Publicidade

Posts com a Tag Zé Roberto

quarta-feira, 26 de setembro de 2012 Bundesliga | 17:42

Rodada recheada de gols e com recorde de Pizarro

Compartilhe: Twitter

Lance do jogaço Frankfurt 3 x 3 Dortmund

Quanto gol nesse meio de semana lá na Alemanha, hein? Nas nove partidas da 5ª rodada da Bundesliga, a rede balançou nada menos que 33 vezes – uma excelente média de 3,7 gols por jogo. Destaque para o jogaço entre Frankfurt e Borussia Dortmund, que empataram por 3 a 3 na terça-feira.

Os Amarelos abriram 2 a 0 no placar, mas os donos da casa buscaram o empate no segundo tempo. Depois, o zagueiro brasileiro Anderson Bamba vacilou e o Dormtund voltou a ficar na frente. Mas, para se redimir, o defensor foi para o ataque e marcou de cabeça, decretando a igualdade e a invencibilidade das Águias na temporada.

Duelo eletrizante também em M’gladbach, na quarta-feira. Os donos da casa perdiam para o Hamburgo por 2 a 1 até os acréscimos da partida, quando Dominguez anotou o gol do empate por 2 a 2. O detalhe é que o Borussia estava com um jogador a menos e Van der Vaart já havia desperdiçado um pênalti para os Hanseáticos, defendido por Ter Stegen.

► Clique aqui e participe do bolão do Blog do Alemão

Na liderança isolada e com 100% de aproveitamento está o Bayern de Munique, que sufocou o Wolfsburg e enfiou 3 a 0 dentro da Allianz Arena. Ficou barato para os Lobos, até porque o goleiro Benaglio evitou uma derrota maior. Dois gols de Mandzukic e um de Schweinsteiger, que teve mais uma grande atuação. Ele e Ribéry, o melhor da partida.

Neste jogo, o peruano Claudio Pizarro entrou na segunda etapa e se transformou no jogador estrangeiro com maior número de jogos no Campeonato Alemão: 337 partidas. Ele superou o brasileiro Zé Roberto, hoje no Grêmio, que entrou em campo 336 vezes por Bayer Leverkusen, Bayern de Munique e Hamburgo. Veja os primeiros:

Pizarro em ação contra o Wolfsburg

Claudio Pizarro (Peru) – 337 jogos
Zé Roberto (Brasil) – 336 jogos
Levan Kobiashvili (Geórgia) – 336 jogos
Sergej Barbarez (Bósnia) – 330 jogos
Ole Bjoernmose (Dinamarca) – 323 jogos
Dedê (Brasil) – 322 jogos
Hasan Salihamidzic (Bósnia) – 321 jogos
David Jarolim (Rep. Tcheca) – 318 jogos
Pablo Thiam (Guiné) – 311 jogos
10º Cha Bum-Kun (Coreia do Sul) – 308 jogos

3 a 0 também foi o placar que o Hoffenheim aplicou sobre o Stuttgart, fora de casa. Os Schwaben fazem péssima campanha e estão em penúltimo na tabela, na frente apenas do Augsburg, que também apanhou em casa: 3 a 1 para o Bayer Leverkusen.

Confira os resultados da rodada:

Terça, 25 de setembro
Bayern de Munique 3 x 0 Wolfsburg
Schalke 3 x 0 Mainz
Greuther Fürth 0 x 2 Fortuna Düsseldorf
Frankfurt 3 x 3 Borussia Dortmund

Quarta, 26 de setembro
Borussia M’gladbach 2 x 2 Hamburgo
Stuttgart 0 x 3 Hoffenheim
Hannover 4 x 1 Nuremberg
Freiburg 1 x 2 Werder Bremen
Augsburg 1 x 3 Bayer Leverkusen

Autor: Tags: , , , , , , , , , ,

terça-feira, 17 de maio de 2011 Bundesliga, Fora dos campos, Vídeos | 11:55

Números, curiosidades e recordes da Bundesliga 2010/11

Compartilhe: Twitter

O futebol germânico ainda reserva as fortes emoções da final da Copa da Alemanha e dos playoffs de rebaixamento, mas com o fim da temporada regular da Bundesliga, já dá para fazermos um balanço dos números, estatísticas e curiosidades que marcaram a 48ª edição do Campeonato Alemão. Não é?

