart, único germânico remanescente na competição, recebeu a Lazio no duelo de ida das oitavas de final e perdeu por 2 a 0, gols do brasileiro Ederson e do nigeriano Onazi. Na semana que vem, dia 14 de março, na Itália, os Schwaben precisam, no mínimo, fazer dois gols e não sofrer nenhum para levar a decisão da vaga para a prorrogação e/ou pênaltis.

► Curta a página do Blog do Alemão no Facebook

Ou seja, situação complicadíssima.

Na Mercedez Benz Arena, sem o suspenso Ibisevic e com Harnik entrando no decorrer da segunda etapa, o Stuttgart teve pouco poder ofensivo e mal assustou a Lazio. Os italianos, por sua vez, fizeram uma partida segura, aproveitaram as chances que tiveram e levam a importante vantagem para Roma.

► Me segue lá no Twitter: @alemao_mario

Difícil acreditar numa classificação. Mas, claro, fica a nossa torcida por um milagre. Vale lembrar que nesta edição da Europa League, a equipe alemã costuma jogar muito mal em casa e se superar longe de Stuttgart. Vamos ver no que dá.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 22 de agosto de 2012 Liga Europa | 16:13

Ibisevic neles!

Compartilhe: Twitter

Vedad Ibisevic. Uma contratação que deu muito certo no Stuttgart na temporada passada e que, pelo jeito, vai continuar dando muitas alegrias aos torcedores da equipe. Nesta quarta-feira, o atacante bósnio fez os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o Dínamo de Moscou no jogo de ida da preliminar da Liga Europa. Quem passar do duelo entra na fase de grupos do torneio.

A partida marcou o reencontro de Kevin Kuranyi com os Schwaben. O atacante germânico-brasileiro foi bastante aplaudido pela torcida na Mercedes Benz Arena, mas não conseguiu marcar. Só pra lembrar, Kuranyi tem 99 jogos com a camisa do Stuttgart e anotou 40 gols na sua passagem pelo clube, entre 2001 e 2005.

O jogo de volta será na Rússia, semana que vem.

Autor: Tags: , , , ,

quarta-feira, 10 de agosto de 2011 Amistosos, Seleção da Alemanha | 17:37

Alemanha coloca o Brasil para sambar em Stuttgart

Compartilhe: Twitter

Schweinsteiger na marcação sobre Rihanna, quer dizer, Neymar

Jogando na Mercedes Benz Arena, a Alemanha se impôs, mostrou seu futebol eficiente de sempre e quebrou um tabu de quase 18 anos sem vencer o Brasil. Nesta quarta-feira, a Nationalelf recebeu os comandados de Mano Menezes e fez 3 a 2, gols de Schweinsteiger, Götze e Schürrle, com Robinho e Neymar descontando para a seleção canarinho. O último triunfo germânico tinha acontecido em novembro de 1993, 2 a 1 em amistoso na cidade de Colônia.

> Veja a agenda de jogos da seleção da Alemanha

Mesmo sem o maestro Özil, os alemães tiveram bem mais posse de bola no primeiro tempo e ocuparam o campo de defesa do Brasil, que só saía para ameaçar nos contra-ataques. Os 45 minutos iniciais foram de poucas jogadas de perigo. Mario Gomez mal encostou na bola, assim como Neymar. O atacante brasileiro era dúvida e atuou com uma inflamação na garganta. Talvez isso explique sua timidez em campo.

Mario Götze

Aos poucos vou me rendendo ao futebol de Toni Kroos. O meia do Bayern de Munique jogou mais avançado e fez muito bem a função de Özil. Schweinsteiger ficou como primeiro volante, ajudando os zagueiros Hummels e Badstuber. Na direita, Träsch fez o básico e não comprometeu. Pela esquerda, o capitão Lahm foi muito bem no apoio, mas deixou a defesa aberta em alguns momentos.

