Publicidade

Posts com a Tag Thiago Neves

sexta-feira, 27 de março de 2009 Entrevistas exclusivas, Jogadores brasileiros | 14:14

Bate-bola com Alex Silva

Compartilhe: Twitter

Alex Silva no HamburgoUm dos destaques do Hamburgo, atual quarto colocado da Bundesliga, é Alex Silva. O zagueiro sofreu uma lesão na coxa esquerda na última rodada, contra o Schalke 04, e aproveitou a folga no Campeonato Alemão para voltar ao Brasil e tratar a lesão no REFFIS do São Paulo.

Aproveitando sua estadia em terras nacionais, Alex, que lá na Alemanha joga como volante, deu uma palavriha para o Blog do Alemão. O jogador falou sobre sua adaptação no Hamburgo, sobre seleção brasileira, sobre Thiago Neves e, claro, sobre o São Paulo, clube pelo qual tem muito carinho. Veja abaixo a entrevista na íntegra.

Foi difícil se adaptar a essa nova função de volante?
No começo foi complicado, porque joguei muitos anos como zagueiro, aí na Alemanha o treinador me colocou como volante. Mas me adaptei bem e hoje estou feliz e tranquilo, e procuro melhorar cada vez mais sempre.

Você acha que perde espaço na seleção jogando mais no meio?
Claro, é um pouco complicado. É uma coisa que tive que abrir mão quando aceitei mudar de posição. A seleção tem excelentes zagueiros e volantes, então fica difícil. Mas numa Copa do Mundo o Dunga pode convocar um jogador que joga nas duas posições (zagueiro e volante), assim como o Edmilson em 2002. Isso facilita bastante e todo treinador gosta de um jogador que não seja limitado. Abriria espaço até para convocar um outro meia ou atacante.

Alex Silva na seleção brasileiraPor falar em seleção, você esteve na campanha do bronze olímpico, em 2008. O que deu errado naquele timaço?
O time era de qualidade, mas nós nunca tinhamos jogados juntos. Você vê a seleção das Eliminatórias e é sempre a mesma base, e a seleção olímpica não teve tempo para trabalhar, não teve amistosos, fizemos a preparação em cima da hora. Fizemos dois amistosos contra times fracos antes dos Jogos. Fomos até longe, conquistando a medalha de bronze.

Por que Thiago Neves não deu certo no Hamburgo?
Ele não se adaptou. O futebol na Alemanha é diferente, eles jogam em duas linhas de quatro, e lá não tem aquele camisa 10 tradicional, igual aqui no Brasil. A característica dele é de alimentar o ataque e jogar com liberdade, e no Hamburgo ele tinha que ajudar muito na marcação.

É possível vencer a Bundesliga e a Copa da Uefa?
Claro que sim. Já provamos que somos uma grande equipe. Vencemos o Galatasaray fora de casa e viramos um jogo praticamente perdido. Temos condições de ganhar a Copa da Alemanha também. Esses são nossos objetivos.

Juan, Lúcio, Bordon, Naldo… Por que tantos zagueiros brasileiros se dão bem no futebol alemão?
O zagueiro brasileiro geralmente é alto, e lá o jogo aéreo é muito forte. E os brasileiros ainda têm qualidade para sair jogando, o que diferencia dos demais. E você se destaca nas partidas. A técnica dos zagueiros daqui do Brasil é o diferencial.

Alex Silva sai machucado de jogo do HamburgoQuando você acha que se cura da lesão na coxa?
Pelo médico do São Paulo eu não teria condições de jogar na volta da Bundesliga e nem contra o Manchester City, pela Uefa. Se eu voltar antes posso me estourar de novo. Agora vou conversar com o pessoal do Hamburgo pra ver a melhor forma de isso ser resolvido. Por mim eu ficava aqui no Brasil fazendo o tratamento e voltava bem para Alemanha.