Sem mais delongas, vamos aos principais fatos:

► A temporada teve 102 vitórias de visitantes, novo recorde no torneio

Dortmund e Leverkusen venceram 11 vezes fora de casa, igualando os recordes de Hamburgo (2005/06) e Werder (2003/04)

O Dortmund estabeleceu um novo recorde de vitórias consecutivas longe de casa – oito

Ao final do 1º turno, o Dortmund abriu 10 pontos de vantagem na ponta, a maior diferença da história nesse período

Mario Götze, 18 anos

Bayern de Munique teria sido campeão se os jogos tivessem só os primeiros 45 minutos. Os Bávaros fariam 64 pontos, mais do que qualquer outro time

Dortmund foi o campeão mais novo da história, com média de idade de 23,73 anos. Bayern (72/73) e M’gladbach eram os recordistas, com média de 24,67 anos

Mainz venceu seus 7 primeiros jogos, igualando as marcas de Bayern (95/96) e Kaiserslautern (2001/02)

Frankfurt marcou apenas 7 gols no segundo turno, a pior marca desde a temporada 65/66, quando o extinto Tasmania Berlin também só fez 7 gols pós-Natal

O Borussia M’gladbach passou o primeiro semestre inteiro sem vencer em casa, enquanto o Stuttgart ficou o mesmo período sem vencer em casa. Curiosamente, a primeira vitória fora do Stuttgart foi contra o M’gladbach

Claudio Pizarro, do Werder Bremen

► Hannover ficou pela primeira vez na história entre os 4 primeiros colocados e voltará a disputar uma competição europeia após 19 anos

Claudio Pizarro, do Werder, chegou aos 142 gols na Bundesliga e superou a marca do atacante Elber como maior artilheiro estrangeiro do torneio. O brasileiro tinha 134 tentos anotados

Nuri Sahin desperdiçou suas últimas 4 cobranças de pênalti, recorde negativo no Alemão

E o Dortmund errou seus últimos seis pênaltis no campeonato, já contando com os 4 de Sahin

Zé Roberto fez seu jogo de número 331 na Bundesliga, ultrapassando Sergej Barbarez e se transformando no estrangeiro com maior aparições no campeonato

Papiss Demba Cisse, atacante do Freiburg, fez 22 gols na temporada e se transformou no africano que mais marcou em uma edição da Bundesliga, ultrapassando a marca de Tony Yeboah, que tinha feito 20

O grego Georgios Tzavellas, do Frankfurt, fez um gol contra o Schalke chutando de seu próprio campo e entrou para história como o tento anotado da maior distância – 73 metros (veja no vídeo aí embaixo)

Com apenas 30 segundos de jogo na primeira rodada do Alemão, o português Carlitos, do Hannover, rompeu os ligamentos do joelho e ficou 8 meses afastado

Titsch-Rivero, do Frankfurt, levou o cartão vermelho mais rápido de todos os tempos na Alemanha. Contra o Dortmund, na última rodada, ele entrou no 2º tempo e ficou somente 43 segundos em campo

► Já Youssef Mohamad, do Colônia, foi expulso com 94 segundos de jogo – ou um minuto e meio – logo na primeira rodada, contra o Kaiserslautern. Foi o cartão vermelho mais rápido da história, em se tratando de tempo do jogo

Mario Gomez, do Bayern

Mario Gomez conseguiu cinco “hat-tricks” (quando um jogador faz 3 gols num jogo), quase se igualando a marca de Gerd Müller, que fez seis na temporada 71/72

O atacante do Bayern de Munique chegou aos 100 gols na Bundesliga, entrando num restrito grupo de 48 jogadores que atingiram a marca centenária

Ainda falando de Mario Gomez, ele se tornou o 3º jogador a marcar mais de 27 gols em uma única temporada desde 81/82. Os outros são os brasileiros Grafite (2008/09) e Aílton (2003/04)

Franck Ribéry se transformou no francês com maior número de gols na Bundesliga, 31, se igualando a Johan Micoud

Lucas Barrios foi o campeão de bolas na trave na temporada – 9 no total

894 gols foram anotados no torneio. O recorde é da temporada 2000/01, com 909 tentos

83 pênaltis foram marcados, bem abaixo do recorde de 102

Pogrebnyak leva o amarelo

1.038 cartões amarelos foram mostrados. Nos últimos 20 anos, foi o menor número. A temporada 90/91 teve apenas 950 advertências dessa natureza

Apenas 63 partidas terminaram empatadas. É a menor marca das últimas 31 temporadas, se igualando a de 79/80

Somente 14 jogos acabaram em 0 a 0, a menor marca em 29 anos. A temporada 81/82 teve apenas 12 placares em branco

26 jogadores marcaram gols-contra, maior marca das últimas nove temporadas. Em 2001/02, 33 atletas jogaram contra a própria pátria

3.012 escanteios foram marcados. Foi o menor número desde que as estatísticas foram implementadas no Alemão, em 2004

10.009 faltas foram cometidas. Foi o menor número desde que as estatísticas foram implementadas no Alemão, em 2004

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

domingo, 20 de março de 2011 Bundesliga | 23:05

Será que ainda dá para o Leverkusen?