No segundo tempo, Alexandre Pato quase fez um golaço para o Brasil. Mas, depois disso, só deu Alemanha. Aos 14 minutos, Kroos foi derrubado na área por Lúcio, pênalti bem convertido por Schweini. Na minha opinião, o meia alemão cavou a penalidade e o juizão caiu na dele, mas até ai a Alemanha não tem nada com isso.

O segundo gol também teve participação fundamental de Kroos. Em boa tabela com Klose, ele deu um passe magistral e encontrou Götze livre na área. O jovem de 19 anos só teve o trabalho de driblar Júlio César e empurrar para as redes. Na sequência, a exemplo do que fez com a Alemanha, o árbitro arranjou um pênalti para o Brasil. Robinho diminuiu.

Neuer não pegou o pênalti de Robinho

Faltando dez minutos, Schweinsteiger roubou a bola de André Santos dentro da área brasileira e rolou para Schürrle, que bateu firme no ângulo para ampliar o marcador. Nos acréscimos, Neymar finalizou de fora de área e venceu Neuer para decretar o placar final de 3 a 2.

Além de Kroos, o melhor em campo, atuação destacada de Götze. A personalidade do jogador do Borussia Dortmund é uma coisa impressionante. Seu primeiro jogo como titular e a camisa não pesou. Hummels e Badstuber foram bastante seguros na defesa, assim como Schweinsteiger. Ele não apareceu tanto na partida, mas deu o equilibrio necessário ao meio de campo.

Próximo jogo da Alemanha será no dia 2 de setembro, pelas eliminatórias da Euro 2012. O adversário será a Áustria. Quatro dias depois, os comandados de Joachim Löw enfrentam a Polônia em partida amistosa.

Os times jogaram assim

Alemanha: Neuer, Träsch, Hummels (Boateng), Badstuber e Lahm; Schweinsteiger (Rolfes), Kroos e Götze (Cacau); Thomas Müller, Podolski (Schürrle) e Mario Gomez (Klose).

Brasil: Julio Cesar, Daniel Alves, Lucio, Thiago Silva e André Santos (Luiz Gustavo); Ralf, Ramires e Fernandinho (Ganso); Robinho (Renato Augusto), Neymar e Alexandre Pato (Fred).

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

terça-feira, 9 de agosto de 2011 Amistosos, Seleção da Alemanha | 13:41

Prévia de Alemanha x Brasil

Compartilhe: Twitter

Nesta quarta-feira, a cidade de Stuttgart recebe um jogaço. Tanto Alemanha quanto Brasil estão em processo de renovação, mas os garotos germânicos parecem um pouco mais maduros para jogar pela seleção nacional. A experiência vem desde o vice-campeonato na Euro 2008 e passando pela 3ª colocação na última Copa do Mundo – e, diga-se de passagem, jogando um futebol bonito e convincente. Os brasileiros, como Neymar, Ganso e Lucas, principais estrelas, ainda não se “acostumaram” com o peso da camisa amarela.

> Veja a lista de convocados da Alemanha

Independente disso, vai ser um belo jogo. Os alemães são técnicos, rápidos e gostam de atuar contra times que saem para o jogo. Lembram das partidas contra Inglaterra e Argentina no Mundial da África do Sul? Então. E o Brasil, claro, não vai jogar recuado. Esse é o ingrediente fundamental para um duelo franco e com gols.

Quando: 10/08/2011, quarta-feira
Onde: Mercedes Benz Arena, em Stuttgart (ALE)
Porque: Amistoso
Horário: 15h45 (de Brasília)
Na TV: Globo e Sportv, ao vivo

Para o jogo, a Alemanha não terá o seu maestro, Mesut Özil. O meia está em pré-temporada com o Real Madrid e, assim como Sami Khedira, não foram convocados. Toni Kroos deve jogar na função de volante, com Mario Götze mais avançado. Se Joachim Löw preferir um time mais defensivo, ele tira Götze e coloca Simon Rolfes.