Dá para acompanhar o São Paulo da Alemanha? O que você espera do time em 2009?
Acompanho sim, falo com os meus ex-companheiros todo dia, assito aos jogos pela TV. O Paulistão é mais para formar a equipe. O grande objetivo do time é a Libertadores e o Brasileirão. Com o investimento feito, o São Paulo tem tudo para conseguir pelo menos um desses títulos.

Você vai ao clássico São Paulo x Palmeiras, no sábado?
Todo mundo sabe que gosto de clássicos. Fico bastante nervoso na torcida, mas quero dar força e apoio aos meus companheiros do Tricolor. Vai ser um jogão. E vai ser diferente, vou ficar na arquibancada torcendo.

E uma possível volta ao Tricolor paulista?
No momento estou feliz na Alemanha e se voltar a atuar no Brasil, só quero jogar no São Paulo. A não ser que as pessoas aqui não queiram. Lá na Europa eles são frios, sinto falta da minha vida aqui no São Paulo. Jamais vou deixar de gostar desse clube, e se um dia me quiserem, vou voltar pra cá e encerrar minha carreira aqui.

Autor: Tags: , , , , , , , ,

terça-feira, 6 de janeiro de 2009 Amistosos, Jogadores brasileiros | 15:58

Beckham?! Eu vi Alex Silva…

Compartilhe: Twitter

É claro que todas as atenções estavam voltadas para a estreia de Beckham no Milan, mas o Hamburgo não queria nem saber e jogou para ganhar. Atuou até melhor que os italianos, mas falhou na decisão por pênaltis e deixou escapar o trofeu do Torneio de Dubai.

Beckham estreia no Milan contra o HamburgoO jogo no tempo normal foi 1 a 1, com Ronaldinho Gaúcho marcando para o Milan, de pênalti, e Collin Benjamin empatando para os alemães.

>> Veja como foi o jogo

O que chamou a atenção na partida – e que vem chamando há algum tempo – foi o posicionamento de Alex Silva. Após um início ruim na Alemanha, o ex-são-paulino trocou o miolo de zaga do Hamburgo pelo setor central do campo, para atuar como volante. Melhorou, é verdade, mas ainda não se acostumou. Fez uma partida de razoável para boa nesta terça.

É muito comum alguns volantes virarem zagueiros, mas um zagueiro que vira volante de qualidade, é difícil. Um exemplo clássico e bem conhecido é Edmílson, que começou como volante, virou zagueiro, e hoje é volante de novo. Está no Villarreal, da Espanha.

A pré-temporada e os amistosos servirão para Alex Silva se firmar na posição. Isso serve também para seu colega brasileiro Thiago Neves, que entrou no segundo tempo do jogo contra o Milan, mas que nem de longe é o mesmo jogador do Fluminense.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008 Bundesliga, Copa da Uefa, Fora dos campos, Jogadores brasileiros, Liga dos Campeões, Mercado, Seleção da Alemanha | 16:33

20 perguntas para se responder em 2009

Compartilhe: Twitter

Futebol alemão

A pausa de inverno na Alemanha é longa. Futebol em terras germânicas só no final de janeiro, com as voltas da Copa da Alemanha e da Bundesliga. Até lá, muitas dúvidas pairam sobre times, jogadores, técnicos… seguindo a mesma linha do A Bola na Bota, do meu amigo Gian Oddi, veja abaixo as 20 perguntas a serem respondidas no próximo ano. E, claro, com os palpites deste blogueiro.

Deixe seu palpite também, comentando aqui.

1) O atacante Podolski vai continuar no Bayern de Munique, sendo que está insatisfeito e com propostas de outros clubes?
O atacante tem propostas de Hamburgo, Colônia, Olympique de Marselha, Juventus, Real Madrid e Manchester City, só para citar alguns clubes. Entretanto, a multa de 10 milhões de euros que o Bayern exige pode complicar qualquer negociação. Se esse valor diminuir, ele sai. Mas acho que o time de Munique não abrirá mão do dinheiro.