Compartilhe: Twitter

A diferença que era de 13 pontos agora é de sete. O líder Borussia Dortmund tropeçou mais uma vez diante da sua torcida e vê a aproximação do Bayer Leverkusen na tabela de classificação. Faltam sete rodadas, muito pouco para acabar, mas os Amarelos que abram os olhos e tomem cuidado.

No sábado, a equipe saiu na frente do Mainz, no Westfalenstadion, mas foi castigada a dois minutos do fim, com o gol do empate do adversário. No começo deste lance, o zagueiro Subotic levou uma bolada lá nas partes baixas e ficou caído no gramado. Alguns segundos depois, o 05 empatou.

O fato gerou muita polêmica entre os treinador Jürgen Klopp, do Dortmund, e Thomas Tuchel, do Mainz. O primeiro reclamou da falta de “fair play” do rival, que deveria ter chutado a bola para fora quando Subotic ficou caído (imagem aí de cima). O segundo nem deu bola e comemorou o resultado.

> Clique aqui e veja a discussão dos treinadores e o lance polêmico

Só pra lembrar que Nuri Sahin desperdiçou um pênalti no 1º tempo, quando o jogo já estava 1 a 0 para o Dortmund. Se marcasse, seria difícil o Mainz buscar.

A 27ª rodada marcou a estreia de dois técnicos. O primeiro foi Michael Oenning, que era auxiliar de Armin Veh no Hamburgo e agora foi efetivado. E foi em grande estilo, com massacre de 6 a 2 sobre o Colônia. O atacante croata Petric marcou três e foi o grande nome do duelo.

Nessa partida, o meio-campista brasileiro Zé Roberto fez seu jogo de número 330 na Bundesliga, se igualando ao bósnio Sergej Barbarez como atleta estrangeiro com o maior número de partidas no Alemão. Além da homenagem antes do apito inicial, Zé marcou um dos gols da goleada.

O outro treinador que estreou foi Felix Magath. Agora no Wolfsburg, o comandante viu Grafite abrir o placar para seu time, que bobeou no último minuto e levou o empate do Stuttgart, na Mercedes Benz Arena. Com o péssimo empate, os Lobos estão na penúltima colocação.

No Schalke, Ralf Ragnick não estreou, e a equipe acabou derrotada pelo Bayer Leverkusen por 2 a 0, na casa do rival. Os Leões diminuiram a vantagem do Dortmund e ainda sonham com o título.

Será?

Já o Bayern de Munique suou a camisa para derrotar o Freiburg, fora de casa, e se manter firme na luta pela Liga dos Campeões. Ribéry fez o gol da vitória por 2 a 1 nos últimos minutos. A preocupação fica por conta de Arjen Robben, que deixou o gramado ainda no primeiro tempo, lesionado.

É incrível como o time bávaro perde em força de ataque sem o holandês em campo. Altintop entrou no seu lugar e não fez nem 10% do que Robben é capaz de fazer. O turco é muito fraco.

Na luta contra o rebaixamento, o Werder Bremen conseguiu respirar após a boa vitória sobre o Nuremberg, longe da sua torcida. Também fora de casa, o Kaiserslautern derrotou o Borussia M’gladbach e subiu na tabela. O Frankfurt, por sua vez, venceu pela primeira vez em 2011. A vítima foi o ameaçado St. Pauli.

Seleção da rodada

Trapp (Kaiserslautern), Fritz (Werder Bremen), Hummels (Borussia Dortmund), Schwaab (Bayer Leverkusen) e Schulz (Hannover); Schweinsteiger (Bayern de Munique), Zé Roberto (Hamburgo) e Ribéry (Bayern de Munique); Pizarro (Werder Bremen), Gekas (Frankfurt) e Petric (Hamburgo).

