Publicidade

Posts com a Tag Rossi

quinta-feira, 17 de março de 2011 Liga Europa | 18:58

Sem forças, Leverkusen está fora da Liga Europa

Compartilhe: Twitter

Não foi nenhuma surpresa a eliminação do Bayer Leverkusen na Liga Europa. Depois de perder na semana passada, em casa, seria muito difícil derrotar o Villarreal, na Espanha. Mas o time podia jogar melhor, né? A apresentação dos Leões nesta quinta-feira foi ridícula. Os donos da casa mandaram na partida e venceram de novo, dessa vez por 2 a 1, garantindo vaga nas quartas com placar agregado de 5 a 3, uma goleada.

Para não falar que a equipe toda foi mal, vale dar um voto de confiança a Renato Augusto. O meio-campista brasileiro bem que tentou, correu bastante, armou jogadas, chutou a gol, mas o time não ajudou nem um pouco. O sistema defensivo formado por Vida, Reinartz, Hyypiä e Kadlec estava perdido e levou um sufoco danado do ataque do Villarreal, comandado pelo bom italiano Rossi.

Rossi, aliás, fez o segundo gol da partida, no segundo tempo. Antes, no primeiro, Cazorla abriu o placar para os anfitriões. No fim do jogo, o zagueiro Gonzalo marcou contra e faz para o Leverkusen. Foi 2 a 1, mas era pra ter sido mais. Adler ainda fez umas boas defesas ali atrás, evitando um vexame.

Achei estranho o treinador Jupp Heynckes ter deixado Sidney Sam e Michael Ballack no banco de reservas. Tudo bem que eles entraram durante o jogo, mas precisando vencer na casa do adversário, eles teriam que começar como titulares.

Autor: Tags: , , , , , , , , ,

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011 Amistosos, Seleção da Alemanha | 21:17

Valeu pelo primeiro tempo

Compartilhe: Twitter

Não foi o resultado que o torcedor alemão queria, mas foi só um amistoso, nós sabemos que os jogadores não entram pra valer. Mesmo assim, deu pra relembrar aquele futebol bonito e vistoso que a Nationalelf apresentou na última Copa do Mundo, de muita velocidade, habilidade e toque de bola. Mas só no 1º tempo. No 2º, a Itália jogou bem – me surpreendendo, até – e conseguiu decretar o 1 a 1 final.

A primeira metade da partida foi dominada pela Alemanha. A Itália chegou apenas duas vezes com certo perigo. Num desses ataques, Neuer fez uma bela defesa.

A correria inicial germânica surtiu efeito logo aos 16 minutos, quando Klose marcou tocando na saída de Buffon. No começo da jogada, Özil deu um passe de letra genial para Müller, que cruzou para o veterano atacante empurrar para as redes. Özil é craque, sabe jogar futebol como poucos, mas some no jogo. E foi assim na segunda metade.

Thomas Müller saiu no intervalo para entrada de Mario Götze, e o time caiu de rendimento. E não foi coincidência, já que o jovem do Bayern de Munique foi o melhor homem de linha em campo nos primeiros 45 minutos e era quem dava velocidade à equipe. Götze é ótimo, ligeiro, inteligente, mas entrou muito tímido, mesmo diante da torcida do Borussia Dortmund. Aliás, mais de 60 mil pessoas estavam no Westfalenstadion.

Os italianos voltaram com tudo em busca do empate e igualaram as ações dentro de campo, com um meio campo mais consistente. A Alemanha conseguiu alguns bons ataques, mas o rival era quem chegava com mais perigo. Neuer salvou o time duas vezes antes de levar o gol de Rossi. No lance, o goleirão do Schalke chegou a fezer a defesa, mas no rebote o italiano marcou.

A saída de Klose aos 30 da etapa final praticamente acabou com o ataque da Alemanha, que ficou sem uma referência na área. Em seu lugar entrou o também prata da casa do Dortmund Kevin Grosskreutz, sem aparecer muito, assim como seu companheiro Götze. O também borussiano Mats Hummels entrou, enquanto Schmelzer e Bender esquentaram o banco até o fim.

Veja as atuações dos jogadores alemães na partida:

Neuer 7,5 – Três ótimas defesas. Não teve culpa no gol
Lahm 6,5 – Subiu algumas vezes, mas sem chegar muito à linha de fundo
Mertesacker 6,0 – Fez o básico, não comprometeu
Badstuber 6,0 – Também teve uma atuação regular
Aogo – 5,5 – Tem potencial, mas foi fraco no amistoso
Khedira 6,0 – Bem na marcação e teve uma chance boa no ataque
Schweinsteiger 6,5 – Toque de bola refinado, mas caiu no 2º tempo
Özil 7,0 – Passe de gênio no gol alemão. Sumiu em alguns momentos
Müller 7,5 – Ligeiro e perigoso como sempre. Saiu no intervalo
Podolski 6,5 – Deu um chute perigoso. Não fez muita coisa
Klose 7,0 – Fez um gol de oportunista e perdeu outro, logo depois
Boateng 5,0 – Não consigo gostar dele, foi bem fraco
Hummels 6,0 – Fez a dele na zaga
Götze 5,5 – Tímido
Grosskreutz 5,5 – Tímido

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,