2) Joachim Löw perdoará Kevin Kuranyi e o atacante voltará à seleção alemã?
O germânico-brasileiro já pediu desculpas pela sua fuga da Nationalelf. Mas sob o comando de Löw, a seleção não deverá ter Kuranyi tão cedo.

3) Até onde vai o Bayern de Munique na Liga dos Campeões?
Pelo time que tem, dá para chegar numa final. Mas ser campeão já é mais difícil.

4) Campeão de inverno da Bundesliga, em qual posição terminará o surpreendente Hoffenheim?
Se não acontecer um desmanche, fica na 3ª colocação e carimba uma vaga na Liga dos Campeões, que já é um título para o caçula.

5) Por falar em Hoffenheim, o time conseguirá segurar o artilheiro Ibisevic até, pelo menos, o fim do Alemão?
O bósnio deve seguir até o fim da Bundesliga. Depois sai, com certeza.

6) Carlos Alberto quer voltar para Europa. O Werder Bremen dará mais uma chance ao meia?
De jeito nenhum. O alviverde não quer ver o meia nem pintado de ouro lá em Bremen. No máximo negocia o jogador com algum outro clube europeu.

7) Alguma equipe grande entre os rebaixados?
Devem cair Borussia M´gladbach, Bochum e Karlsruher. Arminia Bielefeld corre por fora.

8) Alguma surpresa leva o título?
Se não ficar de novo com o Bayern de Munique, o Hamburgo pode conquistar o caneco.

9) A artilharia da Bundesliga fica com quem?
Mesmo com a surpreendente média de Ibisevic, Luca Toni vai faturar mais essa.

10) Mesut Özil vai escolher jogar pela Turquia ou pela Alemanha?
Apesar de defender a seleção sub-21 alemã, o destaque do Werder deve escolher a Turquia. O técnico turco tenta convencê-lo em jogar pelo país, enquanto Löw insiste em não convocá-lo para o time principal.

11) Na Copa da Uefa, algum alemão tem chance de ser campeão?
Werder Bremen já cai diante do Milan. Entre Hamburgo e Wolfsburg, o primeiro é quem pode conquistar o título.

12) Em quantas outras polêmicas o lateral-direito Rafinha vai se envolver?
Ele tem que parar de aprontar fora de campo. Se não parar, vai prejudicar sua carreira no Schalke. Ainda será pego algumas vezes dirigindo bêbado, para não perder o costume.

13) Na volta para Alemanha, o goleiro Timo Hildebrand conseguirá voltar à seleção?
Com Adler, Neuer e Wiese em boa fase, será difícil.

14) Grafite conseguirá manter a boa média de gols e as ótimas atuações no Wolfsburg?
Torço para que sim. Ninguém imaginava todo esse sucesso do atacante na Alemanha. Mas agora que conseguiu o respeito, precisa manter. E vai conseguir até se transferir para uma equipe maior.

15) Trochowski vai se firmar no meio-campo da Alemanha?
É a aposta de Löw. Pelo Hamburgo, o meia mostra que tem potencial para ser o novo cérebro. Garanto que vai conseguir.

16) Diego conseguirá ser o melhor jogador da temporada mais uma vez?
Dessa vez não. Ribéry está comendo a bola no Bayern. Além dele, Ibisevic e Helmes estão na frente do brasileiro.

17) E quem será o pior brasileiro do Alemão?
Não vou nem falar de Carlos Alberto. Caio, do Frankurt, e Thiago Neves, do Hamburgo, ainda não estouraram por lá. E precisam, senão…

18) Os tradicionais Werder Bremen, Borussia Dortmund e Stuttgart conseguirão fôlego para chegar à Liga dos Campeões?
O Stuttgart talvez sim. Werder e Borussia fazem campanhas tão irregulares que devem ficar de fora da principal competição europeia. O time de Dortmund, mais uma vez.