Na defesa, sem Mertesacker, Höwedes é o que sai na frente para formar dupla de zaga com Mats Hummels. Na direita, o capitão Philipp Lahm, com Holger Badstuber atuando na esquerda. E é ai que mora o perigo para a Nationalelf. Se Neymar resolver cair pelo lado de Badstuber, as chances de um desastre em casa são enormes para a Alemanha. O jogador não é titular nem do Bayern e, há tempos, vem mostrando um futebol de regular para fraco.

O time alemão deve ser esse: Neuer, Lahm, Höwedes, Hummels e Badstuber; Schweinsteiger, Kroos e Götze; Thomas Müller, Podolski e Mario Gomez.

Palpite? Acredito em um empate por 2 a 2. Ah, e Cacau, que entrará na partida, fara um dos gols.

Histórico

Tradicionalmente, a Alemanha é freguesa do Brasil. Nos 20 jogos disputados até hoje, foram apenas três vitórias germânicas, com cinco empates e 12 vitórias brasileiras. A Nationalelf marcou 21 gols e sofreu 37. Veja abaixo alguns confrontos em destaque:

Michael Ballack esteve em campo no último jogo, em 2005

Primeiro jogo
05/05/1963 – Amistoso
Alemanha 1 x 2 Brasil, em Hamburgo

Último jogo
25/06/2005 – Semifinal da Copa das Confederações
Alemanha 2 x 3 Brasil, em Nuremberg

Jogo com maior número de gols
10/06/1993 – US Cup
Alemanha 3 x 3 Brasil, em Washington (EUA)

Maior vitória alemã
12/03/1986 – Amistoso
Alemanha 2 x 0 Brasil, em Frankfurt

Maior vitória brasileira
24/07/1999 – 1ª fase da Copa das Confederações
Alemanha 0 x 4 Brasil, em Guadalajara (MEX)

http://futebolalemao.ig.com.br/tag/joachim-low
Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 4 de agosto de 2011 Amistosos, Seleção da Alemanha | 11:09

Seleção alemã tem novidade para pegar o Brasil

Compartilhe: Twitter

Ilkay Gündogan

Enfim, Joachim Löw divulgou a convocação da seleção da Alemanha que enfrenta o Brasil no amistoso do próximo dia 10 de agosto, em Stuttgart. A grande novidade ficou por conta da presença de Ilkay Gündogan, do Borussia Dortmund. O jovem meia era figurinha carimbada nas equipes de base da Nationalelf e agora terá sua chance com a camisa principal. Lembrança mais do que merecida.

> Veja a agenda de jogos da Alemanha

Destaque também para a volta de Cacau ao time. Ele havia sido preterido nas últimas listas, mas agora, jogando em casa, na Mercedes Benz Arena, ele retorna ao selecionado. No restante dos nomes, nenhuma grande surpresa.

O meia Mesut Özil e o volante Sami Khedira, ambos do Real Madrid, não foram chamados porque ainda estão em pré-temporada com a equipe espanhola, mas devem voltar sem maiores problemas na próxima convocação.

Ah, e como era de se esperar, Michael Ballack ficou de fora. O duelo contra o time de Mano Menezes seria a despedida do meia jogando com as cores da seleção germânica, mas ele se recusou, entrou em conflito com o treinador e com a federação, a DFB, e colocou um ponto final na sua trajetória no time nacional.