Resultados

(18º) Borussia M’gladbach 0 x 1 Kaiserslautern (13º) (2×0) – Potros rumo à segundona
(7º) Hamburgo 6 x 2 Colônia (11º) (1×1) – Seis? Que sacode…
(14º) Frankfurt 2 x 1 St. Pauli (16º) (1×0) – Gekas brilhou e fez os dois gols
(8º) Freiburg 1 x 2 Bayern de Munique (4º) (1×3) – Acertei a vitória bávara
(3º) Hannover 2 x 0 Hoffenheim (9º) (2×2) – Hannover na briga pela Champions
(6º) Nuremberg 1 x 3 Werder Bremen (12º) (2×1) – Bela vitória fora dos Papagaios
(1º) Borussia Dortmund 1 x 1 Mainz (5º) (3×2) – Tropeço do líder
(2º) Bayer Leverkusen 2 x 0 Schalke (10º) (0x0) – Será que dá para os Leões?
(15º) Stuttgart 1 x 1 Wolfsburg (17º) (2×2) – Acertei o empate

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 12 de novembro de 2010 Bundesliga | 19:46

A Bundesliga "amarelou" de vez

Compartilhe: Twitter

Sei não, hein?! Esse Borussia Dortmund está com uma cara de campeão. Diante de mais de 80 mil pessoas no Westfalenstadion – outro espetáculo nas arquibancadas, pra variar -, o time amarelo derrotou o Hamburgo por 2 a 0 e disparou na liderança do Campeonato Alemão, sete pontos à frente do Mainz, segundo colocado, e dez a mais que o Bayer Leverkusen, terceiro.

Está dando gosto de ver esse time jogar. Tudo bem que o primeiro tempo da partida desta sexta foi bem fraco, sem muitas chances de gol, mas na etapa final o Dortmund resolveu mostrar porque está lá em cima na tabela. Shinji Kagawa marcou o primeiro tento aos 4 minutos, e Lucas Barrios decretou o triunfo aos 25.

Joga demais esse Kagawa, pelo amor. O japa tem só 21 anos de idade e foi o destaque do duelo ao lado de Mario Götze, convocado essa semana por Joachim Löw para defender a seleção alemã no amistoso contra a Suécia. O meia-atacante alemão tem só 18 anos de praia e fez a jogada do 2º gol. Sem contar Hummels, Schmelzer, Sahin, Grosskreutz, Subotic, Kuba… esses caras estão voando.

E por que o Hamburgo não ameaçou a meta de Weidenfeller? Simples: sem o holandês Ruud van Nistelrooy, ainda machucado, o time do norte perde demais em poder de fogo no ataque. E na lateral-esquerda, com Aogo e Jansen lesionados, ficou um buraco por ali. Zé Roberto atuou no setor e foi péssimo. Ele começou sua carreira como lateral, fato, mas já está no auge dos seus 36 anos, não aguenta mais ir e volta. Só ir…

Conforme citei na matéria do iG sobre a partida, é o melhor começo de campanha na história do Dortmund na Bundesliga. Nunca a equipe tinha alcançado a marca de 31 pontos nos 12 primeiros jogos. O clube é hexacampeão alemão – assim como o Hamburgo – e venceu o campeonato pela última vez na temporada 2001/2002, quando tinha os brasileiros Amoroso, Ewerthon e Evanílson no elenco.

Bom, já errei esse palpite. Mas acertarei os outros. Para deixar o seu, clique aqui e comente.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 23 de agosto de 2010 Bundesliga | 11:06

Resumão da 1ª rodada da Bundesliga 2010/11

Compartilhe: Twitter

A Bundesliga começou muito bem e com algumas surpresas. Foram 28 gols em 9 partidas, uma média superior a 3 gols por jogo. Por ser uma rodada de estreia, dá pra analisar aqui todos os jogos. A abertura do Alemão, na sexta, já foi postada. Para ler mais sobre Bayern 2 x 1 Wolfsburg, clique aqui.

Borussia Dortmund 0 x 2 Bayer Leverkusen (Palpite: 3 a 2)
Quase 75 mil pessoas foram ao Westfalenstadion, mas os Leões não se intimidaram e venceram bem fora de casa. Os dois gols vieram em tabelas rápidas, anotados por Barnetta e Renato Augusto. Se o brasileiro não se machucar, promete uma boa temporada. Ballack refinou o toque de bola no Leverkusen. No Dortmund, o japonês Kagawa fez uma ótima partida, mas o time não ajudou na estreia.

Hamburgo 2 x 1 Schalke (Palpite: 1 a 1)
O ataque formado por Raúl e Edu não funcionou. Os dois não jogaram nada. Quem brilhou foi Van Nistelrooy, autor dos dois gols do Hamburgo. O holandês, além dos gols, jogou muito bem, meteu bola na trave, se movimentou… começo promissor. Zé Roberto e Elia tomaram conta do meio de campo. Farfán fez o gol do Schalke e foi o mais lúcido da equipe visitante.

Mainz 2 x 0 Stuttgart (Palpite: 0 a 0)
Cacau desperdiçou um pênalti logo no começo do jogo, e os Schwaben caíram na estreia. Allagui e Rasmussen fizeram os gols do time da casa, que teve como seu principal destaque o goleiro Wetklo, que pegou demais. O Mainz começa muito bem a temporada, assim como fez na última.

Hoffenheim 4 x 1 Werder Bremen (Palpite: 2 a 2)
A exemplo do que aconteceu na Liga dos Campeões, Thomas Schaaf começou com Marin no banco do Werder. Um erro. Quando o treinador colocou o jovem meio-campista, no começo do segundo tempo, o jogo já estava 4 a 1 para os donos da casa. Ba, Mlapa, Ibisevic e Salihovic anotaram para o Hoffe, que venceu de virada após levar gol de Frings logo nos primeiros minutos.

Borussia M’gladbach 1 x 1 Nuremberg
(Palpite: 3 a 1)
Hegeler fez para o Nueremberg, e Idrissou empatou para o Borussia ainda no primeiro tempo. O jogo foi fraco e mostra que as duas equipes, assim como na última temporada, devem brigar para não cair. O zagueiro brasileiro Dante, do M’gladbach, fez um bom jogo.

Colônia 1 x 3 Kaiserslautern (Palpite: 2 a 1)
Com Podolski no time titular e pouco inspirado, os Bodes caíram em casa. O jogo até começou bem para o Colônia, com Novakovic marcando no início, mas Lakic resolveu aparecer no segundo tempo e marcou duas vezes. Ilicevic fechou o placar a dois minutos do fim. Uma surpresa essa boa vitória do Kaiser.

Freiburg 1 x 3 St. Pauli (Palpite: 2 a 0)
Outra surpresa na primeira rodada. Os Piratas foram eliminados na Copa da Alemanha e parecia uma equipe frágil nesse retorno à elite, mas deu a volta por cima. Cissé fez o primeiro gol do jogo aos 33 do segundo tempo, colocanco o Freiburg na frente. Mas aos 38, Boll empatou após receber passe de Sukuta-Pasu, que marcou o seu aos 44. Aos 46, Bartels fez o 3º com nova assistência de Pasu.

Hannover 2 x 1 Frankfurt (Palpite: 1 x 3)
Jogo fraquíssimo. Os dois times não jogaram nada, mas o Hannover se deu melhor porque venceu, claro. Já é um respiro, uma vez que o time deve brigar na parte de baixo da tabela, de novo. Rausch e Ya Konan fizeram os gols do time da casa, e Köhler anotou o único do Frankfurt.

Seleção da rodada

Novidade aqui no blog. Ao final de cada rodada, vou colocar os jogadores que se destacaram. Fiquem à vontade para montar as suas seleções :)

Seleção da 1ª rodada (3-4-3): Wetklo (Mainz), Castro (Bayer Leverkusen), Zambrano (St. Pauli) e Fuchs (Mainz); Zé Roberto (Hamburgo), Luiz Gustavo (Hoffenheim), Vidal (Bayer Leverkusen) e Schweinsteiger (Bayern de Munique); van Nistelrooy (Hamburgo), Lakic (Kaiserslautern) e Ibisevic (Hoffenheim)

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

quarta-feira, 4 de agosto de 2010 Jogadores brasileiros, Mercado | 13:10

Menos um brasileiro

Compartilhe: Twitter

O lateral-direito Rafinha quase acertou sua ida para o Bayern de Munique na última temporada, mas permaneceu no Schalke 04. Porém, com sua fama de indisciplinado, o técnico Félix Magath fez de tudo para tentar negociar o brasileiro. E conseguiu. Rafinha se transferiu para o Genoa-ITA e o clube alemão receberá um valor estimado em 10 milhões de euros.

Bom negócio para o Schalke, nem tanto para Rafinha. Quem não se lembra das festinhas que ele dava em sua casa, dos incidentes de trânsito na Alemanha, do sumiço para jogar a Olimpíada de 2008…


Ó aqui pra você, Magath!!!!

E o Schalke se desfazendo dos brasileiros, hein?! Só nesses últimos meses saíram o zagueiro Bordon, o atacante Kevin Kuranyi, o volante Mineiro, o meio-campista Zé Roberto e agora o lateral Rafinha. Sobrou o atacante Edu, que por sinal está muito bem na pré-temporada.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010 Jogadores brasileiros | 11:56

Schalke à Brasilianer

Compartilhe: Twitter

O atacante Edu estreou como titular no Schalke 04 em amistoso realizado contra o Conil, equipe semiprofissional da Espanha, e marcou dois gols. Kuranyi marcou outro e o grande destaque da partida foi Asamoah, que fez cinco. Ah, o placar foi 14 a 0 para os alemães.

Entretanto, a notícia do dia nos Azuis-Reais não é o massacre sobre o fraco time de amadores, mas sim o destino de Zé Roberto. Peça fundamental na campanha do hexa do Flamengo, o meio-campista jogará todo primeiro semestre na equipe B do Schalke, que disputa torneios de futebol indoor pela Alemanha, em grama sintética e com cinco atletas em campo. O jogador, inclusive, já viajou para o lado oriental do país para atuar em quatro desses campeonatos, que começam em janeiro.

O treinador Felix Magath explicou que não haveria tempo de Zé se integrar e se entrosar com o grupo principal da equipe para fazer uma boa campanha no segundo turno da Bundesliga.

Em outras palavras, Zé Roberto vai jogar no “showbol” alemão. Que fase!

Zé Roberto, do Schalke 04
Zé Roberto quando foi flagrado bêbado em 2008, saindo de uma festa na Alemanha 

Autor: Tags: , , , , ,

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010 Bundesliga, Jogadores brasileiros, Mercado | 14:09

Alemanha dos brasileiros

Compartilhe: Twitter

>> Coluna da Trivela desta quinta-feira <<

Os jogadores brasileiros, mais do que nunca, entraram na pauta do futebol alemão nos últimos dias de 2009 e nos primeiros de 2010. Alguns de forma positiva, outros de forma negativa. No caso dos dois “Zé Roberto“, por exemplo, os papéis se inverteram.

O meia que foi campeão brasileiro pelo Flamengo, dessa vez, está com moral alta na Alemanha e pode retornar ao Schalke 04 para o segundo turno da Bundesliga. O treinador Felix Magath até quer, mas tem receio do passado polêmico do jogador. Já o seu xará do Hamburgo, sempre um exemplo de humildade e de caráter, pisou na bola ao se atrasar na reapresentação da equipe e foi multado. Zé Roberto alegou motivos familiares e pediu aos torcedores “que não duvidem da sua confiabilidade, algo que foi marca registrada em sua carreira”.

Rafinha, lateral do Schalke 04Outro que se atrasou no retorno das festas de final de ano foi o lateral-direito Rafinha. E não é a primeira vez que ele dá mancada no Schalke. Desde que chegou ao clube em 2005, o jogador já foi multado ou punido várias vezes por indisciplina, uma delas por ter se concentrado com a seleção olímpica brasileira antes dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 sem a autorização do clube.

Esse novo contratempo pode representar o fim da passagem do lateral pela equipe. O “sumiço” causou desconfiança nos dirigentes dos Azuis-Reais, que acham que Rafinha esteja negociando sua ida para a Juventus-ITA. Até mesmo o Corinthians apareceu como provável destino do atleta em 2010.

Ainda falando de Schalke, o time de Gelsenkirchen contratou o atacante brasileiro Edu, proveniente do futebol sul-coreano e com passagens por Bochum e Mainz. Desconhecido da maioria dos brasileiros, o canhoto sonha em formar dupla de ataque com Kuranyi no vice-líder do campeonato.

Kevin Kuranyi que viu seu nome ser lembrado por Joachim Low, mas não da forma que queria. O técnico da seleção alemã praticamente descartou a presença do centroavante na Copa de 2010, ainda por conta do episódio em que o germânico-brasileiro deixou o estádio durante o intervalo do confronto da Alemanha contra a Rússia, pelas Eliminatórias Europeias.

BrenoE depois de muitas temporadas, o Bayern de Munique não terá um brasileiro em seu elenco na segunda metade da Bundesliga. Pelo menos até junho, pois os bávaros emprestaram o zagueiro Breno ao vice-lanterna Nuremberg. Em contrapartida, o clube ainda busca um jogador de frente para suprir a possível saída de Ribéry, e Dagoberto, do São Paulo, é um nome que agrada o treinador Van Gaal.