19) Até quando Klinsmann vai insistir com o fraco Oddo na lateral do Bayern?
Quem não se lembra do Breno atuando na lateral-direita no São Paulo campeão brasileiro de 2007? Ta aí uma possível solução. Mas Klinsmann não vai fazer isso. Segue o Oddo.

20) Quem sobe para primeira divisão da temporada 2009-10?
O Mainz 05, que bateu na trave este ano, o tradicional Kaiserslautern e o Alemannia Aachen.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

terça-feira, 16 de setembro de 2008 Bundesliga, Jogadores brasileiros | 01:21

Brasileiros se destacam

Compartilhe: Twitter

Um pouco tarde, é verdade, mas não poderia deixar de comentar a rodada do último final de semana na Bundesliga. Mesmo porque tivemos dois jogos sensacionais. E com brasileiros decidindo para suas equipes.

O primeiro foi entre Hamburgo e Bayer Leverkusen. O Bayer abriu 2 a 0 de vantagem na casa do adversário, mas o Hamburgo conseguiu a reação, virando a partida para 3 a 2. O meia Thiago Neves, ex-Flu, começou a partida como titular e deu o passe para o gol da virada do Hamburgo, marcado por Petric. O brasileiro, aliás, foi um dos grandes nomes do líder do Alemão no jogo.

Outro brasileiro que brilhou foi Tinga, em mais um jogão da rodada. O volante entrou no segundo tempo da partida em que sua equipe, o Borussia Dortmund, perdia por 3 a 0 para o Schalke, em casa. E sua entrada foi um divisor de águas no duelo. Tinga foi o senhor do meio campo, deu mais mobilidade e criatividade, e o Dortmund conseguiu buscar o empate em 3 a 3, para delírio de sua fanática torcida. O juizão acabou o jogo em cima dos 45 minutos, por medo de alguma coisa. Se tivessem mais uns 4 minutos, o Borussia viraria a partida.

Agora, duas coisas foram constatadas nessa rodada. O Werder sem Diego é um, com Diego é outro. Foi só o brasileiro voltar à equipe que o alviverde conquistou sua primeira vitória na competição. O meia fez um dos gols contra o Cottbus e ainda foi eleito o craque da partida. Só na seleção brasileira que ele não joga, porque no Bremen…

E o Bayern? 3 a 0 no Colônia fora de casa, com dois gols de Luca Toni, sempre ele. Alguém tem dúvidas de quem é o favorito ao título? E quem será o artilheiro?

As atenções agora se voltam para a Liga dos Campeões. o Werder joga nesta terça-feira, às 15h45, contra o Anorthosis Famagusta, do Chipre. Por ser um jogo na Alemanha, obrigação de vencer bem. No mesmo horário, mas na quarta, o Bayern viaja até a Romênia para pegar o Steaua Bucareste. E tem que mostrar que sua força não é somente na Bundesliga.

Como este blogueiro goza de um período de férias de apenas uma semana, os pitacos dos jogos dos alemães na Liga serão postados na quinta-feira.

Autor: Tags: , ,

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 Fora dos campos | 02:12

Paixão pós-vida

Compartilhe: Twitter

O Hamburgo, dos brasileiros Alex Silva e Thiago Neves, resolveu atender aos pedidos de seus torcedores que se dizem fanáticos “até a morte”. Nesta terça-feira o clube inaugurou um cemitério ao lado do Nordbank Arena.

A construção do cemitério custou cerca de 123 mil reais, sendo que a torcida ajudou com 49 mil em doações. As sepulturas têm o escudo do time e o torcedor poderá ser enterrado ao som do hino do clube. Pena que ele não vai poder presenciar o momento (piada sem graça, né?!).

Veja abaixo algumas imagens da inauguração do cemitério:

Quem é doente pelo time com certeza vai querer uma vaga no cemitério. Mas e se fosse você? Pediria para ser enterrado no cemitério do seu clube do coração?

Autor: Tags: , ,