Veja a lista de convocados:

Goleiros: Manuel Neuer (Bayern de Munique), Tim Wiese (Werder Bremen)

Defensores: Dennis Aogo (Hamburgo), Holger Badstuber (Bayern de Munique), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Philipp Lahm (Bayern de Munique), Christian Träsch (Wolfsburg), Jerome Boateng (Bayern de Munique), Benedikt Höwedes (Schalke)

Meio-campistas: Simon Rolfes (Bayer Leverkusen), Sven Bender (Borussia Dortmund), Mario Götze (Borussia Dortmund), Ilkay Gündogan (Borussia Dortmund), Toni Kroos (Bayern de Munique), Thomas Müller (Bayern de Munique), Marco Reus (Borussia Mönchengladbach), Bastian Schweinsteiger (Bayern de Munique)

Atacantes: Mario Gomez (Bayern de Munique), Miroslav Klose (Lazio-ITA), Cacau (Stuttgart), Lukas Podolski (Colônia), Andre Schürrle (Bayer Leverkusen)

Autor: Tags: , , , , , , ,

terça-feira, 8 de março de 2011 Amistosos, Seleção da Alemanha | 21:48

Ballack deve se aposentar da seleção contra o Brasil

Compartilhe: Twitter

A ideia do meio-campista Michael Ballack era jogar pela seleção da Alemanha até o fim da Eurocopa de 2012. Porém, a Federação Alemã de Futebol (DFB) informou, nesta terça-feira, que a aposentadoria do jogador deve acontecer no duelo entre a Nationalelf e o Brasil. O amistoso acontece no dia 10 de agosto de 2011, na cidade de Stuttgart, na Mercedes Benz Arena.

> Veja a agenda de jogos da seleção alemã

O treinador Joachim Löw visitou o Bayer Leverkusen nesta semana e já avisou que não convocará Ballack para os jogos contra o Cazaquistão (Euro) e Austrália (Amistoso), que acontecem nos dias 26 e 29 de março, respectivamente. Uma entrevista coletiva está marcada para esse mês, possivelmente para oficializar essa decisão.

Aos 34 anos de idade, Ballack tem 98 jogos disputados pela Alemanha, com 42 gols anotados. Ele jogou as Copas de 2002 e 2006.

No Bayer Leverkusen, a situação do jogador é bastante complicada. Insatisfeito com o banco de reservas, Ballack pode deixar a equipe já no meio deste ano. Seu contrato vai até 2012, mas as desavenças com o treinador Jupp Heynckes podem antecipar o fim da passagem do meia nos Leões.

Será que o Ballack deixa mesmo a seleção e o Leverkusen? Comente aí embaixo.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011 Liga Europa | 17:55

Leverkusen segue na Liga Europa. Já o Stuttgart…

Compartilhe: Twitter

O Bayer Leverkusen está classificado para próxima fase da Liga Europa. Só uma tragédia tira a vaga dos Leões, mas uma tragédia daquelas enormes, de cair estádio e tal. Já o Stuttgart perdeu fora de casa, mas ainda há esperanças para os Schwaben, apesar da péssima fase que o time de Cacau atravessa na temporada.

Na Ucrânia, o Leverkusen enfrentou o Metalist, dos brasileiros Taison, Cleiton Xavier e Fininho, e deixou a gelada cidade de Carcóvia com uma ótima goleada por 4 a 0. O atacante suíço Derdiyok fez o primeiro dos alemães no primeiro tempo, e Gonzalo Castro ampliou aos 27 da etapa final.

Os 2 a 0 já estavam de bom tamanho, mas ai Sidney Sam resolveu decretar a classificação ds Leões com mais dois gols, um aos 45 e outro aos 47. Na BayArena, na partida de volta, o Bayer pode perder por até tres de diferença que segue adiante. Ou seja, impossível!

Em um duelo bem mais complicado, o Stuttgart, vice-lanterna da Bundesliga, saiu na frente do Benfica, em Portugal, mas não suportou a pressão do adversárioe levou a virada. Harnik fez um golaço na primeira metade do jogo, abrindo o placar para os germânicos, que vacilaram na etapa complementar e levaram dois gols do paraguaio Cardozo: 2 a 1 para o time lisboeta.