Se o penúltimo colocado se reforçou com um brasileiro, o lanterna também pode receber um em seu elenco para tentar fugir da degola. O Hertha Berlim estuda o aproveitamento do atacante André Lima, que estava emprestado ao Botafogo e retorna ao clube.

Já o zagueiro Alex Silva, recuperado de lesão, tem contrato com o Hamburgo até 2013, mas pode ser repassado ao futebol brasileiro neste primeiro semestre. Palmeiras, São Paulo e Corinthians são os principais interessados em contar com o jogador, que pretende retornar ao Brasil para ainda continuar sonhando em ir ao Mundial da África do Sul.

Até o fechamento da famosa janela de transferências muita coisa pode acontecer envolvendo atletas brasileiros. E vai.

Curtas

– Como a pausa de inverno da Bundesliga vai até 15 de janeiro, algumas equipes alemãs se preparam fazendo amistosos.
– O Werder Bremen derrotou o Al Ain, dos Emirados Árabes, time comandado por Toninho Cerezo, por 2 a 1. Os gols dos Papagaios foram anotados pelo peruano Pizarro.
– Pelo mesmo placar, o Hoffenheim bateu o Kaiserslautern.
– Já o Hannover continua em má fase desde a morte de Enke. Foi derrotado pelo Union Berlin, da segunda divisão, também por 2 a 1.
– O Colônia derrotou o Greuther Furth, o Energie Cottbus venceu o Borussia M’Gladbach e o Nuremberg superou o Duisburg. Todos esses placares foram 1 a 0.

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

segunda-feira, 2 de novembro de 2009 Bundesliga, Copa da Alemanha, Seleção da Alemanha | 12:10

Hoffenheim foi o grande beneficiado

Compartilhe: Twitter

Como é feriado no mundo todo, um panorama bem rápido sobre a rodada do fim de semana do Alemão. Ninguém merece trabalhar com esse dia lindo que faz em São Paulo. Aliás, antes de falar da Bundesliga, vale informar que a Alemanha se classificou para as oitavas do Mundial Sub-17 – mesmo ficando em 3º no grupo -, e terá a Suiça pela frente. O jogo está marcado para dia 4 de novembro, quarta-feira. Vamos acompanhar por aqui.

*****

Foram definidos nesta segunda-feira os confrontos das quartas-de-finais da Copa da Alemanha:

Werder Bremen x Hoffenheim (Jogaço, sem favorito)
Augsburg x Colônia (Dá Augsburg)
Osnabrück x Schalke (Dá Schalke)
Bayern de Munique x Greuther Fürth (Dá Bayern)

*****

Maicosuel fez o do Hoffe

Maicosuel fez o do Hoffe

Agora, o Campeonato Alemão. Podemos dizer que o time favorecido na 11ª rodada foi o Hoffenheim, único entre os oito primeiros colocados que venceu sua partida. A equipe azul – que jogou de branco – derrotou o Freiburg fora de casa, com gol salvador do ex-botafoguense Maicosuel. O Hoffe já é o 5º colocado, apenas três pontos atrás do líder.

Líder que é o Bayer Leverkusen, de forma isolada. Tudo bem que empatou com o Schalke, na casa do rival, mas vencia o jogo por 2 a 0 e cedeu o empate com dois gols sofridos nos últimos minutos de partida – um deles de Kuranyi.

E se o Hamburgo não vacilasse feio, seria o primeiro colocado. Os hanseáticos perderam em casa para o Borussia M’Gladbach, de virada, e dão mostras de que Guerrero e Petric fazem muita falta no ataque. Zé Roberto marcou um para o Hamburgo, enquanto o também brasileiro Dante fez um para os visitantes. Dante é zagueiro e titular dos Potros.

O segundo colocado agora é o Werder Bremen, que conseguiu uma reação espetacular diante do Nuremberg, fora de casa. Os Papagaios perdiam por 2 a 0, quando Hunt entrou em ação. O jovem atacante marcou aos 27 e 45 minutos do segundo tempo, mantendo a série invicta da equipe. O Werder Bremen não perde há 17 jogos, incluindo Bundesliga, Liga Europa e Copa da Alemanha.

Stuttgart e Bayern de Munique fizeram um jogo movimentado, mas sem gols, resultado ruim para ambos. Mario Gomez começou como titular nos bávaros e teve a chance de melhorar sua performance na temporada justamente contra seu ex-clube, mas não tocou na bola durante os 90 minutos. Incrível a péssima fase que vive. Luca Toni entrou no segundo tempo na vaga de Klose e jogou muito bem. O italiano ainda marcou um gol, bem anulado pelo bandeirinha, que conseguiu ver os milímetros do impedimento.

Caio marcou pelo Frankfurt

Caio marcou pelo Frankfurt

Nos outros jogos, mais um papelão do lanterna Hertha, que perdeu para o Dortmund; gol de Caio no triunfo do Frankfurt sobre o fraco Bochum; tropeço do Wolfsburg em casa, levando um gol do Mainz no final e cedendo o empate; e o Hannover surpreendendo o Colônia fora de casa.

Acertei só um jogo em cheio nesta rodada recheada de gols. Foram 26 em nove jogos, uma média de quase três por partida. Só um 0 a 0.

Borussia Dortmund 2 x 0 Hertha Berlim (2 x 0) – Na mosca!
Wolfsburg 3 x 3 Mainz (2 x 0) – Decepção dos Lobos em casa
Stuttgart 0 x 0 Bayern de Munique  (0 x 2) – Esperava gols bávaros
Hamburgo 2 x 3 Borussia M’Gladbach (3 x 1) – Zebraça!
Colônia 0 x 1 Hannover (2 x 1) – Zebrinha!
Nuremberg 2 x 2 Werder Bremen  (1 x 2) – Werder buscou bem, mas achei que venceria
Schalke 2 x 2 Bayer Leverkusen (1 x 1) – Acertei o empate
Freiburg 0 x 1 Hoffenheim (2 x 3) – Acertei a vitória do Hoffe
Frankfurt 2 x 1 Bochum (0 x 0) – Não dá pra apostar no Bochum

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , , ,

sexta-feira, 23 de outubro de 2009 Bundesliga, Jogadores brasileiros, Liga Europa | 09:02

Um parágrafo de Liga Europa e os palpites

Compartilhe: Twitter

Falar o que do Hertha Berlim? Perder em casa para o Heerenveen, time do segundo escalão do futebol holandês, atual antepenúltimo colocado no campeonato local… não dá! A equipe da capital alemã simplesmente não tem poder de reação quando leva um gol, e já praticamente dá adeus às chances de classificação na Liga Europa. A situação do Hertha é desesperadora e muito triste.

O Werder Bremen, apesar do empate fora de casa contra o Áustria Viena, segue líder de sua chave e está com a vaga para próxima fase praticamente assegurada. Na partida desta quinta, mais uma vez o peruano Pizarro brilhou, anotando os dois gols dos Papagaios. O time alemão cedeu o empate somente aos 43 do segundo tempo – Schumacher foi o autor do tento austríaco.

Zé em ação contra o Celtic

Zé em ação contra o Celtic

Por fim, o Hamburgo. Orgulho alemão nas ligas europeias. A única equipe germânica que conseguiu vencer nessa semana. Até por isso considero os hanseáticos favoritos aos títulos da Bundesliga e da Liga Europa. O único gol do duelo contra o Celtic, na Escócia, foi anotado pelo sueco Berg, aproveitando ótimo passe de Zé Roberto – Dunga, olha o Zé aí! Ele quer voltar pra seleção… joga muito mais que Elano, Júlio Baptista, Alex, Ramires, Diego Souza…

Acho que a partir de hoje começo a campanha “Zé na Copa“. Alguém topa fazer esse barulho comigo? A não ser que ele comece a jogar muito mal nas próximas partidas do Hamburgo, porque atualmente está comendo a bola.

Por falar em Hamburgo, um dos líderes da Bundesliga tem um difícil duelo contra o Schalke, no domingo, pelo Alemão. É o melhor jogo da 10ª rodada, que já começa nesta sexta-feira com o outro líder em campo. Veja os jogos e meus palpites. Aproveite e deixe o seu também:

Sexta-feira
Bayer Leverkusen 1 x 1 Borussia Dortmund (16h30 – ESPN Brasil e Esporte Interativo)

Sábado
Bayern de Munique 0 x 0 Frankfurt (11h30 – ESPN Brasil e Esporte Interativo)
Hoffenheim 3 x 1 Nuremberg
Hannover 1 x 1 Stuttgart
Borussia M’Gladbach 1 x 2 Colônia
Mainz 2 x 0 Freiburg

Domingo
Hertha Berlim 1 x 1 Wolfsburg
Schalke 1 x 2 Hamburgo (14h30 – ESPN Brasil)
Bochum 2 x 3 Werder Bremen

Autor: Tags: , , , , , , , , , , , ,

  1. Primeira
  2. 1
  3. 2
  4. 3
  5. Última