A derrota só não foi por uma margem maior de gols graças à grande atuação do jovem goleiro Sven Ulreich, de apenas 22 anos. O arqueiro do Stuttgart fez lindas defesas e permitiu que o Stuttgart perdesse de menos. Agora, a equipe precisa vencer por 1 a 0, em casa, na Mercedes Benz Arena, para se classificar. Eu acho que dá.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,

quinta-feira, 21 de outubro de 2010 Liga Europa | 17:59

Só o Stuttgart venceu na rodada da Liga Europa

Compartilhe: Twitter

O Borussia Dortmund começa a se complicar na Liga Europa. Nesta quinta, o time alemão fez seu segundo jogo em casa na competição e ainda não conquistou a vitória diante da sua torcida. Contra o Paris Saint-Germain, os Amarelos jogararm bem melhor, venciam até os minutos finais, mas foram castigados e sofreram o empate. Sahin abriu o placar cobrando pênalti, e Chantome empatou para os franceses aos 42 minutos do segundo tempo.

O 1 a 1 deixa o Dortmund em 3º na chave, com 4 pontos. O líder é o PSG, que tem 7, seguido do Sevilla, com 6. O Karpaty, da Ucrânia, ainda não pontuou. Os germânicos têm mais um jogo no Westfalenstadion, contra o lanterna, e duas partidas fora de casa, contra os dois primeiros colocados. A vaga para próxima fase está ameaçada.

Já o Stuttgart segue muito bem no torneio. Jogando em casa, os Schwaben conquistaram mais um triunfo, o terceiro em três jogos, e mantiveram a liderança do grupo e a campanha 100%. O atacante romeno Marica marcou o gol da vitória sobre o Getafe, ainda na primeira etapa de partida.

Com 9 pontos, a equipe de Cacau está com a classificação encaminhada. O Young Boys está em segundo, com 6 pontos, e o Getafe vem logo a seguir, com 3. Na lanterna está o OB Odense, sem pontuar. Nas próximas três rodadas, dois jogos fora para o Stuttgart, contra o próprio Getafe e o Young Boys, e um em casa, diante do OB Odense.

Que a boa fase se transfira para Bundesliga, porque a coisa tá feia lá no Alemão, segurando a lanterna.

Fechando a rodada, o Bayer Leverkusen segurou o empate sem gols contra o Aris, na Grécia, e terminou o primeiro turno na liderança do grupo, com 5 pontos. Com 4 estão o atual campeão Atlético de Madri e o Aris, enquanto o Rosenborg estacionou nos 3.

Apesar da atuação abaixo da média fora de casa, os Leões se mantiveram invictos na Liga Europa, já tendo jogado duas vezes longe de seus torcedores, uma contra o Atlético. Se vencer os dois jogos que restam na BayArena, a classificação fica praticamente assegurada.

caatos.

aaO líder é o PSG, que tem 7, seguido do Sevilla, com 6. O Karpaty, da Ucrânia, ainda não pontuou. Os germânicos têm mais um jogo no Westfalenstadion, contra o lanterna, e duas partidas fora de casa, contra Sevilla e PSG. A vaga para próxima fase está ameaçada.

Já o Stuttgart segue muito bem no torneio. Jogando em casa, os Schwaben conquistaram mais um triunfo, o terceiro em três jogos, e mantiveram a liderança do grupo e a campanha 100%. O romeno Marica marcou o gol da vitória sobre o Getafe, ainda na etapa inicial.

Com 9 pontos, a equipe de Cacau está com a classificação encaminhada. O Young Boys está em segundo, com 6 pontos, e o Getafe vem logo a seguir, com 3. Na lanterna está o OB Odense, sem pontuar. Nas próximas três rodadas, dois jogos fora para o Stuttgart, contra o próprio Getafe e o Young Boys, e um em casa, diante do OB Odense.

Que a boa fase se transfira para Bundesliga, porque a coisa tá feia lá no Alemão. O Stuttgart é o último colocado.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , ,